Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

CÓDIGO ABERTO >

Matar ou morrer? Menas, menas

Por Luiz Weis em 16/11/2005 | comentários

Notícias e comentários na mídia sobre o depoimento do ministro Antonio Palocci no plenário do Senado, antecipado da terça que vem para esta tarde, estão em pleno clima de “é hooooje!” .

Dá-se como absolutamente certo que, de duas, uma: ou Palocci sairá dali limpo e cheiroso como um nenê depois do banho, tendo se livrado de todas as sujeiras de que teria participado como prefeito de Ribeirão Preto e como um dos coordenadores da campanha de Lula em 2002, ou sairá dali feito pau de galinheiro, direto para esvaziar as gavetas e se despedir do presidente.

Em suma, uma versão planaltina do “Matar ou morrer”, em que o xerifão e o bandidão vão se enfrentar ao meio-dia em ponto [daí o título original do filme, “High noon”] para ver qual dos dois sairá inteiro do entrevero.

Menas, menas.

Por importante que possa ser para a sobrevivência do ministro, a sua ida ao Senado poderá ter outros desfechos.

Por exemplo, mesmo que o oficialismo e os formadores de opinião convencionem que ele se saiu bem das perguntas sobre o passado que o assombra, impossível garantir de antemão que nada mais surgirá contra ele, ou que cessará para todo o sempre o tiro ao alvo do PT em cima da política econômica que o mundo inteiro associa antes a Palocci do que a seu chefe.

Já há quem diga que, haja o que houver esta tarde, o ministro nunca mais será o que era antes de Buratti dar com a língua nos dentes. Assim como, depois de Waldomiro, Dirceu nunca mais foi o o mesmo.

Ou Palocci poderá terminar o depoimento não rescendendo propriamente a água de rosas e ainda assim os interesses do capital e os da reeleição se juntarem num coro ad terrorem de que, sem Palocci, a economia entrará numa zona de turbulência da qual não se sabe se e quando sairá.

Enfim, o público bem que merecia uma avaliação mais matizada dos possíveis desdobramentos do problema Palocci, a partir desta tarde, em vez do esquematismo das previsões tudo ou nada que a mídia está lhe oferecendo hoje.

***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem