Quarta-feira, 26 de Julho de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº951

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Golbery, Armando Falcão e o ‘off

Por Mauro Malin em 25/05/2007 | comentários

De Alzira Alves de Abreu, em A modernização da imprensa (1970-2000), página 25:


Foi durante o governo Geisel que se tornou comum a divulgação na imprensa de informações transmitidas por pessoas que ocupavam o centro do poder, como o general Golbery do Couto e Silva ou o ministro da Justiça Armando Falcão, que não podiam ser citados como fontes. Eram as chamadas informações privilegiadas, fornecidas off-the-record, ou seja, longe do gravador, ou extra-oficialmente. Essa forma de obter e divulgar informações permanece até hoje [2002] e transformou-se em rotina. Dificilmente o jornalista cita suas fontes. Dar notícias obtidas ´em off´ significa não responsabilizar a fonte pela notícia. Por outro lado, o informante cuja identidade é mantida em sigilo também pode usar o jornalista com intenções políticas ou econômicas. Ainda assim, muitos jornalistas consideram o ´off´ um excelente meio de obter informação, em geral uma notícia ´quente´, que de outro modo não seria revelada pelo informante‘.

Todos os comentários

  1. Comentou em 26/05/2007 Reci Henrique Passos

    “MANIFESTO DE EX CABO DA FAB”

    Toda a Unidade de Ex Militares da Aeronáutica atingidos pela Portaria 1.104/Gm3/1964, só querem do Presidente Luiz Ignácio Lula o Cumprimento da Lei 10.559/2002, que assegura os direitos do todos prejudicados pelo Regime Militar, e que foi retirado abruptamente por este Governo no transcurso dos 4 anos do 1º mandato, caracterizando uma 2ª perseguição política em pleno “estado de direito democrático”, e contrariando mais uma vez a nossa Constituição brasileira, que foi pisoteada no período da Ditadura Militar.

  2. Comentou em 25/05/2007 Ivan Moraes

    ‘Essa forma de obter e divulgar informações permanece até hoje [2002] e transformou-se em rotina’ e assim ‘o informante cuja identidade é mantida em sigilo também pode usar o jornalista com intenções políticas ou econômicas’: e em sofisticadissima tecnica de manipulacao e pressao de massas, de estoques, de industrias, de individuos, de inimigos, de media concorrente, de media amiga, de juizes, de ministros, de presidentes, de estudantes, de professores, etc. etc. etc. Como comentei em outra pagina, a Uniao Eurovéia nao tem a menor ideia do que a AL se transformou.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem