Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº975

CÓDIGO ABERTO > Desativado

PT, PSDB e corporativismos

Por Mauro Malin em 18/07/2006 | comentários

O problema dos dois partidos que alcançaram o poder federal desde 1994, ambos por assim dizer “paulistas”, o PT e o PSDB, não é que sejam antagônicos, mas que sejam parecidos. Tanto que o PSDB não negou votos no Congresso para reformas no início do governo Lula, desde que Lula promoveu a continuidade da política econômica de Fernando Henrique Cardoso (iniciada por Itamar Franco). O problema é que não se tenham unido contra o partido informal do corporativismo no Brasil.


Os dois partidos, cada um a seu modo e em diferentes momentos, preferiram se unir a diversas modalidades de corporativismo, nos três poderes da República e na sociedade civil. E a mídia, que promove uniões de natureza semelhante – com a Polícia, com universidades, com a Justiça, com sindicatos patronais e de trabalhadores, com igrejas, para dar alguns entre inumeráveis exemplos – foi cúmplice.


# # #


Outros tópicos recentes deste blog


Crime e mídia passiva


Debate de elite


Catanduvas ainda está vazia


Erundina quer rever radiodifusão


Raça e pesporrência


Mais quatro canais estatais


Congresso e mídia, relação incestuosa


Em campanha, mais propostas, menos fofocas


O Observatório no interior de Mato Grosso


A antilogística do sistema prisional



Todos os comentários

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem