Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Não basta a palavra do repórter

Por Luiz Weis em 27/11/2006 | comentários

A Folha deu em manchete de primeira página, ontem: ‘Para PF, Berzoini mandou comprar dossiê’.

A reportagem, assinada por Kennedy Alencar, sustenta que a Polícia Federal e o Ministério Público ‘concluíram’ que (ou ‘firmaram a convicção’ de que) o então chefe da campanha da reeleição, deputado Ricardo Berzoini, foi o mandante da operação que só complicou a vida do PT e do candidato Lula.

A afirmação pode ser verdadeira, mas o leitor não tem a menor obrigação de tomar a palavra do repórter como garantia de verdade. Ele apresenta argumentos, mas não menciona fontes, nem cita declarações, ainda que anônimas, como se apressou a observar o deputado.

Para mal dos pecados, o superintendente da Polícia Federal em Cuiabá, Daniel Lorenz, apareceu no Estado dizendo que ‘não há procedência’ na versão da Folha. ‘As investigações até agora realizadas não nos permitem concluir que ele é o mandante’, assegura Lorenz.

Enquanto os fatos não lhe derem razão, portanto, a reportagem da Folha está na marca do pênalti.

***

Os comentários serão selecionados para publicação. Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas, que contenham termos de baixo calão, incitem à violência e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 28/11/2006 Lindomar Bomfim de Carvalho Carvalho

    ‘não preciso ler jornais, mentir sozinho eu sou capaz’ (Raul Seixas)

  2. Comentou em 28/11/2006 Clovis Segundo

    Muito boa a idéia do Teo Ponciano, músico (São Paulo/SP), a respeito do Premio Mainardi de Jornalismo. Muito boa mesmo.
    Dines já o ganhou várias vezes, agora é a vez de Kennedy Alencar.

  3. Comentou em 28/11/2006 Flavio Natacci

    Muito bem, saiu o relatório e a informação da Folha (ou Falha?) não foi confirmada. O que deve ser feito agora, na sua opinião Sr. Weis?

  4. Comentou em 28/11/2006 Pedro Carlos da Silva

    Será que vamos ter que agüentar mais 4 anos de ‘esclarecimentos’ e outras formas de nossa imprensa atacar o governo lula? Isso não é liberdade de imprensa, é LIBERTINAGEM.

  5. Comentou em 28/11/2006 Marnei Fernando

    Teo Ponciano… Essa sua idéia de se instituir o prêmio Mainardi de jornalismo é ótima!!! candidato é o que não falta na grande mídia brasileira…

  6. Comentou em 28/11/2006 Paulo Cavalcanti

    Prezado Luis Weis,

    O Jornalista da grande imprensa, (salvo raras excessões), metade pensa que é Deus, a outra metade tem a mais absoluta certeza.

    Em resumo, a grande maioria joga o jogo do dono do jornal. O resultado disso, esta numa matéria da Revista Retrato do Brasil, dando conta de que o jornal Folha de S. Paulo, entre 1995 e 2005, a sua circulação dominical, caiu de 1,4 milhão, para 386 mil. O Estadão no mesmo período, a circulação dominical, caiu de 517 mil exemplares, para 304 mil.

    Isso prova, que o povo e os formadores de opinião, já perceberam todas as ‘mazelas’ da imprensa sem compromisso com a verdade dos fatos.

  7. Comentou em 28/11/2006 Carlos E Bocchi

    Vamos falar abertamente: A Folha publicou uma mentira como manchete. Ponto final. Mentiras estão virando manchete, mentiras estão sendo inventadas e publicadas para lhes dar credibilidade. Este é o lixo em que a FSP se transformou. Só serve mesmo pra forrar o chão pra fazer banheiro de cachorro de estimação.

  8. Comentou em 28/11/2006 Sergio Oliveira

    Meninos eu vi!!!! Que saudade do tempo em que a FSP era uma boa trincheira contra a ditadura militar. Lá pelos idos dos anos 70 era com grande satisfação que lia o jornal com prazer pois via nele a coragem de jornalistas brotar de suas paginas e cutucar o poder. O tempo passou e a folha passou também. Financeiramente podem estar melhores, mas já não tocam meu coração…

  9. Comentou em 28/11/2006 Marnei Fernando

    E os jornais televisivos da Globo continuam repercutindo essa matéria fantasiosa como se fosse verdade… hoje (28/11) de manhã no Bom dia Brasil se deu amplo destaque a este fato inventado pela folha… E a Folha de hoje continua a explorar o assunto… Quer dizer… Se o compromisso dessa mídia com a verdade é ZERO então com o quê estariam eles comprometidos?

  10. Comentou em 28/11/2006 Maria Izabel L. Silva Silva

    BRAVO José Nogueira, fincionário público de São Bernardo do Campo. O senhor acertou com precisão cirurgica todo o drama em que está mergulhada a mídia brasileira. É o parágrafo que faltava para fechar as observações sempre atentas e pertinentes do Luis Weis. Quanto tempo ainda seremos obrigados a ouvir e ler, na imprensa brasileira, especulações requentadas, acusações infundadas e crimes que não foram ???? Haja paciencia !!!

  11. Comentou em 28/11/2006 Teo Ponciano

    Sugiro a indicação de Kennedy Alencar ao ‘Prêmio Mainardi’ de jornalismo. Parabéns!

  12. Comentou em 28/11/2006 Francisco Bezerra

    Hoje a manchete da Folha é ‘Verbas de estatais ajudam a bancar TV do filho de Lula’. Quem quiser perder tempo como eu e ler a matéria, verá que, como sempre, não é bem assim. Pelos próprios números apresentados vê-se que o que intitula-se ajuda não é digno de manchete da Folha. Constrangidamente o Frederico mostra já em subtítulo que financiamento do setor privado é maioria. Aliás a própria manchete já implica munipulação porque o filho de Lula é sócio e não único dono da TV em questão. Seguindo a estratagema corrente a Folha cita a Veja. Até quando?… A Folha cita a Veja, que cita o Estadão, que cita a Glogo, que cita a Folha.. e todos citam Lula. Ninguém nesse círculo vicioso apura nem ouve o contraditório. É só citação. Se fôssemos anotar, só agora depois do segundo turno, as trapalhadas da mídia já dariam um livro. E com esse jornalismo de quinta seguem empurrando para a lama a credibilidade. Sinceramente, eu também não acredito em complô da mídia. Seria burrice demais uma orquestração para cavar a própria sepultura.

  13. Comentou em 27/11/2006 Maria Turci

    Mas o Kennedy Alencar não se emenda mesmo….o que ele já trucou no último ano dava um livro de ficção!

  14. Comentou em 27/11/2006 Fábio Carvalho

    Marca do pênalti é leve. Kennedy Alencar é palaciano e inteligente. Não sei se acredito que foi uma barrigada flácida desse jeito. Parece-me um erro muito elementar para um jornalista que tem o calibre de uma coluna assinada na Folha. A Veja tem repisado tanto a existência de um tal jornalismo inocente, que aí eu fico pensando que marca do pênalti é inocência demais, Weis. Isso é risco de jornalismo inteligente.

  15. Comentou em 27/11/2006 Pedro Lima

    ‘reportagem da Folha está na marca do pênalti’?? Cartão vermelho para o Jornalista kennedy alencar, pois ele cometeu uma agressão, uma falta violentissima. Qual foi a falta?? Mentira!! Mentir é cometer uma falta ou não é?

  16. Comentou em 27/11/2006 Jose de Almeida Bispo

    Depois dessa do Kennedy Alencar – além do que ocorre, principalmente nos últimos dezoito meses – apesar do respeito por alguns jornalistas que ainda permanecem no quadro da Folha só me resta uma indagação: Quem comprou quem. Se foi a Folha que comprou a Veja ou foi a Veja que comprou a Folha; a linha é a mesma já faz um bom tempo. A Folha conseguiu ficar mais à direita que o Estadão. Este pelo menos tem know-how direitista. Com classe.

  17. Comentou em 27/11/2006 ubirajara sousa

    A pergunta que faço é: será que os jornalistas (os de fato e de direito) ainda não perceberam que é chegada a hora de desenvolverem um movimento capaz de reverter esse situação vexatória em que está envolvida a mídia brasileira? Senhores jornalistas, zelem pela sua profissão. Nem sempore garantir o emprego é o caminho certo. Estou-me tornando um troglodita, um eremita, pois o único local que ainda visito, em busca de alguma informação substancial é a internet e olhe lá, com reservas. Estou farto tantas mentiras, falsas denúncias e artigos sem substância. No OI (meu último refúgio) também vi descalabros que chegaram a assustar-me. Espero que o criadores deste OI lutem pela sua preservação, no sentido de não deixar (e não deixarem-se) enveredar pelo caminho das facilidades, pois não é este o ‘caminho das pedras’.

  18. Comentou em 27/11/2006 Thogo Lemos

    É isso que se chama Imprensa Livre? Gostaria de ouvir a opinião do Sr Dines sobre estes fatos, já corriqueiros. Sugiro um programa de televisão: ‘Pequenos erros, grandes estragos’. E pior, nenhuma responsabilidade, nenhuma necessidade de correção! Oscilam entre a vergonha de ‘chupar’ notícias prontas e a deprimência dos furos fajutos. E como gostam de denunciar a impunidade. (dos outros, é claro).

  19. Comentou em 27/11/2006 Alexandre Paixão

    Faz tempo que a imprensa age dessa forma.
    Ataca, ameaça, xinga…em manchete de primeira página e se desculpa em nota de roda-pe ou na seção erramos.
    Cancelei minha assinatura da Veja há bastante tempo e hj assino a Caras no consultório. Porcaria por porcaria, pelo menos não induzo a formação dos pitbulls políticos direitistas. A Folha cancelei no início desse ano.
    Será que o Dines lê esses artigos ou sua ira só é movida pela verba do BNDES que não saiu?

  20. Comentou em 27/11/2006 José Nogueira

    Para a Folha, o que importa é a versão e não os fatos. Eu até
    compreendo que muitos jornalistas que escrevem para este
    observatório sintam-se frustrados com a avalanche de críticas dos
    leitores. Mas se a imprensa quiser respeito e credibilidade, terá
    que conquistá-los e não exigi-los dos leitores sem fazer por onde
    merecê-los.

  21. Comentou em 27/11/2006 Fernando Andrade

    ‘Kennedy Alencar’. Que não se perca pelo nome… Sabe-se que a CIA, durante o governo Kennedy, patrocinou uma atrapalhada tentativa, por parte de cubanos dissidentes, à ilha de Fidel.

    Agora temos esse outro ‘Kennedy’, patrocinado sabe-se lá por quem, fazemos afirmações trapalhonas. Esse Kennedy da Folha tá mais para Nixon, o do Watergate. Urge uma Folhagate?

    Mas o tal ‘Kennedy’ Alencar bem que poderia mudar de nome, para Didi Mocó Alencar.

  22. Comentou em 27/11/2006 Manoel Pinto

    Marca do penalty realmente é pouco (muuuitooo pouco!). O chute foi para fora, muita coisa! Foi parar na bandeirinha do escanteio! Aliás, esse repórter da Folha nos lembra muito o centro avante do Fluminense F.C. do Rio de janeiro, o Tuta. Meu Deus!…. Como perdem goals! Ou ‘atacantes’ ruins sô, caramba!

  23. Comentou em 27/11/2006 José Carlos

    Pois é. Para a publicação acontecer, o repórter tem que convencer o diretor de redação, não é? E aí? Não há ‘complô’, claro, mas a imprensa nacional está certamente ultrapassando a tão saudável liberdade de opinião, e esse caso mostra claramente isso, jogando no lixo sua própria reputação. O q preocupa mais é que sempre acontece qd o envolvido é de uma ala de pensamente dito de esquerda, ainda que não o seja, de fato. Esse veio à tona. E qts mais ocorreram (ou estão ocorrendo)?

  24. Comentou em 27/11/2006 Marco Costa Costa

    O sistema capitalista brasileiro, infelizmente, não tem compromisso com a verdade dos fatos. A notícia é tratada apenas como mercadoria pirata, a qual serve para rechear os bolsos dos patrões, bem com acaba gerando entre os populares uma discussão estéril daquilo que na verdade não é verdade. A imprensa nacional nos trata como otários úteis, a fim de pregar única e exclusivamente o conformismo entre a população, que ainda pode adquirir um desses jornalécos.

  25. Comentou em 27/11/2006 David Sanmartim

    Isso não pode continuar. A liberdade de imprensa é com certeza um bem sagrado da demococracia, e deve continuar sendo, no entanto, a falta de responsabilidade deve ser punida.

  26. Comentou em 27/11/2006 Sérgio Henrique Cunha Zica

    SEIS BRASILEIROS MORTOS EM ACIDENTE DE AVIÃO NO CHILE.
    Ou não…

  27. Comentou em 27/11/2006 Fábio José Mello

    Isso é jornalismo? Se não for comprovada a veracidade da informação, qual a pena cabível nesse caso?

  28. Comentou em 27/11/2006 roberto maia soares

    Weis,a coisa tá chegando a um ponto que não dá prá acreditar em mais nada da mídia.É muita falta de compromisso com a verdade.Tá piorando,lamentavelmente.Até gata parindo cachorro dá manchete,esclarecimento só nas entrelinhas ou amanhã,se houver.A internet tá até popularizando um novo esporte,bombando:Ache uma notícia ‘quente’ na imprensa.Raridade.Só se vê manchetes desmentidas,suposições,versões comprometidas,etc.Gostei da sua frase:Enquanto os fatos não lhe derem razão,etc,etc,.É isso que a midia tem feito e os fatos estão custando a dar-lhes a razão.

  29. Comentou em 27/11/2006 Murilo Garcia

    Não haverá desmentido, apenas esquecimento. E ainda insistem em dizer que o PT está perseguindo a ‘pobre e responsável’ Imprensa.

  30. Comentou em 27/11/2006 Marcelo Fernandes

    Na verdade estava tudo armado para uma renuncia que não houve.Motivo.O G1 de O Globo(quem diria!!) ligou para o Delegado da PF responsável pelo caso para confirmar a notícia.Foi desmentida.A mídia tirou o pé do acelerador e a matéria da Folha virou pó.A imprensa era para divulgar a saída de Ricardo Berzoini da presidência do PT.O caso ‘DOSSIÊ’ seria requentado,Lula estaria constrangido no Diretório Nacional do partido e teríamos notícias ruins para mais de um mês.Imagino o Jornal Nacional de sábado??O Tiro saiu pela culatra e hoje não há nenhuma repercussão na mídia.A Folha está virando a VEJA dos jornais.Perdeu sua credibilidade.Não dá para ler!!Quero meus 4 Reais de volta da edição de ontem,um tiro n´água!!Lixo,Lixo.

  31. Comentou em 27/11/2006 Flavio Natacci

    O desmentido da PF não é suficiente? Até quando deve-se esperar para ver se os fatos darão razão ao repórter? Não seria o caso de um pedido de desculpas por parte do repórter? A PF não é digna de crédito?

  32. Comentou em 27/11/2006 Paulo Mora

    Não era a imprensa que se queixava (ou debochava) do uso de metáforas pelo presidente ?
    ‘Na marca do pênalti’ também pode ser um eufemismo para injúria, calúnia e difamação, dependendo do lugar onde se esteja ‘observando’.

  33. Comentou em 27/11/2006 Marco Tognollo

    Neste caso, somente a palavra do reporter nao tem validade. No caso dos reporteres da Veja na Polícia Federal, ignorou-se as versoes da PF e da Procuradora da República…………

  34. Comentou em 27/11/2006 Marnei Fernando

    A reportagem da Folha NÃO está na marca do pênalti… Ela está no lixo.

  35. Comentou em 27/11/2006 Gilson Raslan

    Weis, é sempre assim: noticia sem citar fonte. Depois vem o desmentido e tudo fica por isto mesmo. Por esta e por outras é que a mídia está perdendo a credibilidade.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem