Sábado, 16 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Lula dá o troco à Veja – e peca por falta

Por Luiz Weis em 13/05/2006 | comentários


É assim que funciona o jornalismo de sarjeta:


Fulano diz uma barbaridade contra Sicrano. Chama-o de ladrão. Só não pode provar.


E o que faz o dono ou o editor de uma publicação que tem horror a Sicrano e a sua turma?


Publica a barbaridade, sem se comprometer com ela. Até dá a entender que pode ser uma fraude. Mas que publica, lá isso publica.


Foi o que fez a Veja na edição desde hoje nas bancas. Pôs na capa que o banqueiro Daniel Dantas teria o número de uma suposta conta do presidente Lula no exterior. E dentro:


Para defender-se das pressões que garante ter sofrido do PT nos últimos três anos e meio, Dantas acumulou toda sorte de informações que pôde coletar sobre seus algozes. A mais explosiva é uma relação de cardeais petistas que manteriam dinheiro escondido em paraísos fiscais. Entre eles estão o presidente Lula, os ex-ministros José Dirceu (Casa Civil), Antonio Palocci (Fazenda), Luiz Gushiken (Secom), o atual titular da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, o diretor da Polícia Federal, Paulo Lacerda, e o senador Romeu Tuma (PFL-SP).


A lista é fruto de um trabalho de investigação feito pelo americano Frank Holder, ex-diretor da agência internacional de espionagem Kroll. Ela apresenta uma série de números de contas, seus titulares, os nomes dos bancos e os saldos referentes ao primeiro trimestre de 2004. Holder disse ter comprovado a existência das contas por meio de depósitos.


Além disso, Dantas compilou metodicamente não só os pedidos de propina como também as contratações e os pagamentos efetivamente feitos para tentar aplacar as investidas do atual governo sobre seus interesses. Se pelo menos uma parte desse material for verdadeira, o governo Lula estará a caminho da desintegração. Isso, é claro, se o Brasil ainda mantiver as aspirações a se tornar um país sério.


Se o material for fruto de falsificação, Dantas vai afundar-se ainda mais na confusão policial na qual se meteu desde que contratou a Kroll para montar dossiês de seus adversários dentro do governo.’


A revista reproduz um documento com todo jeito de ser uma espécie de Dossiê Cayman – o Retorno. Lula aparece no papel como tendo US$ 38,5 mil no estrangeiro.


A primeira reação do presidente, em Viena, foi uma lástima. Fez piada.


Se tivessem me avisado antes que eu tinha 38 mil, eu tinha comprado um presente para a dona Marisa‘, gracejou.


Pouco depois, quando caiu a ficha, fez o que deveria ter feito desde o primeiro instante – soltou os cachorros. Disse da revista uma parte do que ela decerto merece.


Vamos ser francos com uma coisa: a Veja tem alguns jornalistas que já há algum tempo estão merecendo o Prêmio Nobel de irresponsabilidade. Eu só posso considerar isso como um crime praticado por um jornalista ou por uma revista. Eu não posso comparar isso ao jornalismo.


Sinceramente, é de uma leviandade e de uma grosseria que um ser humano comum não pode admitir, quanto mais um presidente da República. Ou seja: eu acho que quando as pessoas têm o poder de escrever alguma coisa, aumenta a responsabilidade.


Vocês conhecem alguns jornalistas que eu estou citando, vocês sabem o que ele tem feito nesses últimos meses.


Eu não acredito que dentro da revista Veja tenha uma única pessoa que tenha 10% da dignidade e da honestidade que eu tenho.


Eu não posso admitir isso! É uma ofensa ao presidente da República, é uma ofensa ao povo brasileiro. Essa prática de jornalismo não leva o país a lugar nenhum. É uma insanidade o que foi publicado. A pior prática de jornalismo possível.


A Veja já vem assim há algum tempo. Não é de hoje não. Mas eu acho que ela chegou ao limite, chegou ao limite, chegou ao limite!


Eu não sei se o jornalista que escreve uma matéria daquela tem a dignidade de dizer que é jornalista. Ele poderia dizer que é bandido, mau caráter, malfeitor, mentiroso. Eu não posso e é até constrangedor um presidente da República saber que tem uma mentira dessa grosseria numa revista que deveria respeitar seus leitores.


Os leitores pagam a revista, são induzidos a assinar. E não merecem a quantidade de mentiras que ela tem publicado.’


Só que Lula pecou por falta ao dizer três vezes que a Veja ‘chegou ao limite’. Faz tempo que ela passou dos limites mais elementares de ética jornalística.


***


Os comentários serão selecionados para publicação. Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas, que contenham termos de baixo calão, incitem à violência e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 30/05/2006 Filipe frol

    A veja há muit tempo que perdeu credibilidade, qualquer pessoa instruída sabe disso. Caluniar , difamar e injuriar não é papel da imprensa, a não ser da veja, (leia-se seus adminstradores) que é criminosa!Na minha universidade ,UFPE ,já existia movimento contra a revista, e espero que cada vez mais as pessoas se esclareçam sobre a mediocridade desta revista.

  2. Comentou em 22/05/2006 Marcos Adriano Rodrigues da Silva

    E pensar que a Veja, antes de Lula chegar à presidência, chamava o partido do hoje presidente de ‘PT rosa’…

  3. Comentou em 21/05/2006 Maria Aparecida Medeiros da Fonseca

    Há muito que deixei de assinar essa revista e toda semana chega à minha casa alguma notícia do que ela anda publicando. Vejo como minha decisão foi acertada. A parcialidade. a irresponsabilidade e o desejo de que os ‘tucanos’ voltem ao poder é uma coisa irritante na posição da Editora Abril e, particularmente, na linha editorial de
    Veja. Isso é comparável às ‘posições’ do ridículo ‘showman’ Arnaldo Jabor. Fui filiada ao PT por mais de 20 anos e me desfiliei pela decepção e tristeza que me assolaram ao ter consciência da intolerável mudança de rumo do partido. Contudo, acho que o atual governo, apesar de tudo, consegue ser melhor e se voltar para os interesses da maioria da população do que o governo FHC. E, particularmente, respeito o presidente da República até pela sua legitimidade. E a imprensa, como instituição, deveria ter a mesma postura. Infelizmente, parte dessa imprensa, particularmente a Veja, não tem essa postura. E fico feliz quando me deparo com jornalistas sérios como você, como Alberto Dines, Franklin Martins, Mino Carta e tantos outros, que se rebelam contra esses absurdos que assolam nosso país. É por isso que, mesmo decepcionada com tanta coisa, ainda acredito que é possível uma mudança na nossa sociedade, com o engajamento e o compromisso ético dos profissionais e de todas as pessoas de bem. Um grande abraço e minha admiração pela equipe do Observatório.

  4. Comentou em 20/05/2006 Carlos Antunes

    O Brizola costumava afirmar que a Veja pertencia à CIA.
    Para quem assina Veja vale a pena verificar o seguinte: os ataques ao Lula iniciaram imediatamente após aquele encontro fracassado com os países árabes ditos ‘do eixo do mal’ em Brasília.
    Antes disso a Veja era só elogios ao Lula.
    Mas ele mexeu com o interesse da política exterior americana e eles reagiram. Basta olhar as edições antigas de Veja e isso fica claramente evidenciado.

  5. Comentou em 19/05/2006 carpes carpes

    O Lula tem toda razão em reclamar que não sabia do depósito em seu nome, pois ele nunca sabe de nada. Parabens à revista Veja, pois todas as denuncias estão sendo provadas.

  6. Comentou em 18/05/2006 Fernando Aquino

    Diante de mais este acinte, não contra a figura do presidente Lula, apenas, mas contra o/a codadão/cidadã brasileiro/a, estamos, eu e alguns amigos, dispostos a criar um blog intitulado ‘Não compre a Veja’.

  7. Comentou em 18/05/2006 Artur Ferreira

    A Veja só está fazendo o trabalho dela. Denunciando as falcatruas absurdas dessa corja de bandidos que está na Presidência da República e no Congresso Nacional. E NINGUÉM FAZ NADA! As CPIs chegaram a conclusões, muita coisa foi provada, mas ninguém é punido. LULA e seus companheiros fingem qus não sabem de nada. Os congressistas fingem que estão investigando. E O POVO (esclarecido) FINGE QUE ACREDITA! E O PIOR É QUE TEM GENTE QUE ACREDITA!.
    Porque o sr. PRESIDENTE INDIGNADO não disse uma palavra contra o sr. DANIEL DANTAS? Será que ele estã com medo que o fulano entregue as PROVAS?
    PARA AQUELES QUE ESTÃO EMBEBIDOS NA LAVAGEM CEREBRAL PROPORCIONADA PELO PT, UM AVISO: ACORDEM!

  8. Comentou em 17/05/2006 José Luiz Silva

    A grande dúvida que paira sobre o cidadão comum é saber em quem acreditar. As acusações são lançadas. Se provadas vem a público em grandes manchetes. Se não provadas nenhuma notícia ou manchete as desmente. Com este procedimento a impressa brasileira, em geral, perde o crédito. A desinformação produz o caos que interessa apenas aos anarquistas e malfeitores que encontram campo aberto para suas ações. Deveria existir, apesar da manutenção da liberdade de imprensa, punições severas para os irresponsáveis que veiculam toda sorte de lixo através dos meios que deveriam ser informativos sérios e confiáveis. Se já existem que se faça aplicação dos mesmos. O que não pode acontecer é o ultraje imposto a população brasileira a cada nova edição de um noticiário.

  9. Comentou em 17/05/2006 João Cayres

    Só a dizer que o melhor nome para esta revista deveria ser Não Veja!

  10. Comentou em 17/05/2006 helena cunha

    eh simples (quase como o q se deve fazer com bandidos): impedir-lhe a movimentacao, deixar de le-la.

  11. Comentou em 17/05/2006 Jose Campos

    A revista Veja esta mais para ‘panfleto politico’. Tudo isso pelo fato de a emissora que reproduz o programa do filho do Lula estar tirando audiência e patrocinio da MTV que pertence ao grupo Abril.
    O que move essa revista é o proprio interesse econômico e os favores que deve ao governo anterior.

  12. Comentou em 17/05/2006 Fernando Ferreira de Oliveira

    Já fui assinante desta revista e não suportando as sujeiras e baixarias que eles adotaram em suas reportagens, achei por bem não mais patrocinar as irresponsabilidades deste grupo empresarial que ainda acha que estamos nos tempos da caverna e da ignorância. Hoje o brasileiro já sabe e com muita propriedade o que é uma matéria jornalistica feita com imparcialidade. O que passa para nós leitores é que eles estão com dificuldades de manter este semanário em circulação e está apelando para vender mentiras e escândalos que não se sustentam. É possível até que os eleitores da oposição ao governo até gostem, mas, quando chegar a hora deles?
    Lembro-me e até hoje fala-se que a Revsita Veja foi uma das responsáveis pela eleição do Fernando Collor . Será que o problema é pessoal? Será que o Presidente Lula ao ser eleito prejudicou algum plano empresarial desta revista ou será que é mais uma empresa jornalística com finalidades políticas?
    É necessário que o cidadão de bem possa ter um instrumento de defesa não só contra os bandidos, mas também contra este tipo de ofensa moral que o Presidente Lula foi alvo.
    Democracia não é praticada com perseguição à base de reportagens quando não é dada defesa ao acusado injustamente.
    Quanto mais Veja ataca, Lula espia e avança.

  13. Comentou em 16/05/2006 Rodrigo Barbosa

    A referida matéria, não só desmascara a verdadeira imprensa desse país, mais revela a essência desse povo infeliz. A mediocridade de cada um de nos, e evidenciada por todos os fatos, seja de quem fala as vezes, ou de quem é falado. Somos um povo ordinário, que sem sobra de duvida, que não merece nada daquilo que tem. E invocando o ultimo dos nossos valores, que é Deus, vamos acabar tendo aquilo que merecemos; O inferno que vivemos…

  14. Comentou em 16/05/2006 José Gouveia Brasil

    Li alguns comentários e agora entendo porque os Cariocas, merecem o Garotinho e o Maia. ‘nen todos’

  15. Comentou em 16/05/2006 Karla Morais

    Realmente, é uma lástima o estado em que se encontra o jornaslismo na atualidade. Fala-se muito em crise, em irresponsabilidade e desonestidade, que tal falarmos um pouco de ética? Disciplina obrigatória na grade curricular de qualquer curso, a ética ENSINA como se portar moralmente, ENSINA respeito, ENSINA… Mas so APREENDE quem quer, quem tem interesse. Aliás, só aprende quem já possui esses sentimentos desde antes mesmo de entrar numa Universidade, ela apenas o direciona. É de se admirar a importância e o respeito que algumas revistas ainda ocupam na vida dos leitores brasileiros. É realmente difícil ler algo em revistas sem duvidar da sua veracidade. Tristeza pra quem quer se formar e sabe que vai ter que encarar esse tipo de mercado, afinal, eu quero um emprego…

  16. Comentou em 16/05/2006 Alceu Castilho

    O curioso é que em seu ‘relatório paralelo’ da CPI dos Correios o PT invocou reportagens da Veja em sua defesa… E, em propaganda política exibida há poucas semanas, Ricardo Berzoini anunciava, em defesa da política econômica brasileira: ‘Deu na Veja’!!!!

  17. Comentou em 16/05/2006 Maria Izabel Ladeira Silva Silva

    Adorei essa brincadeira de tentar advinhar qual vai ser a próxima patifaria (ops!) digo, matéria, de VEJA contra o presidente LULA!
    Já virou joguinho de salão. Com aposta e tudo. Seria bom abrir uma ‘loteria’. Arrisco um palpite: ‘Fidel, Evo Morales e Hugo Chaves, com os dólares de Cuba, aliciam o PTT, para infernizar a vida dos paulistanos. Lula nega. Mas as contas secretas que mantem na Patagonia confirmam sua participação’. É o samba do crioulo doido, de saudosa memória, tomando conta da redação de VEJA! Só rindo!

  18. Comentou em 16/05/2006 Samuel Pantoja Lima

    Estou de pleno acordo com a observação de Luiz Weis: a revsita Veja, há muito tempo, prática uma espécie rara de anti-jornalismo, pautada pelo achincale e sensacionalismo.
    No caso da matéria citada (p. 42) a própria revista se contradiz: ‘por todos os meios legais, VEJA tentou confirmar a veracidade do material entregue por Manzano. Submetido a uma perícia contratada pela revista, o material apresentou inúmeras inconsistências (…)’. Uma denúncia desse porte, que poderia levar ao impedimento de um presidente da República não poderia ser publicada senão como propaganda grosseira e tentativa de burla dos leitores menos avisados. Na prática, trata-se de um desserviço à democracia e à sociedade brasileira.

  19. Comentou em 16/05/2006 Aristides Tavares

    Não sei qual o estado de ânimo de algum ‘jornalista’ decente(se é que há) dentro da rdação daquela revista.Pois a Veja deixa o Brasil mais provinciano:parece aqueles jornais de antigamente, de cidadezinhas pequenas, em que o editor não gostava de alguém e enxovalhava quem ele quisesse diante de todos.E os brasileiros confiam mais na mídia que no governo…não dá mais pra confiar em ninguém.Nem em mídia,nem em governo(não pelas ‘denuncias’ de Veja,mas por outros motivos que seria cansativo os expôr aqui).

  20. Comentou em 16/05/2006 Antonio Carlos Silva Santos

    Senhores,
    Em alguns momentos históricos de nosso País a veja cumpriu seu papel de informar a sociedade, mas, como pode acontecer com qualquer empresa mal administrada, em algum ponto do caminho, deve ter tido seus objetivos desvirtuados, desvinculou-se de todo compromisso com a ética e divorciou-se dos nobres princípios que em algum momento a elegeu como melhor veículo de informação nacional. É realmente lamentável esta atitude, típica de uma imprensa marrom.
    A. Carlos

  21. Comentou em 16/05/2006 Hélio Amaral

    Mesmo quem não gosta de Lula não pode concordar com esse vale-tudo. Imagine então o leitor comum da Veja, recebendo um petardo toda semana, com claras segundas intenções. Deve ser constrangedor.

  22. Comentou em 16/05/2006 o curioso Luiz

    Se isto for realidade então a revista veja deveria mostrar os recibos
    de depósito bancário demostrando que isto tudo é verdadeiro .
    Agora se não existir nenhum documento que comprove.
    Então Lula poderá arrancar uma idenização gorda.

  23. Comentou em 16/05/2006 Celso Scodiero

    Volto a dizer que Veja parece ter incorporado espírito kamikase, ao querer afundar um governo a qualquer custo, mesmo que seja ao custo de afundar junto com ele. Apesar de ainda manter alguns artigos elogiáveis (quando fora do contexto político), por outro lado, empenhou-se numa enumeração fastidiosa, ridícula e rabugenta. Mesmo assim, ainda mantém ‘fiéis sectários’ que se empenham até em defender um Daniel Dantas.

  24. Comentou em 16/05/2006 Ronan Melo

    É uma pena vivermos num país de ignorantes, que acreditam que ler Veja(verdadeiro papel de privada), Istoé, Época, Folha de São Paulo e assistir ao ‘Big Brother’ os faz intelectuais. Simples massa de manipulação que não é capaz de raciocinar por si própria. Engolem asneiras vomitadas por Alexandre Garcia, Miriam Leitão, Arnaldo Jabour, Boris Casoy e cia. Como pensar em uma imprensa livre e respeitada se a própria, e seus profissionais, não se dão ao respeito?? A liberdade de imprensa, no Brasil, é sinômino de calúnia, difamação, parcialidade, destruição de reputações.

  25. Comentou em 16/05/2006 Conrado Giacomini

    Sr Geraldo Magela, desde quando o eleitorado brasileiro, público-alvo desse tipo de campanha, é capaz de compreender uma ironia? Nossa população é composta por dois terços de analfabetos funcionais, amigo.

  26. Comentou em 15/05/2006 José Renato Bonato Marinho

    Para quem quiser fazer uma leitura séria do papel imprensa e a sua relação com o poder, leia o livro ‘Os novos cães de guarda’ de Serge Halimi, Ed. Vozes. Neste livro são descritos as relações entre a mídia francesa e o governo Mitterrand. Impressiona o fato de relaçôes tão subalternas possam acontecer num regime político maduro como o francês. Os diversos tipos de articulistas, jornalistas e assemelhados que povoam as redações e estúdios da mídia são alí dissecados e postos a nú em sua soberba e prepotência. Sob o grande alíbi da liberdade de imprensa, abusam da liberdade garantida pelos regimes democráticos. Parece que tudo podem, não suportam serem criticados, posto que infalíveis são, assim pensam.
    Uma vez que os órgãos de imprensa representam interesses privados de seus proprietários, estariam eles credenciados a defender os interesses de nós todos ?
    Autointitulados de o quarto poder, pergunto-lhes: – quem neles votou para tal ? A proximidade do poder lhes causa desvarios ?
    Façam-nos o favor: trabalhem em prol da sociedade brasileira para que possamos ter um projeto realista de Nação, propositivo, perene, sério e que, principalmente, perpasse legislaturas futuras e não seja apenas um projeto sectário do tipo: este é o da minha patota e o seu não presta.
    Seria um bom começo para sairmos da lama em que, há muito, este País patina. O resto é balela e desinformação.

  27. Comentou em 15/05/2006 Geraldo Magela da Silva Xavier

    Sr. Giacomoni, o PT usou a materia da veja, mas acompanhada da seguinte ressalva. … ATE A VEJA PUBLICOU. O que faz uma grande diferen;a .

  28. Comentou em 15/05/2006 Kleber Silva

    Não consigo entender o motivo deste OI ainda perder tanto tempo em comentar aquele lixo de revista chamada Veja que não merece nem classificação , um folhetim de quinta categoria que vem prestando um desserviço à sociedade . Por fim , aquela porcaria de publicação a serviço da oposição golpista , se rebaixou ao submundo do crime e certamente já está aliada ao PCC com o intuito de aterrorizar os cidadãos de São Paulo e do Brasil . A catástrofe de São Paulo deve ser inteiramente débitada na conta do tucanato (Covas , Alckmin e o atual governador ) que há várias gestão estão à frente daquele estado e nada fizeram para impedir que o PCC chegasse ao estágio atual ( aterrorizar a população e desafiar a policia )visto que a facção criminosa foi fundada em 1993 .O governo atual deu um ‘saídão’ (indulto ) para milhares de presos ligados ao PCC , agravando ainda mais a situação . Cabe ressaltar que FHC , o ‘príncipe das trevas ‘ , literalmente , deixou o país no escuro , no episódio conhecido como APAGÃO , particularmente tem responsabilidade maior ainda no tucanato , porque esteve à frente do governo federal por oito longos e terriveis anos e nada fez à sua época para desmantelar essas organizações criminosas . O que estamos colhendo hoje é o fruto do que o tucanato e FHC plantaram :descaso com povo e abandono total do estado de direito .

  29. Comentou em 15/05/2006 Cilas Ferraz de Oliveira

    Veja já passou dos limites ao fazer campnha para as indústrias das armas durante o referendo do desarmamento. Infelizmente ela traz matérias fiananciadas como se fossem reportagens. Ela ganha dineheiro dos financiadores das matérias e perde credibilidade e leitores. Como ela pensa que não precisa de leitores, apenas de financiadores, ela vai se enlameando e quando perceber, perdeu os leitores e em consequencia os financiadores.

  30. Comentou em 15/05/2006 ANGELA MARQUES

    TENHO CERTEZA QUE UMA INVESTIGAÇÃO COMO FOI FEITO C/MALUF,ALGUMA CONTA VAI APARECER.A VEJA NÃO CHEGOU AO LIMITE, O QUE ESTÁ NO LIMITE É O PAÍS SER
    GOVERNADO P/ UMA QUADRILHA E A POPULAÇÃO NÃO IR
    ÀS RUAS P/ DERRUBADA.

  31. Comentou em 15/05/2006 Geraldo Magela da Silva Xavier

    Sobre o incidente nacionalização do gás boliviano x Petrobrás, fiquei um certo tempo matutando como seria a capa da veja sobre assunto. Imaginei uma capa ilustrada com a foto do Evo Morales (a mais feia possível) com o título: “Nacionalismo fanfarrão” ou “Mais um perfeito idiota latino-americano”, etc. Pura ingenuidade minha. Esqueci que o Presidente do Brasil agora é o Lula. Nesse caso, seria mais vantajoso voltar o holofote para ele, interpretando, assim, o episódio como fruto da incompetência do Governo petista. Se estivéssemos nos tempos do governo FHC ou de outro tucano queridinho de Veja, aí sim, a capa que imaginei teria grandes chances de se tornar realidade.

  32. Comentou em 15/05/2006 Dimas Ferreira

    Convenhamos: a revista VEJA deve estar sendo editada dentro da sede do PSDB. Só isso explicaria a sem cerimônia com que a publicação tenta desmoralizar todos os adversários tucanos e fazer decolação a insossa candidatura do ex-governador Geraldo Alckmin. Gostaria de ser assinante deste panfletinho vagabundo só pelo prazer de cancelar o contrato.

  33. Comentou em 15/05/2006 Arnaldo Mansur

    O povo está ficando cada vez menos acostumado a refletir e a formar opiniões próprias. A imprensa nunca diz nada contra esse estado de coisas. A própria ênfase da palavra ¨liberdade¨ muitas vezes nada mais é do que hipocrisia, ou pretexto para escreverem irresponsavelmente o que bem entendem. A liberdade de imprensa ou já morreu ou então vem sendo transformada num monopólio, e só as coisas favoráveis a interesses inconfessáveis são publicados. Estejamos atentos!

  34. Comentou em 15/05/2006 Paulo Wedemann

    Parece piada a frase do presidente ‘nada sei’: ‘Eu não acredito que dentro da revista Veja tenha uma única pessoa que tenha 10% da dignidade e da honestidade que eu tenho’. Ele deveria ter usado como exemplo o caseiro Francenildo.

  35. Comentou em 15/05/2006 Alexandre Souza

    Vcs querem apostar como semana q vem a reportagem de capa da Veja vai ser: ‘PT de Lula paga PCC de Marcola para fazer bagunça em São Paulo’.
    Só resta um caminho aos leitores esclarecidos de Veja: cancelar a assinatura. Qualidade ruim merece ser esquecida nas bancas e ignorada.
    Assim como a mídia deveria ignorar a CPI dos Bingos. Totalmente desviada do fato determinador das suas investigações. Porque a mídia não dá o mesmo destaque para a CPI da Terra ou CPI do Trabalho Infantil?
    Enquanto os interesses pessoais dos donos da mídia ficarem acima do jornalismo, continuaremos tendo o deprimente espetáculo nos diários e semanários.

  36. Comentou em 15/05/2006 Leonardo Candido Bastos

    A revista Veja merece todo o nosso respeito e admiração. Só se revolta com a Veja aqueles admiradores do PT, partido político que em termos de probidade esta muito abaixo do PSDB, PFL, PMDB e de todos os outros. A Veja sempre se pautou pelos mais nobres intereses. É um absurdo acusar a Veja de reportar fatos de forma leviana, metirosa ou com objetivos mesquinhos. A Veja faz um jornalismo com ‘j’ maiúsculo. A Veja da voz as insuspeitas e corretas opiniões do Senhor Diogo Mainardi. Todos aqueles que detratam a Veja são Petista ou contrários ao Jornalismo-ético. Fora Petistas!!! Viva a Veja, fina-flor do jornalimo tupiniquim!!!

  37. Comentou em 15/05/2006 Ivair Peres Rezende Rezende

    Tenho 36 anos, vivi a injustiça que fizeram com o Collor, e hoje, diante de tanta pilantragem dos saltibancos petista, stou envergonhado do país que moro. Esses pilantras deveriam pegar o que possui (dinheiro) e dar o fora.

  38. Comentou em 15/05/2006 Tatiana Satiro

    Olha atitudes como estas acredito que não só aconteça na revista Veja, mas tb em outras revistas do Grupo Abril , O pior é que boa parte deste pais acredita em tudo o que é publicado, trabalho em uma empresa que foi muito elogiada por um dos veiculos deste grupo (eleita a melhor da categoria),e tenho certeza que vcs tambem ganham propina, por que se houvesse seriedade , jamais publicariam uma materia como aquela sem ter ido ate la.
    Qto a materia sobre o Sr Lula eu não sei se verdade ou mentira, não ficaria surpresa se fosse , vcs se acham acima de qq coisa neste pais, esta mais que na hora da mascara de vcs cair…
    Ja sei que o que escrevi não sera publicado , mas eu precisava desabafar…

  39. Comentou em 15/05/2006 José Ayres Lopes

    O leitor Alvaro Junqueira é um nazista. Só faltou uma saudação a Hitler.

  40. Comentou em 15/05/2006 Célio Mendes

    Veja merece elogios, afinal lealdade é uma qualidade admirável e lealdade a um de seus maiores anunciantes o Sr. Dantas é o que não falta por parte desta prestimosa publicação, aqueles que limitam seu leque de informações as reportagens nela publicadas ficaram indignados com a perseguição contra o paladino da livre iniciativa encarnado pelo empresário baiano, já para leitores com maior grau de informação ficara clara a defesa de um valioso patrocinador.

  41. Comentou em 15/05/2006 Claudio Romeu

    Já está mais do que na hora de acabarmos com essas quadrilhas, seja em São Paulo atualmente com a violência batendo de porta em porta, seja com esse imponente ou imcopetente Presidente da Republica, devemos juntar à Diogo Mainardi e solicitar o Impedimento desse sujeito e varrer para sempre essa quadrilha do PT (Partido Trombadinha).
    É melhor fazermos isso o mais breve possivel, ou teremos uma nova ditadura, cujo momento seria desastroso.
    Não vamos fugir de nossos proncipios, devemos expor nossas caras pintadas ou ficaremos com a bund… exposta na janela de novo.

  42. Comentou em 15/05/2006 José Santos Santos

    Engraçado: A Veja é nojenta (e de fato eu concordo), mas a Carta Capital é o que? Na realidade estou p/ ver um veículo neste país completamente isento, sem pender p/ um lado (lado tucano-Primeira Leitura) ou para Outro (lado PT-Carta Capital).

  43. Comentou em 15/05/2006 Arilson Aragão Aragão

    O pior de tudo é nos depararmos com comentários insanos, desprovidos de qualquer bom senso como o desse ‘sociólogo e Jornalista’. Meu Deus, o cara destila um ódio pelo presidente LULA que não é normal. tenho pra mim que antes, ele como jornalista deveria lutar por um jornalismo ético e comprometido com a verdade, coisa que devem ter ensinado a ele na Escola, resta saber se ele realmente frequentou uma. Essa indignação mostrada por ele é so aparente, pois o mesmo deve estar acostumado a noticiar ou deixar de fazê-lo por lhe interessar, diversos escândalos ocorridos no desgoverno do seu colega sociólogo FHC, todos os envolvidos em falcatruas neste governo estão sendo investigados e presos pela PF, pelo MP e por quem de direito, bem diferente daquela época em que havia até um engavetador-mor para proteger a quadrilha que lesou o pais com as privatizações e da qual o senhor Daniel Dantas fez parte. é tanto que está sofrendo processos em dois países, é dessa quadrilha que o Senhor Junqueira sente falta.?

  44. Comentou em 15/05/2006 Dulce Machado

    Nós leitores deveríamos pensar a que servem estas denúncias feitas pela mídia. Eu me lembro do inicio da crise, quando o Presidente da República dizia que havia instituições aptas a investigar a corrupção e que não era caso de CPI, a qual só se justificaria em caso de omissão destas instituições. Mas, com aval e pressão da mídia, a CPI, não, as CPI´s apareceram e se misturou o joio com o trigo.
    Resultado, muitos deputados absolvidos (geralmente os de oposição) e alguns poucos (os da situação) com cassação de mandatos.
    Será que se o caso tivesse ficado com a PF esse seria o desfecho? O que dizer da operação Sanguessuga, feita pela PF? Até quando nós, brasileiros, vamos delegar poderes de policia para a mídia e para os politicos politiqueiros? Será que não iremos perceber nunca que enquanto os papéis estiverem trocados não termos segurança em nada? E depois, vamos reclamar do que e de quem? Enquanto isso, os jornalistas e pseudojornalistas, por opção ou ignorância mesmo, vão ganhando espaço e achando que a mídia é o poder mais importante do planeta. Chega-se ao ponto de muitos acharem moral apresentadores de TV ganharem cifras mensais acima de R$ 1.000.000,00 para opinarem qualquer bossalidade, sem responsabilidade, e um absurdo o pais gastar R$ 100.000,00 com um deputado federal, ainda que ele tenha um bom trabalho.

  45. Comentou em 15/05/2006 Ricardo Fernandes

    Acho a indignação do Lula uma surpresa. Finalmente ele se indigna com alguma coisa. Mas e quanto às afirmações do Daniel Dantas? Ele não vai se indignar? Ou será que os atos cometidos pela quadrilha não merecem indignação? Afinal ele não sabia de nada. Deveria estar indignado também. Patética a situação que estamos vivendo neste país. A bandalha venceu o estado de direito. Temos o país que merecemos.

  46. Comentou em 15/05/2006 Alessandro Vilarins Vilarins

    Veja cometeu o seu maior pecado. As ofensas diretas ao presidente Lula. A credibilidade dessa revista que a muito tempo deixa a desejar chegou ao cúmulo do absurdo. Cabe ao bom leitor analizar e vê se ainda é compensatório lê este tipo de revista(manipuladora). Acho que alguns jornalista e editores ainda não perceberam que o leitor de hoje não é mais como o de 10 anos atrás. Hoje blogs como este nos ajudam a entender, a sermos mais críticos quanto a credibilidade de certos meios de comunicação. Não engolimos as notícias. Lemos( eu pelo menos)só pela análise crítica. O bom jornal se existe não conheço.

  47. Comentou em 15/05/2006 Fernando Cima

    O interessante nesta história é que o Sicrano, em vez de chamar o Fulano de mentiroso, prefere chamar a revista. E nada faz contra o Fulano.

    Bater na mídia é fácil. Difícil é o nosso presidente fazer qualquer coisa contra o Daniel Dantas. Do quê Lula tem medo? Agora sabemos.

  48. Comentou em 15/05/2006 JANIO IESO DE OLIVEIRA JANIO

    É LASTIMÁVEL CONVIVER EM UM PAIS ONDE UMA REVISTINHA DE QUINTA CATEGORIA TEM COMPORTAMENTO SEMELHANTE A ESTES TERRORISTAS QUE ESTÃO INFERNIZANDO O ESTADO DE SÃO PAULO

  49. Comentou em 15/05/2006 francisco latorre

    Reinaldo Azevedo?? PRIMEIRA LEITURA?? Diogo Mainardi para o Prêmio
    Esso??
    esse reinaldo azevedo defende a opus dei e o uso do cilício pelos mazoquistas
    geraldos em editorial.
    PRIMEIRA LEITURA? aquela da nossa caixa (deles)?
    já o tal mainardi esse, filho do enio boquirroto publicitário,
    merece a definição do francklin martins, ex-voz da razão, isolado na globo,
    depois degolado:’anão de jardim com delírios de gigante da crônica política’.
    cpi da mídia, já. o OI precisa fazer uma reportagem sobre os Civita, os anos 50,
    a máfia e a guerra fria.

  50. Comentou em 14/05/2006 Iorgeon Haenkel

    ALVARO JUNQUEIRA para Sociólogo e Jornalista bem que vc deveria prestar mais atenção às fontes que vc obtem informações, elas podem estar muito poluidas. A não ser que vc goste de ouvir e colecionar asneiras e desmentidos. O próprio Daniel Dantas já desmentiu a revista Veja. E para quem chama o Mainardi de jornalista desconhece a ética e a etmologia da palavra Jornalista. Deprimente.

  51. Comentou em 14/05/2006 Antonio Virgilio Bastos

    Junto-me a todos aqueles que, indignados e estarrecidos, assistem à escalada grosseira, anti-ética, agressiva, mal-educada que sintetiza o anti-jornalismo deste veículo da imprensa marrom! Liberdade de imprensa implica em responsabilidade. A irresponsabilidade é a característica que marca este infame veículo a serviço das forças mais retrógradas que dominaram o país ao longo de séculos. Seus interesses políticos e eleitoreiros – sempre atrelados às forças mais conservadoras – tem levado este veículo a não respeitar direitos fundamentais do ser humano. Revela, assim, a sua face nazi-facista, semeando mentiras e meias verdades; ocultando verdades que não lhes interessam; denegrindo pessoas sem provas. Que uso faz este veículo desta conquista do povo brasileiro que é a liberdade de imprensa? Exposto há meses à cruzada golpista desta revista – mesmo sem nunca olhar sequer a sua capa em uma banca – a revolta cresce por me sentir impotente diante do poder que este veículo possui. Quando a imprensa irá ser responsabilizada pelas mentiras que publica para atender a interesses de seus financiadores e grupos políticos? Que poder ela se outorga para acusar, julgar e condenar pessoas? Urge que o presidente leve às últimas conseqüências o processo para colocar estes bandidos, travestidos de jornalistas, na cadeia – ou cumprindo penas alternativas!

  52. Comentou em 14/05/2006 Irenaldo de Souto Barbosa

    Olha, eu acho que mesmo sendo o Presidente, Lula, enquanto homem, pode se dar ao direito de tecer um comentário brincalhao como o que fez sobre o dinheiro no exterior. Sobre a reportagem, em partindo da Veja, dispensa qualquer comentário, principalmente, quando essa reportagem é galgada em uma fonte procedente de um bandido, um facínora quanto o senhor Daniel Dantas.

    Um abraço, Irenaldo

  53. Comentou em 14/05/2006 Caio Marcondes

    Nota da PF sobre a reportagem da Veja

    http://www.dpf.gov.br/DCS/noticias/2006/Maio/14052006_notaveja.htm

    Trechos

    ‘A Polícia Federal esclarece que na data de 04/11/2005, a Direção Geral do DPF, por meio de correspondência interna, já alertara aos setores competentes desta corporação, sobre comentários de origem não identificada dando conta que estaria em curso uma ação ardilosa para atribuir falsamente a integrantes do atual governo a titularidade de recursos financeiros ilegais mantidos fora do Brasil, sendo um dos alvos o próprio Diretor-Geral desta organização policial.

    O alerta do referido dirigente solicitava ao mesmo tempo que as autoridades policiais competentes adotassem as medidas necessárias para a investigação reservada dos fatos, tendo naquela oportunidade o Diretor-Geral do DPF, para maior agilidade da apuração, autorizado a todos, de forma expressa, o acesso ao seu sigilo bancário e fiscal, no Brasil ou no exterior. A despeito da investigação ainda não ter sido concluída, permanece em vigor a ordem de amplo acesso às suas declarações de rendimentos e a quaisquer outras informações bancárias e financeiras. ‘

  54. Comentou em 14/05/2006 Josias Lech Lech

    Muito bem escrita essa matéria. A VEJA vem deturpando e envergonhando a imprensa seria deste país.Faz um deserviço para nossa democracia, tão necessitada de responsabilidade.

  55. Comentou em 14/05/2006 Carlos Eduardo Salles Ferreira

    Concordo inteiramente com a opinião do Presidente Lula a respeito da ‘veja’ e de alguns de seus jornalistas. Devemos perguntar nesta hora até onde deve ir a liberdade de imprensa quando a veja, mesmo sabendo da inconsistência das acusações, as publicou. Acho que se confunde no Brasil liberdade com licenciosidade. Se quer uma liberdade sem limites ou responsabilidade.
    Devemos indagar ainda a serviço de quem ou de que partidos políticos e grupos econômicos trabalha esta desqualificada revista. Naturalmente já sabemos a resposta à pergunta acima.

  56. Comentou em 14/05/2006 Daniel Campos

    Antes de mais nada devo deixar bem claro que não defendo partido algum. Mas em qualquer lugar do mundo não se publica em jornais ou revistas o que não se têm provas para atestar a veracidade ou a falsidade, e quem faz isso é no mínimo irresponsável e até criminoso sabendo os interesses por detrás de algo assim. Lula poderia processar a Veja por calúnia e difamação por exemplo

  57. Comentou em 14/05/2006 ÁLVARO JUNQUEIRA

    Estou com o Reinaldo Azevedo, do PRIMEIRA LEITURA: Diogo Mainardi para o Prêmio Esso! Até porque, uma das coisas que mais estão faltando na nossa imprensa é CORAGEM, coragem de enfrentar a patrulha velha de guerra dos chicobuarques, dos emirsaders, dos dalmodallaris, da pseudointelectualidade acomodada, que não tem CORAGEM de perceber o erro que cometeram ao apostar num fronteiriço como Lula, cercado de quadrilheiros por todos os lados, que não tem coragem de ficar sem as muletas ideológicas e equilibrar-se no ar rarefeito da ausência de certezas, ilusões e utopias confortadoras. Para esses, boas mesmo são a Carta Capital, a Caros Amigos e outras menos cotadas. Viva a Veja, o Estadão, a Primeira Leitura e todos aqueles que não têm medo de ser infelizes, preferindo isso a serem iludidos por pequenos mafiosos disfarçados de sindicalistas, ongueiros e madresteresadecalcutá. Chega de farisaísmo direitohumanista, chega da farsesca defesa de uma impossível imparcialidade, chega da empulhação dos bem-pensantes defensores da matilha dos lobos esfomeados por cargos, verbas, comissões e mensalões, chega de engolir a arrogância mafiosa dos zédirceus, delúbios, silvinhos, serenos, waldomiros, gushikens, genoínos, mentores, luizinhos, pallocis, pizzolattos lullas et caterva. CHEGA!!!! BASTA!!!!

  58. Comentou em 14/05/2006 Bel Portões

    Está na Veja (A melhor maneira de alguém estar mal informado): ‘Isso, é claro, se o Brasil ainda mantiver as aspirações a se tornar um país sério’!!!
    Jamais seremos um país sério enquanto tivermos veículos de comunicação desse nível! Veja… Bahhh!

  59. Comentou em 14/05/2006 Ivanilson Alves

    Só Lamento pra quem ler a VEJA, lamento tbm, o ‘Fundo do Poço’ que a MÍDIA brasileira está caminhando nesse momento, encabeçdo pelos grandes Jornais como Folha, estadão, Band, Globo. estou desacreditado na Mídia brasileira.

  60. Comentou em 14/05/2006 Conrado Giacomini

    Marcelo, você aceitaria ter seu nome associado a uma revista ‘mentirosa’, ‘bandida’ e ‘malfeitora’? O PT topou.

  61. Comentou em 14/05/2006 haroldo ferreira lima

    realmente o presidente pecou ao ter percebido só agora que a Veja chegou ao seu limite, insensatamente falando o presidente já devia ter mandado explodir qualquer coisa relacionada a editora abril, tamanho o mal que suas revistas nos fazem!

  62. Comentou em 14/05/2006 eduardo pagnoncelli

    Finalmente o Lula se revoltou contra a ‘revista’, que mais parece um panfleto, a inVeja. Olha, é um absurdo dar espaço para o maior corrupto do Brasil, o senhor Daniel Dantas. E ainda pior, na coluna do pior jornalista do país, senhor Mainardi. Pra mim, a conclusão é simples. Fora os erros cometidos pelo PT, etc, etc, etc…acredito que um governo que se opõe aos interesses de DD é merecedor do meu voto, só por isso. Abraços. Grande Lula!!!!!!!

  63. Comentou em 14/05/2006 alfredo sternheim

    Passar dos limites significa desrespeito. A veja tem bons jornalistas, mas tem alguns péssimos e rudes. E em sua linha editorial, resvala na má educação (com licença, Almodóvar) quando trata de Lula. É um direito discordar de seu governo, mas desrespeitá-lo como fazem, é um absurdo. Aliás, outros jornais e jornalistas também o fazem. Comprova a tese de Chico Buarque sobre preconceito de classes. E essa nova denúncia não comprovada, enfatizada pela revista, é mais uma prova da sua falta de respeito ao leitor e as pessoas. Mainardi já tinha feito um estrago com a fofoca estupida do alcoolismo do presidente através de depoimento ao leviano correspondente do New York Time. Agora, ajuda a revista nessa acusação que a própria revista diz não ter prova. Parece que os episódios da Escola Base, do ex-ministro ALceni, da cenoura e do ator e muitos outros não serviram de lição para arevista e a imprensa não passarem dos limites do bom senso. Outro exemplo é o próprio dossie Cayman que, como lembra alguém aqui, não foi explorado pelo PT. Já o senador Virgilio soltou o verbo. Esse partidarismo excessivo em comentários as vezes desrespeitosos (ou o inverso, esse desrespeito em evidentes comentários partidários), essse denuncismo superficial tanto de políticos como de jornalistas, embora enxovalhem com honras alheias, estão prejudicando seriamente a classe política e a própria imprensa .

  64. Comentou em 14/05/2006 Swamoro Songhay

    Apesar das ressalvas que podem ser feitas à reportagem, existem, porém, outras coisas que desmerecem o País e não o levam a lugar algum. Dentre elas o volume assombroso de situações de corrupção, as negativas endoidecidas treinadas e as mentiras deslavadas praticadas. Sem falar do cinismo arrogante a permear todo o espectro politico. quando conseguem transformar as verdades em mentiras, estabelece-se um diz-que-me-diz sem sentido. A verdade está perdendo de goleada, mas pode vir a ser resgatada por barulhentos silêncios.

  65. Comentou em 14/05/2006 Caio Gondim

    Faz tempo mesmo que a Veja chegou ao limite. Não posso considerar também jornalismo mais o que ali vem sendo escrito pelo Mainard, a revista há tempos deveria ter estabelecido um limite para a irresponsabilidade daquele cidadão que se traveste de jornalista, no intuito de manter sua credibilidade e respeito por sua história.
    Não leio mais Veja e sou ante qualquer pessoa, seu maior crítico.

  66. Comentou em 14/05/2006 Angelo Martins

    No final, Lula diz que leitores pagam à revista e não merecem as mentiras que ela publica. Ora bolas Lula, somos OBRIGADOS a pagar impostos e seu governo só o que faz é mentir! Sem contar a rouualheira!
    Lula é tão desinformado que não sabe que Diogo Mainardi NÃO é jornalista. O fato de escrever na imprensa não torna ninguém jornalista. Assim como o fato de alguém chegar à presidência não faz dele um presidente de fato
    http://www.angelodacia.blogspot.com

  67. Comentou em 14/05/2006 Hélcio Lunes

    Estranho que Luiz Weis nunca tenha chamado de jornalismo de sarjeta ou esgoto, o folhetim Carta Capital que publicou mais de uma dúzia de capas contra Daniel Dantas, chamando-o de orelhudo. Todos sabem do papel de (este sim) imprensa de esgoto que Mino Carta e os ‘camaradas’ de Carta Capital praticam a favor do governo Lula, Chavez e agora o cocalero Morales! Voce Luiz parece estar acometido de ‘ esgoto seletivo’, descendo o porrete na Veja ( o que acho injusto) e preservando o jornalismo bolivariano governista dos dissimulados ‘chavetes’ de Carta Capital!

  68. Comentou em 14/05/2006 janice tomanini

    Se Veja, segundo Lula e Weis, chegou ao limite, ou já passou dos limites, o quê fazer? Se o jornalista a qual refere-se Lula, que todos sabem ser Diogo Mainardi, passou dos limites, o quê fazer? O que é passar dos limites? O que é ética? Será possível que só quem é a favor desse desgoverno pode pronunciar-se na imprensa bradando a palavra ética? Diogo Mainardi, assim como eu, você e qualquer pessoa, podemos sentir-nos lesados por esse governo, sim. Podemos querer o impeachment, sim. Lula vai expulsar Diogo do Brasil? Vai calar-lhe, inventando um Conselho Federal de Jornalismo? Ou Diogo será um Celso Daniel? À época do famigerado Collor, tudo podia, lembra-se Weis? A Veja somente noticiou a investigação que fez. Assim como Carta Capital descontrói Daniel Dantas, Veja foi ouvi-lo. Por que temos que ouvir somente o lado dos bandidos do governo? Temos que ouvir o lado do outro bandido também. Provavelmente, Daniel Dantas, optará por chantagear o governo, pois são todos assim. A história desse país é assim. Por que Lula não indignou-se tão rapidamente com os mensalões? O problema, é a inversão de valores que estamos vivendo nesse país. Outra pergunta: se Diogo será retaliado, os que concordam com ele, também serão? Tenho que preocupar-me, então? Acho que não vou mais comentar nada. Guardarei meus pensamentos e apagarei os arquivos de meu computador. É assim que começam as ditaduras.

  69. Comentou em 14/05/2006 José Carlos dos Santos

    Caro Weis, penso que o presidente como figura pública deva ser comedido nas palavras, como o foi e tem sido, assim como a Veja, que deve estar perdendo assinantes como nunca, deveria ter sido Daniel Dantas é conhecido não como chantageado e sim como chantagista visto o que tentou fazer com os sócios na Telemar e comete um crime quando diz que juntou provas(ou simulacros de provas) contra pessoas que o queriam fora do caminho( na verdade afastar sua influência nefasta e o seu indefectível Oportunnity), ou isso não é tentativa de chantagem para obter vantagens, esse senhor têm muito o que explicar, ele e os governantes da época das privatizações, quando sem dinheiro ganhou grandes bocados, e a Veja quando usa como base palavras desse senhor simplesmente para atacar o governo faz o pior do jornalismo marrom, espero que a Veja continue a perder assinantes até que não reste nenhum nem para apagar a luz.

  70. Comentou em 14/05/2006 MCostaSantos CostaSantos

    Não sou eu que vou analisar se a matéria é verdadeira ou não. Mas, temos que concordar que a imprensa teve seu papel importante na história deste país e recentemente no indiciamento da quadrilha dos 40. Agora, temos que admitir e concordar que o dinheiro que foi roubado por essa quadrilha foi para algum banco deste planeta. Acredito que não tenha ido para o BB e CEF ?
    Para onde foi ?

  71. Comentou em 14/05/2006 ubirajara sousa

    E pensar que, um dia, eu fui assinante da revista Veja.
    É uma lástima que haja, ainda, pessoas que a defendam.
    O Brasil precisa de um jornalismo sério. Um País em crise não pode apoiar esse tipo de trabalho (se é que assim o possamos chamar). Se há corrupção que seja denunciada, mas com base, com critério e com respeito a ética jornalística.
    É uma pena que não se possa distinguir os indivíduos dentro de uma classe: todos são jornalistas. Tantos os bons, quanto os péssimos. E o pior é que não se vê ninguém punido. Cada um diz o que bem entende e fica por isso mesmo. É a isso que se chama de Liberdade de Imprensa? Se for, sinto muito!

  72. Comentou em 14/05/2006 Constante constante

    Que essa revista é irresponsável, mentirosa, que baixou o nível há muito tempo, que ela só engana os crédulos que não enxergam um palmo diante do nariz, todos sabem. Está demonstrado por tudo o que ela já fez na tentativa desesperada de abalar este govêrno do presidente Lula. Tudo indica que não conseguiu, por isso mais esta irresponsabilidade. Como é possível alguém cometer tudo isso e alegar que pode fazê-lo em nome da liberdade de imprensa? Isto não é liberdade, é irresponsabilidade de imprensa!!

  73. Comentou em 14/05/2006 joao da silva

    Transcrição de parte do depoimento de Daniel Dantas no Congresso Nacional, segundo o Blog CONVERSA AFIADA de Paulo Henique Amorim:

    ‘Deputado Relator Ibrahim Abi-Ackel (PP/MG): (…) alguém da parte do Governo tomou a iniciativa de procurá-lo para que o senhor ajudasse no pagamento de dívidas de campanha ou, de qualquer modo, fosse útil nas finanças de um determinado grupo ou partido?

    Daniel Dantas: Não, ninguém do Governo nos procurou para pedir contribuição de campanha.’

    Dantas, então, relata à CPMI um episódio em que, ‘antes do governo’ (presume-se, na época da campanha de 2002), Ivan Guimarães teria apresentado um kit de contribuição do PT a Carlos Rodemburg (que ‘trabalha’ no Opportunity, segundo Dantas). Ele diz que pode ter havido algum ressentimento porque Rodemburg teria devolvido o kit ‘pelo fato de não ter compreendido direito’. Mais adiante, no mesmo depoimento, Dantas foi questionado novamente sobre o tema:

    ‘Senador Álvaro Dias (PSDB/PR): (…) O senhor foi achacado pelo PT?

    Daniel Dantas: Eu gostaria de dividir essa resposta, se V Exa. me permitisse, em duas. Se, porventura, nós tivéssemos sido extorquidos, ser extorquido não é crime. Crime é apenas extorquir. Isso não me motivaria a ter necessidade de pedir o habeas corpus. Nós não fomos achacados pelo PT.

    Senador Álvaro Dias (PSDB/PR): Não houve extorsão? Não houve achaque?

    Daniel Dantas: Nã

  74. Comentou em 14/05/2006 Josefina Neves Mello

    Sou assinante da Revista Veja já há alguns anos e sei que ela representa em tese a opinião das classes médias do país. Porém, ultimamente, tenho pensado seriamente em interromper essa parceria que, como o próprio presidente citou, custa caro para o assinante que paga para receber, além de uma avalanche de propaganda com o único objetivo de manter paradigmas para os padrões de consumo das classes médias e mover o capital, na maioria das vezes, matérias que demonstram que ela vem se mostrando, no mínimo, ambígua. Às vezes, parece fazer a campanha da reeleição de Lula, às parece execrar o presidente. Além disso, o vocabulário empregado nas matérias, realmente, não respeita a posição do Presidente da República. Parece que ocorre uma miopia que os faz confundir o Lula metalúrgico com o presidente em exercício. Não digo que todos os jornalistas que nela escrevem sejam irreponsáveis, pelo contrário, mas tenho me deparado com matérias mal escritas, descritivas, com vocabulário imprópri para determinadas situações. Agora, vamos ver como se desenrola mais essa batalha de palavras e acusações recíprocas. Em ano eleitoral/eleitoreiro tudo é possível abaixo da linha do Equador.

  75. Comentou em 13/05/2006 Claudia Rodrigues

    O mais curioso nisso tudo é que até o sr. Weis, como já disse, um dos poucos jornalistas que me parecem realmente gabaritados e equilibrados neste espaço, fica todo indignado com a Veja agora. MAs na época em que a revista dava capa sobre a ‘namorada’ de ACM ou Maluf (longe de mim defender essas figuras, mas a isonomia pede que a justiça seja a mesma para todos!), todo mundo vibrava e a petralhada não perdia tempo em sair divulgando o material… Isso sem falar que toda a imprensa embarcou em inúmeras armações plantadas ou, quando não, difundidas pela militância petista, verdadeiros trotes baratos espalhados via computador e não se via nem um décimo de toda essa grita!

  76. Comentou em 13/05/2006 maria santos

    As pessoas de tanto lerem lorotas passam a acreditar e até a gostar delas. Não conseguem, nem mais, interpretar um bom texto. O que o Sr. Weis disse é que para se fazer um jornalismo sério, competente, com credibilidade é necessário publicar notícias comprovadamente verdadeiras. As calúnias, os deboches, as ilações não cabem em um canal de comunicação que se pressupõe honesto. Fora disso é ultrapassar todos os limites da decência. É ser irresponsável e capcioso.

  77. Comentou em 13/05/2006 Pedro Tardelli

    Quando saiu o famoso Dossie Cayman, o PT fez questão de manifestar-se imediatamente quanto ao que qualificou de mentira e falsificação. E teria motivos de sobra para engrossar o falso documento que envolvia Covas, Serra e Serjão. Nesse episódio aparentemente mentiroso que a Veja divulga com estardalhaço, a fonte é um crápula chantagista internacional (Dantas) e o divulgador o líder do PSDB Artur Virgílio. E ninguém divulgou a LISTA DE FURNAS… Ética na política é uma mentira! Alguém precisará provar que a reportagem da Veja é verdadeira, senão teremos que engolir mais ‘dólares de Cuba’… pobre imprensa de um país de oposição tão medíocre…

  78. Comentou em 13/05/2006 marcelo p

    Conrado, acho que no comercial do PT você não notou o tom de ironia do spot: ‘…deu até na Veja ( e não leia)’. Quer dizer é tão positivo que deu até na Veja, panfleto que não cansa de manipular as suas reportagens contra o governo.

  79. Comentou em 13/05/2006 Pedro Desgualdo Pereira

    Se o jornalista Luis Weis, pós-graduado em Ciências Sociais
    pela USP, que já foi editor-assistente da ‘Veja’, além do concordar com as declarações do presidente, ainda incita: ‘Só que Lula pecou por falta ao dizer três vezes que a Veja ‘chegou ao limite’. Faz tempo que ela passou dos limites mais elementares de ética jornalística.’ Alguém que já trabalhou dentro da revista expressa tal opinião, o que dizer da revista? Talvez que falta um subtítulo a revista: ‘Veja que mentira!’

  80. Comentou em 13/05/2006 Copulatum et Malum Remuneratum

    Finalmente!!! É um absurdo o que vem acontecendo com grande parte da imprensa brasileira, a revista Veja na dianteira. Do que jeito que as coisas vão, daqui a pouco essa revista irá propor um golpe de estado… E ninguém parece ser capaz de dar um basta nas aleivosias semanais que o povo brasileiro tem de engolir. De fato, o limite já foi ultrapassado a muito tempo…

  81. Comentou em 13/05/2006 Leonardo Quadros

    Já dizia o ditado: ‘Onde há fumaça. Há fogo”. Fico pensando: “Que excrescência devem ser estes jornalista da VEJA. Os sujeitos não possuem nem 10% de honestidade que o Lula tem (segundo ele mesmo)”. Misericórdia! Não sou assinante da revista, entretanto, o nível das reportagens são altíssimos, se considerarmos o patamar da reles moral dos atuais entes públicos. Sou favorável ao método utilizado pela VEJA. Ladrão que bate em ladrão tem cem anos de perdão. Quem quiser que prove o contrario.

  82. Comentou em 13/05/2006 Conrado Giacomini

    O PT se diz perseguido pela Veja mas utilizou recentemente trecho de uma entrevista feita pela revista num spot. Vai entender. Deve ser a síndrome de Estocolmo.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem