Terça-feira, 25 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

CÓDIGO ABERTO > Desativado

O caso é grave; a matéria também

Por Luiz Weis em 28/03/2008 | comentários

”Para governo, caso é grave e exige resposta de ministra”.


O caso a que se refere o título acima, da Folha de hoje, sobre matéria de Kennedy Alencar e Valdo Cruz, é o do alegado preparo de um dossiê com gastos por meio de cartões comporativos para o então presidente Fernando Henrique e a sua mulher, Ruth.


Em manchete de primeira página e ao lado da rubrica “exclusivo”, o jornal atribui à secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra, “braço direito” da ministra Dilma Rousseff, a responsabilidade pela montagem da relação – um documento de 13 páginas a que a Folha diz ter tido acesso ontem.


Grave, além do caso, é a mencionada matéria sobre os efeitos políticos potenciais do furo do jornal.


Por trechos como os seguintes:

”A cúpula do governo avalia que a situação da ministra […] se agravou […]”.


”Ontem, integrantes da cúpula do governo demonstraram preocupação com a situação da ministra […]”.


”[…]um ministro de Lula classificou a informação [da Folha] de gravíssima e disse que Dilma pode ser arrastada para o centro da crise.”


”Cúpula do governo”? “Integrantes da cúpula do governo”? “Um ministro de Lula”?


A vaguidão desses termos, numa reportagem sobre assunto de tamanha importância, depõe contra a credibilidade do texto.


Se os autores não podem identificar as suas fontes, podiam ao menos dizer quantas são e quais as áreas do governo em que atuam. Podiam dar a idéia mais aproximada possível, sem publicar os seus nomes, do seu lugar no sistema de decisões do Planalto e de sua presumível influência junto ao presidente da República. Por que eles – supondo que de fato sejam mais de um – representam, ou integram, a “cúpula” do Executivo?


E quanto às suas eventuais motivações? Ou isso não pesa?


O público não tem por que dar cheques em branco a jornalistas. Estes é que deveriam se sentir obrigados a lhe dar um mínimo de garantias de que as opiniões de seus informantes anônimos merecem ser levadas em conta por serem eles efetivamente quem se sugere que sejam


P.S.


No último dia 16, há menos de duas semanas, portanto, a nota “Para quem é pobre bacalhau basta” tratava de outro caso do gênero, embora menos explosivo, envolvendo o mesmo jornal e um dos seus repórteres aqui citados.

Todos os comentários

  1. Comentou em 01/04/2008 Thomaz Magalhães Magalhães

    ‘mais americanos dizem confiar no seu jornal diário do que na Suprema Corte, no Congresso e nos partidos.’ Não acho que seja diferente aqui no Brasil. Lembrando que o exército, para desespero da esquerda desmaiada, tem o conceito ainda acima delas. Por aqui, quem não gosta da imprensa são os petistas e acomunistados em geral. Mesmo assim é só agora, no governo Lula. Na hora que voltar outro partido normal ao governo, veremos petistas brandindo a Veja em plenário. Anotem.

  2. Comentou em 29/03/2008 Marco Antônio Leite

    Se forem fazer um levantamento de todos os governos desde o descobrimento do Brasil vai faltar papel. Com certeza todos os ex-presidentes mortos ou vivos, bem como o atual já tomaram da água da mesma fonte, ou seja, já molharam os bolsos das calças, paletós e até dos coletes com há água que compra a consciência dos fracos. O Brasil joga no time do quinto mundo graças à corrupção que grassa em todos os níveis de governos. Os milhões de pobres e miseráveis são filhos da desordem administrativa cujos pais não merecem amor de filhos que foram abandonados na infância.

  3. Comentou em 29/03/2008 LUIZ HENRIQUE DOS SANTOS MENDEs

    Seria uma tentativa para reirar o nome de Dilma, ‘a mãe do PAC’, da corrida presidencial de 2010?
    Seria mais uma tramóia, como foi aquela ocorridas ás vésperas da eleição
    presidencial de 2006, quando o Jornal Nacional esqueceu do avião da Gol
    e falou apenas de um tal dossiê, que no final das contas, pode ter ajudado
    Alckimin a conquistar uma vaga no segundo turno?

    Tudo muito obscuro, como sempre.

  4. Comentou em 29/03/2008 Carlos N Mendes

    Jornalistas sérios desenterram reportagens;já jornalistas trabalhando para partidos políticos gestam dossiês. Ficam grávidos ao fazerem amor com deputados sedentos das luzes da ribalta, simpatizantes que trabalham sob o mesmo teto do inimigo ou mesmo com o coelhinho da Páscoa. E aí anunciam aos quatro ventos a gestação. Mas se a sementinha na ‘barriga’ não pega, é só abortar. E fazer outro ‘neném’.

  5. Comentou em 29/03/2008 alfredo sternheim

    Repito a pergunta do jornalista Fábio Mello: Por que Dossiê da Dilma? Ela já disse quie não fez dossiê, não surgiu nenhuma prova concreta que ela tenha feito. Não se justifica a sentença do título, o pré-julgamento. Ou a presunção da inocência não vale para gente do governo Lula? O caso é bem menos grave que a epidemia da dengue no Rio onde pouparam p prefeito Maia, do DEM, que DEMorou para assumir a epidemia. As inúmeras reclamações dos leitores do Rio falam bem dessa omissão pouco realçada pela imprensa. Por que será? Por que também se fala pouco ou nada das três manifestações (quebra quebra) provocadas pelos atrasos freqüentes dos ônibus urbanos em regiões de SP, manifestações essas em menos de 40 dias? Por que não se questiona qual a razão do prefeito Cassab , do DEM , ter um jurista como secretário do transporte? Por que essa DEMora em melhorar o transporte coletivo? Os casos do Rio e SP DEMonstram como os jornais estão sendo parciais, dando realce imenso e predatório a Dilma e deixando de lado os problemas das 2 grandes cidades. E curioso, a ênfase contra Dilma surgiu quando a popularidade de Lula cresceu e Dilma aparece como eventual candidata a presidente. E por falar em dossiê, e o Vedoin, que fim levou, o que continha de grave para valer tanto dinheiro? Nunca se soube, esqueceram de noticiar. O que se deve discutir é se é ético ou não a Veja publicar esse dossiê.

  6. Comentou em 29/03/2008 Sérgio Troncoso

    Chamada principal na página de hoje do UOL (Folha):FHC pede demissão de quem fez o ‘suposto’ dossiê.Se eu fôsse a Dilma eu responderia:Pois em consideração ao nosso grande ex-presidente,considere-o ‘supostamente’ demitido.Contra factóides,não adianta a clareza cristalina da resposta de Dilma ontem,há que se responder no mesmo nível.

  7. Comentou em 29/03/2008 Miro Junior

    Para a Folha e para a Veja só olho na feira quando recebo algum peixe embrulhado nelas. Queria apenas destacar uma curiosidade: Porque a mídia pode alegar sigilo para resguardar a fonte e o governo não pode alegar sigilo para resguardar a segurança do Presidente?

  8. Comentou em 28/03/2008 BRAGA MANOEL

    VAMOS FALAR DA SOCIEDADE DA FILHA DO SERRA COM A IRMÃ DO DANIEL DANTAS? CONTA BANCARIA EM PARAISO FISCAL? DANIEL DANTAS E TUCANOS+PRIVATIZAÇÕES DA CADEIA. DOSSIE CONTRA CACHORRO MORTO? QUEM IRIA PERDER TEMPO COM ISTO. DE ONDE SAIU A FORTUNA DE DANIEL DANTAS, ANDRÉ LARA RESENDE, OS MENDONÇÕES,
    E O FILHO BASTARDO DO FHC, QUEM CUSTEOU A MÃE DO MENINO ATÉ HOJE? FHC NÃO TEM CARATER DE ASSUMIR UM FILHO, VAI TER CARATER PRA DAR LIÇÃO EM ALGUEM? FAZ ME RIR. E A ONG DA DONA RUTH QUE RECEBEU MAIS DE 200 MILHÕES DO MARIDO, NINGUEM FALA NADA.
    FHC, CACHORRO MORTO E SEM CARATER, VA PRA PARIS ONDE GANHASTE UMA CASA-APARTAMENTO- E FIQUE POR LÁ. OU VÁ AO E.U.A. ENSINAR O ASSASSINO BUSH FILHO A SALVAR BANCOS COMO O SR. FEZ COM O NACIONAL, CUJO DONO ERA SOGRO DE SEU FILHO. MAS ANTES SEJA HOMEN DE VERGONHA NA CARA E ASSUMA SEU FILHO COM A JORNALISTA MIRIAM DUTRA DA REDE GLOBO.
    BOA NOITE.

  9. Comentou em 28/03/2008 Fabio Passos

    Será que não tem um jornalista da Folha que informe o Frias que a campanha do PSDB está escancarada demais? Alguém precisa dar um simancol pro rapaz… é preciso um jornalista piedoso numa hora destas.

  10. Comentou em 28/03/2008 Levi Bronzeado dos Santos bronzeado

    Que imprensa sensacionalista, principalmente alguns jornalistas da Folha. Estão cometendo um gravíssimo pecado, falar mal de pessoas honestas e honradas como Lula e Dilma. O Lula jamais mentiu em sua vida de homem público. Resistiu heroicamente aos aloprados que o queriam derrubar. Foi traído como foi Jesus. Querem de todo o jeito crucificar o homem, que o Bolsa família elevou aos píncaros do IBOPE. Existirá homem mais inteligente que ele na arte de fazer política? O dinheiro que ele investiu no B.F ( de grande astúcia eleitoreira) , será revertido em muitos votos para o seu futuro sucessor.
    AMÉM.

  11. Comentou em 28/03/2008 Alexandre Carlos Aguiar

    Com todo o respeito a este jornalista e aos comentaristas da destra, mas eu tenho que rir um pouquinho…. hahaha….. pronto….. deu…. aliviou. Não dá, só rindo mesmo dos inocentes que dependem de factóides e dossiês furados para derrubar o atual governo. E tem uns que ainda dizem que esse balão de ensaio é grave. Não me contenho…. hahaha. Eles dizem que é grave….. hahaha…..

  12. Comentou em 28/03/2008 Reinaldo Lopes

    A oposição e grande parte da Mídia são esquizofrenicas. Quando na novela sobre o dossiê dos sanguessugas, ambas concentram suas forças na investigação sobre a origem do dinheiro cujo qual foi utilizado para o pagamento do dossiê. Curiosamente, o conteúdo do dossiê, que era o fato principal a ser investigado, ficou relegado em segundo, teceiro ou quarto plano. A novela continua com esse tal de dossiê FHC. A Imprensa e a oposição nem se importaram em conhecer o conteúdo do suposto documento. Mais uma vez deixaram de lado o mais importante. No caso do caseiro foi parecido. Tão grave quanto a divulgação das contas do cidadão foi o ‘esquecimento’, por parte da mesma Imprensa e oposição, sobre a origem dos R$ 30.000,00 que apareceram na conta do caseiro. Essa história de dossiês aparecerem no limiar de eleições não convence mais ninguém.

  13. Comentou em 28/03/2008 Tiago de Jesus

    … a mídia brasileira está ‘preaching to the choir’… isto não é necessariamente bom para os negócios.

  14. Comentou em 28/03/2008 Valmir Gôngora

    A matéria da Folha é um editorial gigante. Como é sua característica se achar deus, resolveu fazer do nada alguma coisa. No entanto, o texto me faz concluir que do nada só pode sair nada ou matéria da Veja. Ainda não foi dessa vez que deus se personificou na Barão.
    Mas acho que o governo Lula deve ficar atento: para alguns órgãos de imprensa, vale a máxima de que contra seus argumentos não há fatos. Juntos produzem campanhas pesadas.

  15. Comentou em 28/03/2008 Sônia Almeida

    Não é a toa que Dilma seja ‘A bola da vez’. Todo mundo sabe que ela tem a simpatia do Lula para sucede-lo à presidência do nosso Brasil em 2010. Enquanto o Lula trabalha, a oposição faz oposição. É a democracia.

  16. Comentou em 28/03/2008 Marcio Peralta

    A rapidez no gatilho, imediatamente após a última pesquisa CNI/Ibope, apanta para mais uma desesperada tentativa de ‘escandalização do nada’
    Vamos deixar de ser tolinhos. Algumas despesas de FHC et caterva, já eram do conhecimento público há semanas e não são capazes de desestabilizar coisa nenhuma. Gastos suspeitas estão bem escondidinhas nos poços sem fundo das contas tipo B e são de difícil rastreio.
    Grave é a tentativa de ocultar o óbvio. O governo está sendo diuturnamente aprovado em todas as classes sociais, com tendencia ao crescimento.
    O desespero não é bom conselheiro…

  17. Comentou em 28/03/2008 Fernando Ferreira

    Sr. Weis, como diz Marco António Leite, escriba de primeira linha com texto de segunda e terceira categoria. Até vc Leis embarcou numa furada! Todos sabemos que a G. Mídia está inconsolável com o resultado da pesquisa SENSUS/IBOP, chega a ser redículo essa do DOSSIÊ. O presidente Lula precisa de fazer DOSSIÊ de um político morto que ninguém quer em palanques, que só está servindo para atrapalhar o governo e os pobres. A CPMF é a prova, utilizou [ ] Artur Virgílio Cardoso para tirar 40 bi dos pobres para dar par a FIESP. Sr. Weis, me fale do governo Serra e suas CIPs, mas aí pode perder o emprego, ele usa e abusa de pedir demissões de jornalistas.

  18. Comentou em 28/03/2008 Marco Antônio Leite

    Senhor Luiz, escriba de linhagem de primeira linha que tal fazer um levantamento dos mandos e desmandos do governo Serra. Pega mal só escrever sobre os mandos e desmandos desse governo federal que se aliou a elite do momento. Não se zangue, pois sua função deve dar uma satisfação ao consumidor de poucas verdades e muitos sofismas.

  19. Comentou em 28/03/2008 Dulce Leão

    Weis, SALVE, SALVE!!! ALGUÉM de bom senso neste mundo de amontoado de letras sem sentido… TUDO QUE FOI PUBLICADO, como exclusivo, TODO O POVO BRASILEIRO JÁ SABIA…DESDE aquela época. Saia em tudo quanto era jornal e revista, boa ou PORCA! Qual a novidade do Min. JUNGMAN ir a FERNANDO DE NORONHA COM A FAMÍLIA E NÃO PAGAR AVIÃO? QUAL A NOVIDADE DE ARTHUR VIRGÍLIO DIZER QUE A FILHA DE FHC, PODIA IR PARA O SÍTIO PARTICULAR DE AVIÃO E NÃO PAGAR…? QUEM NÃO SABE DOS GASTOS GASTRONÔMICOS DECANTADOS EM PROSA E VERSO? ME POUPEM…MATÉRIA VELHA…DA DÉCADA DE 90. Infelizmente continuo achando que as contas dos casais PRESIDENCIAIS NÃO DEVEM SER ABERTAS, PARA PRESERVAR A SEGURANÇA PESSOAL E NACIONAL, E A LITURGIA INSTITUIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. O BRASIL INTEIRO SABE QUE NÃO TEM NOVIDADE NESTAS NOTÍCIAS… Weis, belo texto…um baita desabafo!

  20. Comentou em 28/03/2008 Odracir Silva

    O caro Weis comeu uma barriga. O blogueiro escreve q haa uma materia, nao ee. Sao principalmente dois artigos. Um factual, do Leonardo de Souza/Marta Solomon/ Andreza Matais que mostra q a assessora da ministra foi a responsavel pelo processamento do tal ‘banco de dados’ (petista gosta de eufemismo, nao?!), q parece mais como dossie. O segundo artigo. mais opinativo, do Kennedy de Alencar/Valdo Cruz. Este segundo ee materia q o blogueiro comenta. Outra coisa, acho q o blogueiro deveria explicitamente em escrever quem era o reporter mencionado no post anterior (q era o Kennedy de Alencar). Tentar criticar o outro por inducao parece ser um belo chute na canela.

  21. Comentou em 28/03/2008 Fábio José de Mello

    Por que ‘Dossiê da Dilma’?

  22. Comentou em 28/03/2008 Paula Motta

    É mais uma aula da Folha de como não se faz jornalismo. Já faz tempo que poucos ainda dão cheque em branco aos colunistas da Folha. É acreditar na cretinice do leitor, que aceita ser chamado até de debilóide. Até quando?

  23. Comentou em 28/03/2008 Max Suel

    É …. o Caso é Grave (pelo menos no título o jornalista Weis concorda que o caso é grave). A Ministra Dilma está mal na foto. Primeiro negou qualquer dossiê, embora contraditoriamente exigia uma apuração de vazamentos para a mídia; em seguida ligou para a D. Ruth esposa de FHC negando qualquer levantamento de gastos do casal presidencial anterior ; agora vem a reportagem da FSP mostrando que a pessoa da maior confiança da minista Dilma, sua braço direito, comandou as ações para a elaboração do dossiê. O fato é grave, e não poderá alegar a ministra não saber de nada do que se passou no seu ministério. Agora ….. como gostam de dossiês os petistas. Como são chagados num dossiê para intimidar seus adversários … é impressionante ! Por outro lado, o jornalisat Weis cobra dos autores da matéria algo que ao meu ver, não teriam condições de fornecer. Talvez o jornalista Weis não podendo fazer alguma crítica ao trabalho da FSP vá pelo lado do formalismo mais primário. Vamos aguardar os desdobramentos do caso que entendo ser da maior gravidade.

  24. Comentou em 28/03/2008 Carlos Esteves

    Usemos dois de nossos neurônios: por quê sempre que os tucanos precisam, aparece algum ‘dossiê’ para transforma-los em ‘vítimas’ dos ‘abomináveis petistas’? POr quê o governo precisa de dossiê para chantagear a oposição, já que esta é minoritária na CPMI dos cartões? Por quê Lula precisaria de um dossiê contra Alckmin, se estava praticamente eleito no primeiro turno? Ademais, é coisa da Veja que a Folha, tucana até os ossos, abraçou. O fato é que todo aquele que surgir como provável candidato a suceder Lula será bombardeado de alguma maneira, através da manipulação de notícias e criação de factóides. A imprensa tentou, de maneira absolutamente abominável, bombardear a candidatura Dilma. Recorreu ao velho golpe do ‘dossiê’. Até quando os brasileiros maiores de 2 anos de idade cairão neste tipo de farsa?

  25. Comentou em 28/03/2008 Alexandre Carlos Aguiar

    Meu caro Luiz Weis, honestamente, admiro muito seu texto, sua pena sempre antenada e precisa a deitar os comentários, mas, por favor, pra ingênuo você não serve, não é verdade? Ora, você está ‘surpreso’ com a matéria da Folha, da forma como foi construída? No futebol, os zagueiros fazem revezamento pra bater no atacante mais habilidoso, para ‘desviar’ a atenção do juiz. Na mídia do Brasil Veja e Folha se revezam, porém o povo já não é mais ingênuo. Triste dos jornalistas que têm que levantar balões para vender suas páginas. VAMOS SER MAIS SÉRIOS, NÉ? Embora nunca tenha morrido de amores pelos homens da destra em nosso país, mas Bob Field era bem melhor que isso que está aí.

  26. Comentou em 28/03/2008 Marco Antônio Leite

    Senhor Luiz faça um esforço e procure fazer um levantamento das mazelas do governo Serra!

  27. Comentou em 28/03/2008 Fabiola Brito

    Estas matérias e principalmente manchetes sensacionalistas da Folha já cansaram a minha beleza. Você pega o jornal pela manhã, lê a manchete e fica alarmado, ai vai ler a matéria e vê que é tudo spin, que o material crível por trás da matéria é mínimo.

  28. Comentou em 28/03/2008 Odracir Silva

    Haja visto q ee o Kennedy Alencar, e pelo q se sabe ee um chapa-branca, fico meio encafifado tb. Pq um jornalista tao proximo ao gov. vem detonar a Dilma… Acho q a unica explicacao ee q uma parte do PT nao quer a ministra. Como ee fato, ela ee uma crista nova, nao veio dos quadros petistas do RS. Nao ee bem aceita atee pelos petistas gaucho, onde ela e o Tarso Genro nao mandam em nada. Veja, por exemplo quem ee a candidata petista aa prefeitura de Porto Alegre. Entao parece ser uma sabotagem dentro do propio partido… eu olharia c/ mais atencao aas manobras politicas do campo marjoritario (i.e., Ze Dirceu e seus seguidores). Taa certo q os petistas vao dizer q foi a oposicao q infiltrou o braco direito da ministra no planalto e vazou as informacoes p/ detonar c/ a ministra.

  29. Comentou em 28/03/2008 Ricardo Pereira

    Sobre o assunto, vejam o blog do Luis Nassif. A Folha nao suporta a popularidade do Lula e tem que criar um factoide deste tipo, com objetivos obvios. Tem tantos elementos de imprecisao que remete ao ditado popular: ouviu cantar o galo, mas nao sabe onde….A desculpa de sigilo da fonte faz com que nao exista pudor na invençao. Eu arriscaria dizer que se existe mesmo esta declaraçao de um ministro de Lula sobre a Dilma, deve ser algum ‘quinta coluna’ (deixo ao leitor a liberdade de escolher quem é este dito cujo). E vejam, é a opiniao de leitor, nao um fato jornalistico.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem