Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

CÓDIGO ABERTO > Desativado

O grão-tucano em seu labirinto

Por Luiz Weis em 21/11/2006 | comentários

Fernando Henrique reagiu com duas pedras em cada mão ao convite que Lula disse que lhe faria para conversarem sobre ‘destravar o Brasil’, segundo revelou o senador tucano Artur Virgílio e o Estado deu domingo em primeira mão.

FHC também teria dito, conforme o Estado de hoje, que jamais participaria do conselho de ex-presidentes que Lula falou em constituir – uma idéia infeliz, considerando quem são eles –, porque de forma alguma ficaria ‘no mesmo saco’ de Fernando Collor.

A matéria poderia ter registrado que Fernando Henrique só não foi ministro de Collor porque o então senador Mario Covas fez picadinho da sugestão, encampada por FHC, de que o PSDB o apoiasse. Mas passemos.

Não faz muito, o professor titular do Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp, Francisco Foot Hardman, escreveu, a propósito da beligerância do tucano, que ele parece sofrer de ‘calores outonais’.

E ontem, numa entrevista à Folha, o laureado brasilianista britânico (radicado nos Estados Unidos) Kenneth Maxwell criticou FHC por não ter sabido ‘se reinventar como ex-presidente’.

Poucos brasileiros foram tantas vezes ‘perfilados’ na mídia e em livro como FHC. Mas a sua conduta nos últimos meses justificaria atualizar esses retratos, com base na garimpagem de histórias de que ele tem sido protagonista, a começar dos bastidores da escolha de Alckmin para enfrentar Lula.

A idéia é dar ao leitor algo além das aspas com que o ex-presidente aparece na mídia um dia sim, o outro também.

Uma publicação como a piaui, ou a Brasileiros, que está para sair, também no gênero de reportagens de fôlego, bem que poderia se ocupar do que se passa no labirinto do grão-tucano.

Quem mergulhar como se deve nessa empreitada não correrá o risco de se arrepender.

***

Os comentários serão selecionados para publicação. Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas, que contenham termos de baixo calão, incitem à violência e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 24/11/2006 Marco Tognollo

    o terceiro parágrafo já diz tudo….. O FHC seria mais feliz se ficasse nas pracinhas de higienopolis – que de higiene anda mal, haja vista a cachorrada que emporcalha todos os jardins sem que os donos limpem – em que mora, jogando dama ou xadrez, já que este último é mais ‘intelectual’ com outros aposentados. resta saber se estes gostariam da companhia, já que o proprio fhc taxou os aposentados de vagabundos……

    parafraseando o romario, ‘fhc calado é um poeta’

  2. Comentou em 24/11/2006 Sírio Possenti

    Weis:

    Por que esperar pela Piauí? Não há jornais no país? Por que a imprensa livre e responsável não escreve repprtagens interessantes sobre FHC? O que a impede? Fôlego?

  3. Comentou em 24/11/2006 Marcos Adriano Rodrigues da Silva

    Maldita hora em que votei nesse senhor p/presidente, em 1994!

  4. Comentou em 22/11/2006 Manoel Pinto

    Tenho lido declarações deste senhor na internet, e, sinceramente, a cada qual, me envergonho muito de o Brasil ter escolhido FHC um dia Presidente! Não adianta, não tem jeito! Julga-se dono da verdade e de uma credibilidade incrível! Nobre senhor, se manca! O senhor saiu pela porta dos fundos com alcunha de traidor da Pátria e da nação brasileira e ainda tem a coragem de reclamar direitos, ou melhor, favores de blindagem da impunidade que favorece aos políticos de uma maneira quase que total?! Ainda não desconfiou que pela porta da frente não mais existe passagem para políticos apenas falastrões?! Por favor, senhor Fernando Henrique Cardoso, quando tentar aparecer às custas do Lula, escove os dentes! Não esqueça nunca, agora, o Presidente da República é ele; sua excelência, senhor Luís Inácio Lula da Silva! Por favor, um pouco mais de respeito, viu?

  5. Comentou em 21/11/2006 Ruy Acquaviva

    FHC foi um péssimo presidente e está conseguindo ser um ex-presidente ainda pior. Será que ele não percebe que sua vaidade ferida em relação ao Lula fica mais e mais evidente a cada episódio patético que ele protagoniza?

  6. Comentou em 21/11/2006 Ivan Moraes

    Weis, a quem fala Fernando Henrique? A quem em Brasilia e a quem em Sao Paulo?

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem