Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

CÓDIGO ABERTO > Desativado

FH em dia de pensador e o poder da internet

Por Luiz Weis em 08/02/2006 | comentários

Quando o ex-presidente Fernando Henrique desce do palanque, tira o soco-inglês e veste a beca de cientista social, é capaz de dizer coisas que não se devem esquecer.


Ontem, numa conferência internacional em São Paulo, ele chamou a atenção para as crescentes dificuldades das instituições políticas para dar respostas mais ágeis às demandas sociais.


O problema não é só a natureza das demandas, mas a velocidade como se estruturam, se disseminam e – nesse processo – se fortalecem.


A causa, naturalmente, é a internet. A web é a ágora (praça pública) dos gregos antigos, onde foi concebida a democracia. A nova praça fica nos sites, nos blogs e nos e-mails [palavras minhas, não de FH].


Para ele, como o sistema político não consegue reagir com a velocidade proporcionada pela internet, as pessoas tendem a achar que os governos não dão conta do recado.


Isso, acrescento, pode valer tanto no Novo Mundo de que o Brasil faz parte como na Velha Europa. O esporte de falar mal dos políticos, tão popular como o futebol, ficou ainda mais atraente.


”Cria-se”, disse FH, “um vazio entre os sentimentos do povo e as esferas do poder”, o que pode gerar crises de legitimidade.


Faltou, talvez, dizer o seguinte:


1. Não é porque as demandas transitam e se adensam mais depressa que se tornam, necessariamente, mais legítimas. Não falta na internet, por exemplo, quem pregue a pena de morte.


2. Não é porque basta um clique de mouse, como se diz, para fazê-las viajar, que governantes e legisladores podem – ou mesmo devem – atendê-las no mesmo ritmo. É certo que o poder precisa correr atrás de um prejuízo que antecede à explosão da internet. Mas não existe essa coisa de democracia instantânea. Ela seria tão perigosa quanto uma Justiça sumária.


Mudando de assunto (1):


O que você prefere ler? Quase uma página de jornal sobre o bate-boca de tucanos e petistas no Senado, na base do “você é ladrão”, “ladrão é você”, por assim dizer (no Estado de hoje), ou quase uma página de matéria pesquisada, mostrando que “FHC e PT usam dados parciais em disputa sobre a economia” (na Folha de hoje)?


Mudando de assunto (2):


Para dar o troco aos que invocam a liberdade de imprensa como justificativa para a publicação das charges xenofóbicas contra os muçulmanos [ver meu artigo “Mensagem infame: todo muçulmano é terrorista”, no Observatório da Imprensa (http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/artigos.asp?cod=366IMQ007)], o mais lido jornal iraniano, Hamshahiri, lançou um obsceno concurso de charges sobre o Holocausto.


Como se as charges que enfureceram o Islã tivessem saído em um jornal israelense e não em um jornal da cristã Dinamarca. Quando se é racista – no caso, anti-semita – todo pretexto serve. Ou, conforme o ditado, quando você tem um martelo, tudo parece prego.


***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 18/02/2006 Manoel Pinto

    como pensador FHC é paradigma da maioria -80/90% dos políticos brasileiros:biltres, covardes! ladrões de bolsas do povo e do governo, diria Shakspeare!gostaria imenso de nos políticos poder me orgulhar do Brasil. Deus sabe o quanto pacientemente tenho esperado pelo ‘Pais do Futuro’ que nos foi legado por nossos pais, avós e bisavõs e pelo qual morreram em ideal nossos heróis Calabar e Tiradentes, e, mais recentemente, no século passado, nossos bravos pracinhas na tomada do Monte Castelo na Itália, II guerra mundial. Ao contrário, me envergonho e muito de ver o Brasil chicoteado pela corrupção desavergonhada que desgraçadamente contrapõe-se às esperanças e sonhos de todo brasileiro de bem traídos pelo desamor à retidão de caráter por políticos inescrupulosos, vendilhões e apátridas!enfim, envergonho-me, sim, de políticos que na menor das hipóteses consegue sequer enrubescer suas faces nos motivos nacionais dos escândalos em profusão das crises fabricadas pela politicagem de baixo teor político e sem o menor escrúpulo.’Ah! Senhores Feudais… Ah!República mal proclamada!’

  2. Comentou em 13/02/2006 Emidio gonçalves

    Me pergunto: Por que a midia dá tanto espaço para FHC e nao para o Itamar? FHC não fala coisa com coisa, apesar do charme e de falar bonito. Já com a o ex-presidente Itamar a midia deixa no ostracismo. Será porque quando era presidente nao havia a farra publicitária que teve no tempo do FHC e tem hoje? Em apenas dois anos o Itamar provou que é possível consertar o país, haja vista que saíu com 80% de aprovação e ia onde queria. Já o FHC foi vaiado por onde foi. Temos de corrigir a injustiça que se fez e se faz ao melhor presidente que já tivemos e resgatar seu prestígio.

  3. Comentou em 11/02/2006 manoel pinto Pinto

    para confrontar FH no mal que causou aos aposentados lembro dr. rui barbosa: de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos homens maus,de ver triunfar as nulidades e as injustiças, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.diante tanta hipocrisia e cinismo, tônica de seus oito anos de governo, vou rir da minha honra e
    vou ter vergonha de ter sido honesto toda a minha vida!

  4. Comentou em 09/02/2006 Maria Luiza Curti

    Luiz, concordo com você, também penso que a Web é a Ágora. Quem sabe se num futuro, remoto ou não, quando todas pessoas tiverem acesso à internet, a democracia plena, com a participação de todos, se torne uma realidade. Quem viver verá. Abraços

  5. Comentou em 08/02/2006 Odracir Silva

    Vendo as reacoes das pessoas e dos petistas, ee prova que o FHC deve ser realmente considerado um dos intelectuais mais influentes (de acordo c/ numa revista inglesa).

  6. Comentou em 08/02/2006 Haroldo M Cunha

    Caro Luiz, a internet é apenas uma ferramenta, depende de um ser humano para o seu manuseio. Aí é que começa o negócio, uma arma só fere quando um desses seres humanos(?) querem.Um carro para não atropela ninguém! Quanto ao assunto 2, o ocidente não ira conseguir modificar milênios de ignorância com intolerância! Um mulçulmano é adestrado desde seu nascimento a odiar seus ‘inimigos’ e destruir todo ‘infiel’, responder na mesma moeda só serve aos interesses obscuros de grupos que não desejam a paz, pois ela representa perda financeira e poder social. Há gente dos dois lados tramando contra a luz, quanto mais escuridão, melhor.

  7. Comentou em 08/02/2006 Fabio de Oliveira Ribeiro

    FHC está ultrapassado política e cientificamente. As novas crises são resultados de demandas não atendidas no passado (inclusive durante o governo dele próprio). Os problemas do país (corrupção, concentração de renda, autoritarismo, violência policial) são velhos conhecidos dos brasileiros. Não eram tão visíveis porque as vítimas deste processo social e econômico excludente não tinham condições de se manifestar e os senhores políticos (cuja representatividade é quase nula)escondiam-nos embaixo do tapete. FHC está preocupado… Francamente, ele não está preocupado. Está gaga e deveria aplaudir uma população que atoma consciência de seu poder e procura exercê-lo. População deveras generosa, pois paga as quatro régias aposentadorias de FHC. O abismo entre o Estado e o povo é antigo e FHC o manteve durante seu governo. O Estado considerou o povo um inimigo que deve pagar impostos indiretos e ser contido, calado, combatido e eventualmente eliminado. Os escroques que usam o Estado como uma privada estão vendo a m… a transbordar e dizem que a culpa é da m… Realmente… O único conselho que posso dar ao FHC é o seguinte: porque você não se manda para a França e leva com você o Lula, o Serra e o Garotinho. Quem sabe vocês quatro fiquem se embriagando em Montparnasse e nos deixem esta m… nas mãos dos que estão na m… há séculos.

  8. Comentou em 08/02/2006 Lucinei Lucena

    Prezado Luiz Weis,
    é cada vez mais fácil concordar com as palavras de José Murilo de Carvalho quando se refere a FHC como ex-sociólogo. É cada vez mais nítido, também, que ele fala como po-lí-ti-co.

    Os tucanos estão em campanha desde que perderam as eleições. Não aceitaram que perderam. Mais: julgavam que tinham o monopólio da competência técnica e da capacidade administrativa e que os petistas, desqualificados, iriam instaurar o caos. Ou seja: o caos que os tucanos imaginavam não aconteceu e os petistas, insolentemente, segundo os tucanos, ainda desafiam dizer que são mais competentes que seus antecessores. Quebraram o suposto monopólio da competência, da capacidade e da inteligência dos tucanos e de amplos setores das classes médias. Reação: quebra do também suposto monopólio da ética dos mais pobres e de setores das classes médias (principalmente da chamada classe média baixa) representada pelo PT.

    O problema é que o debate vai continuar com frases de um lado e de outro e informação, que é bom, os publicadores de opinião não fornecem para a sociedade.

  9. Comentou em 08/02/2006 Rodrigo D. C

    meu caro FRANCISCO DE ASSIS santos, ninguém, está sendo acusado de enriquecimento ilicito não! saiba distinguir um partido que misturou poder político com poder economico tentando se beneficiar de caixa 2, da prática chamada de enriquecimento ilicito.

  10. Comentou em 08/02/2006 zilia lima rocha

    ACONSELHO A TODOS QUE LEIAM NA CARTA MAIOR O ARTIGO DE MAURO SANTAYANA ‘ OS VINDOS DE MARÇO’. PERFEITO.

  11. Comentou em 08/02/2006 Eduardo Guimarães

    O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso está prestando um enorme serviço ao país e ao próprio Lula. Ao subir no palanque do candidato do PSDB à Presidência da República – seja ele quem vier a ser – e disparar críticas virulentas ao seu sucessor e ao PT, FHC está refrescando a memória da nação sobre o que foram seus oito anos de governo e sobre as razões que a levaram a eleger Lula em 2002.

  12. Comentou em 08/02/2006 Luiz Victor Vilhena

    Vejamos o governo do Sociologo;
    – arrocho e perda da Massa Salarial;
    – privatização das Teles, uma verdadeira vergonha nacional;
    – caso Banco Nacional, tudo em família!
    – Privatização da Vale do Rio Doce, uma mamata o valor da aquisição;
    – PROER, valor total dos emprestimos aos Banqueiros muito superior ao arrecadado com a venda da Vale do Rio Doce

  13. Comentou em 08/02/2006 norma maria lima de carvalho lima de carvalho

    tá vendo aí ciro gomes?
    leia todos os comentários que estão sendo dirigidos a você.
    felizmente perdemos o voto também quando da primeira vez votamos em você.
    agora estaríamos também lamentando, sabe por que? porque você também iria dar emprego ministerial a lula; tudo igual em dupla.
    lembre-se que também FHC iludiu-se com a máscara que você usa.
    Ah! em tempo, por que você não faz umas viagens com lulinha? aproveite e deixe em paz FHC!

  14. Comentou em 08/02/2006 norma maria lima de carvalho lima de carvalho

    A LINGUAGEM PURA QUE FHC USA NAS SUAS ENTREVISTAS , NAS SUAS ‘FALAS’, DIFICILMENTE SERÃO ENTENDIDAS POR CERTOS QUADRADOS, BITOLADOS COMO CIRO GOMES, PORTANTO, QUANDO ESSES TIPOS NÃO ENTENDEM O QUE É, DIZEM O QUE QUEREM, OU MELHOR, ENTENDEM.
    CIRO GOMES, QUANDO O HOMEM NÃO SABE O QUE QUER, DEVE FICAR CALADO GOZANDO O QUE ACHA, ENQUANTO DURAR, CLARO, VIU?

  15. Comentou em 08/02/2006 Ivandite R Rocha

    Não sei quem é mais ingrato se Ciro Gomes se outros, porque ele Ciro se fêz graças aos politicos do PSDB, depois esqueceu tudo e agora fica lá apoiando um partido que criticava todos pregava boas ações se elegeu sem a menor noção do que é governar (corruptos), quero dizer que esse governo só conseguiu fazer alguma coisa graças a herança maldita que diziam ter recebido, o Sr. FHC tem sim moral para dizer muitas coisas sim, como todo ser humano as vezes acho que exagera um pouco mas: quem não da uns foras de vez em quando?, graças a ele somos mais respeitados.

  16. Comentou em 08/02/2006 Manoel Pinto

    Francamente, é de dar pena! O mesmo cinismo, a mesma hipogrisia de sempre.é cristalina a idéia que nos passa o Sr. Fernando henrique: os vagabundos não somos nós aposentados.errou de endereço.

  17. Comentou em 08/02/2006 Maria Silva

    Eu gostaria de ver nas manchetes de jornais nas bancas todos os dias o acumulado da dívida brasileira e o pagamento em reais do dia, somado o pagamento mensal de juros e o total acumulado anual.
    Grata pelo espaço.

  18. Comentou em 08/02/2006 FRANCISCO DE ASSIS santos

    é difícil comentar as atitudes de nossos governantes, hoje em dia não é possível saber ao certo que está certo se esse ou aquele, vejamos então: o ex-presidente fernado collor de melo foi expulso de brasilia por menos do que está acontecendo hoje, simplesmente porque tinha o ‘PT’ na oposição e articulou tudo aquilo com a militância, mas infelismente hoje o partido está elitizado e mais uma vez infelismente esqueceu a base, é difícil num momento como este onde os parlamentares se escondem para não dar córum no plenário, e ainda recebem um alto salário, me descupem estamos profundamente desgostosos com a política atual, esperamos que os deputados e senadores sejam implacavéis com aqueles que se subornaram, pois o povo esta olhando e ouvindo, e não adianta fazer comício de ultima hora dizendo que vai resolver os problemas existentes no país, e tabém dizer que não sabia de nada, isto não cabe dizer um governo como o do Lula pois votamos para melhor a situção e não para que alguns espertalhões saim de bolso cheio.

  19. Comentou em 08/02/2006 Antonio José Pascoal de Araújo

    O desespero demonstrado pelo FHC é pura estratégia para desviar a atenção com relação a lista de Furnas, tentando como sempre fez nos seus oito anos de governo fugir de qualquer tipo de investigação.É PRECISO INVESTIGAR A FUNDO ESSA LISTA DE FURNAS!!!

  20. Comentou em 08/02/2006 Joao Carlos

    1)O governo tem feito bom uso da informática e da tecnologia para arrecadar, mas péssimo para ser fiscalizado pela população ou dar aparato à nossa polícia no uso de identificadores de digitais em rodovias, aeroportos, rodoviárias, etc; os quais permitiriam identificar um criminoso em qualquer local do Brasil através da integração de dados e melhor ainda, ao invés de termos um Estado gigantesco e portador dos grandes trens da alegria a cada novo partido no poder; reduziria seu tamanho e aumentaria sua produtividade com o uso da informática na apuração e apresentação dos trabalhos desenvolvidos por nossos governantes nas mais diversas áreas trazendo eficiência e modernidade ao Estado. 2)A melhor opção é lermos atentos a tudo e ter sobretudo discernimento descolado das opiniões de políticos e jornalistas. 3)O racismo e a religião são pretextos de domínio e poder de um pequeno grupo sobre um povo ou cultura, buscam diferenciar-se e subjulgar outras culturas e povos ao seu modo, agem como crianças quando contrariados nos seus intentos e instintos, são reflexos de imaturidade social e religiosa num mundo civilizado. Tal comentário serviria ao Ocidente e ao Oriente e não apenas a um ou ao outro.

  21. Comentou em 08/02/2006 Emidio gonçalves

    Depois de chamar aposentados de vagabundos, FHC se apresenta esquecido de tudo… Será que não se lembra que era vaiado por onde ia; que o Presidente Itamar saiu tinha 80% de aprovação quando entregou o governo e ele sofríveis 25%. Além de esquecido é mal agradecido pois traiu o Itamar Franco no episodio da convenção do PMDB a qual ele festejou juntamente com os dirigentes do PMDB em 98, e que até hoje não entendeu que deve sua eleição ao Itamar Franco, único presidente sério que já passou no país.

  22. Comentou em 08/02/2006 Tania Oliviera

    Cá pra nós, ele teve 8 anos pra nos convencer
    de que era realmente bom. Não conseguiu ainda
    quer provar o que? Ele está sendo ridículo,
    ele deve se lembrar que agora ele é mais um
    fazendo discursos sobre o que não conseguiu realizar. Se ele ficasse quieto teríamos melhor impressão a respeito dele.

  23. Comentou em 08/02/2006 Pau de colher Pixunga

    Creo que fhc devia criar um site para revisar sus ‘tesis’ (sic)antes que comessem a quemar sus livros. (Se é que ainda lhe interessa o que escreveu ou o que diz que fez) No total, parece que não dá para esquentar una noite de frio olhando sua cara de boi lavado na tele.

  24. Comentou em 08/02/2006 Aluizio Valerio valério da silva

    Ciro tem razão, o rancor, o ódio, são as armas uzadas por FH para ferir, os seus adversários, para conseguir o retonro ao Governo Federal, só que o Povo não é bobo, para ter esquecido que eles, queimaram várias de nossas estatais e ainda deixaram nosso país nas mãoes do FMI; que só agora com grande esforço Lula consegui tirar.

  25. Comentou em 08/02/2006 Max Ribeiro

    FHC deveria ir criar gado no sítio dele. E só. Conversar com os animais de verdade. No último Roda Viva, ficou evidente a montagem de uma preparação que visa tirar Lula do poder, com perguntas ‘sem pressão’, arranjadas para discurso pronto. O programa não é assim. Ora, ele como ‘sociólogo’, deveria parar de falar de política, pois perdeu essa condição quando se tornou presidente. Onde já se viu sociólogo analisar o próprio governo. E é suspeito pra falar do Lula e de corrupção.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem