Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

CÓDIGO ABERTO >

Manchete na contramão do ‘complô da mídia’

Por Luiz Weis em 02/02/2006 | comentários

A manchete da Folha de hoje – “PF amplia apuração sobre lista de Furnas” – sugere que a tese da conspiração da mídia contra o governo do PT precisa ser no mínimo relativizada.


A “lista de Furnas” é a cópia de um suposto documento que não se sabe onde está, relacionando 156 políticos, muitos deles tucanos, como o governador Geraldo Alckmin e o prefeito José Serra, que teriam se beneficiado de um esquema de doações ilícitas em 2002.


Os tucanos dizem que o documento equivale ao ‘dossiê Cayman’, cuja falsidade foi comprovada.


O articulador do esquema em Furnas teria sido o então diretor da estatal, Dimas Toledo. O primeiro a acusá-lo foi o ex-deputado Roberto Jefferson, cujo nome está na lista. As acusações, que Dimas nega, lhe custaram o cargo.


Hoje, toda a mídia noticia que Jefferson confirmou à Polícia Federal ter recebido R$ 75 mil do alegado dimasduto. Mas o que em outros jornais ficou perdido no noticiário sobre o novo depoimento de Jefferson – a intenção da PF de ouvir todos os 156 listados – a Folha deu no lugar de honra da primeira página.


Mais de um tucano deve estar dizendo da Folha, em privado, o que muitos petistas vêm dizendo da mídia em geral – em público.


***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem