Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Para bons números, boas perguntas

Por Luiz Weis em 31/01/2006 | comentários

O presidente Lula reaparece nos jornais de hoje congratulando-se com os números positivos sobre o crescimento do emprego com carteira assinada, da renda e do poder de compra da população, com inflação contida.


“Os dados do IBGE, que começam a sair aqui e ali, vão acabar de vez com a urucubaca que colocaram neste governo”, festejou ele numa inauguração-comício no município capixaba de Viana, segundo o Estado.


A imprensa bem que poderia fazer ao leitor o serviço de mergulhar na análise da numeralha que devolveu o alto astral ao presidente para tentar saber a que se devem esses dados auspiciosos – cuja veracidade é indiscutível.


Quais deles, se é que algum, independem das decisões que o governo tomou ou deixou de tomar? Quais deles, se é que algum, descendem em linha direta das políticas da gestão Lula, a começar da polêmica política econômica? Quais deles, se é que algum, vieram na contramão das ações do governo?


Em suma: por causa de, apesar de – ou nenhuma das anteriores? E por quê?


Outras perguntas podem ser feitas, e aquelas, matizadas, mas já daria para o gasto.


A idéia dessa pauta não é negar ao presidente a paternidade dos êxitos que ele invoca – é jogar alguma luz sobre um debate que só vai ficar mais forte à medida que a campanha eleitoral avançar:


Afinal, o governo é incompetente, como não se cansa de dizer a oposição, ou se mostrou à altura do desafio brasileiro? Afinal, a política econômica do ministro Palocci, tão combatida no PT, presta ou não presta? Se presta, como fica a acusação de que ela não passa de um malanismo com outro nome, a serviço do capital financeiro? [Aliás, é bom lembrar que Malan, ao deixar a Fazenda, dizia que o Brasil estava pronto para voltar a crescer.] E, afinal, se não presta, o balanço econômico dos três anos de Lula não seria ainda melhor se ela tivesse sido mudada?


Se a mídia encarasse essas questões com objetividade, equilíbrio e com o mínimo possível de economês, ajudaria o eleitor que vota antes com a cabeça do que com o fígado a perceber qual dos presidenciáveis é capaz de responder convincentemente ao que deveria ser a grande pergunta dessa eleição: e a partir de 2007, para onde devemos ir?


***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 17/05/2011 Cristiana Castro

    Castilho, se pelo menos os jornais não ‘ invetassem’ notícias ( e isso não é caro ), já seria um bom começo. Pode ser que isso tenha funcionado por um tempo, agora,é inviável. Continuo achando que a perda da credibilidade é que é mortal.
    Além disso, se, até hoje ( advento da internet ), os grupos de comunicação não haviam se dado conta de que o público era plural, aí a coisa ficou feia mesmo. A verdade é que, não fosse a web, nós estaríamos ferrados. Ainda bem, que o jornalismo, não afundará junto com os grandes conglomerados de comunicação.
    Eu não sei qtos leitores tem o OI, p.ex., mas pq ninguém aqui, desconfia ou duvida do que é postado? Podemos não concordar e, isso acontece o tempo todo mas desconfiar que o autor esteja agindo de má-fé, enganando, valendo-se do espaço para enganar ou manipular e etc., não acontece. E pq, diabos, isso acontece com a mídia tradicional o tempo todo? O jornalismo na TV, parece que morreu de vez; uma coisa do tipo, ou eu noticio o que eu quero ou então não tem notícia; e, aí, o tal de telejornal que já dura pouco, é entremeado com futebol a exaustão e reportagens sobre educação, aviação, sei lá…. Notícia mesmo, nada. Os caras meteram o pé na jaca;se no Brasil está assim, eu posso imaginar nos EUA. O mundo pegando fogo e os telejornais puxando para o 14 bis e a escola da tia Cotinha no interior do RS!!!??? Ninguém merece. Sem noção, total.

  2. Comentou em 10/02/2007 Eduardo Luiz Oliveira

    Chegou ao limite máximo, o cidadão brasileiro não pode continuar nessa triste caminhada de sair de sua casa e talvez não retornar em função de assaltos. A sociedade dve se organizar, tentar de todas as formas reagir as interferências de tanto desonesto, brutos. DEVE SER TADO EXCLUSÃO AO JUDICIÁRIO, são muito piores q os depudaos e senadores juntos. Esse amontuado de Leis apenas para prevalecer infratores. Ou entra um homem com letra ‘H’ caso contrário não terá jeito de forma alguma. Direitos humanos poderemos ter só quando acabarmos com esses demônios, inicialmente devemos decepart todos que estão presos, teremos recursos financeiros para investir na educação, segurança, saúde e previdência. Ninguem fala quanto custa cada marginal dia para os cofres do governo. Somos sabedores dasegalias impostas. Advogado de marginal, marginal é. Que a classe entenda o significado. Além de excluir todos os detentos a Lei deverá ser mais dura, pena de morte, prisão laborial, prisão perpetua, com espaço de apenas 100 detentos o que sobrar deve ser executado, sem dó. Direito ao menor, isso é matéria política. Um grande catedrático em procurar voto era o Ulisses Guimarães, onde farejava voto dava poderes. Vamos fazer uma campanha para com o cidadão honrado. Preservar familia nesse Pais não existe. Note esse último caso que esté me manchete de uma criança com 6 anos de idade. Que vergonha.Lamentoso

  3. Comentou em 01/02/2006 sidney andrade vieira

    O Governo Lula tem se mostrado bom no plano ecomônico, mas no plano social mas coisa não vaõ tão bem assim.
    O plano econômico foi uma continuação no modelo FHC, não que eu seja seu fã, ao contrário, acho que ele e sua política de privatizações ( deixar o Estado mais leve) como ele mesmo dizia, não beneficiou o povo em nada. Mas Enfim o Lula por opção ou forçado pelo capital internacional deu continuidade a isso.
    Hoje estamos bem, somo mas respeitados economicamente,claro não mas que China e Índia. Lula, no plano econõmico, conseguiu prograsso sim.
    No plano social foi muito mal, vemos falar pouco sobre conquitas sociais deste governo, os programa assistecialista tipo o Fome zero, bolsa escola e outros, além de não benefiaciarem a todos, não cuprem por si só o objetivo principal que como dizia o próprio Lula, ensianar a pescar. Na saúde o caus é geral, sem comentário porque nada foi feito; educação a de se relevar o projeto do acesso ao mais pobres a ensino superior, a de se esperar mais tempo para analizar; e as estradas, portos, hidrovias, ferrovias tudo em petição de misérias; a Segurança publica, digo insegurança pública, bem a de se resaltar a ação a Polícia Federal; Nossa quanta coisa, eu como militar deveria comentar sobre a segurança das nossa fronteira, mais pior, a ação do tráfico de tudo que se poça trficar porque elas permitem.

  4. Comentou em 31/01/2006 Jorge Oliveira

    Eu continuo com o Lula, por razões sociais e economicas diversas que não cabem aqui detalhar.

  5. Comentou em 31/01/2006 The DarkMaster

    Para qualquer um que esteja pensando em comentar aqui, eu gostaria de lembrar alguns detalhes:

    1) A imprensa ‘oficial’ é comandada por políticos. Portanto desconfiem, tanto à favor quanto contra o governo.

    2) Analisem, procurem mais de uma fonte sobre ‘informações bombásticas’ que caiam em suas mãos. Não é porquê ‘fulano disse’ que então é a pura verdade.

    3) Há de fato uma guerra sangrenta como vocês sequer imaginam acontecendo neste momento entre o governo e a oposição, um lado tentando mostrar o que conseguiu fazer e o outro tentando esconder os próprios podres e procurando os podres (e sim, inventando alguns) no outro. Nessa guerra deles VALE ABSOLUTAMENTE TUDO e nós estamos no meio dela. portanto cautela

    P.S: alguém têm uma bomba de hidrogênio para emprestar aí? eu precisava de uma para deixar no congresso nacional 🙂

  6. Comentou em 31/01/2006 Luiz Carlos Soares Moreira

    O Governo deve comemorar sim! Mesmo com a direita, representada pelo PSDB (quem diria ? Alguns membros até se auto-exilaram para passarem por esquerdistas), junto com os sucessores da antiga ARENA (PFL), há muito vem tentando desestabilizar o governo (alguns chegaram até ameaçar dá uma surra no Presidente), ou seja: impedir que ele governe e mostre maiores realizações. Contudo e contra todos os oposicionistas o governo seguiu em frente e agora começa a fazer a prestação de contas do pouco tempo que lhe permitiram atuar, mostrando números surpreendentes em vários setores da economia, reforma agrária, programas sociais etc… Portanto, é preciso comemorar e mostrar para o povo. A Rede Globo, conectada diretamente com os caciques do PSDB/PFL está sempre procurando diminuir as realizações. Sempre utilizando do grande poder de alcance de sua atena para manipular às notícias e o William Bonner (aquele que disse que os telespectadores do JN raciocinam como Homer Simpson). Por falar em Homer Simpson, acho que se ele assiste o genial desenho, não entende bulhufas da mensagem crítica ali veiculada. Se os números fossem, ao contrário, negativos, será que o articulista escreveria pedindo para que fossem revisados? Tenho minhas dúvidas…

  7. Comentou em 31/01/2006 Ronald Bittencourt

    Parece que algo é esquecido quando falam que a melhora da economia do Brasil se deve em parte a melhoria no comercio internacional e porque não houve crises. Parece que ninguem vê que o petróleo estava US 32,00 dólares o barril a um tempo atrás e hoje está em US 60,00 e mesmo assim nossa economia segue firme.

  8. Comentou em 31/01/2006 Isabel Silva

    O diretor-gerente do FMI afirmou no Fórum Econômico Mundial(Davos)que’Os pobres da América Latina perderam a paciência’.Para ele, a região precisa crescer e distribuir renda.É o que Lula está começando a fazer.Daí a gritaria da mídia(comprometida só com o poder).De nada adiantam manchetes negativas.O povo sabe quando está sendo bem tratado.Ele sente na pele, no estômago,no ar…

  9. Comentou em 31/01/2006 Vladimir Nunes de Oliveira

    Os questionamentos feitos pelo autor do artigo são plausíveis. De fato, não é assim tão fácil identificar em que medida os bons números da economia estão atrelados às políticas governamentais. Análise perfeita. Parabéns! Mas, e se fosse o contrário? Se o cenário econômico apresentado fosse de um completo caos, haveria algum sábio articulista a defender a tese de o governo não ser necessariamente o responsável pela situação? Ora, por favor, esse tipo de questão sempre foi tratado de forma mais do que sofismática pela mídia, que, aliás, sempre demonstrou em certo desapego ao conhecimento mais aprofundado das diversas nuances envolvidas em tão importante assunto. Nossos analistas aconômicos, na maioria das vezes, limitam-se a repetir epítetos enfandonhos, reproduzindo a fala e o pensamento ou das autoridades ou de seus desafetos, dependendo do soprar dos ventos. Portanto, meus amigos, o problema não é novo. Já assistimos a mídia endeusar Sarney, Funaro, Fernando Henrique, até Collor!, e depois demonizá-los com a mesmo ardor, quando sentiram que a vaca foi pro brejo. Com Lula e Palocci não será diferente. Gostaria apenas, se desse, que o nobre articulista repondesse ao público qualificado do observatório qual dos candidatos, segundo sua ótica, tem a capacidade de dar à economia nativa aquele algo a mais capaz de fazer com que cresçamos em níveis mais aceitáveis. Será José Serra?

  10. Comentou em 31/01/2006 Joao Carlos

    1 TRILHÃO é um belo número. PARABÉNS.

  11. Comentou em 31/01/2006 jose carlos

    O Presidente tem que comemorar sim,pois o Brasil, à 8 anos estava parado no governo FHC do(PSDB)um país sem crédito internacional,gostaria que a imprensa fizesse boas perguntas aos Deputados e aos Senadores (a turma do toma-lá dá-cá)o que fizeram para o bem do povo e para o bem do país e publicasse uma lista para que o eleitor pudesse votar e escolher os melhores.

  12. Comentou em 31/01/2006 Edgar Dias

    Vejo alguns reclamando de aspectos pontuais da educação,saúde, etc. Os problemas setoriais sempre existiram e exitirão. As perguntas são: o que tem sido feito para mudar? Utilizou-se todos os meios possíveis? Mas não,as pessoas preferem olhar o momento, esquecem do passado. Reclamam do SUS, que é ruim, mas é universal, e esquecem que antes nem isso havia. Reclamam da educação, que é ruim, mas esquecem que boa escola pública de 50 e 60 era para poucos, hoje é universal. Antes de tudo, pensem, estudem, a CF/88 universalizou direitos, logo socializou despesas, ou seja: exigiu maior tributação. Acho que são estas análises que faltam aos jornalistas de plantão, que não enxergam um palmo a frente,limitam-se a repetir idéias dos outros. Exemplo: inventaram que a Previdência Social é deficitária, todo jornal repete isto, toda semana. Alguma vez vc já leu uma análise jornalistica sobre receita e despesa previdenciária? Alguma vez já leu sou sobre desvinculação de receitas (criada por FHC e abusada por LULA? Pois bem o pano de fundo da idéia de déficit foi: aporvação de Emendas Constitucionais previdenciárias e administrativas, tinha que justificar alguma coisa. O tema é amplo, e merece análise mais aprofundada, por isso deixo aos jornalistas que estudem mais um pouco e escrevam melhor sobre este e outros assuntos. Vamos parar com mediocridade no jornalismo! Para o legislativo: votonulo

  13. Comentou em 31/01/2006 Candido Wagner Sant´Anna

    A sorte do atual governo foi:
    1) A transição que o governo anterior permitiu que fosse realizada sem mistérios e sem ocultismos de números e situações.
    2) A capacidade perceptiva do Sr. Palocci de enxergar que se fosse mudado algo na política ecônomica que vinha sendo realizada
    ‘a vaca iria literalmente para o brejo’.
    3) O Sr. Palocci colocou nos postos chaves de seu ministério pessoas competentes que não pertenciam ao seu partido, pois não havia.
    4) A situação maravilhosa de crescimento do mundo atual, nada de crises;
    5) Etc.etc.etc…….

  14. Comentou em 31/01/2006 EDMILSON DE SOUZA BLOHEM

    O governo Lula foi bom ou ruim para o Brasil ? ele deve continuar ? . . . . . .

    A resposta não pode ser tão simplista com um único ‘sim’ ou ‘não’. Para ser mais apropriada a resposta deveria ser setorizada para que se possa apontar onde houve muitos acertos e onde os erros gigantescos. Neste particular podemos dizer que a maior decepção do povo foi mesmo a corrupção que assombrou o planalto tendo à frente os principais assessores do presidente, e a sua pífia apuração. Não que tenhamos acreditado que neste governo a corrupção tenha sido maior que no governo de FHC e demais que os antecederam, como querem que acreditemos os oposisionistas de plantão do PFL e PSDB. Houve sim mais publicidade ! Por outro lado retomamos a dignidade e o respeito com a retomada de nossas bases de lançamentos de foguetes do NE – Maranhão e RN – alvo de interesses dos EUA, retomamos o sentimento de respeito, quando confrontamos os mesmo país nos vários processos vencidos na OMC.
    As Exportações batem recordes, a Embraer nunca vendeu tantos aviões, a Petrobrás também é um exemplo de sucesso nacional. O que temos de fazer é continuar acreditando no país e sermos mais agressivos na integração da América Latina, para não passarmos por outra situação constrangedora como ter que voltar atrás na venda de 26 aviões, pois os EUA nos ‘proibiram’ de vender…. Pois se é assim que venham os SU-27 e 35 Russos.

  15. Comentou em 31/01/2006 Ronaldo Souza Ramos

    Entre o champanhe da situação e o canhão sem mira da oposição econtra-se parte da nossa mídia deitada em berço esplendido alheia a verdadeira análise! O atual governo comemora os questionáveis números do modelo econômico que criticou durante décadas, afinal, ‘é’ alguma coisa para os brasileiros não tinham nada. A oposição em meio as mazelas do seu passado revindica para si a paternidade. Equanto isso, o Brasil agoniza na lanterna do desenvolvimento mundial. Bons números? veja o foi investido em educação? em ciência e tecnologia? em infra-estrutura?. Os números podem ser bom para o Lula e todo planalto central, mas não para a maioria dos brasileiros que são mantidos estratégicamente despolitizados, semi-analfabetos e passivos de manipulações face suas necessidades. Os números deste Brasil tem que ser bom para o Brasil, isentos de ideologias partidárias – mas ainda não são.

  16. Comentou em 31/01/2006 Glaucio Paiva

    É imprecionante a Cara de Pau do presidente. No seu governo nao conseguiu cumprir nenhuma promessa de campanha, nao fez absolutamente nada do que tanto defendeu por anos de militanbcia e oposição aos outros governos. O mais imprecionante e como as pessoas nao reagem a este fato. A unica coisa de bom que fez foi manter o plano economico estruturado por FHC, cumpre ressaltar que todas essas maravilhas economicas vividas hoje sao frutos de um longo tempo de trabalho, pois quando se trata de uma macroeconomia é impossivel obter qualquer resultado em quatro anos. E como dizem outros comentarios o texto nao e Tucano, e simplesmente inteligente, basta pensar um pouco e nao ter o rabo preso, nao e mesmo Sr. SERVIDOR PUBLICO. Isso sem contar com as falcatruas do MENSALAO, que deixaremos para outra oportunidade. De qualquer forma vamos debater, o debate e o alicerce da democracia, vamos expor nossas opnioes.

  17. Comentou em 31/01/2006 Paulo Riva

    O que eu acho de tudo é que ninguem e perfeito FHC errou e tambem acertou, lula tambem teve seus erros e acertos, mas o que eu não aceito e o PT que si julgava o partido perfeito ant. corrupto antes de lula ser presidente, e agora eles ate admite rouba mais faz.
    cade o partido de certinho e honesto???

  18. Comentou em 31/01/2006 Valdeir Penido

    Contra tudo e contra todos, como já era de se esperar, o ‘Governo Lula’ vai conseguindo melhorar nossa economia. Se alguém ainda duvida, que pergunte a quem atualmente já pode comer alguma coisa no café da manhã. Antes, um trabalhador simples, o conhecido ‘peão’, não tinha condições de tomar, nem mesmo, um ‘café com língua’ ao sair de casa. Mesmo com tantos ‘Brutus’ o apunhalando pelas costas, Lula segue seu caminho tentando colocar essa máquina chamada Brasil em novos trilhos, pois, os trilhos encontrados, que foram construídos e ‘sabotados’ ao longo de 500 anos, levavam este país com dimensões continentais a vários lugares, exceto ao crescimento, principalmente, o econômico.

  19. Comentou em 31/01/2006 Zenaide Batista

    É impressionante o quanto se tenta respaldar o negativo no atual governo, às vezes a mesma imprensa que mostra os números que dão as respostas positivas ao trabalho desempenhado pelo Governo Lula é a mesma que minutos depois faz uma análise desfavorável.A memória às vezes é curta, mas vale a pena perguntar: como eram tratados os servidores públicos na era FHC? Como se deram as privatizações em setores estratégicos? qual o ganho real que se teve em salários? E o setor energético deste país que por falta de investimentos foi ao caos? realmente teriam que feitas ainda muitas e muitas perguntas não para saber quem é o pai da criança e sim para dar as respostas de como se governa com competência , apesar de desde o início as forças conservadoras que hoje se acham no direito de cobrar e de serem a mais ética das éticas, não se lembrarem o que fizeram num passado recente.

  20. Comentou em 31/01/2006 sebastiao Oliveira

    Gostaria de acreditar que a gestão do FHC, é a principal responsável pelos números que o IBGE vem divulgando, entretanto, somente um cego não enxerga que a guinada que este país deu nos últimos três anos, tem uma de suas principais bases na gestão do Lula. Quando foi que o Mercusul esteve tão unido e tão fortalecido como agora? Quando foi que o comércio com a Asia esteve em melhores condições do que agora. É óbvio que a abertura econômica do Collor forçou as empresas brasileiras a tornar melhor os seus produtos e serviços e é óbvio que a melhora no quadro de empregos não passa pelas privatizações do FHC, pq foi o Lula que começou a inverter a política da gestão anterior com este resultado fabuloso que foi o pagto da diivida com o FMI. Nem quero citar a ida do Lula à Africa e a busca por novos mercados que não se restringissem apenas aos EUAs ou a Europa. Portanto, caro editor, antes de impor as perguntas imponha os fatos, pq eles são tão ou mais fundamentais do que as palavras do ex. ministro Malan.

  21. Comentou em 31/01/2006 João Machado Silva Costa Silva

    Faço minha as palavras do Sr. Eduardo Nascimento. Digo mais, o povo Brasileiro deveria assim como eu divulgar o máximo possível para responder não ao presidente, mas a esse congresso inoperante que tem por exemplo: esse número de parlamentares, que absorveu o dep. Sandro Madel e não cassou quem o denunciou ( por mentir p/a nação), é composto por vários parlamentares que renunciou a uma possível cassação para retornar a famosa casa,como? ; tem uma figura como Heloisa Helena que buscar a força bruta e não o diálogo, tem um Severino não pela pessoa, mas capacitação sendo eleito na iresponsabilidade da turminha do PSDB e outros mais e, vai por ai a fora.Como brasileiro gostaria de saber qual foi valor real do mensalão, caixa 2 e etc… mas que fica difícil, pois no meio desse número exorbitante de representante do povo, falta capacidade com rarissímas exceções. Agora imprensa( principalmente os apresentadores da TV) onde podemos encontra-los p/ouvirmos e vermos comentarem sobre o descaso das enchentes e da saúde em São Paulo e em outras cidades governadas principalmente pelo PSDB.
    SINCERAMENTE SINTO UM PROFUNDO PESAR PELO NOSSO CONGRESSO. NÃO AO CONGRESSO!!!!!

  22. Comentou em 31/01/2006 Paulo Sabbá

    porque voce não comenta sobre os governos anteriores pois sabemos que estes só endividaram o país. foram mais de 40 anos de sofrimento do povo, muita robalheira que foram varridas para baixo do tapete.

  23. Comentou em 31/01/2006 Carlos Eduardo Santos

    ë preciso comparar os números com:
    1 – O que o atual governo sempre criticou nos outros governos.
    2 – Programa e Promessas de governo.
    3 – Após cada afimração do governo ou docandidato, um economista poderia explicar em palavras simples que sem corte de despesas no governo e juros altos tudo é muito irreal, bom no momento mas sem futuro.

  24. Comentou em 31/01/2006 Jairo Rodrigues RODRIGUES

    Há uma verdadeira guerra por parte da imprensa contra o governo atual. Eu não sou petista mas não sou tolo.
    Os tucanos dão esmola com o chapeu alheio. Mudaram as idades da aposentadoria de quem trabalhou mais de 35 de anos para salvar a previdencia!!!!. Quem tinha 35 anos e era jovem foi por que começou a contribuir com 14 anos. Não cortaram na propria carne nem conseguiram melhorar a economia.
    Em São Paulo neste ano, aprovaram uma lei que pune com impostos prediais, pequenas residencias que servem a pessoas de baixo poder aquisitivo e necessitam ser locatários. Esse é o método TUCANO de governar.
    O PFL é uma verdadeira ANARQUIA (MONARQUIA) HEREDITÁRIA POLITICA. È de avo para pai, para neto e sucessivamente. VIDE ACM , MAIAS, ARTUR VIRGILIO(HÀ TUCANOS NISTO TAMBEM), ETC…

  25. Comentou em 31/01/2006 José de Souza Magno

    Estou cada vez mais convicto de que os profissionais que atuam na mídia não têm idéias próprias são verdaeiros paus mandados.
    Outrossim, preferem desfazer das coisas brasileiras, elogiar quaisquer acontecimentos americanos e poupar os europeus e acima de tudo, praticar o deserviço ao país…
    Reconheçam que estamos tendo progresso. Os pobres que afirmem.

  26. Comentou em 31/01/2006 Claudemar Fontana

    Ao que diz respeito, ainda está faltando muita coisa para que o Presidente Lula se vanglorie de algo feito nestes 3 anos de governo. O que vejo no setor de saúde é o caos instalado, um abandono total. A educação é que menos recebe investimentos, de que adianta arrumar vagas em esnino superior se o ensino básico está uma lastima. A segurança já deixou de existir a muito tempo. A violencia tomou conta do nosso país. O senhor lula diz já criou milhões de mepregos com carteira assinada mas, esquece de dizer que outros milhões foram demitidos. Passa governo, entra governo, os pilares de uma vida digna para o povo, saúde, educação, segurança e habitação, continuam sempre em ultimo plano. Falo isto porque vivo a realidade, não me iludo com estatísticas ou obras eleitoreiras. O problema é que nos falta alguém que realmente se preocupe com estes problemas, enquanto isso …….

  27. Comentou em 31/01/2006

    Para bons números, boas perguntas, este é um dos maravilhosos textos que todo jornalista deveria ler e se questionar. A mídia é formadora de opinião e deveria ser imparcial ao instruir e educar o povo.
    Levar falsas ilusões a sociedade é muita irresponsabilidade e um deserviço ao Brasil.

  28. Comentou em 31/01/2006 Marcos China

    Desafio que alguem me diga uma unica medida economica assinada pelo Lula que tenha influenciado no atual momento econimicoe social do país. Ele apenas deu continuação ao magnífico governo FHC.

  29. Comentou em 31/01/2006 RICARDO FERREIRA

    BOM, O FATO DO PRESIDENTE FALAR OU DEIXAR DE FALA, ISSO NAO VEM AO CASO. MAS NOS TEMOS QUE RECONHECER E QUE TODOS NOS TEMOS O DIREITO DE COMEMORAR OS NUMEROS POSITIVOS.DESTE OU DE OUTRO GOVERNO, O PRESIDENTE E UMA PESSOA HUMILDE E GOSTO DA POSTURA QUE ELE VEM GOVERNANDO O PAIS, E TENHO CERTEZA QUE ELE TEM BONS PLANOS E PROJETOS PARA TODOS OS BRASILEIROS. AS VEZES NOS JULGAMOS E NAO GOSTAMOS DE SER JULGADOS, A OPOSICAO ESTA FAZENDO O SEU PAPEL, SO QUE ELA ESQUECEU QUE JA FOI GOVERNO E O PT NUNCA FOI. POR ISSO QUER DERRUBAR O NOSSO PRESIDENTE. E MUITO, MAIS MUITO FACIL PUXAR O TAPETE E ATRAPALHAR O QUE ESTA DANDO CERTO,ISSO QUE ELA VEM FAZENDO NAO SO ATRAPALAHA O GOVERNO COMO TAMBEM ACABA COM A VIDA E OS PLANOS DE TODOS OS BRASILEIROS. NAO PODEMOS DEIXAR QUE ISSO ACONTEÇA, POIS ESTAO QUERENDO DE TODA A MANEIRA DERRUBAR UMA PESSOA QUE SABE DAS NECESSIDADES DOS BRASILEIRO, SO QUEM PASSA POR DIFICULDADE E QUE SABE QUE E DIFICIL E O NOSSO PRESIDENTE PELA SUA BIOGRAFIA, EU TENHO CERTEZA QUE ELE QUER UM PAIS CRESCENDO SUSTENTAVELMENTE NAO SO PARA OS RICOS, MAS SIM PARA TODO POVO. UMA VIDA DIGNA PARA TODOS AQUELES QUE TRABALHAM E LUTAM POR UMA VIDA MELHOR E UM SALARIO MAIS JUSTO. TEMOS QUE ACREDITAR E TORCER PARA QUE TUDO DER CERTO E NOS POSSAMOS COLHER OS FRUTOS QUE ESTAO SENDO PLANTADO. TEMOS QUE CUIDAR DE NOSSAS CRIANÇAS QUE E A FUTURA NAÇAO DE AMANHA.
    PARABENS LULA! E ISSO AI.

  30. Comentou em 31/01/2006 LÚCIO HENRIQUE CASTÓRIO DE CARVALHO

    A PARTICIPAÇÃO DA IMPRENSA NO PROCESSO ELEITORAL BRASILEIRO, NAS ÚLTIMAS DÉCADAS, PELO MENOS TÊM SIDO MUITO PARCIAL (TANTO PARA ‘DIREITA’ QUANTO PARA ‘ESQUERDA’), VIDE POR EXEMPLO O CASO DO ‘JORNAL NACIONAL – DEBATE LULA X COLOR’.
    CONCIDERANDO QUE A IMPRENSA É COMPOSTA DE PESSOS E PESSOAS POSSUEM UM MODO PRÓPRIO DE VER AS COISAS, UMA CERTA PARCIALIDADE É BASTANTE NATURAL, PORÉM SE FAZ NECESSÁRIO UM AUTO CONTROLE MAIS APURADO, PARA QUE A IMPRESA NÃO PERCA SUA PRINCIPAL FUNÇÃO, PELO MENOS NA MINHA OPINIÃO,QUAL SEJA, A DE PRESTAR INFORMAÇÕES QUE PERMITAM SEU PÚBLICO TER CONDIÇÕES DE ‘SABER,REFLITIR E DECIDIR’ SOBRE ALGO QUE LHE FOI INFORMADO.
    NÃO CABE À IMPRENSA, INDUZIR O LEITOR A SEGUIR UM CAMINHO, CABE A ELA MOSTRAR-LHE OS CAMINHOS POSSÍVEIS.
    PARA QUE A IMPRENSA SEJA EFICAZ,ALÉM DE BUSCAR SER O MAIS IMPARCIAL POSSÍVEL, É DE FUNDAMENTAL IMPORTANCIA QUE ELA SEJA CAPAZ DE ‘IR FUNDO NA NOTÍCIA’, APROFUNDANDO A ANÁLISE DO FATO, EXPONDO TODAS AS NUÂNCIAS DO QUE ESTÁ SENDO APRESENTADO AO SEU PÚBLICO.
    O ARTIGO ‘PARA BONS NÚMEROS, BOAS PERGUNTAS’ COLOCA ESSA QUESTÃO DE FORMA CORRETA E INDUZ AOS PROFISSIONAIS DE IMPRENSA À REFLEXÃO DE COMO TEM DESEMPENHADO SEU PAPEL E DE COMO IRÃO DESEMPENHÁ-LO NESSE NOVO PROCESSO ELEITORAL.
    PARABÉNS AO AUTOR DO TEXTO.

  31. Comentou em 31/01/2006 Valdeir Penido

    Contra tudo e contra todos, como já era de se esperar, o ‘Governo Lula’ vai conseguindo melhorar nossa economia. Se alguém ainda duvida, que pergunte a quem atualmente já pode comer alguma coisa no café da manhã. Antes, um trabalhador simples, o conhecido ‘peão’, não tinha condições de tomar, nem mesmo, um ‘café com língua’ ao sair de casa. Mesmo com tantos ‘Brutus’ o apunhalando pelas costas, Lula segue seu caminho tentando colocar essa máquina chamada Brasil em novos trilhos, pois, os trilhos encontrados, que foram construídos ao longo de 500 anos, levavam este país com dimensões continentais a vários lugares, exceto ao crescimento, principalmente, o econômico.

  32. Comentou em 31/01/2006 Júlio Santos Machado

    Felismente o Brasil entrou em processo de crescimento sustentavel e isso é motivo de siúme para alguns que nada de bom conseguiram para nossa economia, os números não mentem e se comparados com os de governos anteriores realmente estamos no caminha certo.

  33. Comentou em 31/01/2006 Flavio Francino

    Aos mal agoros do PSDB,PFL e outros aí estão os numeros que mostram que o PT é o presidente Lula não estão para brincadeira e o que prometem fazem diferentemente de alguns direitista FDP que só sabem criticar e que em 8 anos de governo não fizeram absolutamente nada . Valeu Lula, em 2006 é Bi

  34. Comentou em 31/01/2006 Vital dos Santos Farias Farias

    É importante lembrar que o PT criticou a política econômica do governo FHC, e hoje a mesma política é que dá números positivos para o atual governo, seria bom o presidente reconhecer isso publicamente. Também deve-se o mérito ao ministro Antonio Palocci que contrariando os fanáticos do PT usou o bom senso e responsabilidade e hoje a econômia estar suportando toda essa crise política,
    O governo FHC teve uma atuação de choque de gestão, teve que arrumar a casa, fez um trabalho que na época foi impopular, mas pensando no futuro, e hoje se pode ver os resultados, gostaria de ver no poder políticos que pesem no futuro e não no imediato, pois medidas populescas logo se acabam, beneficiando somente esses político que querem se perpetuar no poder.
    Nas próximas eleições sugiro aos brasileiros que prestem atenção aos políticos que fazem um bom trabalho de gestão pública, pois precisamos de gestores que saibam gastar e direcionar envestimentos para o desenvolvimento e distribuição das riquezas do nosso país, não se iludam com políticos populista, que prometem o que não é possível, não acreditem em discursos populares pois só servem para ganhar voto.

  35. Comentou em 31/01/2006 Carlos Kaspchak

    Ô Weis,

    Ao invés de ‘pauta’, poderia ter respondido as suas perguntas!

    Afinal como dizia o velho ‘chefe’ … não fale, escreva; não pergunte, responda!

    Hahaha…

    abraços

  36. Comentou em 31/01/2006 Rodrigo bi

    Claramente este é um comentário Tucano, claramente a população sente a diferença entre o governo FHC e o atual governo. O Brasil anda em progresso e saiu da economia estagnada como estava e ficou durante 8 anos de FHC, agora vem dizer que ‘era o curso natural da economia’, é ridiculo!!!!

  37. Comentou em 31/01/2006 Jorge Prates

    Replico abaixo artigo publicado alguns dias atrás…
    O Brasil chega ao final de 2005 em posição constrangedora entre os países da América Latina e do Caribe. Levantamento da Cepal informa que o país amargará o segundo pior índice de crescimento econômico da região: 2,5% do PIB. O Brasil só não é o lanterninha porque conseguiu superar o Haiti (1,5%), o país mais pobre do continente.

    O desempenho da economia brasileira foi muito inferior ao da Venezuela (9%) e ao da Argentina (8,6%), os dois países que mais cresceram na região em 2005. Ficou abaixo também de nações como Chile, Panamá, Peru, República Dominicana e Uruguai, que cresceram entre 5,5% e 7%. Perdeu ainda para Bolívia, Colômbia, Honduras e Nicarágua, que registraram crescimento ao redor de 4%.

  38. Comentou em 31/01/2006 Paulo Rocha

    Estas questões são essenciais e exigem profunda reflexão, e por isso são descartadas pela imprensa irresponsável deste país, que adora um alarde e odeia ter que pensar. Mas este não é um previlégio da imprensa. Manipular e distorcer dados é uma especialidade da classe política brasileira, onde caixa dois é apenas um desvio dentro da lei e não um crime, que de fato o é.

  39. Comentou em 31/01/2006 Jorge Prates

    Apesar de serem apresentados números favoráveis, a economia brasileira apresenta um crescimento pelos simples fato de estar começando a andar com as próprias pernas, ou seja, há alguns anos atrás, qualquer oscilação política era refletida diretamente na economia por motivos diversos.
    Hoje não, a economia começou a não se deixar influenciar pelos fatos e falcatruas, prova é todas as CPIs não terem afetado a produção, o empenho,desaquecendo o mercado etc.
    Mas fato real é que o crescimento, que na verdade é mérito dos empresários que apesar das duras cobranças de impostos, incopetência governamental, etc, ainda tiveram pulso e coragem para em uma arrojada investida contratar mais pessoas, produzir mais, etc.
    Ao meu ver, sempre que acontece algo positivo é mérito do governo, enquanto aos negativos é culpa do mercado, dólar, globalização, oposição, urucubaca, etc…
    Visitem http://www.impostometro.com.br e confiram como o governo suga nossos bolsos.
    Mas não desistam, continuem acreditando que as agruras da vida servem para lapidar nossas almas.

  40. Comentou em 31/01/2006 Beto Sartori

    Excelente a indagação feita! Este debate é o que todos precisamos. Inclusive para os governistas e o proprio PT. Estive a muitos meses em conversas com outros colegas tocando nesse assundo. Saber fazer as comparações corretas entre as gestões recentes dos governos FHS e Lula está de fato faltando na nossa imprensa com exceção da Carta Capital, façamos justiça. Eu mesmo acredito que toda este empenho da mídia em decepcionar o eleitor é exagerado e as vezes ingênuo. Pois sinto que no subjetivo da população esta indagações como esta para serem respondidas. Penso que as eleições serão importante marco para o debate de idéias e esclarecimento sobre as ações e políticas públicas desenvolvidas ao longo destes anos. Precisamos mesmo empurrar a imprensa para desenvolver melhor sua análise e aprofundar o debate com mais inteligência. Os crítico e defensores deste governo tem muito a ganhar com este aprimoramento da nossa mídia.
    Valeu Observatório, ganharam meu profundo respeito!

  41. Comentou em 31/01/2006 Valter Travain

    Como leitor de jornais, revistas e assemelhados, tenho observado o forte interesse de desmerecer qualquer conquista deste governo. Sem ser partidário, mas a César o que é de César, infelizmente comemoram-se mais os desastres, que as vitórias, como se os acertos não fosse benefício para toda a nação, e os desastres não fosse algo ruim para todos. A impressão do leitor (salvo vossa coluna) é de que há uma declarada temporada de caça ao PT, como se só neste houvesse pessoas com problema de caráter. Conjecturando: Se houvesse a quebra de todos os esquemas (inclusive os toma-lá-da-cá) no início, o Presidente seria tomado como ‘Ditador’; e, isto sem apresentar bons serviços ou resultados, seria desastroso para o PT e para o Brasil, mas muito bom para a oposição, que evidentemente se sente gravemente ameaçada de não retornar mais ao poder, pelo menos a curto-médio prazo.
    Sejamos patriotas e torçamos para o Brasil, independente de quem esteja no comando, vamos colaborar para que dê certo. É certo que somente as árvores que dão frutos é que são apedrejadas. Sejamos sinceros, qual governo resistiria uma análise mais criteriosa ? Em suma, o que se vê é um festival de mediocridades.
    Obrigado.

  42. Comentou em 31/01/2006 PEDRO FERREIRA DE ARAÚJO NETO

    O ARTIGO É CLARAMENTE ‘TUCANO’. LULA DEMONSTROU MUITA CORAGEM AO NÃO MUDAR DE OPÇÃO NA ÁREA ECONÔMICA, SUPORTANDO PRESSÕES FORTÍSSIMAS E QUEDAS DE POPULARIDADE. O FATO DE CONCORDARMOS COM A POLÍTICA ECONÔMICA É OUTRA HISTÓRIA. COMPARE COM FHC EM 1998, QUE SEGUROU O CÂMBIO ARTIFICIALMENTE, COM O ÚNICO OBJETIVO DE IMPEDIR A VITÓRIA DE LULA NAQUELAS ELEIÇÕES!

  43. Comentou em 31/01/2006 Jedeão Carneiro

    Se Lula sabiamente cultivou o que FHC plantou e agora está colhendo bons frutos para o bem do Brasil, que mal há nisso? Não é disso que precisamos? Azar de FHC, do PSDB e do PFL e sorte de todos os brasileiros. O ódio se explica porque tantos títulos e diplomas passaram pelo Planalto e só um tabaréu, um jeca simples, retirante nordestino e do povo mostra como se colhe. Mais 4 anos de colheita e menos nhem, nhem nhem!!!

  44. Comentou em 31/01/2006 Paulo Queiroz de Moraes

    Após tantos números negativos e positivos que surgem dia-a-dia na mídia fica confuso avaliarmos algo, no entanto, vejo que quanto mais os soberanos tentam passar uma idéia fácil de que o país sofre com corrupção e outras coisas, consigo enxergar que a classe mais sofrida do país tem tido pelo menos a possibilidade de acreditar na melhoria de um amanhã, sendo que em muitos governos isso não ocorria. Desta forma, devemos ficar atentos aquilo que nos passam, pois em qualquer governo haverá oposição, algumas buscando o bem do povo e alguns buscando seu bem próprio. Em suma, prefiro acreditar naquilo que vejo por experiência própria do que aquilo que muitas vezes tentam me fazer acreditar. Avante Governo, avante Brasil.

  45. Comentou em 31/01/2006 Marcelo Cordeiro

    Até tú ‘observatório da imprensa’ ?
    Só um comentário: O Sr. Luiz Weis escreve no ‘Estadão’… Precisa dizer mais alguma coisa?
    Até onde vocês da imprensa irão com tamanho preconceito?
    Se fosse qualquer outro político (especialmente alguém da elite) será que voces fariam a mesma pergunta?

  46. Comentou em 31/01/2006 Jorge Moreira

    O governo Lula pode ter acertado aqui e ter errado ali. Acho q acertou bem mais. Fez mais q os governos anteriores, colocou o Brasil em evidência no cenário mundial.
    Sobre o q disse o Malan qdo saiu, é fácil dizer q o pais está pronto p/crescer, pois se o próximo governo acertar,os méritos foram do Malan q deixou tudo pronto e preparado p/o crescimento, mas se desse errado, o governo atual teria extragado todo o preparo feito pelo sr. Malan p/o nosso crescimento.
    Acho q o povo pode até mudar, mas não pode esquecer dos escândalos financeiros e das privatizações mal intencionadas do governo anterior, não deve se deixar enganar mais uma vez pelos espertalhões bem falantes do PSDB ou do PFL ou até do PMDB os quais estão sempre no muro esperando para q lado ir (lógico p/o lado de quem ganhar). É isso aí.

  47. Comentou em 31/01/2006 Carlao

    Há pessoas que sustentam a inexistência da sorte. Para justificar o seu ponto de vista formulam teorias, com o objetivo de tentar esclarecer o sucesso usufruído por um número reduzido de pessoas.
    A mais difundida delas preconiza que as pessoas bem sucedidas são dotadas de duas qualidades: a competência individual, em conjunto com a capacidade de saber tirar bom proveito das oportunidades que a vida possa oferecer. Seja por sorte ou pela detenção destas duas qualidades, o Presidente Lula pode e deve comemorar os bons resultados obtidos pelo seu Governo.
    O Brasil parece estar sendo administrado por um Presidente pé-quente.

  48. Comentou em 31/01/2006 Antonio souza

    O governo pode até não ser o esperavamos mas na situação que o país se encontrava em 2003 temos que comemorar. uma vez que o FHC Vendeu tudo que tinhamos e ninguem sabe para onde levou o dinheiro, estes resultados estão bons. Conquistar a credibilidade internacional, não se render a ALCA no primeiro berro do senhor Bush já são vitorias que o senhor FHC e seus paus mandados jamais conseguiram. Essa oposição não tem moral para falar de ninguém. ter que ouvir ACM neto e companhia falar de moral ética é de vamitar é uma vergonha uma emissora de tv mostrar essas pessoas querendo se promover e levar o país para o burraco onde eles deixaram.

  49. Comentou em 31/01/2006 Wanderley Viegas dos Santos

    O que a midia não divulga: Balança Comercial: FHC (99/02) +3,44 bi US$ / LULA (03/05) +34,420 bi US$. Salário minimo US$ – FHC (2002) 56,50 / LULA (2005) 128,20. Desemprego: FHC (02) 12,2% / LULA (04) 9,6% JUROS FHC (02) 25% / LULA (jan/06) 16%. Todos abram os olhos, pois esta turma do PSDB e PFL querem o poder novamente.

  50. Comentou em 31/01/2006 Lucinei Lucena

    A grande imprensa não em fazendo boas perguntas mesmo. Isso é fato. Mais: esse fato se dá porque grande parte da mídia é tucana – aliou-se ao PSDB e ao PFL na crítica ao Estado depois da falência dos serviços públicos, adorou a sobrevalorização o câmbio que permitiu fazer farra de importados e se maravilhou com telefones celulares.
    O que os jornalistas costumam fazer é comparar a atual política com a do PSDB (como se esses tivessem inventado os manuais de macroeconomia).
    O atual debate vai vir durante as eleições e o povo tirará suas conclusões. Os jornalistas economicos não fizeram até agora as comparações porque e somente porque essas comparaçãos são desfavoráveis ao PSDB PFL

  51. Comentou em 31/01/2006 Washington Anselmo

    Amado mestre Weis, encha-nos com sua sabedoria e conhecimento reconhecido por tantas instituições e legados literários, buscando bem fundo entre seus pares estas informações que outros seus colegas poderiam nos dar e dê você mesmo prestigiando todas estas pessoas que lêem sua coluna. Obrigado por pesquisar por nós.
    Um abraço.

  52. Comentou em 31/01/2006 rodolfo mello fonseca saraiva saraiva

    Infelizmente, a imprensa não enfoca a realidade da política-econômica do nosso país, preferindo direcionar as notícias para fins eleitoreiros dos partidos de direita,hoje oposicão, uma vez que sempre rejeitaram a idéia de um governante, de origem operária, colocar seu plano de governo em prática. O crédito de confiança tem que continuar,pois não vai ser em um mandato, que poderemos medir os indicadores econõmicos, sociais e políticos de um governo.Os números de crescimento estão aparecendo, através de intitutos e fontes confiáveis, embora ainda falte muito trabalho pela frente , para que possamos atingir um maior equilíbrio possível nos setores produtivos. Por isso, não posso ser influenciado por agências noticiosas, que só procuram priorizar fatos negativos do governo, em vez de mostrar um panorama econômico, social e político ,fatores pelos quais, poderíamos analisarmos com bom senso, toda a trajetória do governo.Sendo assim, prefiro levar em conta que o ano de 2007,será um ano do governo continuar sua ações, com a finalidade de atingir suas metas e torcendo para que tenham sucesso para mudarmos esta atual estrutura, que imperou neste últimos anos.

  53. Comentou em 31/01/2006 Clovis Grimaldo

    Concordo plenamente com o artigo. A mídia parece que entrou na tentação de ‘meter o pau’ em tudo o que Lula coloca a mão. Não se trata de fazer vistas grossas para as lambanças feitas pelo presidente e sua turma, mas já estou de saco cheio do discurso ‘tudo que Lula faz é ruim’. Basta rodar alguns Blogs como o do Noblat para ver claramente que não há análise isenta. A Revista Veja chega a nem disfarçar sua antipatia pela figura do presidente, dando a entender se tratar de algo pessoal.
    Repito: A crítica deve existir, e não estamos aqui para levantar a bandeira da defesa do PT e de seus erros. Porém, como afirma o artigo, precisamos entender o que o governo fez de bom, porque uma coisa posso afirmar: O governo anterior a este que aí está não seria melhor do este em termos éticos. São todos farinha do mesmo saco. Será que em termos de resultado também?

  54. Comentou em 31/01/2006 Celso Paoliello

    Em 1° lugar há que se questionar quaisquer números divulgado em ano eleitoral; em 2° lugar, se numa gestão econômica pífia sob todos os aspectos como a atual, realmente há uma melhoria mínima imaginem se o governo governasse para povo que o elegeu e não para os banqueiros ?

  55. Comentou em 31/01/2006 Andrea Santo

    O Sr. Luiz Weis está equivocado, pois o que o Governo do PSDB (FHC) fez foi vender as estatais de energia e telefonia a grupos estrangeiros e sumiu com o dinheiro, pois na saúde não foi injetado nenhum tostão, nem, na educação e, muito menos nas rodovias que, quando o Lula assumiu as mesmas já se encontravam em total abandono. Quer ser soldado do PSDB seja, mas respeite as realizações do GOVERNO ATUAL.

  56. Comentou em 31/01/2006 Marcirio Ferreira de Souza

    Realmente seria interessante que o presidente Lula começasse a se perguntar porque os números da economia são favoráveis ao seu governo – apesar de tudo. Mas sei que o mesmo jamais fará este questionamento e se o fizer creio que o mesmo não chegará a nenhuma conclusão, por mais óbvio que seja. Percebe-se desde o início deste governo de mentiras que o seu discursos é ôco, não tem nhenhuma substância, haja vista o espetáculo do crescimento apregoado por ele. Pura falácia. Os bons números da economia deve-se segundo os analistas devido ao bom momento do comércio mundial e, apesar disso, a incopetência é tão grande, que mesmo assim o país não consegue crescer praticamente nada. Porque não perguntar ao senhor presidente porque a infra estrutura do país está em pandarecos, porque que com tanta eficiência alardeada pelo Sr. Lula o povo não consegue melhorar de vida, somente os banqueiros fazem a festa? e o PT é claro, conforme estamos assistindo ha 07 meses. Ora Sr. Lula me compre um bode! pare com esta demagogia! pois o povo brasileiro saberá dar a resposta a um presidente omisso e conivente com a corrupção. Oxalá não seja partícipe.Infelizmente para nós.

  57. Comentou em 31/01/2006 José Medeiros de Souza Medeiros

    Credito integralmente a este Governo a bôa performancde obtida nesses tres anos e arrisco-me inclusive a atestar que nenhum governo desde a instalação da república fêztanto pelo pobres e desamparados, quanto este. Parabenizo a iniciativa de escutar a opinião pública. Abrs. Medeiros

  58. Comentou em 31/01/2006 Nelson Jorge Linhares

    infelizmente, não tenho computados e neste, que aqui escrevo, é da empresa para qual trabalho, hoje já com 71 de idade. para poder sobreviver. Houve sim coisas erradas, mas que nãi tiveram a participação do Presidente. Lamento que não venha mais a público para mostrar os numeros do seu Governo, comparados aos de outros. Mas creiam, faço o que possso e venho divulgando ao máximo para mostrar àqueles que dele não gostam toda a verdade que a mídia esconde, esconde sim porque comprometida, sempres em cima do muro.

  59. Comentou em 31/01/2006 Leonardo Ortiz

    O que realmente me intriga não são os números supostamente positivos do governo, e sim os números que colocam Lula no topo da corrida presidencial. Como essa frágil liderança se concentra nas camadas mais pobres da população, a tendência é que ele despenque assim que começar a levar ‘porrada’ de todos os lados quando começar a corrida pra valer e o horário gratuito. Apesar da vantagem que o Prefeito José Serra possuí, provavelmente o Governador Alckmin suplantaria essa diferença no caso de ser o escolhido do PSDB, já que seu carisma e oratória são muito maiores. Sem dúvida, o jogo está apenas começando.

  60. Comentou em 31/01/2006 Rogério Dias Chaves

    Lula, como sabemos omitiu em toda a vida pregressa o que realmente foi e fez de útil a nação (o que é sabido nada fez) e agora omite e usa de falsas informações para se perfazer politicamente de feitos que não tiveram nada do dedo do governo (nem neste nem de FHC). A combalida economia e indústria nacional sofrem para manter um nível adequado de atividade enquanto Lula e seus crédulos e despóticos seguidores de PT e sua turma ainda acreditam que alguma melhoria na economia e no nível de emprego devem-se unicamente à ascenção do PT e Lula ao poder. Os programas do governo, como todos sabem são exemplos claros de fracassos e devido toda a roubalheira apurada em 2005 não houve comprometimento do governo em fazer as reformas necessárias para que o Brasil cresça e se desenvolva sem ter a necessidade de criar mitos, mexer em indicadores e se auto-denominar redentor de todos os males dos brasileiros quando sabe-se que o governo não tem tomado nenhuma ação neste sentido. Ineficiência da máquina estatal, alta carga tributária, burocracia e corrupção, funcionarios inoperantes, preguiçosos e programas fadados ao insucesso são sim a marca deste governo e é claro é o que Lula quer esconder.

  61. Comentou em 31/01/2006 mohamad rmaih

    adoro lula,

  62. Comentou em 31/01/2006 Eduardo Nascimento

    Gente, o povo brasileiro precisa acabar com a idéia de que o presidente é responsavel por tudo de bom e de ruim que acontece e lembrar que vivemos em uma republica democrática cujo sistema de governo é presidencialista e onde o presidente depende diretamente do apoio dos congressistas. Acredito que esses sim, são os verdadeiros responssáveis pelos tropeços do país e vivem jogando a culpa para cima do executivo para disfarçar o que os mais politizados estão carecas de saber, que eles visam apenas os interesses dos patrocinadores suas campanhas (na maior parte das vezes empresas ou eles mesmos). Fico impressionado ao ver gente como o senador Antônio Carlos Magalhães, uma pessoa totalmente parcial e com um passado questionável atacar através do seu neto fantoche o atual governo. Pior ainda é a atitude de gente do PSDB representado (mal representado aliás) pelo senador Tasso Jereissati, cujo irmão é presidente do grupo Lafonte, conrolador da Telemar que foi ‘privatizada’ com emprestimo do BNDES, cuja conta foi debitada integralmente dos cofres públicos, afinal o que houve foi nada mesmo que uma transferência de propriedade durante o governo do PSDB. As pesoas tem q por a mão na consiência e pensar que o que esta aí é pinto perto da corrupção vergonhosa e silenciosa ocorrida no governo passado. Votarei no preidente pois acredito na pessoa dele e sou contra linchamentos sem provas.

  63. Comentou em 31/01/2006 Nelson Rodrigues

    Comparando FHC e Lula, chegamos a seguinte conclusão:
    FHC se tornou O Privata da Perna de Pau, deixou um legado não construido, em fase embrionária.
    Lula O Torneiro, lapidou o legado e transformou o embrião em resultados concretos.
    Entre o Privata e o Torneiro, prefiro ficar com o segundo.
    Quem quiser que fique com o Perna de Páu

  64. Comentou em 31/01/2006 willamis batista

    Ao Governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Pelo esforço e dedicação ao povo brasileiro.

  65. Comentou em 31/01/2006 Marco Bianquézzi

    Comentar o que!
    Comemorar o que!

  66. Comentou em 31/01/2006 Nelson Rodrigues

    A busca de justificativas para empobrecer os resultados do Governo Lula e enriquecer o vazio deixado por FHC é hilário, não fosse trâgico.
    Que pena, a imprensa poderia passar a limpo o Brasil e seus políticos amestrados, mas preferem focar, aquilo que FHC chama de governo incompetente.
    FHC e sua corte, onde jornalistas parciais se refestelam, lançam torpedos que vão se transformando em pum ou traque.
    O passado os condena e o futuro os julgará sem perdão.
    Lastimável

  67. Comentou em 31/01/2006 Jose Antonio Cunha

    O Lula chega as raias do ridículo ao tentar comentar aspectos econômicos do governo.
    Espero que no próximo ano possa ter fim esta fase negra do Brasil.

  68. Comentou em 31/01/2006 adhemar gandra

    falando em numeros qto ficou o valerio tucano em 98 pelos numeros de azeredo acredito ter ultrapassado os do pt se o pp levou 4 milhoes imaginem pfl

  69. Comentou em 31/01/2006 eduardo queiroz

    lula falou que pagou o fmi, isso nao existe, esse dinheiro nunca entrou no brasil, isso e igual ao cheque especial, simplesmente, rasgou o contrato

  70. Comentou em 31/01/2006 Marco Bianquézzi

    Alguém pode me falar ou apontar o que o sr. Lula fez até agora?
    A única coisa que vi e ouvi é que de 500 anos de República o PT(Lula)fez a maior robalheira de todos os tempos.
    Fora Lulala,,,,,,,,,,

  71. Comentou em 31/01/2006 DJALMA FILHO

    É realmente muito bacana comemorar feitos dos outros. O atual governo está comemorando e colhendo os frutos plantados por FHC.

  72. Comentou em 31/01/2006 Valter Melim

    Até o próprio Presidente Lula sabe que o Brasil só está estável graças a sua (sua não, ele não tem capacidade para isso) decisão, e de sua equipe, em dar continuidade ao que Fernando Henrique iniciou, abandonando suas promessas de campanha (graças a Deus), como cortar relações com o FMI, pagar de pagar a dívida, etc… Só falta ao Presidente Lula o caráter e dignidade que teve o Presidente Fernando Henrique quando disse que o que ele havia escrito nos tempos da ditadura, sobre como governar, não cabia na prática, e é isso que está faltando ao homem LULA, caráter para dizer que Fernando Henrique fez o certo e que ele só deu continuidade. Aliás, o Presidente Lula diz que pegou o gopverno com alta de inflação, juros altos, etc…, mas ele esquece de dizer que só ficou assim pouco antes das eleições, quando as pesquisas apontavam a sua superioridade nas urnas em relação aos outros candidatos, os investidores estrangeiros ficaram com medo de investir num país onde um revolucionário iria governar.

  73. Comentou em 31/01/2006 carlos morais

    O PT e O LULA sempre foram ARROGANTES, UTILLIZA os resultados do FHC e Mete o pau no homem.
    Só a lei de Responsabidade Fiscal, feita pelo governo FHC, já mostra sua importância.
    LULA SÓ blà blà blà e exquema MENSALÃO.

  74. Comentou em 31/01/2006 Hegel Dorta do Amaral

    As Forças Armadas sobreviverão a mais este ataque do Governo Mundial, mas a violência começa com as CPI sepultadas, como a do Banestado e agora a do contrabando de armas de guerra pelas fronteiras. As Forças Armadas são Instituições permanentes, apesar de FHC não considerar, eles passarão, Elas jamais e o Brasil sairá expurgando esses hipócritas com o fez com Collor et alli.

  75. Comentou em 31/01/2006 DURVAL OLIVEIRA

    Srs. se tais números do Lula existem de fato..como é que se explica o fato de que com os mesmos 230 reais que se fazia a compra do mês no mercado..hoje mal dá pra forrar o carrinho..
    Como se explica a alta da gasolina..antes era por que o U$ estava em alta…hoje o U$ baixou e a gasolina continua alta…cada os fatores de reposição..
    O Lula realmente vive em outro mundo..fora da realidade..infelizmente sou mais um que perdeu o voto…sinto muito brasileiros, fomos e estamos sendo enganados, mas ainda há esperança..Outubro será a resposta aos números do Lula.

    O Brasil é muito rico…mas os brasileiros muito pobres…e o Lula está usando de má fé para com seu povo!

  76. Comentou em 31/01/2006 Jose Viana

    Entendo ser injusto as colocações do Sr. Luiz Weis, afinal é correto e mais que justo que o presidente Lula comemore seus números. Lembre-se que durante a campanha o qual o mesmo se elegeu a imprensa dizia que era o Sr Serra(no qual eu votei) ou o caos total. O caos não veio, pelo contrário, o ex prefeito de Ribeirão Preto colocou o país na rota do crescimento(contra fatos não há argumentos) os números sejam do governo ou de órgãos independentes comprovam a retomada do crescimento. Então se o Presidente Lula é o condutor do Navio é justo sua comemoração.

  77. Comentou em 31/01/2006 Hegel Dorta do Amaral

    Claro que a glóbulo está ajudando, já disse Jeferson que é a TV chapa branca, via BNDES de Mantega, nunca de Lessa. Tudo pelo social, mesmo !

  78. Comentou em 31/01/2006 eduardo queiroz

    lula seguiu, a cartilha de malam, o petroleo que ja e autosuficiente, vem de anos atraz, isso ja estava previsto, porque cada poço que e descoberto leva 5 anos para entrar em operaçao, entra no mercado todos os anos mais de um milhao de pessoas, e nao aposenta o mesmo numero , portanto ter 3 milhoes de emprego continua o mesmo defit,

  79. Comentou em 31/01/2006 Rafael Santos

    O problema de tudo é o de que contra números não há argumento. E quando pararmos para uma análise comparativa do Brasil de 2003/2006 com o Brasil de 1995/1998 e 1999/2002, veremos que na grande maioria das áreas a melhora é muito boa, principalmenten na parte em que mais nos aflige (brasileiros) que é o emprego, pois enquanto alguns vão falar mal que o Governo só criou 5 milhões ante os 10 prometidos, verão que nos anos de 1995 a 2002, o que aumentou foi o desemprego, comprovadamente mostrado pelos números e pela imprensa.
    É fato….

  80. Comentou em 31/01/2006 Hegel Dorta do Amaral

    É marketeria política, manipulação de dados estatítiscos para a recandidatura; o único crescimento foi para os financistas da oligarquia e as contas dos ‘companheiros de pt’.

  81. Comentou em 31/01/2006 adhemar gandra

    os bons numeros citados nao acontecem por acaso.existe a presença do governo,muitos dizem que poderia ser melhor,mas muitos passaram anos dizendo que lula seria caos esses numeros mostram qwe nao.alguem chega a dizer que a economia mundial ajuda e verdade ,eu pergunto mas so agora e as outras vezes.acredito que a imprensa nao gosta de numeros,analizando a gente sabe deixa muito a desejar ,parece mais torcida organizada

  82. Comentou em 31/01/2006 Newton Gomez

    a resposta é muito simples : a maioria absoluta da midia , capitaneada pela Globo, ainda é PT e Lula, e não abrem mão disso !

  83. Comentou em 31/01/2006 GILMAR OLIVEIRA

    juros altos só esconde a inflaçao, infla a baixa de preços com falta de investimentos e produçao, joga tudo para baixo, inclusive arrecadação de impostos, aumenta a dívida e outros como a má distribuiçao de rendas.

  84. Comentou em 31/01/2006 Itamar Chewanko

    Apesar dos desacertos militares, do Sarney e do Collor, após esta fase, com o Itamar e depois c/ o FHC, passamos por uma fase de altos e baixos, c/ erros e acertos. Agora c/ o Lula, na questão erros e acertos, acredito que estamos errando menos, porém,ainda estamos longe do paraíso, mas felizmente apesar do Lula não ser um messias a nos guiar para lá, acredito que estamos no caminho certo e no ritmo certo também, afinal para não sofrermos mais nenhum acidente nesta nossa viagem, não podemos exceder os limites de velocidade e também não podemos querer andar a 150 Km/h em um carro que acabamos de trocar os freios, mas que continua com os mesmos pneus porque o dinheiro acabou e para trocá-los só na próxima eleição. Devemos para a próxima eleição na hora de escolher o mandatário da nação para o período 2007/2010, tentar descobrir quem vai trocar os pneus, revisar o carro e com isso aumentar a velocidade de cruzeiro rumo ao paraíso de forma segura e sem atalhos e tomar cuidado para não cair no engodo dos que vão propor trocar logo o carro por um importado via financiamento com a justificativa que é novo, não precisa de reparos e ainda anda a 220 Km/h e que, dessa forma podemos chegar mais rápido ao ‘Paraíso’.

  85. Comentou em 31/01/2006 Valerio Stupp

    É natural que a oposição (elite da mesmisse) ache problema em tudo, mas será porque aumentou tanto o numero de caminhões nas estradas brasileiras principalmente no ultimo ano? será que que andam vazios pra cima e pra baixo? Niguem da imprensa fazia estas perguntas no governo FHC e no entanto o desemprego existia, a inflação era alta, a divida era alta, os logistas reclamavam porque os impostos era altos. E as privatizações ? para onde foi o dinheiro? E o Banestado do Sehor Alvaro Dias que agora pousa de bonzinho? Sinceramente para o milagre que essa gente que falta santo.

  86. Comentou em 31/01/2006 Helio Teixeira

    Quem matou Celso Daniel e por quê ?

    Quem vai repor toda a dinheirama desviada dos
    recursos do povo ?

    Como fica o dinheiro nas malas, na cueca, nas caixas de wisky ?

    Será que a oposicão tem cacife para enquadrar a turma de St. André, de Ribeirão Preto e de outras regiões ?

    Quem pergunta quer saber …

  87. Comentou em 31/01/2006 LUIS CARLOS CINTRA cintra

    E pensar que, o governo militar tinha projeto de governo e no democratico tem disputa de poder, tanto o LULA OU SERRA, so quer chegar no poder ou permanecer nele. Mesmo assim prefiro o o Sr. LULA – o melhor

  88. Comentou em 31/01/2006 sergio fialho ribeiro

    Extremamente lúcida a colocação do Luiz Weis a respeito de como a mídia deveria enfocar a questão dos números do governo Lula. Aliás, de todos os governos. Entretanto, o que se vê é uma mídia comprometida, partidária, visceralmente dependente, quer seja por financiamentos de seus parques grafícos, seus estudios de TV. quer de ôlho na enorme verba publicitária do governo.
    Os cancros deste país estão num judiciário comprometido (dependente de nomeações do executivo, dependente de verbas, etc.)e numa imprensa partidária.
    Éticamente não defendo a fórmula da compra de apoio político tambem adotada pelo PT mas, cá prá nós, saiu bem mais barato tê-lo feito junto aos pequenos partidos (peixe pequeno) do que comprar os tubarões alocados no PSDB e PFL!!

  89. Comentou em 31/01/2006 Nelson de Almeida Filho

    Imparcial. Quem julga sem paixão ou interesse pessoal, reto, justo.(Aurélio)
    Não fôsse a imprensa brasileira atada aos interesses de grandes corporações que manipulam a opinião pública de acordo com seus próprios interesses e os da política, talvez a classe pudesse fazer algo de concreto para o bem do País, sem especulações e forjados e maneirismos.
    Valor tem os atos de realização para um povo, para uma nação, para o futuro.
    Segurança, cultura e justiça. O resto vem depois.
    Pergunto: Como estão nossas fronteiras, por onde tudo e todos passam? Não exatamente nas porteiras divisórias, mas nas divisas sem porteiras. Onde e como estão as Forças Armadas Brasileiras? A segurança e violência começa por aí.Cadê a imprensa?
    Como está o aprendizado no País, o nível dos professores, seus salários, sua saúde, Como vão as condições de alguém frequentar uma faculdade. Como estão enriquecendo essas faculdades e como estão retornando essa riqueza em termos de resposta à sociedade?
    Cadê a imprensa?
    Como está nosso judiciário? os salários vergonhosos dos nossos funcionários do governo, a impunidade que encoraja o crime e o desnível abusivo das chamadas autoridades com relação ao resto do povo.
    Essa é a verdadeira fome de um povo, a que alimenta o futuro de seus filhos. Cadê a imprensa? Pão e circo,pão e circo,pão e circo, pão e circo, pão e circo,pão e circo, pão e circo, pão e circo.

  90. Comentou em 31/01/2006 Fernando Lima

    Como dizia o sábio: a persistência no rumo correto traz boa sorte. Um rumo que parece ser correto é o que foi traçado pelos últimos dois governadores do Estado de São Paulo – saneamento das finanças públicas e investimentos em infra-estrutura. A mim parece que o Governo Federal tenta seguir este exemplo, porém o custo político com suas alianças tem sido muito alto.

  91. Comentou em 31/01/2006 JOSE LUIZ SANTOS

    *** LULA

    O QUE FALTOU NO SEU GOVERNO PARA REELEIÇÃO
    OS QUATROS ANOS NAO FOI SUFICIENTE , MAIS QUATRO ANOS PODE SE ESPERAR MAIS O QUE ???
    SAUDE ,EDUCAÇÃO , SEGURANÇA , HABITAÇÃO E OUTROS

  92. Comentou em 31/01/2006 Almir Dias

    O governo está sendo massacrado há quase hum ano pela mídia e ainda oferece índices altamente positivos. Será que a luta pelo poder, em carater revanchista, feita pela oposição, a transforma numa avestruz que enterra a cabeça na areia e fica cega e surda ??? Por que o povo não perdoa FHC e outros que se apresentam vestidos com peles de ovelhas ??? A oposição ainda não aprendeu a fazer oposição e permite que bote a cara na midia políticos totalmente desacreditados. Querem corrigir um erro com outro erro.

  93. Comentou em 31/01/2006 jesse fernandes

    Em atençao ao senhor Alexandre Duarte, que escreveu acima, transcrevo que ‘Números divulgados pelo Ministério do Planejamento comprovam que em 2005 os investimentos do governo federal bateram recorde, atingindo um total de R$ 18,4 bilhões.

    O valor representa um crescimento de 60% em relação ao realizado em 2004 (R$ 11,2 bilhões) e quase o triplo do executado em 2003 (RS 6,5 bilhões)’. Essas informaóes estáo no boletim ‘Em questáo’, e claro, seria necessária uma contra prova. Temos que provocar a imprensa, assim como ocorre com o Judiciário…

  94. Comentou em 31/01/2006 Roberto Alvares Magalhães Magalhães

    Não tem jeito. O preconceito que recai sobre o operário Lula é demais. A ele nada pode ser creditado a não ser a sua decantada incopetência ditada pela oposição e pela grande imprensa. Muito me admira este ‘Observatório ‘ que se diz crítico, reproduzindo as mesmas dúvidas da elite preconceituosa. Uma coisa eu tenho certeza: democracia não existe com preconceito… Que tristeza

  95. Comentou em 31/01/2006 milton milton

    Tivemos na história da humanudade o período negro da igreja, hoje estamos vivendo o período negro da impressa, a midia. Sei que temos muita gente séria neste raro jornalisticos, mas os poderosos usam e não esconde mas os seus objetivos, só não ver quem não quer os números do governo atual é bem melhor do que o governo passado, sem dúvida. Esta situação de CPI, uma das mais longa da nossa histório também serve para mostra a cara da midia negra, somos o único país do planeta terra onde deputados caça deputados como podemos a moralização deste congresso com uma situação desta. Quantos deputados e senadores são donos de rádios e canais de TV e lá ninguém vai elogiar o atual governo, seja ele quem for. E a constituição onde fica se o proprio congressistas não tem moral, não respeita a constutuição do país, e a nossa midia de hoje atravessa a história escrevendo a sua página negra. VERDADE SEJA DITA, DÓI, MAS A VERDADE PREVALECERA NA HISTÓRIA. LAMENTAVEL.

  96. Comentou em 31/01/2006 Ale Gue

    Tenho certeza que a imprensa não vai conseguir derrubar esse governo porque os numeros falam mais alto e o povo não é mais bobo que nem antigamente

  97. Comentou em 31/01/2006 EVANADRO DE ALMEIDA MARQUES

    estranho ficar tão nítido o ‘medo’ do autor de que os eleitores sejam enganados (mais uma vez?).
    Esclarecer o leitor é papel da imprensa – aqui imparcialidade é credibilidade – lógico que falo do mundo ideal. Esclarecer o eleitor é papel dos partidos, dos candidatos e cabos eleitorais – nesta empreitada a imprensa não tem papel que não seja a cessão de espaço para veiculação das razões de cada facção.
    Em tempo, o eleitor sempre acerta. Mesmo quando erra.

  98. Comentou em 31/01/2006 Williams Silva

    Dizem que um bom governo é o que interfere o menos possível na vida do País, ou seja: Deixa que a economia siga o seu rumo natural, tomando cuidado apenas para evitar os abusos…
    O certo é que os números bons podem ser contestados, os maus não. Pois os resultados negativos sempre devem ser atribuídos na ‘conta’ dos governos…
    Se isso é ser competente ou incompetente…
    William Silva

  99. Comentou em 31/01/2006 Francisco Abreu

    É necessário, que os governos que se sucedem no poder, assumam o que de melhor fez seu antecessor.
    A evolução só é possível, quando se melhora o que se fez antes.
    Nenhum governo faz tudo de bom sozinho.

  100. Comentou em 31/01/2006 jesse fernandes

    Senhor Weis e demais ‘observadores’, que falta faz um jornalista como o senhor Aloisio Biondi. Alquém se lembra. Bom mas, temos que insistir e que tal solicitar um artigo pro Luis Nassif. Acho e que ele é um dos que podem iluminar essa questão. Por favor, náo vamos esquecer que a menos de quatro anos, o real valia quatro dólares, o risco país estava nas alturas…Ontem, vi a entrevista no Roda Viva de um grande escritor e cientista…Pena que pouca gente viu…
    Sou partidário do presidente Lula e vamos seguir em frente, dando a volta por cima…

  101. Comentou em 31/01/2006 Dilson Franca

    É pertinente observar, também, que a maior ‘arma’ do Presidente Lula, para estas eleições, a Petrobras, sempre foi utilizada, em larga escala, para campanhas eleitoreiras. Logo, acerta a revista Veja ao proferir que o governo não possui mérito algum na auto-suficiência. Entretanto, como bem observado pelo leitor Luis Antonio Prado, peca por não apresentar as comprovações, como é típico de tal revista que, infelizmente, é a mais lida e ‘engolida’ do país.

  102. Comentou em 31/01/2006 Alexandre Duarte

    Observamos o governo festejando ‘bons números’ da econômia, mas a pergunta que não quer calar é… onde estão os investimentos ? há muita coisa maquiada nestes números tão festejados, como houve na época de FHC quando referia-se a paridade do câmbio (Dolar X Real), o superávite primário vem, principalmente, de uma arecadação recorde (pois a nossa carga tributária e de outro planeta), e o que se faz com tanto dinheiro ? problemas com infra-estrutura, educação, segurança etc… bater no peito e dizer que o Brasil é auto suficiente em petróleo e o preço na bomba de combustível não cair não significa nada para o povo brasileiro, queremos resultados visíveis.

  103. Comentou em 31/01/2006 pedro correa saulo

    vamos da o troco lula, a esta direita nazista

  104. Comentou em 31/01/2006 wanderley aprile

    Ok,Na minha modesta opinião, esse quadro positivo em que o Brasil se encontra tem influencia tanto do governo FHC como do governo LULA, alem é claro do cenário internacional que favoreceu bastante.
    Se nossos políticos fossem realmente estadistas, preocupados com o que é melhor para o povo brasileiro e não para o futuro da carreira deles, proporiam uma dobradinha LULA/FHC 2006 e juntos aprimorariam ainda mais o crescimento da nação.

  105. Comentou em 31/01/2006 lourenço Galvão

    Realmente, nesses últimos dez anos, o campo e as nossas indústrias tem trabalhado ativamente no sentido de fazer este país crescer. Imagine se, nesses últimos vinte anos, o Brasil tivesse um governo que correspondesse aos anseios de seu povo. Com demagogia, corrupção, e muita falácia não há país que cesça. Continua a mesma política: quando o salário mínimo é anunciado, os aumentos de produtos e serviços se antecipam. O problema não é de números mas de falta de perspectivas, para o Brasil crescer, de fato.

  106. Comentou em 31/01/2006 Luís Antônio Prado

    Concordo com as afirmações, mas eu me pergunto se a imprensa deste país é isenta o suficiente. Digo isto em face da reportagem da revista Veja deste domingo, intitulada “Enfim Livres” sobre a auto-suficiência de petróleo alcançada pela Petrobras, a certa altura na reportagem da página 90 é apresentada “… o Brasil esta prestes a atingir a auto-suficiência na produção de petróleo, um sonho que parecia impossível há meros dez anos. Nada disso veio de graça. Nem é mérito de governos – principalmente do atual, que tentou pôr fim à gestão profissional na Petrobras e ideologizar a pesquisa em órgãos públicos. As duas conquistas resultam…”, sem ter dado um único dado que comprovassem estas afirmações. Com imprensa deste naipe, fica difícil acreditar em imparcialidade e objetividade.

  107. Comentou em 31/01/2006 tony knopp

    … and the analysis needs, I believe, take into account what happens during the same period (international perspective) in Mexico, China and India among others; to give Brasil and Brasilains a realistic flavor of what might/could have been …

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem