Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

CÓDIGO ABERTO > Desativado

O outro dado de peso do Datafolha

Por Luiz Weis em 22/02/2006 | comentários

A Folha bem que poderia ter tratado melhor a segunda mais importante informação da pesquisa Datafolha divulgada hoje.


A primeira, evidentemente, é a confirmação de que o candidato-que-finge-que-não-é levantou, sacudiu a poeira e deu a volta por cima da crise, voltando a ser o favorito que era antes da irrupção em cena da palavra mensalão.


O novo Datafolha ratifica aquele Ibope que a revista Istoé encomendou para, ao que tudo indica, destacar as virtudes e as chances de Garotinho; e aquele Sensus que a oposição tentou contestar por jogar Lula lá em cima.


O segundo dado mais interessante do levantamento é que 1 em cada 2 eleitores paulistas entrevistados acha errado o tucano Serra largar a prefeitura de São Paulo para brigar pelo Planalto.


Por que isso é relevante? Porque esse é um número robusto meio ano antes do início da temporada eleitoral no rádio e na TV, quando a esmagadora maioria dos brasileiros ainda não está aí para a eleição.


Pode-se imaginar o potencial de crescimento desse resultado, como diria Alckmin, e o estrago que o assunto poderá fazer – se Serra se lançar – quando a propaganda lulista martelar, um dia sim, o outro também, que o tucano traiu os paulistanos, ao prometer por escrito, em 2004, que, se eleito, ficaria até o fim no comando da cidade.


E por que a Folha poderia ter noticiado melhor o dado? Porque o título “Em SP, 50% não querem que Serra deixe a prefeitura para ser candidato” é pra lá de impreciso.


Primeiro, o Datafolha não perguntou se os entrevistados “querem” que Serra fique ou saia. Como se lê na própria matéria, o instituto perguntou se o prefeito agirá “bem” ou “mal” se deixar a prefeitura. Isso é mais sério porque embute em última análise um julgamento moral – o que não é necessariamente o caso de “querer” ou não algo.


Segundo, o título pode ser lido como se houvesse um empate entre os que querem Serra prefeito e os que o querem candidato. Falso: apenas 36% dos entrevistados responderam que ele agirá bem se entregar o cargo agora. [Treze por cento não responderam].


Em suma, para ser leal à notícia e amigável com os leitores – muitos dos quais se limitam a bater os olhos nos títulos –, o jornal deveria ter anunciado: “Em SP, maioria acha que Serra agirá mal se deixar a prefeitura”.


E não se preocupem os editores na ativa ou em potencial: a versão que me parece certa ocuparia o mesmo espaço da outra na página.


***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 23/02/2006 maria paula rodrigues da cunha

    Se o Lula Não é candidato ele não deveria ser citado nas pesquisas. Já não basta a campanha que ele está fazendo com dinheiro público ? Com esta fartura de recursos quem precisa de Marcos Valério?

  2. Comentou em 22/02/2006 Alexandre Porto

    O vídeo já está no ar em: http://www.apromessadoserra.blogspot.com
    Quem vai acreditar nesse cara depois de assistir a esse vídeo?

  3. Comentou em 22/02/2006 Cláudio A. Cruz

    Toda vez que FHC aparece o índice de Lula sobe. O povo votou em Lula principalmente porque ninguém aguentava mais o governo anterior. Como não tinha outra opção melhor, votaram no Lula. Este, que só fazia criticar e nem plano de governo tinha, assumiu reclamando de herança maldita. Ironicamente seguiu a Política Econômica do governo anterior com mais arrôcho ainda e se gaba agora dos resultados dela. O governo Lula-PT caluniou FHC colocando-o no mesmo nível que o seu: na lama da corrupção. A propaganda do atual governo é NAZISTA e assim segue a política brasileira, sendo disputada palmo a palmo não pelos políticos, mas pelos marqueteiros. A culpa disso, certamente, é dos programas políticos pagos por nós, o povo, para que uns desqualificados ocupem as cadeias de televisão apregoando suas idéias erradas. Nossa Democracia é muito jovem e não aprendeu, ainda, que é preciso ter salvaguardas.

  4. Comentou em 22/02/2006 Eduardo Guimarães

    Luiz, o fato é que a imprensa subestima seu público. Acham que podem mentir e manipular à vontade, dizerem as maiores barbaridades, que todo mundo dirá amém e concordará. Veja o absurdo que foi Eliane Cantanhêde dizer domingo na Folha que Lula é ‘candidato único´ – enquanto todo mundo vê Alckmin e Serra muitas vezes abandonando suas administrações para fazerem campanha pelo Brasil afora – e, pasme!!, que o presidente ‘quase não recebe críticas’ – enquanto até os postes estão impregnados de ataques a ele, que se espraiam por toda mídia possível e imaginável deste país. Ora, isso é um insulto. Cantanhêde e a Folha – desprezando boletins partidários tucanos como a Veja e o Estadão – parecem se achar onipotentes, dotados de uma capacidade miraculosa de fazer as pessoas enxergarem o que eles querem. E o Clóvis Rossi, que insulta leitores que não concordam com ele? A mídia pirou, Luiz. Não dá para entender. Veja a matéria ao lado, de Alceu Nader, sobre aquele artigo ridículo de Marcos Augusto Gonçalves, editor de um caderno da Folha, tentando desmoralizar Bono porque ele teve a ousadia de declarar apoio a Lula. É tão evidente, meu Deus! Não sei o que se passa na cabeça desses jornalistas.

  5. Comentou em 22/02/2006 tertuliano dias moreira

    É, pessoal! Agora, após a divulgação da pesquisa Datafolha, é que veremos o tucanato agir como galináceos, como galinhas que perderam os pintos, a andarem de um lado pra outro, desesperados, desnorteados, gritando e trombando entre si! Será que seus Caciques terão a humildade de ouvir o Alckmin e fazer as prévias ou, simplesmente descartar o pré-candidato que não goza de “simpatia” junto ao eleitorado?

  6. Comentou em 22/02/2006 Jose Reinaldo Pulcino

    Como o povo brasileiro é ‘burro’, com todo esse escandalo, que esta acontecendo,o Presidente diz que nao sabe de nada, num viu nada nao fez nada.
    Olha ate eu vou concordar com ele nao sabe de nada; nao viu nada e nao fez nada.
    Pra que ele quer ser reeleito, pra continuar nao sabendo de nada, nao vendo nada e nao fazendo nada.
    ‘POVAO ACORDA’

  7. Comentou em 22/02/2006 Elton Teixeira

    Bem, quando o Arthur Virgílio questionou a pesquisa da CNT/Sensus só demonstrou o desespero da oposição que não consegue desestabilizar a candidaturade LULA, nem definir seu candidato. O Processo que a oposição neoliberal e conservadora vive é o inverso: Batem cabeça na disputa acirrada pela indicação.
    A nova pesquisa do Datafolha só vem a confirmar a pesquisa da CNT Sensus, que demonstra que nessas eleições o confronto será de Projeto de País e não, como pensavam alguns, sobre escândalos de corrupção. E nesta comparação de governos, a populção sente que os três anos de Governo LULA superam em muito os oito anos de (des)governo do PSDB.
    O que é tb relevante é o dado que mostra a recuperação do Presidente LULA na faixa daqueles que recebem mai de 10 salários mínimos, onde ele sempre foi forte e tinha perdido um parte considerável deste eleitorado.

  8. Comentou em 22/02/2006 Eder Rotondano

    Meu querido amigo, vc foi feliz ao apontar que o povo quer Lula e não o PT.
    Historicamente e por uma série de aspectos que não cabem aqui por várias razões, entre elas a falta de espaço, o povo brasileiro não vota em partidos- é miniratário o elitorado brasileiro que conhece a doutrina política do partido a que pertence o político que ele vota.Vota-se por todas as razões no Brasil, menos pelo aspecto ideológico.
    O melhor manual doutrinário no Brasil é o carro pipa, a cesta básica, o emprego etc.
    Mas o companheiro Lula tem um algo mais que é a sua origem e identificação com a maioria do povo brasileiro e também os números da economia, e por extensão dos indicadores sociais que fazem o povo pensar em alterar time que está ganhando.

  9. Comentou em 22/02/2006 manoel nunes

    …Covas Nelle, Lembram?

  10. Comentou em 22/02/2006 manoel nunes

    …Vamos fazer a partir de hoje em todas as pesquisas até, inclusive no resultado das eleições 2006 para presidente da república do Brasil auditorias, exeto, se por um acaso, a vitória for de um candidato, ainda que até no dia da entrega de faixa presidencial for para o PsDb ou a zebra PfL.Já dizia a sra.Covas

  11. Comentou em 22/02/2006 Éder Rotondano

    Embora timidamente a ‘grande imprensa brasileira’ começa a se render ao fenômeno Lula. Timidadmente pois o dado primordial nesta pesquisa é realmente se vai ser relevante para o paulistano o fato de o tucano sair candidato e descumprir a a promesssa de ‘papel passado’ de ficar até o fim.
    Por que ? Ora todos os institutos já acenavam com a recuperação do presidente e de seu virtual favoritismo, mas a Folha prefere escamotear o que é relevante e expor o que é óbvio.
    AH…Será que o Artur Virgilio vai pedir uma investigação para essa pesquisa também ?

  12. Comentou em 22/02/2006 FAUSER MATTAR

    ESTA CERTO VLADIMIR NA PESQUISA SENSUS EU JÁ DIZIA AQUI, QUE TODAS AS PESQUISAS ENCOMENDADAS ERAM ERRADAS OU FEITAS FORA DOS LUGARES DO POVÃO QUE QUEREM NÃO O PT MAS LULA, E NÃO AGUENTAM MAIS VER A CARA DESTES VELHOS POLITICOS QUE TANTO ARRASARAM O PAIS NO PASSADO E HOJE SE DIZEM RELATORES E JULGADORES DE CPI´S. ALO POLITICAGEM O POVO MUDOU PRESTEM ATENÇÃO;..

  13. Comentou em 22/02/2006 Vladimir Nunes de Oliveira

    Quando o Sensus divulgou sua pesquisa, a oposição e boa parte da mídia se alvoroçaram. 30 minutos depois de vivulgados os números já estava o nosso gênio de plantão, César Maia, a declarar, com retumbante repercussão na mídia tucana, que os dados eram falsos. Pois muito bem. Ao que tudo indica, falsos (ou inconsistentes, se quisermos ser politicamente corretos) eram os números do Datafolha naquela pesquisa de três semanas atrás. Ou alguém em sã consciência imagina que Lula estava oito pontos atrás e agora está cinco na frente de Serra? Treze pontos em três semanas é dose pra mamute! Aguardo ansiosamente o pronunciamento de César Maia.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem