Sábado, 17 de Fevereiro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº974

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Os mal-informados informam

Por Luiz Weis em 17/07/2008 | comentários

Pergunto a um experiente colega, que ocupa cargo de primeira linha em um dos principais jornais brasileiros:

“Você se considera bem informado sobre o caso Daniel Dantas?”

“Em linhas gerais”, responde.

Muito pouco para quem está no ofício de informar.

E o pior é que, desde a entrada em cena da Operação Satiagraha, o grosso da informação é vazamento – que os jornais e os leitores, como Alberto Dines foi o primeiro a ressaltar, aceitam de bom grado.

E nem tudo que vaza é potável, ou tem o mesmo sabor.

Tome-se o caso do afastamento do delegado Protógenes Queiroz. Vazou para a imprensa inteira que, na reunião dos federais da qual ele saiu saído – e foi para isso que ela se deu –, Protógenes falou em continuar trabalhando na investigação nos fins de semana [porque de segunda a sexta ficaria em Brasília para completar um curso que iniciara em março].

Para a Folha, isso significa que “sentindo-se desautorizado, o delegado decidiu precipitar sua saída…”.

Para o Estado, isso signfica que “Protógenes resistiu o quanto pôde e chegou a se oferecer para trabalhar só nos finais de semana”. E, reiterando, dois parágrafos adiante: “Ele concordou em sair de foco da crise e da mídia, mas sem se desligar do comando do caso…”.

Ontem, o presidente Lula desancou o policial, chamando-o de “esse cidadão” – como se, de livre e espontânea vontade, ele tivesse resolvido tirar o time de campo, deixando no ar um serviço começado quatro anos atrás.

A imprensa pode só saber “em linhas gerais” o que vai pelo caso Dantas. Mas sabe – e sabe porque foi informada disso – que, naquela mesma segunda-feira, Lula aprovou a remoção do delegado, numa conversa com o ministro da Justiça, Tarso Genro.

Como a Folha titulou: “Presidente havia avalizado afastamento na 2a”.

A imprensa também já tinha sido deliberadamente informada de que, em dobradinha com o diretor-geral da PF, Luiz Fernando Corrêa – o tal que saiu de férias em meio ao tiroteio -–, Tarso armava a guilhotina para decepar o cabeça do inquérito contra Dantas e companhia bela.

Em linhas gerais, é isso aí.

P.S.

Enquanto atola a barca, ganha o dia o presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia, com a seguinte constatação:

“Há deputados e senadores que vazam mais que chuveiro, tem ministros de tribunais superiores que falam mais com a imprensa do que nos autos, tem Polícia Federal que age fora da lei, tem Ministério Público que às vezes também abusa de sua autoridade.”

Todos os comentários

  1. Comentou em 21/07/2008 Rogério Ferraz Alencar

    Um mal-informado informa, a quem interessar possa: lá em baixo, no OI, na seção Entre Aspas, há um texto de Gilson Caroni Filho, de quinta-feira, 17, intiutlado ‘A mídia e o ‘Estado Policial’, com o sub-título ‘Estado Policial, o que teme a grande imprensa?’.

  2. Comentou em 21/07/2008 Dulce Leão

    Que sânscrito, nada! Satyagraha quer dizer ‘SOLTEeAGARRA’, no ‘bom’ português.

  3. Comentou em 20/07/2008 beto taka

    Satyagraha em sânscrito pode ser traduzido como ‘busca da verdade’. É de grande simbolismo o fato do Delegado reponsável pela operação Satiagraha (Delegado Protógenes) ter recusado, ou mesmo sinalizado ao grupo o qual investigava que ele (Delegado Protígenes) não era passível de corrupção. O delegado falava uma língua que o grupo do ‘colarinho branco’ não sabia decifrar : a linguagem da Ética. O grupo do ‘colarinho branco’ que só reconhece o mundo através de seu preço e crente que poderia comprar tudo, tentaram subornar outro delegado; e se deram mal. Nessa história que ainda não virou pizza (ainda) fica uma pergunta: Por que um delegado que não se vende (fiel a ‘busca pela verdade’) precisa fazer algum curso para subir na carreira? Aquentou o peso e a pressão de investigar um peixão (peso-pesado) por quatro anos. Se for para Brasília deveria ser, não para aprender algo, mas sim para ensinar ao todos os seus superiores (doa a quem doer) o que é ser HONESTO… anda faltando na capital federal e também no resto do país.

  4. Comentou em 20/07/2008 Thomaz Magalhães

    Quem pode ser bem informado numa refrega onde o que reina é fogo amigo no lulopetismo? O salceiro eclodiu quando eles descobriram que o delegado, chegado a uns petistas, botou na roda outros. Caso dos ‘históricos’ Grennhalgh e Gilberto Carvalho.

    E apartir do que vazou depois disso, um documento com mais de duzentas páginas, simplesmenteo relatório da investigação da Polícia Federal conduzida pelo delegado, a mesma dificuldade que alcançará a Justiça alcançou a imprensa. O relatório é cheio de frufru. O que dizer de um documento que apresenta um email, grampeado e dado como indício de venda de matéria jornlaística para os investigados, que na verdade era pedido de orçamento para tradução dos textos? Esse nível de ‘intepretação’ se espalha pela peça toda.

    Alhos misturados a bugalhos, numa coisa que o jornal O Globo chamou em editorial de vulgata marxista, que o Estadão chamou de confuso, não me lembo o termo usado. Essa é a paisagem. E a janela (imprensa) não tem culpa.

  5. Comentou em 20/07/2008 Eduardo Deziderio Chaves

    Em linhas gerais, acho que esse cidadão – o nosso presidente – é uma vergonha; tem o rabo preso, assim como tantos outros ´pensamo que o metalúgico e resolvê a indeceça nessa terra, mas o que nóis vimo fpi tudo de contrário´. E eu ainda cheguei a acreditar nele – ingenuidade a minha. E ainda dizem que o cara é analfabeto. Em linha gerais, é isso, pois a minha falta de informação só a isso me permite.

  6. Comentou em 20/07/2008 Pedro Pereira Pereira

    Em concordando que exista realmente uma PIG existe a imprensa que não é golpista. Dentro da imprensa que não é golpista tbem estão os alinhados ideológicos que inclui uma grande parte dos jornalistas que hoje atuam, inclusive aqui nesse observatório, que embora o nome, observadores aqui são poucos. Sr Weis,não é a falta de fatos, ou o seu ¨em linhas gerais¨que incomoda e sim a análise tendenciosa dos fatos ter sido impossibilitada pelo motivo do desvelamento progressivo das podridoes que sofre este governo. Um desencantamento devido a incapacidade de responder aos fatos está causando uma inércia mental na mída ¨não golpista¨. Mas não se apoquente, isto é uma alvorada do sono induzido e exige-se um lapso temporal até que se tenha corajem de cita-los sem medo de ter que pedir desculpas a si próprio.

  7. Comentou em 19/07/2008 Horacio M. Pires Pires

    Essa estoriazinha de mal informados Luiz, é coisa para ´boi dormir´. Aja vista que, todo o IMUNDO PIG (golpista sim) só sabe se ´informar´ bem quando ataca o governo? Ai todos apresentam nome,sobrenome e R.G. de toda e qualquer matéria contra o governo. A imprensa (PIG) em 99% estaria totalmente informada se,por ex., um dos ´impolutos´ senadores enlameados até o pescoço não fosse o Grande Hieráclito DEMO, mas sim, a Senadora Idelli Salvatti. De resto, é o seguinte, a ´conta´ dessa imprensa golpista está chegando, e não é só no Brasil não, é em toda Am,érica Latina onde a imprensa fez sua Latrina para se banquetear.

  8. Comentou em 19/07/2008 Levi Bronzeado dos Santos Bronzeado

    Agora a elite brasileira mostrou a sua verdadeira cara. O presidente da República, a cúpula do M. da Justiça, da Policia Federal, e do STF estão protagonizando um espetáculo espúrio de desrespeito a constituição. Cuba tinha um ditador(Fidel), mas ele nunca negou que o regime dele era ditatorial, porém o nosso ‘fidel’ anda dando uma de bonzinho, enquanto na surdina joga lama para todos os lados.
    Quando um torneiro que veio lá de baixo, faz um papel desses à frente do país, só nos resta aceitar resignadamente a vergonha de fazer parte de um Brasil, hoje, desmoralizado em todas as instâncias.

  9. Comentou em 19/07/2008 Marco Antônio Leite

    O Juiz Gilmar Dantas assinou a receita sem ao menos consultar o médico para saber se o paciente poderia ou não tomar um comprimido de liberdade proveniente do vírus da corrupção. Esse procedimento se repetiu duas vezes colocando em duvida a reputação do homem da capa preta. Esse Ministro do Supremo não tem o direito de fazer uma nação toda num circo cuja platéia não dá mais risadas do palhaço que se tornou sem graça. Por tratar-se de uma receita para remédio com tarja preto na caixa, esse documento deveria passar pelo crivo dos demais doutores que são empregados dessa louca clinica de despachar pacientes ricos para suas confortáveis mansões. Abaixo o Gilmar Dantas e seus amiguinhos que se divertem alegremente de aplicar morfina na artéria do paciente terminal, ou seja, o povo.

  10. Comentou em 19/07/2008 valmir gôngora

    O grosso da informação não é vazamento. O grosso do que se publica é vazamento. Informação, certamente, há. O que não há é interesse em tratar do assunto, exceto para publicações como Carta Capital e Blog de Luís Nassif, que merecem ser citados por não se enfiarem na vala comum da mídia.
    É tempo de ler Bernardo Kucinski em ‘A Síndrome da Antena Parabólica’.

  11. Comentou em 19/07/2008 Vânia Assunção

    Caro Weiss, como vai? Fui amiga de J. Chasin. Estamos preparando uma homenagem a ele e gostaríamos de conversar com você a respeito. Por gentileza, se possível, passe seus contatos para mim ou para Ester Vaisman. O e-mail dela está disponível no currículo lattes. Se necessário, mande uma mensagem com seu e-mail pessoal que lhe envio. Grata.

  12. Comentou em 19/07/2008 Luiz de Carvalho Ramos

    Debaixo do angu tem carne, diziam os avoengos. Vazamento, como diz o prezado jornalista Luiz Weis, ‘nem tudo que vaza pe potável, ou tem o mesmo sabor’. Realmente o delegado Protógenes não pôde sustentar-se na corda bamba da armação político-partidária. Teve que sair, ou melhor, deixar-se empurar para fora da arena. Que jeito teria? Mas, como diz o advogado do Daniel Dantas, presidente e ministro que se envolvem, tudo desanda. Delegado algum, seja de onde for, não pisa pé firme e diz, em reunião, para um presidente da república e um ministro, que vi sair de um caso – e que caso! – para cursar algo que o possibilitarar alcançar uma promocção. Na minha terra, chama-se esse tipo de coisa ‘fogo de mussurunga’ – só aparece a fumaça.

  13. Comentou em 19/07/2008 Ivan Moraes

    ‘Daniel Dantas foi preso, assim como Naji Nahas e Celso Pitta, mas eles não têm que se explicar. Quem está tendo que se explicar é o pessoal que efetuou as prisões’: pratica fascista dos neocons aliados aos neolibs. Eles nventam mentiras do mais puro nada e a repetem aa exhaustao na media. Nao eh so no Brasil que eles fizeram isso com a ajuda paga da media, foi no continente todo.

  14. Comentou em 18/07/2008 beto taka

    Que país é esse? Polícia prende suposto peixe-grande que mete medo tanto na situação de plantão que vive mais de retórica do que de atitudes, como na oposição com rabo preso em todas as CPIs e investigações. Polícia (e sua cúpula de superiores ) não sabem o que fazer… Na dúvida…Punam o DELEGADO. Alguém me explique: nesse país para ser cidadão ter que ter mais de um bilhão???

  15. Comentou em 18/07/2008 M. Iack

    Muito lúcido o texto do Azenha em http://www.viomundo.com.br/opiniao/sigam-o-dinheiro/. Vou espalhar o link para ver se as pessoas param de chutar paralelepípedos, como li na conversa do DD no Terra Magazine ‘Daniel Dantas: atos de um drama’ :
    Daniel Dantas: Eu quero fazer uma confusão pra ele achar que foi a BRASIL TELECOM e fomos nós…
    Danielle: Entendi…
    Daniel Dantas: Sabe botar o paralelepípedo na caixa… é que voce não foi menino… é botar o paralelepípedo dentro da caixa… sabe aquelas caixas que ficam soltas na rua…
    Danielle: (Risos)
    Daniel Dantas: Nego vem correndo e chuta (risos)…
    Danielle: (Risos)
    Daniel Dantas: Voce bota o paralelepípedo dentro e ele vem e enfia o pé (risos)…
    Danielle: Tá… (risos)… tá bom…
    O link desta conversa é: http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI3016569-EI6578,00.html
    Os amigos da mídia ajudam bastante o DD nesta tarefa….

  16. Comentou em 18/07/2008 Rogério Ferraz Alencar

    ‘1-‘Para a Folha, isso significa que(…) Para o Estado, isso signfica que(…)’ e pra mim, isso significa que a media brasileira se atolou em mentiras e vai continuar atolada. Portanto a media AINDA nao esta falando a verdade, mesmo quando esta. Verdade com finalidade especifica de destruicao eh pratica da espionagem, nao do jornalismo.’ Concordo com Ivan Moraes. Daniel Dantas foi preso, assim como Naji Nahas e Celso Pitta, mas eles não têm que se explicar. Quem está tendo que se explicar é o pessoal que efetuou as prisões. A imprensa só ‘sabe’ o que interessa a ela e aos demos-tucanos. Ninguém fala de Daniel Dantas, só fala da polícia, de Protógenes, do juiz De Sanctis, de Tarso Genro, de Lula. Daniel Dantas está mais blindado do que antes. Por conseguinte, os demos-tucanos estão mais blindados do que nunca. A filha de Serra é sócia de Verônica Dantas. Alguém fala nisso? E Fernando Henrique, onde anda? E Heráclito Fortes? Não estão falando mais nem mesmo de Gilmar Mendes.

  17. Comentou em 18/07/2008 Marcos Cardoso

    Hélio, como saberemos se a imprensa também não está de rabo preso com Dantas. Sabemos do cartel que existe aqui no Brasil, por isso, difícil seria imaginar o que você sugeriu, com todo respeito, claro, à sua iniciativa.

  18. Comentou em 18/07/2008 Célio Mendes

    Alto lá, Weiz. Se esse seu ‘experiente’ colega esta mal informado deve ser porque não esta lendo as revistas corretas, se lesse a Carta Capital já saberia muito mais do que o que esta sendo ‘vazado’. Tem uma série no Blog do Nassif (não sei se você conhece?) que vem esmiuçando o relacionamento deste senhor Dantas com a revista Veja de forma bastante didática, temos também o Blog do Paulo Henrique Amorim que há muito tempo já vem cantando as pedras que agora a chamada grande mídia começa a repetir, ou seja se a imprensa não conhece ou não deu ao público conhecer as falcatruas do senhor Dantas o problema não foi falta de informação foi simplesmente falta de vontade de tocar no assunto, a proteção a Dantas faz parte da blindagem que foi erguida em torno de FHC e sua privatização. Não venham agora me dizer que não sabiam assim como não sabem que FHC tem um filho com a jornalista Miriam Dutra da Globo.

  19. Comentou em 18/07/2008 Albano Fonseca

    !!! Demonstre que VOCÊ não está satisfeito !
    AQUI >>>> ABAIXO-ASSINADO CONTRA GILMAR MENDES
    http://www.viomundo.com.br/denuncias/abaixoassinado-contra-mendes-atinge-9300-mil-assinaturas

  20. Comentou em 18/07/2008 ubirajara sousa

    Senhor Weis, o senhor é capaz de produzir um trabalho melhor que esse. Onde poderei encontrá-lo (o artigo)?

  21. Comentou em 18/07/2008 Marco Antônio Leite

    Para quem o vazamento é ruim, será para os malandros ou para a imprensa que não tem acesso aos furos como tem a rede Globo. Essa imprensa não pode ficar encima do muro, pois recebe o vazamento e alega que a polícia Federal, Delegados, Procuradores, Juízes e congêneres é quem provoca essa enxurrada de notícias que chega aos ouvidos do povão. Nesse circo de faz de contas a notícia é o principal artista do elenco de canastrões, portanto o espetáculo não pode parar, pois quanto mais vazamentos existirem mais nós mortais pobres saberemos do conluio dos artistas do poder central.

  22. Comentou em 18/07/2008 Hélio Amaral

    Segundo eu entendi, apenas a politização dos fatos interessa à imprensa. É um absurdo neste caso porque há denuncia contra todos os partidos. Essa seria a hora da imprensa ir fundo na investigação.

  23. Comentou em 18/07/2008 teno da Silva

    Se hoje com a midia em cima do governo lula Daniel Dantas ta fazendo e acontecendo, imagine quando a midia estava caladinha nos anos de FHC. Quanto ao tal amigo do Weiss, ‘um dos grandes da sua profissao’ das duas uma: Ou ele nao e´ jornalista ou ele nao andava lendo nada sobre DD antes da operacao da PF. Eu que nao sou mais que um mero leitor ja conhecia os podres do dantas. So nao sabe/sabia quem nao queria/quer.

  24. Comentou em 18/07/2008 Ivan Moraes

    1-‘Para a Folha, isso significa que(…) Para o Estado, isso signfica que(…)’ e pra mim, isso significa que a media brasileira se atolou em mentiras e vai continuar atolada. Portanto a media AINDA nao esta falando a verdade, mesmo quando esta. Verdade com finalidade especifica de destruicao eh pratica da espionagem, nao do jornalismo… alguem precisa de mais que 60 segundos pra conseguir pensar em uma duzia de exemplos? 2-‘Em linhas gerais, é isso aí’ e pros que querem linhas gerais mais especificas, a Carta Capital tem 18 capas com DD. (nao estao online e nao tenho acesso, infelizmente)

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem