Domingo, 21 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

CÓDIGO ABERTO >

Site da Folha é o que mais insiste na pressão sobre a ministra Dilma Rousseff

Por Carlos Castilho em 01/04/2008 | comentários

O monitoramento das cinco principais páginas noticiosas da web brasileira, na semana entre os dias 24 e 30 de março, indicou o site do jornal Folha de S.Paulo como o que mais manchetes de alto da página dedicou à polêmica sobre o suposto dossiê preparado pela ministra da Casa Civil da Presidência de República sobre os gastos pessoais do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.


 


O site Folha Online, publicou seis manchetes, em três edições diárias monitoradas, em quatro dias consecutivos (27, 28, 29 e 30), contra quatro do site Estadão (28 e 29), duas do portal G1 (no dia 29) e uma do Globo Online (dia 28). A página do Jornal do Brasil não fez nenhuma referência ao caso na primeira manchete da abertura do site, em nenhum dos dias observados.


 


Das 13 manchetes relacionadas ao caso Dilma, quatro referem-se ao fato de a ministra ter negado a existência do dossiê contra FHC, três à negativa da chefa da Casa Civil da Presidência em demitir a assessora acusada de preparar o dossiê, e três baseiam-se no pedido de demissão de Dilma feito pelo ex-presidente Fernando Henrique.


 


A Folha Online foi o primeiro site a noticiar o caso dossiê em manchete principal, na edição vespertina do dia 27/3 e também o único a dar destaque à uma recusa da ministra em depor em CPI do Congresso Nacional, bem como apontar uma contradição entre as declarações de Dilma e um documento do Tribunal de Contas da  União. A ministra disse no dia 29/3 que o suposto dossiê na verdade é  um banco de dados montado a pedido do TCU.


 


A ministra Dilma Roussef é protagonista central em oito manchetes monitoradas, enquanto o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é a fonte principal de duas e os líderes do PSDB de uma manchete, no período monitorado.


 


O site da Folha Online foi também o único que produziu manchetes afirmativas sem personalizar fontes, como aconteceu na edição das 10h do dia 28/3 (“Principal assessora de Dilma montou dossiê contra FHC”) e na edição, também às 10h no dia 30/3 (“Documento do TCU contradiz versão de Dilma Rousseff).


 

As diferenças de tratamento dado pelos sites monitorados revela mais sobre a preocupação política de cada veículo do que suas políticas editoriais. Destacam-se neste aspecto a Folha Online pelo seu empenho no caso e a página do Jornal do Brasil, por sua omissão completa.

Todos os comentários

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem