O jabuti em cima da árvore | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

CÓDIGO ABERTO > Desativado

O jabuti em cima da árvore

Por Luiz Weis em 06/07/2006 | comentários

A manchete da Folha de hoje é um prato-feito para os que acreditam no complô da mídia contra o presidente.

Não há nenhum fato fora do lugar no título “Patrimônio de Lula dobra na Presidência” ou no sub “Bens pessoais declarados à Justiça Eleitoral somam R$ 839 mil; 56,6% estão em aplicações financeiras”.

Fora de lugar está a notícia.

Primeiro, porque o espaço mais nobre que existe em um jornal para divulgar informações – o alto da primeira página – merece obviamente informações de importância compatível com o destaque que se lhes quer dar.

O que não é o caso da evolução patrimonial de Lula. Tendo casa, comida e roupa lavada de graça, pode colocar no cofrinho tudo que recebe no fim do mês. E com os juros do Banco Central, o presidente-rentista não tem do que se queixar.

Segundo, e mais grave, porque – tenha sido esse ou não o efeito desejado por quem decidiu pôr o jabuti em cima da árvore –, no Brasil banhado em corrupção política, a reação instantânea do leitor ao deparar com a manchete sensacionalista tem tudo para ser: “Ahá! Aí tem!

Todos os jornais deram o patrimônio declarado à Justiça Eleitoral pelo presidente e seus adversários. Mas nem o Estado, nem o Globo acharam que a informação tinha sustança para entrar na primeira página – mesmo como simples chamada.

O Estado foi de inflação e o Globo de previsão de gastos eleitorais de Lula e Alckmin. Ganharam o dia meramente por terem poupado os seus leitores de um títulão que parece lançar a suspeita de que alguma maracutaia o presidente deve ter feito para multiplicar por dois os seus bens desde que foi trabalhar no Planalto.

Se o patrimônio de Lula dobrou, como ficará, depois dessa manchete, a variação do patrimônio de credibilidade da Folha?

***

Os comentários serão selecionados para publicação. Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas, que contenham termos de baixo calão, incitem à violência e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 08/07/2006 Vera Lúcia medeiros Medeiros

    Sou assinante da Folha e o faço por considerá-la imparcial. Se notar qualquer vertigem de parcialidade, principalmente no mar de hipocrisia dos últimos meses, faço com o jornal o que fiz com a revista Veja: deprezo e promovo campanha contra.

  2. Comentou em 08/07/2006 Rogério Ferraz Alencar

    A parcialidade da Folha, ontem, foi vergonhosa. Afirmando que os valores ditos pelos presidenciáveis não batiam com a realidade, segundo corretores de imóveis (os valores ditos por Lula, é claro, eram mais discrepantes), a Folha saiu-se com esta, ao se referir a uma imóvel em Pindamonhangaba, que Alckmin declarou valer pouco mais de 27 mil reais: ‘é um galpão com vidros quebrados e pintura antiga’.
    Só isso. Nada de dizer se o valor do imóvel era aquele mesmo. Pelo visto, foi o único imóvel, dentre os declarados, que não foi mostrado aos corretore, para avaliação de preço.

  3. Comentou em 08/07/2006 josé Nogueira

    Freud dizia que devemos analisar os discursos não só pelo que é dito, mas também pelo que é omitido. Etão eu pergunto e os vestidos de Lu Alkimin não foram incluídos em seu patrimônio? e as relações de Daniel Datas com os tucaos são honestas? Por quê a Folha se escadaliza com coisas menores e omite as mais graves?

  4. Comentou em 08/07/2006 Vivian Stipp

    Eu já desisti, há tempos, de comprar jornais e revistas que resolveram virar panfletos ao invés de vender informação. Fico enojada com essa situação e chocada, eu que sempre fui leitora da Folha até que ela resolveu ficar de rabo preso com o PSDB. Parece que São Paulo (estado e cidade) não tem governo – na verdade nào tem mesmo. Nada é investigado, as reclamações são minimizadas e as cartas dos leitores – selecionadas. Eu lamento profundamente que o CNJ não tenha sido aprovado, pois eu queria ir lá, pessoalmente, me queixar dos crimes que vem sendo cometidos por aqueles – que protegidos pela liberdade de expressão – um direitotão nobre e necessário à democracia- estão disvirtuando tudo, caluniando, julgando e condenando aqueles que elegeu como seus inimigos. EU TENHO VERGONHA da ‘grande’imprensa’desse país.

  5. Comentou em 07/07/2006 Antonio Castro Ribeiro

    O que se pode entender dos amigos ‘jornalistas’ é absurdo. Os canalhas se apegam sempre a algum instrumento para dissimular suas pretenções mesquinhas, a república, a moral, a ética, a familia e agora está na moda a democracia, todas estas intituições abstratas são violentadas todos os dias em função da dissimulação dos canalhas. Os meios de comunicaçãotem dado um Show de disfunção de princípios, na contra-mão com o direito de informar, ela representa, agora, o que há de mais sórdido e esquálido neste país.
    O pior que é orquestrada por interesses internacional, que usa uma elite preconceituosa contra seu próprio país.
    Sou de um novo tempo, sou do tempo que folha é apenas: órgão apendicular, de forma variada, geralmente plano e de cor verde que se desenvolve no caule e nos ramos das plantas e geralmente constituída por bainha, pecíolo e limbo;

  6. Comentou em 07/07/2006 João Carlos Silva

    A renda ´declarada´ de Lula não pode ser medida com sua honestidade ou desonestidade.
    No entanto seu fiho demonstra um talento excepcional para os negócios, coisa que deveria ser declarado também junto aos ganhos do pai.
    Walmor Weiss faz a mídia sem máscara e sem máscara ela só se volta para elevar a esquerda petista.
    Deve ser duro defender a quadrilha o tempo todo.

  7. Comentou em 07/07/2006 Alberto

    Leve alguns deles para a sua casa

  8. Comentou em 07/07/2006 Carlos Ready Fochesatto

    Não li a Folha mas ela ou outros jornais também não deviam comentar o pouco patrimônio do Sr. Alckmin? Afinal médico, político e uma esposa que como disse Elio Gasperi ‘num mês Madame Alckmin veste mais grifes estrangeiras que Elisabeth de Windson, Laura Bush e Bernardette Chirac em um ano.’

  9. Comentou em 07/07/2006 Ed Wilson Araujo

    Prezado Luiz Weis
    Some à manchete da Folha a do JB de hoje

    JB: Governo se une contra empregados e aposentados

    Parece que está tudo combinado, não é?
    Ed Wilson Araújo, jornalista
    São Luís – MA

  10. Comentou em 07/07/2006 Carlos Frederico Tôrres

    ‘PARABÉNS’ folha de são paulo, pelo seu compromisso com o jornalismo sério, imparcial e sem rabo preso

  11. Comentou em 07/07/2006 Paulo Scorpii

    Pois é: com já se disse aqui, o Alckmin também desfrutava de mordomias oficiais, mas o patrimônio dele não subiu tanto quanto o do Lula.

  12. Comentou em 07/07/2006 Sírio Possenti

    Caro Weis:

    Como é possível que você ache que a manchete da Folha está fora do lugar? Fora do lugar para quem? Para jornalistas que eventualmente acreditem em jornais objetivos? Pode ser, mas ele são obviamente ingênuos. Para a FOLHA, é a manchete que interessa. Óbvio.

  13. Comentou em 07/07/2006 silvio freitas freitas

    não me causa nenhuma supresa o nivel de jornalismo da folha, aliás
    defendo a tese que depois dos traficantes os piores bandidos do pais
    são jornalistas, superando inclusive os politicos.

  14. Comentou em 07/07/2006 ricardo carvalho

    Amigo Luiz Weis. como jornalista – ex-estadão, veja e republica – fiquei abismado porque comenram a primeira página da folha acho
    que ela foi oportuna, na medida que afirma uma grande verdade. Precisamos acabar com o jornalismo engajado. a afirmação da man-
    chete da folha serve apenas para marcar a cobertura tradicional do
    presidente Lula. o povo precisa ser advertido…
    que ele falava dos 200 picaretas, pelo henriquecimento ilícito. e também contra a especulação financeira.
    Não sou moralista. apenas um homem, hoje com 68 anos, décadas de jornalismo, que sempre pautou pela verdade.
    Tive como orientador um jornalista sério e competente Carlos Garcia. abraços, Ricardo Carvalho.

  15. Comentou em 07/07/2006 Cristóvão Almeida

    Assim como o articlista, penso que a informação da elevação dos bens patrimoniais do Presidente Lula está sendo tratada com sensacionalismo, oportunismo e desvirtuando os reais interesse da sociedade. Como as matnças generalizadas em São Paulo, devastação ambiental em MT ou até mesmo as investigações de corrupções na operação sanguessuga. Nessa lista consta algum petista? Não vão dizer que é a culpa é do Lula.

  16. Comentou em 07/07/2006 Eduardo Guimarães

    Mesmo correndo o risco de parecer pedante, queria propor a você, Weis, que verificasse a possibilidade de editar os comentários a fim de impedir que assassinem o Idioma como tenho visto aqui. É dolorosa, ou melhor, é trágica a constatação de que tão pouca gente que, hipoteticamente, fala português saiba escrever o mínimo de português. Acredito que é desnecessário publicar este comentário para não ofender as pessoas. Mas chego a sentir dor ao ler as barbaridades que escrevem aqui. Estou começando a editar os comentários em meu blog, apesar de obviamente não ter tanta audiência. Penso que ao publicarmos comentários tão absurdamente mal-escritos estamos difundindo ignorância.

  17. Comentou em 07/07/2006 Apolonio Silva

    Bem minha gente, afinal de contas o artigo teve uma coisa extremamente benéfica. Vai ter que ser muito cara de pau um petista vir falando da Dona Zelite depois que o guru dessa patota já tem os seus 800 pauzinhos…

  18. Comentou em 07/07/2006 WILLIAM JACOB

    é incrivel como a Folha e outros meios de comunicação estao descontentes com o melhor governo de todos os tempos, erros tofos cometeram, mas fazer tanto quanto esse atual governo tem feito ninguem fez, e se formos pensar nao tem enriquecimento ilicito do Lula não, se ele ganha 12 mil por mes, em 42 meses já sao 504 mil, esse mesmo salario foi ganho por todos presidentes e as luxurias tbm foram aproveitadas por outros presidentes, entao eu acredito que o Lula sai mais forte depois dessa reportagem , pois está muito na cara o desespero de parte da mídia em ver um presidente suportar isso tudo e ser reeleito.

  19. Comentou em 07/07/2006 josé gouveia

    Fico me perguntando, quem é mais “competente” para governar o Brasil, Lula ou Alckmin? Se um quase dobra seu patrimônio e o outro quase não mexe, tendo as mesmas mordomias.

  20. Comentou em 07/07/2006 Lúcio Costi Ribeiro

    Essa negócio do ‘aí tem coisa’ é um vírus que infecta as mentes e leva aos mais baixos níveis do senso comum idiotizado. Este tipo de manchete só serve para alimentar a mentalidade de que todos temos que ser pobres e quem melhorar de vida… ‘aí tem coisa!!!’.
    Não fiz as contas, mas com o saláro de presidente, com todas as depessas pagas e os juros de uma aplicação financeira de renda variável, que rende bem mais que os juros do país, acho que dava até para mais que dobrar!

  21. Comentou em 07/07/2006 Walaine Porto

    Ah… Só R$839 mil?! Em quase quatro anos na presidência da república eu teria economizado muito mais… Gastador, heim?!Rs…

  22. Comentou em 07/07/2006 wanderley ortiz

    não me assusto com a declaração, sendo o presidente pertencente a um partido, ultimamente gerido pelo Marcos Valerio, devemos nos perguntar quem do PT não dobrou seus bens.

  23. Comentou em 07/07/2006 André Luiz Alves de Souza

    Patrimônio de Lula:
    A “Folha de São Paulo” apelou!

    http://www.professorandreluiz.com.br

    A manchete da do jornal “Folha de São Paulo” é mais um elemento aos argumentos das pessoas que acreditam que a maioria da mídia, tradicionalmente burguesa, não quer que Lula se reeleja.

    A manchete da Folha de 06/07/2006: “Patrimônio de Lula dobra na Presidência”. Será que tal fato é de suma importância? O Lula tem uma residência presidencial onde o governo federal arca com as despesas, como casa, comida, etc. Obviamente o presidente vai investir o dinheiro que recebe.

    Não precisando de manchete, a Folha, se quisesse ser responsável com as informações, poderia entrevistar um economista (ou vários) onde este iria analisar se é licito que, em 2002 o presidente declarou ao TSE a quantia de R$ 422, 949,32, e, em 2006 este valor dobrou para R$ 839, 033, 52.

    Tal manchete pode trazer ao leitor o seguinte pensamento: Num período de corrupção política, o Lula aumenta sua renda é porque o mesmo pode ter feito alguma coisa ilícita para ter o patrimônio dobrado.

    È óbvio que a parcialidade não existe em nenhum lugar, principalmente numa empresa de mídia, como é o caso da “Folha de São Paulo”. A grande “sacada” de um meio de comunicação que quer ser sério, é tentar ser o mais discreto possível através de uma determinação: se aproximar do espírito democrático.

  24. Comentou em 07/07/2006 Roberto Dala Barba Filho

    Não entendi exatamente qual teria sido o ‘escorregão’ da folha. Por que o patrimônio de um presidente, que de forma populista e demagógica se diz próximo das massas, não seria uma matéria importante? E mais, levando-se em consideração que grande parte desse patrimônio está preso em aplicações financeiras (o capitalismo especulativo segundo o nosso próprio presidente) e é o beneficiário direto de uma política de juros altos? Não se trata de sugerir ‘maracutaia’ (o que a reportagem não faz) – salvo com relação ao valor do apartamento – mas sim de demonstrar que os políticos brasileiros, inclusive aqueles de partidos ‘operários’ na verdade fazem parte de uma elite de milionários que possuem um padrão de vida além da compreensão da população média. E que Lula, sob esse aspecto, não é diferente dos demais.
    Não vejo, assim, nenhum ‘escorregão’ da Folha. Não vejo também em que isso indicaria a existência de um ‘complô’ da mídia. Ele existe apenas para quem quer acreditar que ele existe. Aí até reportagens sobre o patrimônio de Lula (em que não se comete nenhuma calúnia ou injúria ao presidente) parece ‘perseguição’. Teremos agora que nos policiarmos a respeito do que falamos sobre Lula para não parecer tudo uma grande conspiração?

  25. Comentou em 07/07/2006 henrique de oliveira oliveira

    PQP como o nosso presidente é pobre R$ 850 mil de patrimonio, isso é uma miseria se comparado com acm ou alvaro dias que nunca foram presidente. Esse patrimonio até o dono da padaria que faço compra tem, alias ontem 06/07/06 o Toninho dono da padaria estava todo orgulhoso por ser mais rico que o presidente Lula, ele ainda me perguntou.- quanto sera o patrimonio do chuchu, ou do sr de engenho ou do cara que deu o maior golpe do baú no parana. Eu só queria que a folha tivesse a competência de verificar o patrimonio desses e sua origem.

  26. Comentou em 07/07/2006 Hélcio lunes

    Somente o que Lula teria que pagar com advogados, em suas causas privadas, consumiria o salário dele, a aposentadoria, os dividendos da empresa do Lullinha. Não fosse o dinheiro do Delúbio o presidente agora deveria estar comendo pão com ovo! Só o transporte de avião em vôo especial emanutenção das duas dezenas de amiguinhos do filho para Brasília, teriam consumido boa parte desse ‘patrimônio’.

  27. Comentou em 07/07/2006 janio ieso de oliveira janio

    QUANTO A FOLHA ESTA LEVANDO PRA DIVULGAR INFORMAÇÕES SENSACIONALISTAS EM PRIMEIRA PÁGINA?

  28. Comentou em 07/07/2006 nelson nolasco

    Do jeito qu escrevem, parece que sindicalista e politico nao sao profissoes. Ora, se o presidente conseguiu enriquecer, mas a Receita Federal não pos as maos nele, ta bom, é o presidente, se ele roubou, o fez de modo que ninguem descobrisse. Mas eu acho que mau politico por mau politico , o governo FHC foi muito pior, afinal vender a Vale do Rio Doce a preço de banana e o setor eletrico aceitando dinheiro do BNDES como pagamento é de doer. mas isso os anti PT faz emquestao de nao lembrar. Nao sei se voto no Lula, mas PSDB, nunca mais. moro no Rio e sei o que foi um certo Marcello allencar.

  29. Comentou em 07/07/2006 Wilson Oda

    Só 839 mil? Ronaldinho Gaúcho recebe isso por mês.

  30. Comentou em 07/07/2006 João Humberto Venturini

    É incrivel como a maioria q escreveu aqui caiu nesse clima eleitoreiro. O atual prefeito de São Paulo q substituiu o Serra, Cassab é investigado pelo ministério público por enriquecimento ilicito, pois sua conta saltou muito mais q a do Lula. Não vi ninguem nem da imprensa paulista nem dos internautas desse blog indignados com isso. Olhem q ele é investigado pelo MP e é prefeito da maior e mais rica cidade do país. O bixo pega só se for do PT, se é de outro partido ai pode tudo. Lula não é bobo de declarar isso e não ter como explicar a origem do dinheiro, pois ele sabe q isso sera usado agora na campanha. Alguma coisa ele tem na manga. A maioria dos comentarios contra o Lula são pq são preconceituosos com a origem dele e claro q um ex-operario nordestino nunca poderia ter esse patrimonio, mas um sociólogo sim.

  31. Comentou em 07/07/2006 Izaias Amorim

    Concordo com o comentário do Luiz Weis, é óbvio q. vão surgir os complôs, mas eu acho q. ‘os cães ladram e a caravana passa’.

  32. Comentou em 06/07/2006 Claudia Rodrigues

    Seletiva pq se a Folha publicou a doação dos vestidos, Xavier? Seria isenta pra vc se publicasse filigranas como vestidos doados e escondesse as maracutaias grossas do PT, bem como a fortuna amealhada por Lula? Não! A Folha errou ao publicar as doações com destaque, porque tentou abafar os escândalos do governo federal que vinham a tona como tsunamis com denúncias sem comprovação e praticamente insignificantes, ridículas. Isso só ocorre porque a imprensa ainda está abarrotada de profissionais que não primam pela isenção, porque, além de sindicalizados, militam pelo PT.

  33. Comentou em 06/07/2006 Jose de Almeida Bispo

    A FOLHA QUER ENGANAR A QUEM?
    Essa história da Folha ta parecendo o Collor acusando o Lula de ter um aparelho de som que ele – Collor – não podia ter.

    O que ocorre com a Folha é o desespero de uma elite que agora não pode contar com as mentiras da sua mídia, impotente para mudar a cabeça do povo como o fez em 1994; nem com os tanques… Como em 1964. A prepotência foi tanta que esqueceram que ninguém arranca tão fácil o que tem raiz. Agora vai ser na urna e o Zé povinho – que segundo Josias de Souza (http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/), tal como disse Pelé nos anos 80 – não sabe votar, é quem vai decidir.

  34. Comentou em 06/07/2006 Joao Moacir de Almeida

    Primeira vez que faço um comentário aqui, espero ter motivos para voltar outras vezes. Olha tenho observado as manchetes da imprensa e que na verdade muitas vezes não são manchetes, são verdadeiras acusações, falo isso e não cito nome de A de B, embora o presidente Lula seja o mais atingido com isso e isso é ruim para a imprensa. Hoje vejo muitas pessoas que a poucos anos tinham como um sonho de consumo assinar a revista Veja e hoje os mesmos amigos e até mais gente não querem nem saber de um dia ser assinante de veículo de comunicação e tudo isso por que diferentemente do que se falam que o povo é burro, na verdade burro é quem acha isso por que o povo sabe distinguir o que é verdade e o que é mentira e o povo consegue entender que a revista veja não faz jornalismo com honestidade. Uma frase tirada de um texto e jogada em separado pode mudar totalmente o sentido do que uma pessoa venha ter falado e a veja é craque nessas distorções. Cito o caso de veja, mais que todos os meios de comunicação que agem como ela que se sintam atingidos pelo meu comentário.

  35. Comentou em 06/07/2006 Liscio Morais

    Voces lembram quando um articulista da Folha fez uma viagem às custas da UDR para falar mal do MST? A partir de então passei a dar tanta importancia às manchetes da Folha quanto às de Veja. Uma pessoa com um emprego de salário, livre de todas as despesas, acima de R$12.000,00 em 40 meses economizar só R$480.000,00 tá gastando por fora, seria mais factível se a manchete fosse: ‘o presidente deve ter uma amante’.

  36. Comentou em 06/07/2006 Miguel do Rosário

    O que se percebe em muitos comentários abaixo é a mesma dose de veneno que caracteriza a linha editorial da Folha (e de resto, de grande parte da imprensa corporativa), quando o assunto é Lula. Alguns, indo mais longe, agora vem taxar o pobre Weis de petista, logo ele que já foi tão criticado por aqui justamente pela razão contrária… Os que denunciam, nos dias de hoje, esse domínio da esquerda sobre as redações, para mim ecoam o mais ridículo complexo anti-comunista paranóico, não só pela incoerência e absurdo da denúncia, como pelo patético e totalitário que ela encerra, visto que nega o direito dos jornalistas de terem uma posição ideológica independente. Os tiques nervosos da direita no Brasil são sempre os mesmos, e infelizmente não estão somente nos produtores de opinião, mas em significativos segmentos sociais, naturalmente da classe média e alta.

    Acho que a evolução patrimonial do Lula é uma notícia importante sim, mas não para manchete. Isso é que se chama de manchete maliciosa. Ora, o que se configura é que Lula é um cara inteligente, isso é que realmente irrita em seus adversários.

    Ele ganha eleição, ganha dinheiro. Tô saindo fora, tenho que trabalhar. Abraço a todos.

  37. Comentou em 06/07/2006 itamar ribeiro

    Não é de estranhar o patrimônio presidencial (Lula), desde o tempo de Presidente Honra do PT o cidadão já desfrutava de todas as benécies. Agora Presidente da Nação, qual a despesa que ele e a familia têm. O que ganha é só pra juntar acrescidos de juros e correção monetária, não faltam quem lhe oriente como fazer render essa grana mensal, se durante 3 anos e meio seu patrimonio é dessa imaginem mais quatro anos no poder. E as pesquisas comprovam que isso se concretizará, ao final do segundo mandato o patrimônio duplica ou triplica. Pergunto e o trabalhador que ganha 350 reais o que diz.

  38. Comentou em 06/07/2006 daniel cardoso dias

    Acredito mais nas perseguições da imprenssa do que na falta de honestidade de nosso presidente. É bom lembrarmos do favorecimento que Collor obteve na campanha por parte de uma emissora de TV, e o que está se repetindo nesta campanha

  39. Comentou em 06/07/2006 marcio ant

    Na moral,

    Um camarada que nao trabalhou maior parte de sua vida, como pode se tornar quase milionario?

    vamos pensar um pouco!

    E se tem esse patrimonio, pq o Okamotto pagou suas dividas e de sua filha?

    Esse pais nao eh serio mesmo.

  40. Comentou em 06/07/2006 jorge xavier

    400 (quatrocentos) vestidos de grife a, por baixo, R$ 800,00 a unidade = R$ 320.000 (trezentos e vinte mil reais). Só em roupas a pretensa futura primeira dama tem patrimônio de quase metade daquele do atual presidente da república (nem venham falar que as roupas foram doadas, eis que as provas da doação nunca foram apresentadas) . Tal valor é mais da metade do patrimônio do marido. Realmente, a folha oferece indícios de má-fé, ao continuar propondo a indignação seletiva.

  41. Comentou em 06/07/2006 Alberto

    O patrimônio da folha subiu muito. O operário é quase um milionário e isto sem contar a grana do Lulinha

  42. Comentou em 06/07/2006 Claudia Rodrigues

    Esta matéria já está sendo usada pelos PeTralhas internet afora… A matéria de Weis. Impressionante com a mídia, que sempre foi filopetista, ainda não amadureceu e continua refém do petismo. Nem que seja pra dar uma notícia como essa, receando a pressão e reação dos PeTralhas. Até quanto a mídia será tão submissa à militância petista? É engraçado que Weis tenha se dado ao trabalho de escrever esse texto, mas não tenha questionado o absurdo destaque que deu ao caso Nossa Caixa em meio a tanto escândalo verdadeiramente graúdo envolvendo o PT. Caso que, aliás, como aquela história de ‘vestidos doados’, demosntra o amadorismo de alguém que não checa as informações, já que a denúncia partiu de um gerente demintido pela auditoria interna da Nossa Caixa. O que torna a isenção da fonte no mínimo questionável. Mas ainda que a denúncia fosse verdade, foi impalpável. Como dentro de um orçamento de alguns milhões pinçaram duzentos e poucos mil direcionados a 5 grupos dentro de 500 anunciantes e diante disso ainda se alardeou que era direcionamento de gstos? Como que uma pauta dessa emplaca justamente em meio a tanta maracutaia envolvendo o governo federal? Que isenção é esta? É, aimpresa ainda não perdeu completamente seu velho ranço filopetista, infelizmente.

  43. Comentou em 06/07/2006 Nelson Greff

    Não duvidemos da honestidade do presidente. Disso não por favor! Afinal ele limitou a honestidade brasileira a aquele servidor do aeroporto de Brasília, lembram? Ele( (presidente) e nós outros não fomos incluídos no rol dos honestos. Com sinceridade, precisamos aprender a distinguir as coisas e entender bem as palavras do nosso idioma presidencial. Agora a palavra fica o Leão. Não é mesmo?

  44. Comentou em 06/07/2006 Dante callefi

    Duplicar o patrimônio em quatro anos? Isto dá 20% a.a.+-,se capitalizar.
    Imaginem as críticas se o patrimônio fôsse negativo.Certamente ,seria classificado de incompentente,no mínimo.Prêso por ter cão,prêso por não ter… um velho adágio que se aplica sempre ao nosso presidente.

  45. Comentou em 06/07/2006 Ricardo Brás

    O Lula consertou a economia do país; e saber que ele administra de modo competente os próprios bens deveria nos tranquilizar. Lula bem que poderia dizer: façam o que eu faço que estaremos bem!
    Tá fó. É má fé da Folha.

  46. Comentou em 06/07/2006 Paulo Figueiredo

    Li diversos jornais e ouvi em duas emissoras de radio comentários acerca do patrimonio de Lulla e não achei que tenha havido sensacionalismo na informação até porque a mídia informou também o patrimônio de Geraldo.O que me espanta não é a variação patrimonial de credibilidade da Folha pós manchete e sim o patrimônio do Presidente,considerando a sua origem operária,sua precoce aposentadoria,suas atividades depois desta e aí sim, a variação de algo em tôrno de 100% desde sua declaração à Justiça Eleitoral em 2002.Em 36 meses de presidência Lulla conseguiu uma bela pooupança e como o articulista disse ,com a politica de juros governamental, ele não pode se queixar. Mais interessante ainda é que Geraldo Alckmin,candidato das elites,tem menos bens e variação patrimonial menor que Lulla ,candidato dos pobres, oprimidos,da imprensa pendurada em propagandas e empréstimos governamentais.

  47. Comentou em 06/07/2006 João Humberto Venturini

    Não li a Folha, mas no jornal da minha cidade aparece a mesma noticia sobre as contas do Lula e logo abaixo está: ‘Alckmin só aumentou 49 mil reais’ como uma comparação grotesca. Piracicaba é governada pelo PSDB q tem relações estreitas com o principal jornal da cidade q é o Jornal de Piracicaba. Nâo sei se houve intenção do jornal, mas qdo o leitor se deparar com a noticia, logo vai pensar: esse Lula é ladrão mesmo, o Alckmin é mais honesto.

  48. Comentou em 06/07/2006 Talis Mauricio Melo Batista

    No Brasil – e acredito que em boa parte do mundo – quem escolhe os governantes não é a sociedade, mas sim a MÍDIA.
    A Veja perdeu a credibilidade com o denuncismo desenfreado e questionável em cima do presidente. A Folha que se cuide para não seguir o mesmo caminho.

  49. Comentou em 06/07/2006 Edmundo Neves Silva

    Internautas, se fosse só a Folha, mas, mas, deixa pra lá…

  50. Comentou em 06/07/2006 José Antonio de Andrade e Silv Silva

    Pode até não ser um complor mas, tenho certeza que LULA tem algo que não agrada o FOLHA não sei, se é por ser considera-lo incapaz ou por ele ter a aparência tipica de um brasileiro;pois tenho certeza que o patrimonios de LULA cresceu muito menos do que de outros politico e sem ocupar o cargo maximo da politica brasileira e em muito menos tempo;outro fato é que não buscam investigar ou divulgar de ‘outros’que já ai estão à decadas.Você sabe de quanto foi o cresceu do parimônio de FHC?Nem eu, a FOLHA não investigou e nem divulgou.No entanto nos resta a tese da perseguição sim.

  51. Comentou em 06/07/2006 Guido Gomes

    É incrível como vocês defendem o apedeuta. Como diria a Heloisa Helena, dá vontade de vomitar.

  52. Comentou em 06/07/2006 Arnaldo Comin

    Luiz, a manchete da Folha suscita mais um detalhe: o patrimônio do Alckmin – que também pôde economizar todos os tostões que ganhou como governador e vice nos últimos 12 anos – só cresceu 24,8%. De duas, uma: ou ele anda gastando todo o dinheiro na compra de vestidos para a dona (das)Lu, que costuma ganhá-los de graça, ou ele é um péssimo investidor. Vale dizer que na sua lista há terrenos em Pindamonhangaba e 10 garrotes, inverstimentos opra lá de péssimos no país dos juros mais altos do planeta. Acho esse dado relevante para o futuro dono do cofre do estado brasileiro.
    Em tempo, mais uma dose de veneno: o patrimônio da Luíza Helena, funcionárias pública, deputada e senadora desde sempre, é de apenas R$ 121 mil. Francamente, alguém que não conseguiu acumular mais que um apartamento em uma vida pública inteira, imagine os desastres que cometeria nas finanças públicas.

  53. Comentou em 06/07/2006 Gilberto Medeiros

    Apesar de ha alguns anos longe do Brasil, acompanho assiduamente a politica nacional. Ja acompanho ha muitos anos desde o tempo do governo Itamar,quando morava no Pais. E nunca imaginei que a midia brasileira fosse chegar a esse ponto. Antigamente se disfacava um pouco. Agora os orgaos de comunicacao mais respeitados(?) do Pais, como Veja,Folha, Isto E,… Estao fazendo campanha aberta contra o Presidente da Repulblica de uma maneira quase explicita. Apesar de nao ser eleitor de Lula, me sinto sendo feito de ‘bobo’, manipulado por eles. Senhor Luiz Weis, tenho um profundo respeito e adimiracao pela sua pessoa, mas nao ha como negar que haja esse ‘complor da midia contra o presidente’ que voce falou. Ate esse simples leitor, nao-lulista, que vos fala e mora do outro lado do mundo, percebe que ;Grupo Abril,Grupo Folha e grande parte da imprensa paulista esta absolutamente ‘fechada’ com PSDB/PFL.

  54. Comentou em 06/07/2006 Eduardo Guimarães

    O partidarismo hidrófobo continua seletivo nos comentários desta seção. FHC ganhou um andar inteiro num prédio luxuoso do centro de São Paulo para montar um ‘instituto’ que leva seu nome. Quem ousa fazer a avaliação da variação patrimonial de FHC entre 1994 e hoje? Sim, hoje, porque foi depois de deixar a Presidência que poderá ser encontrada muita coisa ‘interessante’ na evolução patrimonial do sujeito. Weis, se eu pudesse provar ao menos a você que sou um cidadão totalmente desvinculado de política partidária e que se manifesta com tanta sofreguidão e indignação porque vê malfeitos como esse da Folha serem cometidos diariamente por toda mídia, talvez você refletisse melhor e parasse de desqualificar a teoria do complô midiático. Eu poderia hoje talvez até estar pregando a não reeleição de Lula se não fossem as provas que a mídia me deu de que há um complô entre a burguesia e a mídia tupiniquins para recolocarem no poder o PSDB e o PFL. E como eu de burguês não tenho nada, farei tudo que estiver ao meu alcance para denunciar as mentiras e distorções dos fatos que a mídia vem praticando.

  55. Comentou em 06/07/2006 Ricardo Fernandes

    Acho normal o presidente ter economizado tanto, já que não gasta com despesas do dia-a-dia. Agora, anormal será o fato de que quando largar a presidência vai poder continuar economizando tudo o que ganhar com suas aposentadorias. Lula tem um filho ‘talentosíssimo’ que ficou milionário e que vai poder devolver para papai todas as facilidades que papai lhe proporcionou. Isso é Brasil.

  56. Comentou em 06/07/2006 ismael silva

    Essas manchetes servem só para quem não sabe ler!!!
    O que não são poucos na Brasil!!!

  57. Comentou em 06/07/2006 Apolonio Silva

    Weis, se você acreditar nisso que você escreveu, você é muito cândido. Primeiro verifique que nem todas as despesas particulares o Nosso Guia poderia ter posto na conta da viúva. Segundo, verifique que ele não é o único que ocupou cargo eletivo entre os candidatos. Assim, a evolução patrimonial comparada dos candidatos é um dado importante sim. Não que isso vá sensibilizar os petistas ‘mais praticantes’…Mas concordo que uma boa manchete poderia ser: A maior variação patrimonial dos candidatos que ocuparam cargos eletivos foi de Lula.

  58. Comentou em 06/07/2006 Eduardo Guimarães

    Vejam o que é o partidarismo. Não importa o que noticiaram contra Lula. Se noticiaram, é porque é verdade. Essas pessoas não analisam nada, não querem saber de nada, só querem acusar e endossar qualquer acusação. Não é necessário examinar a denúncia. Ela se basta. Quando, num país, basta denunciar para condenar, esse país caminha para processos como a Santa Inquisição, como o macartismo ou como a caça às bruxas na Salem do século XVII. A oposição e a mídia passam os dias tramando qualquer ‘denúncia’ contra Lula à revelia de os ataques estarem sendo inócuos. Esses estão serrando o galho em que toda a classe política está sentada e estão plantando a erva daninha do descrédito de si mesmos. Todo cidadão com um mínimo de esclarecimento e não contaminado pelo virus do partidarismo cego deveria encampar a luta para que a imprensa brasileira se atenha a seu papel institucional e se afaste das disputas políticas. Eu passei a criticar a falta de ousadia do governo Lula já em seu segundo ano. Há registro de minhas queixas contra Lula nos maiores jornais do país e até numa coluna de Clóvis Rossi, da Folha, que me citou há uns dois anos. Mas quando vi como os conservadores cooptaram a mídia para desmoralizarem o presidente percebi que havia alguma coisa podre que estava sendo feita para recolocar os tucanos no poder. Agora não tenho mais dúvidas do complô da mídia contra Lula.

  59. Comentou em 06/07/2006 maria luisa porto

    concordo, com o articulista. Aparece um viés de ironia e maldade na nota. O paTRIMÔNIO DO PRESIDENTE NÃO É CASO DE TAL MANCHETE. sÓ FALTA DIZER COMO UM METALURGICO, SEM DEDO PODE POSSUIR UMA CASA, CARRO E ALGUM RENDIMENTO. oRA, oRA

  60. Comentou em 06/07/2006 Cláudio Lima Lima

    Infelizmente a FSP está decadente, depois que houve a entrada de alguns grupos e da gestão FHC. Desde o fatídico almoço no qual, logo de enytrada questionaram ao Lula como ele iria governar o Brasil sem diploma até hoje é evidente a parcialidade da FSP. Posso dizer de cadeira, pois já fui assinante e free-lancer da mesma. Procede a questão: quem paga o mensalão da FSP, a Opus dei ?ou quem ?
    Sabemos tb dos vinculos da seita secreta Opus dei com Alckmim e DiFranco…enfim , os jornalistas não podem ser parciais, nem adianta meter o malho no Lula e não apresentar soluções !! A questão é delicada pois fica parecendo que estamos defendendo o lula. Enfim, os homens do debate e da busca de soluções para o país, ficam entre a cruz do Alckmin e a Calderinha de Lula.

  61. Comentou em 06/07/2006 LAFAIETE FORCHITO

    Gostaria apenas de expressar toda minha perplexidade através de
    de duas perguntinhas:
    Afinal, em quem e em quê, acretitar neste país?

  62. Comentou em 06/07/2006 antonio carvalho

    A evolução do patrimônio dos administradores é importante para a sociedade, especialmente do presidente da república. Não há nada de complô ‘das zelites’ nessa cobrança, como os justificadores de tudo gostam de apontar. Só que até as pedras das ruas sabem que o grosso do dinheiro dos ricos fica mesmo no exterior, bem protegido, para voltar e ir, voltar e ir, ir e voltar, voltar e ir……..para ser aplicado aqui ganhando fortunas na mão de atravessadores agiotas, por causa dos mais altos juros do planeta Terra.

  63. Comentou em 06/07/2006 Eduardo Guimarães

    Weis, em minha opinião você, para ser coerente com tudo o que vem escrevendo neste blog e que pode ser levantado por breve pesquisa das últimas duas semanas, digamos, deveria dizer que a manchete de hoje (6/7) da Folha sobre o patrimônio de Lula foi APENAS MAIS UM ‘prato feito’ (não seria prato cheio?) para quem diz que há complô da mídia contra Lula. Agora eu lhe pergunto: dia sim, dia não você dá aqui um exemplo de ataques midiáticos injustificados ao presidente, ao seu governo ou ao seu partido, mas não há complô nenhum, em sua opinião. Então há o quê? Por que esses ‘erros’ são cometidos só contra um lado ou, pelo menos, em grande maioria só contra um lado? Tanto Alckmin quanto Heloisa Helena quanto Cristovam Buarque são tão candidatos quanto Lula, do que se depreende que deveriam ter seus eventuais governos ou atuações parlamentares esmiuçados tanto quanto o presidente. E se os ‘erros’ como o que você revela hoje não passam de erros, por que são tantos e cometidos primordialmente sempre contra um lado só? Jornalista nenhum nega que há preferência eleitoral dos donos de órgãos de imprensa por Alckmin. Se toda grande imprensa extrapola junta contra um só, é porque, no mínimo, toda ele se entendeu para prejudicar Lula eleitoralmente. A isso pode-se chamar, sim, de complô. Ou não?

  64. Comentou em 06/07/2006 nilson torres

    com referencia a materia pergunto-me, quem sera que paga o mensa
    lao para a folha

  65. Comentou em 06/07/2006 Leonardo Carvalho

    Não tinha dúvidas de que veria comentários aqui no Observatório a respeito dessa manchete. Se não foi mal-intencionada, no mínimo foi uma bola foríssima da Folha.

  66. Comentou em 06/07/2006 Eduardo Luiz Viveiros de Freitas

    Lendo a notícia, rir é preciso. O presidente aumentou seu patrimônio, teve ganhos acima da inflação. Falando de Alckmin, disse que ele teria perdido (cerca de 13%) da inflação, apesar de ter o salário, quando governador, maior do que o de Lula (12 mil X 8 mil). No plano das candidaturas e do debate eleitoral, pode-se perguntar ao eleitor: se o sujeito não consegue nem administrar suas economias pessoais e melhorar seu patrimônio, como vai cuidar da economia do país? O patrimônio de credibilidade da Folha aumentaria se ela publicasse a própria evolução patrimonial, suas aplicações no mercado financeiro etc, ao longo dos últimos 3 governos (FFHHCC e Lula). As comparações seriam divertidas…

  67. Comentou em 06/07/2006 joao santana santana

    Má fé da folha. Como o presidente tem cama mesa e banho por conta do contribuinte, é natural que os R$12.000,00 que ele ganha, vá para a caderneta de poupança. Logo, se multiplicar 12mil por 40 meses, chegaremos a 480 mil, somado ao que tinha até 2002.

    Bola fora do Jornalão.

    js

  68. Comentou em 06/07/2006 Marco Antônio Leite Costa

    O senhor Lulla como é do conhecimento da classe trabalhadora pouco trabalhou na vida. Durante à década de oitenta militou no sindicato, CUT e PT. Portanto, de lá para o ano dois mil, o Presidente conseguiu um patrimônio considerável. Como explicar que um homem que pouco pegou no batente tenha amealhado tanto patrimônio assim. Explica Lulla????????????????????????

  69. Comentou em 06/07/2006 Jean François Martel

    Que horror… Dá quase vergonha dizer que a gente tem a mesma profissão destas pessoas… O que andam ensinando nas faculdades hoje em dia ? Ou o problema está nas redações ? No famoso ato de ‘cumprir ordens’… Como nunca fui corporativo, continuo batendo na mesma tecla : CPI da mídia , já !

  70. Comentou em 06/07/2006 Ricardo Martini

    Considero que a manchete foi um pouco exagerada para o assunto em questão: é claro que o patrimônio do presidente iria aumentar, tendo em vista que seus rendimentos mensais são, proporcionalmente, muito maiores agora. Mas vale lembrar que já é um hábito da imprensa dar um destaque de maremoto a algumas marolas: há 4 anos, muitos jornais noticiaram o negócio do então presidente FHC com seu apartamento em Higienópolis – preparando a ´aposentadoria´, FHC trocou seu apartamento na rua Sergipe por um na rua Rio de Janeiro, endereço mais badalado. É o mesmo caso: não há irregularidade. O que se deve depreender dessas histórias, isso sim, é a facilidade com que os outrora contestadores (FHC e Lula) acabam recebendo de bom grado benesses que antes julgavam ´privilégios descabidos´: um faz um périplo pelo exterior às custas do Estado para angariar títulos de Honoris Causa, ou contrata a filha como secretária e o genro como assessor; outro trata o patrimônio público como seu, comprando avião, reformando o Palácio onde mora com a ajuda de empresas privadas…e ambos, claro, tendo seus rendimentos aumentados pela possibilidade de usar o salário quase integralmente para lucrar com os juros altos da política econômica existente há mais de 10 anos.

  71. Comentou em 06/07/2006 André Vieira

    Para sorte de Lula (e azar da Folha), seu patrimônio em 2002 já era de 400 mil reais. Fosse de 40 mil, a manchete poderia ter sido ‘Patrimônio de Lula decuplica na presidência’. Bem mais impactante, não?

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem