Domingo, 22 de Julho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº996
Menu

CÓDIGO ABERTO > Código Aberto

Site da Folha é o que mais insiste na pressão sobre a ministra Dilma Rousseff

Por Carlos Castilho em 01/04/2008 | comentários

O monitoramento das cinco principais páginas noticiosas da web brasileira, na semana entre os dias 24 e 30 de março, indicou o site do jornal Folha de S.Paulo como o que mais manchetes de alto da página dedicou à polêmica sobre o suposto dossiê preparado pela ministra da Casa Civil da Presidência de República sobre os gastos pessoais do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.


 


O site Folha Online, publicou seis manchetes, em três edições diárias monitoradas, em quatro dias consecutivos (27, 28, 29 e 30), contra quatro do site Estadão (28 e 29), duas do portal G1 (no dia 29) e uma do Globo Online (dia 28). A página do Jornal do Brasil não fez nenhuma referência ao caso na primeira manchete da abertura do site, em nenhum dos dias observados.


 


Das 13 manchetes relacionadas ao caso Dilma, quatro referem-se ao fato de a ministra ter negado a existência do dossiê contra FHC, três à negativa da chefa da Casa Civil da Presidência em demitir a assessora acusada de preparar o dossiê, e três baseiam-se no pedido de demissão de Dilma feito pelo ex-presidente Fernando Henrique.


 


A Folha Online foi o primeiro site a noticiar o caso dossiê em manchete principal, na edição vespertina do dia 27/3 e também o único a dar destaque à uma recusa da ministra em depor em CPI do Congresso Nacional, bem como apontar uma contradição entre as declarações de Dilma e um documento do Tribunal de Contas da  União. A ministra disse no dia 29/3 que o suposto dossiê na verdade é  um banco de dados montado a pedido do TCU.


 


A ministra Dilma Roussef é protagonista central em oito manchetes monitoradas, enquanto o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é a fonte principal de duas e os líderes do PSDB de uma manchete, no período monitorado.


 


O site da Folha Online foi também o único que produziu manchetes afirmativas sem personalizar fontes, como aconteceu na edição das 10h do dia 28/3 (“Principal assessora de Dilma montou dossiê contra FHC”) e na edição, também às 10h no dia 30/3 (“Documento do TCU contradiz versão de Dilma Rousseff).


 

As diferenças de tratamento dado pelos sites monitorados revela mais sobre a preocupação política de cada veículo do que suas políticas editoriais. Destacam-se neste aspecto a Folha Online pelo seu empenho no caso e a página do Jornal do Brasil, por sua omissão completa.

Todos os comentários

  1. Comentou em 04/04/2008 Jose de Almeida Bispo

    A Folha até anda disseminando a idéia de que IMPRENSA tem que ser de OPOSIÇÃO. Na nossa modesta opinião, imprensa tem que ser imprensa. Política e partidarismo é coisa de partidos. Isso é uma forma de justificar seu palanquismo anti-governo federal; seu caráter de panfleto partidário. Enquanto blinda Serra e todos os que com ele tenham alguma coisa a ver em qualquer coisa. Basta ver a reação hoje (04/04) ao desmascaramento de Álvaro Dias e sua atitude que poderia dar em até empichamento no cargo de Senador. A velha ética seletiva prevalece.

  2. Comentou em 03/04/2008 Ivan Moraes

    ‘Com ironia e sarcasmo, Sérgio Cabral chamou-a ‘Presidente”: nao era ironia, era medo. Reflete bem o estado tucano atual, nao acha?

  3. Comentou em 03/04/2008 Frederico Araujo Soares

    Juntamente com a Folha anda a revista Veja … cada uma tentando impor e colocar opnião na boca do povo.

  4. Comentou em 03/04/2008 Jorge Cortás Sader Filho

    Mais um caso que ficará envolvido em mistério no governo Lula. Ou será que por acaso alguém acredita que Dilma será investigada como deveria? Com ironia e sarcasmo, Sérgio Cabral chamou-a ‘Presidente’, o que demonstra sua inteira e absoluta direção do Planalto. Provavelmente, será a candidata do PT nas eleições futuras, e com mais probabilidade ainda vai sofrer fragorosa derrota.

  5. Comentou em 03/04/2008 fernando mandes

    ‘manchetes afirmativas sem personalizar fontes’, mas isso é tao comum na Folha.

  6. Comentou em 03/04/2008 vanda viana

    Uê, ninguem fala do Sr. ilustrissímo, dignissímo, senador(?) alváro dias? (minúscula por merecimento)

  7. Comentou em 03/04/2008 Marcelo Nogueira

    A imprensa brasileira novamente está se perdendo. Infelizmente.

  8. Comentou em 03/04/2008 Ivan Moraes

    ‘As diferenças de tratamento dado pelos sites monitorados revela mais sobre a preocupação política de cada veículo do que suas políticas editoriais’: interrompemos essa programacao para relembra que Maria da Glória Costa Reis, professora aposentada que edita minusculo jornal de interior em MG a respeito do sistema penal brasileiro, continua condenada a 4mezes de prisao por um juiz que sequer leu o processo, por dizer a seguinte frase: “não é aceitável a conivência de magistrados, fiscais da lei, advogados, enfim, operadores de direito com tamanha barbárie”. Voltamos agora aa invencao com impunidade garantida, porem invisivel, de dossies no caso da CPI Das Pretas… Muito obrigado.

  9. Comentou em 03/04/2008 Ivan Moraes

    ‘As diferenças de tratamento dado pelos sites monitorados revela mais sobre a preocupação política de cada veículo do que suas políticas editoriais’: interrompemos essa programacao para relembra que Maria da Glória Costa Reis, professora aposentada que edita minusculo jornal de interior em MG a respeito do sistema penal brasileiro, continua condenada a 4mezes de prisao por um juiz que sequer leu o processo, por dizer a seguinte frase: “não é aceitável a conivência de magistrados, fiscais da lei, advogados, enfim, operadores de direito com tamanha barbárie”. Voltamos agora aa invencao com impunidade garantida, porem invisivel, de dossies no caso da CPI Das Pretas… Muito obrigado.

  10. Comentou em 03/04/2008 Rogério de Almeida Abreu

    Caro Castilho, o site da Folhaonline ou repercute o que deu na Folha de SP ou faz um lead sobre o que sairá no jornalão no dia seguinte. E neste particular, a cobertura da FSP sobre o suposto dossiê está exemplarmente alinhavada na coluna do Mário Magalhães (31/03) , o ombudsman do jornal. É um primor de bom senso, de autocrítica, de imparcialidade ao analisar a cobertura do jornal em cima do tema. Vale a pena ler e apreciar. Escrevo já com conhecimento do envolvimento do senador do PSDB, Álvaro Dias, no vazamento das informações. Mário, apesar de ter escrito sua coluna na 2º feira parecia estar prevendo o acontecido.

  11. Comentou em 02/04/2008 Ivan Moraes

    ‘Não vão cobrar que ele diga de quem recebeu? Vão continuar deixando suspeitas no ar?’: vao sim. A infeliz manchete do estadao agora ressalta o caos tucano: ‘Presidente da CPI prevê clima de guerra’. A folha ressalta a obvia reacao governista: ‘Governistas querem que tucano vá à CPI explicar vazamento de suposto dossiê’ sem dizer o resto, isso eh, que ele teve acesso ao ‘dossie’ mais de um mez antes (a Tucanhede continua tola como sempre, e vale a pena ler: ‘Fica esperto, porque aí tem!’). Ja o Globo tem assombrosamente inovativa abordagem, e ressalta… a defesa: ‘Álvaro Dias nega divulgação de dossiê’. A nadificacao do escaaaaaandalo mediatico cuja chegada eu previa pra amanha de manha ja chegou. Mesmo assim eu ainda quero a castracao dos politicos envolvidos. Digo, cassassao.

  12. Comentou em 02/04/2008 Maria Luiza Teixeira

    Vamos ver agora quantas manchetes sairão sobre as informações terem sido solicitadas por Arthur Virgílio e por Álvaro Dias ter tido os tal dossiê em suas mãos. Não vão cobrar que ele diga de quem recebeu? Vão continuar deixando suspeitas no ar? Vão querer que a PF investigue essa papagaiada que armaram em lugar de investigar coisas mais importantes? Vão continuar nos fazendo de palhaços enquanto ganham uma fortuna a nossas custas? Quantas despesas de cartão corporativo custa um senador para ficar fazendo fanfarronice enquanto a gente trabalha?

  13. Comentou em 02/04/2008 Luciano Prado

    Vou ser repetitivo, mas coerente. Aos poucos os jornalistas vão se dando conta das aberrações que a grande imprensa e capaz de produzir. O novo, o elogiável é que passaram a externar, a demonstrar, a denunciar. Não me refiro exclusivamente ao caso Dilma, mas a tantos outros que diariamente a grande imprensa deliberadamente produz. Ganhamos todos porque vislumbramos uma luz no fim do túnel. É possível fazer um jornalismo melhor, comprometido com os fatos e com a verdade. Mostrar as próprias feridas e tratá-las é um belo trabalho jornalístico. E demonstra grandeza.

  14. Comentou em 02/04/2008 braga milton

    eita folhão bom pra embrulhar peixe.
    folha e veja: tudo a ver.
    primeiro de abril. aniversario da redentora. as picapes c-14 da folha
    levando brasileiros ao acougue do DOPS. FOLHAXVEJA: jotnalismo de esgoto, como diz o Nassif sobre a veja.
    falando em Nassif, esse observatorio não vai dizer nada a respeito da serie que o Jornalista Nassif esta escrevendo sobre a veja?
    e as baixarias do blog da veja contra o Nassif?
    como a veja não tem como contra-argumentar ela usa seus canalhas escreventes para tentar desmoralizar o Nassif.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem