Sábado, 16 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

CÓDIGO ABERTO > Desativado

O clamor pelas masmorras

Por Mauro Malin em 21/05/2006 | comentários

O Fantástico acaba de pôr no ar, neste domingo (21/5), uma reportagem sobre prisão de segurança máxima nos Estados Unidos. Era inevitável esse tipo de clamor. Já se anunciara durante a semana. Como se isso fosse bom exemplo para o Brasil.


O que sociologiamente se destacou na reportagem foi uma fileira quase exclusivamente de homens negros caminhando para o trabalho numa roça. Jaulas panópticas. Opção entre obedecer ou ir para um castigo desumano.


Feitas as contas, por si mesmo o sistema carcerário americano não tem eficácia. Se a polícia, do lado de fora, não funcionar a contento, se a sociedade não se unir em torno da aplicação da legislação, prisão não resolve nada. Só produz detentos que custam US$ 54 bilhões por ano e ex-detentos que vão engordar estatísticas de desemprego, falta de habitação e criminalidade.


Sugiro ler o tópico  Dentro e fora das prisões dos EUA.  


 

Todos os comentários

  1. Comentou em 22/05/2006 Marco Antônio Leite Leite

    Solicito corrigir incerido por inserido. Obrigado – Marco

  2. Comentou em 22/05/2006 Marco Antônio Leite Leite

    Gerar bandido é a principal atividade da mamãe capitalista. Um bando de pobres, pretos e mundanos, passando férias com todo o conforto que o sistema prisional oferece, trás lucros para as construtoras, fábricas de aço/cimento/madeira/papel, alimentação, vestimenta, entre outras. Gera emprego na polícia, Justíça, advocacia e, em diversas atividades, bem como entre profissionais liberais, para não dizer na imprensa. Gera também custos diretos, como luz, água, telefone, reforma das chics masmorras. Portanto, para o nosso capitalismo canibal, trata-se de um mal necessário, pois trás altos lucros, bem como gera milhares de empregos. Para reverter este quadro atual, temos que combater a maldita corrupção. Desta forma, poderiamos usar essa dinheirama na construção de escolas, habitação e melhorar o sistema de saúde pública, ou seja, construir uma NAÇÃO onde todos estajam inseridos no seu desenvolvimento econômico e político. Marco

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem