Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Muita vela com mau defunto

Por Luiz Weis em 23/01/2006 | comentários

Alberto Dines disse no Observatório da Imprensa – http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/artigos.asp?cod=364CIR002 – tudo que havia para ser dito sobre as quatro matérias turiferárias que ocupam quase duas páginas no Estadão de ontem, dedicadas ao colunista Diogo Mainardi, da Veja.

Ainda assim cabe pelo menos um comentário adicional sobre a provável causa desse espantoso surto de jornalismo bajulador, ainda mais em um caderno chamado ‘Cultura’.

O comentário é este: foi no que deu o Observatório ter gasto muita vela com mau defunto.

***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 27/01/2006 ramilda de sousa texeira carvalho

    QUANTO A RESCISÃO DO CONTRATO DO BORIS CASOY POR PRESSOES DO PT EU NÃO VI NADA NESSE SITE ‘IMPARCIAL’ BANDO DE COMUNISTAS.

  2. Comentou em 25/01/2006 Ataide Gouveia

    O deputado alberto goldman torna-se especialista em passar lição de moral como se fosse ímpar em termos de moralidade. Muita gente não sabe, mas o dito cujo passou boa parte da vida dependurado em orestes quércia.(não podemos dizer aqui em que parte do corpo, mas collor diria que era roxo)

  3. Comentou em 23/01/2006 Eduardo Guimarães

    Desde que Alberto Dines teve a… coragem de dizer que ‘Lula massacra a imprensa’, o antes magnífico projeto do Observatório da Imprensa converteu-se num defundo tão putrefato quanto é Diogo Mainardi, ainda que nenhum dos dois sabia. Agora, Dines dizer que o OI dedica-se a observar a imprensa e não os partidos é de um desrespeito inaceitável. Cada vez que tenho a curiosidade de vir ver como anda a decomposição do Observatório deparo-me com um estado pior do que esperava.

  4. Comentou em 23/01/2006 Stefano Kerhart

    Eu gostaria de saber onde vcs adquirem essas velas ??

    Pq cada semana que passa mais velas são colocadas e mais vivo está o defunto.

  5. Comentou em 23/01/2006 Raphael Milani

    Queria entender prq o Piolho não responde ?,será que feitiço virou contra o feitieiro !?

  6. Comentou em 23/01/2006 Cris Camargo A Fofa Que o Tio Dines Adora

    A julgar pelo número de vezes que o ‘defunto’ anda aparecendo ultimamente no Observatório, a coisa está mais para NECROFILIA, isso sim …

  7. Comentou em 23/01/2006 Jorge Washington Astigarraga

    Estou completamente de acordo com o comentário que serve como título.Já se perdeu tempo em demasia com alguém que,segundo minha modesta opinião,não mereceria mais do que um breve paragráfo ou,talvez,uma nota na página de anúncios fúnebres,do tipo ‘A FAMÍLIA ENLUTADA DISPENSA O ENVIO DE FLORES’.Já deu o que tinha para dar e,a parafina está muito cara.

  8. Comentou em 23/01/2006 Luiz Seixas

    Quando o defunto é assim malcheiroso, é preciso acender muita vela de cheiro. E enterrar rapidinho, para diminuir o constrangimento.

  9. Comentou em 23/01/2006 Marco Rocha

    O que se há de fazer, meu caro. Desde que os nobres colegas editores passaram a promover certas figuras patéticas, simplesmente pelo que tenham de ‘polêmico’, ‘exótico’ ou pelo que supostamente garantam de ‘audiência’ – numa imitação das TVs – vamos ter que suportar esse desfile de nulidades triunfantes – seja o cientista coreano picareta com sua ‘descoberta’ na revista Science, seja o mequetréfe da hora…da Veja (e por lá já passaram vários).

  10. Comentou em 23/01/2006 Lefebvre Saboya

    A mesma coisa se aplica aos jornalistas que admiram esse observatório.

    Talvez as velas estejam em promoção.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem