Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1042
Menu

CÓDIGO ABERTO >

Usuários politizam blog da Petrobras

Por Carlos Castilho em 15/06/2009 | comentários

O blog da Petrobras deixou de ser apenas palco de uma polêmica entre a empresa e os quatro grandes jornais brasileiros (Folha de S.Paulo, Estado de S.Paulo, Globo e Valor Econômico) para se tornar também uma espécie de speaker’s corner[1] virtual .


 


Desde quando a Petrobras começou a reproduzir no blog Fatos e Dados as entrevistas e informações fornecidas à imprensa, já foram publicados quase mil comentários de leitores, um número surpreendente para um blog corporativo voltado para jornalistas e assessorias.


 


Se a este total forem somados também os comentários postados nos principais blogs jornalísticos e políticos do eixo Rio-São Paulo-Brasília ficam evidentes três processos em curso:


 


1)     A acelerada politização da blogosfera;


2)     A perda de controle sobre os comentários;


3)     E a predominância de posicionamentos críticos em relação aos grandes jornais brasileiros.


 


Querendo ou não, a Petrobras foi transformada num ator político pelos comentaristas do blog da empresa. Foi também levada à condição de pretexto para uma nova catarse de leitores descontentes com a performance dos jornais brasileiros e novo paradigma nas relações entre corporações e a mídia.


 


A Petrobras está pagando o preço de quase todos os blogs bem sucedidos, aqui e no exterior, em que uma das principais conseqüências do sucesso é a perda parcial do controle sobre o uso da página, mesmo nos casos de comentários monitorados antes da publicação.


 


Esta é uma característica ainda pouco estudada dos principais espaços para debates na Web. A perda de controle aparece até mesmo nas chamadas redes sociais, como atestam casos recentes de rebeliões de usuários de sites como Digg, Facebook e Twitter. Eles impediram as empresas de mudar unilateralmente as regras de relacionamento com o público.


 


No caso da Petrobras, o blog rendeu bons dividendos ao conquistar as simpatias de um segmento do público mais politizado, mas a perda de controle sobre os comentários pode gerar problemas para a empresa no período pré-eleitoral. Por isto não pode ser descartada a hipótese de a companhia recuar, frustrando os seus simpatizantes.


 


É grande a diferença entre empresas que usam a blogosfera e as que vivem nela. A Petrobras pode fechar o blog sem que sua atividade central seja prejudicada, já as empresas que administram redes sociais, ou que sobrevivem com conteúdos produzidos pelo público, podem simplesmente sucumbir a uma debandada geral de usuários.


 

A polêmica em torno do blog da Petrobras mostra o peso que passou a ter este universo de aproximadamente 1 milhão de brasileiros que circulam pela blogosfera tupiniquim. Eles se tornaram politicamente mais ativos graças às ferramentas digitais e agora começam a se transformar numa nova e imprevisível força política.




[1] Speaker’s corner, é um local no Hyde Park, em Londres, onde desde o final do século XIX, qualquer pessoa pode subir num caixote de madeira e discursar sobre o que bem entender. 

Todos os comentários

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem