Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

CÓDIGO ABERTO > Código Aberto

Observatórios da mídia criam rede latino-americana

Por Carlos Castilho em 18/07/2007 | comentários


Oito entidades que se dedicam a observação, pesquisas e monitoramento da mídia na América Latina iniciaram a construção de uma rede regional destinada a aprofundar a troca de experiências e promover ações comuns visando quatro objetivos básicos.


A rede, que está aberta a participação de outras entidades ligadas à observação e pesquisas sobre mídia, pretende contribuir para a melhoria do padrão informativo da imprensa latino-americana, promover o monitoramento e pesquisas sobre a mídia no continente e estimular a participação cidadã no processo informativo.


O projeto de rede ganhou impulso depois do Colóquio Latino-americano sobre Observação da Mídia, promovido em agosto do ano passado, em São Paulo, pelo Observatório da Imprensa, que é uma das entidades fundadoras. As demais são, o Observatório Nacional da Mídia, da Bolívia; o Instituto de Investigação da Mídia, da Argentina; o Observatório Fucatel, do Chile; DOSES, da Guatemala; Fundamedios, do Equador; a Agência Nacional dos Direitos da Criança (ANDI), do Brasil e a Veeduria Ciudadana, do Perú, a responsavel pela organização do evento de Lima.


No primeiro encontro formal da rede ficou decidido que na terceira semana de agosto as entidades fundadoras promoverão um teste prático de ação conjunta, através do monitoramento simultâneo dos principais jornais nacionais de cada país visando identificar preconceitos sobre nações vizinhas reproduzidos em notícias publicadas nas diferentes seções ou editorias.


Também ficou resolvido que a página Conversatório servirá de plataforma para intercâmbio e publicação de documentos, notícias e propostas dos membros da rede.


Falta ainda definir o nome oficial da rede e alguns procedimentos básicos de funcionamento destinados a permitir a soma de esforços em áreas como compartilhamento de tecnologia, metodologia, estratégias de visibilidade e captação de recursos financeiros.


Os participantes concordaram que om principal objetivo é o fortalecimento das organizações integrantes da rede evitando a criação de uma estrutura burocratizada e centralizada.

Todos os comentários

  1. Comentou em 20/07/2007 Lucas Krauss

    Ótima notícia. No Brasil, temos pouquíssimos veículos destinados especificamente à análise das atuações da imprensa. Parabéns ao OI pela iniciativa. Apenas um reparo: ao final do texto de Carlos Castilho, há um erro de digitação: ‘que om principal objetivo é o fortalecimento…’.

  2. Comentou em 20/07/2007 Kleber Carvalho

    enquanto o OI tiver em seus quadros censores tendenciosos como estes que acompanham o Rei Dines, nós pobres mortais teremos comentários censurados , pois estes comentários desagradam os preferidos do OI, vide PSDBESTA/DEM.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem