Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1016
Menu

CÓDIGO ABERTO >

O outro dado de peso do Datafolha

Por Luiz Weis em 22/02/2006 | comentários

A Folha bem que poderia ter tratado melhor a segunda mais importante informação da pesquisa Datafolha divulgada hoje.


A primeira, evidentemente, é a confirmação de que o candidato-que-finge-que-não-é levantou, sacudiu a poeira e deu a volta por cima da crise, voltando a ser o favorito que era antes da irrupção em cena da palavra mensalão.


O novo Datafolha ratifica aquele Ibope que a revista Istoé encomendou para, ao que tudo indica, destacar as virtudes e as chances de Garotinho; e aquele Sensus que a oposição tentou contestar por jogar Lula lá em cima.


O segundo dado mais interessante do levantamento é que 1 em cada 2 eleitores paulistas entrevistados acha errado o tucano Serra largar a prefeitura de São Paulo para brigar pelo Planalto.


Por que isso é relevante? Porque esse é um número robusto meio ano antes do início da temporada eleitoral no rádio e na TV, quando a esmagadora maioria dos brasileiros ainda não está aí para a eleição.


Pode-se imaginar o potencial de crescimento desse resultado, como diria Alckmin, e o estrago que o assunto poderá fazer – se Serra se lançar – quando a propaganda lulista martelar, um dia sim, o outro também, que o tucano traiu os paulistanos, ao prometer por escrito, em 2004, que, se eleito, ficaria até o fim no comando da cidade.


E por que a Folha poderia ter noticiado melhor o dado? Porque o título “Em SP, 50% não querem que Serra deixe a prefeitura para ser candidato” é pra lá de impreciso.


Primeiro, o Datafolha não perguntou se os entrevistados “querem” que Serra fique ou saia. Como se lê na própria matéria, o instituto perguntou se o prefeito agirá “bem” ou “mal” se deixar a prefeitura. Isso é mais sério porque embute em última análise um julgamento moral – o que não é necessariamente o caso de “querer” ou não algo.


Segundo, o título pode ser lido como se houvesse um empate entre os que querem Serra prefeito e os que o querem candidato. Falso: apenas 36% dos entrevistados responderam que ele agirá bem se entregar o cargo agora. [Treze por cento não responderam].


Em suma, para ser leal à notícia e amigável com os leitores – muitos dos quais se limitam a bater os olhos nos títulos –, o jornal deveria ter anunciado: “Em SP, maioria acha que Serra agirá mal se deixar a prefeitura”.


E não se preocupem os editores na ativa ou em potencial: a versão que me parece certa ocuparia o mesmo espaço da outra na página.


***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem