Sábado, 19 de Agosto de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº954

CÓDIGO ABERTO > Código Aberto

Jornal exclusivo do iPad é mais um lance na guerra pela cobrança de notícias na web

Por Carlos Castilho em 24/11/2010 | comentários

Na primeira quinzena de janeiro deve começar a ser publicado em Nova York o jornal The Daily, o primeiro no mundo a ser editado exclusivamente no formato para o iPad, o computador em formato prancheta que se transformou no grande sonho de consumo dos fanáticos por novidades eletrônicas.


Mas ao contrário do que você pode estar pensando, não é um jornal para o público jovem. Na verdade o jornal é mais uma experiência do mega conglomerado midiático News Corporation para tentar encontrar a fórmula para ganhar dinheiro, cobrando pelo acesso às notícias publicadas pela via eletrônica, através da web.


O velho e empedernido bilionário Rupert Murdoch, dono da News Corp, está atirando em todas as direções na tentativa de descobrir, e obviamente patentear, a fórmula para fazer os leitores de jornal em papel  passarem a pagar para ler em sistemas digitais. Ele criou o que foi batizado de “jardins murados”  que impedem o acesso gratuito à leitura do jornal britânico Times, ao mesmo tempo em que seus jornais na Austrália apostam na operação simpatia para captar leitores acostumados a não pagar nada pela noticia online.


A experiência do The Daily consumiu investimentos de 30 milhões de dólares e envolve 100 repórteres e editores que vão produzir um jornal multimídia que custará 99 centavos de dólar (cerca de 1,7 real) mas que somente poderá ser lido pelos possuidores de um iPad, um aparelhinho que permite ler livros, filmes e navegar na internet, com um custo unitário de 535 dólares na versão básica (no Brasil, o custo com impostos chega a quase 2 mil reais).


De cara já dá para ver que é preciso um bom investimento pessoal para participar da experiência de Murdoch,  cujos resultados ainda são considerados uma grande incógnita nos Estados Unidos e que dificilmente terá sucesso comercial aqui no Brasil.


Mas não deixa de ser uma experiência importante para analisar comportamentos de usuários e testar estilos de leitura, porque é inevitável o avanço da tendência rumo à informação móvel via dispositivos como smartphones e tablets.  As dúvidas são grandes sobre o futuro do Daily, mas o clã Murdoch já sinalizou que o jornal no formato tablet é o seu principal projeto no momento.


A aliança entre a News Corp e a Apple, fabricante do iPad, é a convergência duas empresas que sempre apostaram numa web murada e com acesso pago a tudo, contrariando a proposta de precursores da internet, como Tim Berners-Lee, que defendem a liberdade total para a circulação de informações na rede. 


A aliança Murdoch/Jobs (Steve Jobs, o criador da Apple) indica que os segmentos alinhados com o capitalismo tradicional decidiram aumentar a intensidade da queda de braço com os adeptos da circulação livre de informações na web para alimentar a inovação constante, condição indispensável para a sobrevivência do capitalismo digital. Neste último grupo estão alguns pesos pesados como a Google, a maioria das empresas novas na web e todos os gurus da internet.


Não será uma luta entre o bom e o mau. Jobs, apesar de defender a cobrança de tudo na web, é o queridinho da intelectualidade online. E a Google, mesmo defendendo a liberdade total no fluxo de informações, é um gigante corporativo que assusta cada vez mais pelo ímpeto avassalador na absorção de empresas menores.

Todos os comentários

  1. Comentou em 25/11/2010 Nelson Franco Jobim

    Sem querer apoiar o Murdoch, é preciso arrumar uma fórmula para as empresas
    jornalísticas ganharem dinheiro com a Internet. Caso contrário, não será possível
    manter a qualidade da produção jornalística.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem