Domingo, 17 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº991
Menu

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Da Novacap ao valerioduto I

Por Mauro Malin em 04/01/2006 | comentários

Ainda faltam muitos capítulos para a minissérie JK chegar à época da construção de Brasília, e dificilmente esta informação vai aparecer no seriado: a origem do Banco Rural, tornado nacionalmente famoso pelo empresário Marcos Valério de Souza, é uma empreiteira que participou da construção de Brasília, a Tratex, de Belo Horizonte. [Retificação: um leitor informa que a Tatex ainda não existia e da construção de Brasília participou a Construtora Rabello.]  


Como se sabe, Brasília foi construída a toque de caixa, sem licitação, sob a batuta da Novacap (Nova Capital), presidida por Israel Pinheiro, depois governador de Minas Gerais eleito em oposição à ditadura militar que um ano antes cassara Juscelino Kubitschek.


A Tratex [leia-se Construtora Rabello], comandada por Sabino Corrêa Rabello, ficou tão bem nutrida que comprou o controle de um banco do Rio de Janeiro, o Manoel de Carvalho. Daí nasceu o Banco Rural. Segundo informação do Estado de S. Paulo (16/7/1992), a Tratex foi uma das companhias que em 1992 fizeram pagamentos milionários à EPC, empresa de PC Farias. Outras foram a construtora Norberto Odebrecht, a empreiteira Andrade Gutierrez, dez empresas do Grupo Votorantim e a Cooperativa dos Produtores de Açúcar e Álcool do Estado de Alagoas.


Existem elos discretos que ligam muita coisa na República brasileira.


Quem tiver mais informação de boa qualidade sobre esses nexos negligenciados, por favor mande carta para a redação. Quem sabe montamos um verbete sobre o tema para a Wikipedia?


Um adendo fruto de rápida pesquisa (em 4/1, 18h22). Da revista Encontro, novembro – 2004 – Ano III – nº 33.


Entrevista Com Kátia Rabello (atual presidente do Banco Rural), por Angela Drummond (“Banco de sete vidas”).


“(….)


Kátia – Meu avô, Jacques Correia Rabello, tinha uma construtora. A minha família vem dessa área de empreiteiros. Ele fez a Pampulha, era muito amigo de Juscelino, mas era inábil pra administrar as finanças. Não parava com dinheiro nas mãos. Gastava tudo. Meu pai viveu isso na infância e na juventude. Começou a trabalhar aos 16 anos. Montou um armazém, carregava sacos nas costas, mas trabalhou também um tempo ajudando no almoxarifado da empresa do pai, controlando compras e vendas. Aos poucos, meu avô conseguiu ficar mais ou menos estruturado. Meu pai conseguiu evitar que o desastre fosse tão grande, porque, afinal, o meu avô tinha quebrado duas vezes.


Encontro – E como surgiu o banco?


Kátia – Meu pai decidiu ter o próprio negócio, uma empreiteira que se chamou Rabello & Sabino. Ele era sócio do Antônio Sabino, irmão do Fernando Sabino, engenheiro. Essa empreiteira virou a Tratex, uma das maiores do país. Em 1962, ele teve a oferta para a compra da carta patente de um banco, com uma única agência. Era o Banco Manoel de Carvalho, português. Dois anos depois, mudou o nome desse banco para Rural. Era um negócio paralelo, sem peso relativo, já que a empreiteira era o grande negócio. Mas se você olhar a cronologia do banco, ele sempre cresceu, num ritmo lento. No primeiro ano abriu mais uma agência; no outro, duas; em outro não abriu nenhuma. Então, durante 22 anos foi um negócio que era meio tocado na paralela”.

Todos os comentários

  1. Comentou em 04/01/2006 Ivan Chagas

    É sabido que os senhores Juscelino, Niemeyer e Lúcio Costa eram grandes
    amigos. Então não é de se estranhar que a lunática idéia de construir
    Brasília, sem licitação, poderia privilegiar amigos do presidente (com ‘p’
    minúsculo mesmo), como privilegiou.
    Renegar o projeto arquitetônico, nunca! Mas dizer que que o Brasil
    necessitava de construir um centro administrativo nos moldes de Brasília é
    justificar o populismo barato, que nos custa caro até hoje, do ‘Juscelino, o
    lunático”.

    E para piorar, mais uma vez o país verá diante da TV fatos históricos de
    forma parcial.

    Sugiro a quem possuir os dados que publique aqui a evolução da inflação, da
    dívida externa e interna do período pré, durante e pós-Juscelino.

  2. Comentou em 04/01/2006 danilo teixeira

    guerra civil neles sim, e estou me covocando que qui zer e so mem chamar

  3. Comentou em 04/01/2006 celeida gonçalves

    Discursões à parte, com ou sem licitação Brasília está ai para quem quiser ver e admirar, sim, pois é linda, e JK faz parte da história nacional não só pela construção de Bsb. Tem mais, os ladrões que vem roubar aqui nem sempre são do DF. Vocês me perdoem, mas o país tem aqui representantes de todos os estados.

  4. Comentou em 04/01/2006 marcio theodorovicz

    Todos sabem que Brasília nunca deveria existir, pense por um momento…, será que tanta trapaça e roubalheira iría existir se os deputados e senadores ficassem em São Paulo, por exemplo. Infelizmente foi montada uma cidade de ladrões covardes que tiram a educação e o leite das crianças do Brasil. Várias gerações de gente sofrida e sem poder reclamar. Brasília foi e será enquanto existir o símbolo da escola sem condições, da miséria, da pobreza, do ódio do brasileiro sem assistência por aquele que conseguiu escapar da probreza. Gostaria de agradecer de forma emocionada poder enviar este relato, este fato. Tenho certeza que se o próximo presidente da república trocar o centro do poder por uma cidade com uma população de bom nível, o Brasil já mudaria muito e para melhor. Obrigado…

  5. Comentou em 04/01/2006 michael bonissoni

    Na minha humilde opiniao, pelo pouco que li a respeito JK nao passou de um megalomaniaco que quis criar uma cidade do futuro num pais em que as pessoas ainda andavam de cipó. Sou a favora da guerra civil também. Umas duas Duzias de corpos talvez serivsse para mudar alguma coisa. Vide o exemplo da Argentina, são mais aguerridos e nao deixam barato. Aqui as pessoas se preocupam mais em manter seus empreguinhos de [….] e pagar as contas no final do mês com uma dúzia de caraminguás.

  6. Comentou em 04/01/2006 carlos gomes

    NÃO PODEMOS CONFUNDIR ALHOS COM BUGALHOS, VALERIODUTO FAZ PARTE DE ESQUEMA PETISTA P/ TOMADA DO ESTADO, O QUAL LULA SABIA, MAS NÃO FOI AVISADO QUE PODIA DAR ZEBRA E DEU, JOGOU TUDO E PERDEU, AGORA DIZ QUE FOI TRAIDO PELA COMPANHEiRADA PETISTA (O CAVALO DEU MANCADA). COMPARAR ESTA LAMEIRA COM A ÉPOCA DE JK QUE NEM O RÁDIO FUNCIONAVA É DESLEALDADE DE PRINCÍPIOS.

  7. Comentou em 04/01/2006 Francisco Sebastião de Oliveira

    É impressionante como as coisas vem de longe, e ninguem é capaz de acabar com tudo isto, mais uma vez fica bem claro que o mundo politico é muito podre, e não tem interesse de acabar com estas falcatruas.Aguardem que nas próxima eleições ainda poderemos ter PAULO MALUF, GENOINO, e outros mais. VERGONHOSO, NÃO É?

  8. Comentou em 04/01/2006 Nume Laureate

    Boa tarde, Realmente não é possível levar um homem como o DINES a sério! Ou ele não mora no Brasil ou é alienado mesmo, está esclerosado! Comparar JK,Const. Rabelo e novacap, atual belacap com a situação atual é querer se passar por louco ou é burro ou está comprado… Tem dúvidas? Pergunte para o DIOGO MAINARDI. Um abraço e boa sorte, Nume.

  9. Comentou em 04/01/2006 silvio r. a. faria amaro

    Concordo com os companheiros que acreditam
    que a desordem na política já se faz até an
    tes mesmo de JK. Esta na hora da virada,nos
    so Brasil maravilhoso de povo trabalhador,
    meigo e amigo esta manchado de sangue pela
    classe política brasileira.

  10. Comentou em 04/01/2006 Saabbo Roberto

    Antes de começar a mini sere JK, me veio a lembraça, se é da globo, ai tem, pois os cavalheiros do apocalipse, não dão nó! sem ponto.Logo! apareçe as maracutaias.Em se tratando de Globo, é fria meu…O PC foi fichinha, gente… E o escandalo da Mega Sena, quando sai, vai ser uma bomba!!!!
    com efeito pizza é claro.

  11. Comentou em 04/01/2006 Struk

    Vivemos em um amar de corrupção e dificilmente sairemos dele. Será difícil pois, no fundo, todos somos corruptos e somos capazes de tudo para satisfazer nossos desejos e ambições. Se nós queremos um pais melhor, com politicos serios, precisamos ser um povo sério, tomar vergonha em nossa cara e ensinarmos nossos filhos a serem pessoas honestas.

  12. Comentou em 04/01/2006 José Soares Martins

    …NÃO MEXAM COM ISSO AGORA, SENÃO TODOS OS POLÍTICOS ENVOLVIDOS NO ESCANDALO DO MENSALÃO, COMANDADO PELO ‘PT’, ONDE SÓ O PRES. LULA NÃO SABE DO CASO, SERÃO LIBERADOS, ALEGANDO QUE ISSO É COISA ANTIGA…RSRSRS…E A FESTA NA GRANJA DO TORTO CONTINUA…RSRSRS…ZÉ

  13. Comentou em 04/01/2006 José Loival

    Estão de parabens, o assunto é valido e acredito que muitas coisas serão ditas, algumas fantasias outras grandes verdades. Uma das grandes verdades é um erro imputar a JK a construção de Brasília, alias, JK apenas construi algumas coisas a Esplanada os Palacios o Aeroporto e algumas casa e apartamentos, aquela bagunça que é a Rodoferroviária, o restante? implementado pelos militares e a conclusão esta sendo feita pelo Gênio Joaquim Domingos Roriz, esse sim sabe como ser um grande Administrador sem sobrecarregar o erário. Seja inteligente RORIZ PRESIDENTE, o melhor administrador do Brasil.

  14. Comentou em 04/01/2006 sergio amaral

    Quem participou da maior parte da construção de Brasilia foi a Construtora Rabelo. Naquela [época] não existia a Tratex.

  15. Comentou em 04/01/2006 Junior Oliveira

    A única saida para o Brasil q vejo é um golpe militar, fechem as fronteiras, ninguém entra, ninguém sai, investiguem todos e cadeia nesse [….] Aí sim elegeremos um comando pro país, enquanto esses podres poderes continuarem e a mídia nada fizer (e não venham me dizer q a mídia é imparcial), nada mudará.

  16. Comentou em 04/01/2006 Rogério Diniz Diniz

    RESSALVADO AS OPINÕES EM CONTRÁRIO, NÃO VEJO, NESTE MOMENTO, PERTINÊNCIA EM TAL COMPARAÇÃO. PELO QUE CONHEÇO — sou possuidor de 20 (vinte) livros — A RESPEITO DO PRESIDENTE JK.
    NO QUE DIZ RESPEITO AO MÉRITO DA QUESTÃO, TODAS AS ATITUDES TOMADAS COM RELAÇÃO À NOVACP — os IPMs e as COMISSÕES NO CRONGRESSO NACIONAL — FORAM ARQUIVADAS.
    SEM MAIS.

  17. Comentou em 04/01/2006 jose loival

    Acho a iniciativa valida, pois, somente um desinformado ou quem não quer saber da verdade se esconde na masmorra da hipocresia e tenta dar ‘deus’ a quem já morreu, não é porque o JK já morreu que vamos esquecer tudo o que se passaou na construção de Brasília. Verdade deve ser dita: Brasília não foi construída por JK, foi sim estuprado o erário nesse inicio de construção – moratória e aumento significativo da divida públicaque se arrasta até hoje e vantagens mirabolantes ao material sucateadode outros paises para se instalar no Brasil -, mesmo porque a construção ainda hoje esta sendo construída pela grande administração Joaquim RORIZ, esse sim, um grande gênio. É notório que Brasília teve sua construção iniciada, apenas iniciada, por JK, o restante, a maior parte foi concluida nos governos militares – não que esteje defedendo os militares, apenas devemos deixar de sermos hipócritas e reconhecer os valores de quem realmente faz as coisas independementemente de quem o seja. Quem mora há anos em Brasília sabe como muita gente ficou rica com a construção de Brasilia, até hoje, há pessoas que ostentam um falso moralismo, mas sabemos de empresário do ramo imobiliário que possui patrimonio astronômico e hoje procura se passar de bom mocinho, pensa até ser governador de Brasília, imagine só? É um grande erro olhar grandes obras com os olhos do passado.

  18. Comentou em 04/01/2006 Fabio Avila Gouvea

    Meu pai trabalhou em uma fábrica de cimento que mandava sacos de cimento em avião para a contruçao de Brasilia

  19. Comentou em 04/01/2006 Fernando L.Souza

    Simplesmente uma imbecilidade a comparação.Tentar criar um vínculo como este é falta de assunto e de conhecimento da história recente do País. O autor ficaria melhor situado se pendurasse uma melancia em cada orelha, seria menos ridículo.

  20. Comentou em 04/01/2006 vicente nunes

    …pois então a coisa não é de hoje? será que tem raizes lá pelos lados de minas?

    O certo é que isso não começou ontem!

  21. Comentou em 04/01/2006 Jean Milton

    Guerra Civil Neles!!! Somente com uma guerra civil vamos acabar com essa pouca vergonha nesse País! Essa roubalheira só terá fim com a morte de todos esses safados…

  22. Comentou em 04/01/2006 ALEX METHENITIS

    Assistindo a Minissérie Global, tenho o sentimento que estão, de certa forma, tentando ‘canonizar’a figura de JK, aquela mistica dos 50 anos em 5 e, por fim, legitimando a ideologia progressista – pois estamos ano eleitoral. Acho que devemos prestar atenção maior no nosso passado para entendermos o nosso presente.

  23. Comentou em 04/01/2006 Tiago de Jesus

    … espero que isto não seja um ‘aparelhamento’ da Wikipédia :-). Sr. Malin, por favor divulgue se porventura estes verbetes aparecerem na Wikipédia por sua iniciativa. Muito me agradaria lê-los e participar da discussão.

  24. Comentou em 04/01/2006 Jose Paulo Thomé Moraes

    Geniais: Quer a informação, quer a proposta. Vamos pesquisar. Estarei atento.

  25. Comentou em 04/01/2006 carlos hamilton santana

    Não ficou muito clara qual a intenção do autor da matéria em querer estabelecer um vínculo entre o Banco Rural e Brasília, ou entre a instituição e o goveno de JK. Pode ser que esteja enganado, porém parece ter havido uma intenção obscura em querer dizer que o que ocorre hoje em dia não é novidade e que tudo deve ter começado com a construção de Brasília. Talvez devesse ter havido licitação ou, quem sabe, um projeto para ser votado no congresso estabelecendo como se daria o processo de construção da cidade. Aí teríamos mensalão para aprovar o projeto, propina para favorecimento de alguma empreiteira, recursos não contabilizados para cobrir despesas de parlamentares com a vinda para a futura cidade e coisas assim. Parece incrível, porém ainda há gente querendo atribuir à construção de Brasília as mazelas que ocorrem hoje em dia na política brasileira. Querem por que querem esconder a verdade, ou seja que essas coisas acontecem devido à péssima qualidade desses parlamentares que mandam para cá.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem