Segunda-feira, 18 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº991
Menu

CÓDIGO ABERTO > Desativado

O melhor dos jornais sobre a histórica vitória do Hamas

Por Luiz Weis em 27/01/2006 | comentários

Diante de um fato histórico – a espetacular vitória do Hamas nas eleições parlamentares palestinas, contrariando até as previsões de boca de urna –, os principais diários brasileiros não deram vexame.


Principalmente a Folha, com as suas 12 matérias e pertences, em três densas páginas.


O seu ponto alto foi a reveladora entrevista exclusiva do enviado especial Marcelo Ninio com Mahmoud al Zahar, co-fundador do Hamas e tido como o seu principal dirigente não exilado.


Quem puder, deveria ler também, no Estado, os artigos ‘Olmert, entre uma opção ruim e outra pior’, de Aluf Nenn, transcrito do jornal israelense Haaretz, e ‘Vitória democrática – e preocupante’, do seu veterano correspondente em Paris, Gilles Lapouge.


No Globo, que surpreendentemente deu mais aos seus eleitores do que o Estadão, famoso no passado por seu noticiário internacional, vale a pena ler a entrevista por telefone da correspondente do jornal em Berlim, Graça Magalhães Ruether, com o presidente do derrotado partido Fatah na Faixa de Gaza, Abdallah Frangi, “O Hamas deverá ficar mais moderado”.


Boa leitura também é um original texto de suporte sobre as organizações terroristas que trocaram as armas pela política, como a OLP na Palestina e o IRA na Irlanda do Norte, a que joga nos dois campos, o Hezbollah libanês, e a que não quis ou não soube desmontar do rabo do foguete, o ETA espanhol.


Essa é uma dica boa para o leitor brasileiro que estiver interessado em saber o que será do Hamas dos atentados suicidas ao assumir responsabilidades de governo – a grande questão deixada pelo que já vem sendo chamado “terremoto palestino”.

***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 28/01/2006 Haroldo M. Cunha

    Segundo o que já li e ouvi nas diversas mídias, a ONU nunca definiu o que seja TERRORISMO. Bom, ao que vejo esse termo depende de quem o emprega e de que maneira.
    Os USA e seus aliados destroem e matam em nome da ‘democracia’ e da ‘liberdade’, quando há reação (Para toda ação, corresponde …)é terror, é um insulto as nações livres! O que esperar de um povo aviltado em seus direitos, usurpados em sua riqueza? Afagos? O odio vai continuar a ser alimentado enquanto persistir a intolerância dos países ricos contra esses povos.
    Ah! Que falta faz o John Lennon!
    Um mundo sem religiões, sem países, imagine isso acontecendo de verdade!
    Isso deve ser tolice de um quarentão mesmo!

  2. Comentou em 27/01/2006 Adriano F.

    Os jornais disseram que o Hamas foi criado pelo Estado de Israel para servir de oposição controlada contra Iasser Arafat?

    O Hamas ganhou foi porque Israel assim o quis. Visto que Israel não quer a paz com a Palestina para continuar roubando seus territórios, e assassinando milhares de seres humanos nesse processo, a solução é a aniquilação do sionismo.

    O Hamas, controlado pelos Israelenses, no governo da Palestina vai continuar sendo um confiável fornecedor de pretextos para o Estado de Israel continuar com o genocídio e a limpeza étnica.

  3. Comentou em 27/01/2006 Evaldo Novelini

    Concordo com o senhor em quase tudo, menos quando diz que os grandes jornais não deram vexame. Acho que ´O Globo´ não foi justo quando manchetou ‘Extremistas palestinos tomam o poder’. Acho que o verbo ‘tomar’ está meio fora de propósito, não? O Hamas foi eleito democraticamente. Quem toma o poder são golpistas.

  4. Comentou em 27/01/2006 ramilda de sousa texeira carvalho

    Com esses psicopatas no poder as coisas agora devem piorar muito por lá.Principalmente com a ajuda de um bilhão de dolares que todo ano é despejado pelos americanos e europeus se antes esse dinheiroera dividido entre os corruptos agora vai servir para a compra de armas e de ações terroristas e israel.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem