Quinta-feira, 21 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº992
Menu

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Vai de Serra ou de Alckmin?

Por Mauro Malin em 27/01/2006 | comentários

Há uma passagem da reportagem de Josias de Souza sobre a conversa entre o presidente Lula e José Dirceu, publicada na Folha de hoje (27/1), que merece glosa:


“Quanto à avaliação do quadro político, Dirceu e Lula puseram-se de acordo em dois pontos: 1) o principal adversário do PT será mesmo o PSDB; 2) entre o prefeito José Serra e o governador Geraldo Alckmin, avaliaram que o primeiro seria mais fácil de ser batido. Alckmin, por desconhecido, encarnaria mais facilmente a imagem do ´novo´. Serra seria mais facilmente identificável com o ´velho´, representado pela gestão de Fernando Henrique Cardoso, à qual serviu como ministro do Planejamento e da Saúde”.


Esse tipo de raciocínio serve para orientar a montagem de uma campanha eleitoral. Mas a campanha propriamente dita tem um peso decisivo. Ainda mais num mundo de referenciais móveis. Antigamente havia variáveis, é claro, mas os referenciais pareciam ser fixos. Agora, nem parecem.


Campanha eleitoral já contava antigamente. Milton Campos foi candidato ao governo de Minas, em 1947, para perder. Disse a Tancredo Neves: “O meu compromisso com a UDN é o de pronunciar 12 discursos de doutrinação democrática… Se houvesse a mais remota possibilidade de vitória, o candidato não seria eu”. Os discursos foram tão bons que ganhou.


Sempre é preciso avaliar o efeito de um comentário em que alguém diz preferir fulano ou beltrano como adversário político. Um mineiro das antigas diria que Lula e Dirceu divulgam que preferem Serra para que nós pensemos que preferem Alckmin, porque preferem mesmo Serra…


Brincadeira. Imito a historinha, contada entre outros por Carlos Castello Branco, do sujeito que encontra um amigo na estação de trem e diz que vai para Barbacena. Assim, o outro pensaria que ele ia para Belo Horizonte, mas ele ia mesmo era para Barbacena. Wilson Figueiredo explica a moral da história: mineiro valoriza o jogo, o prazer do drible mental. Também se conta essa história com personagens judeus na Polônia.


Brincadeira, mas quem quiser acreditar que Dirceu e Lula dizem que preferem Serra para que todo mundo pense que eles preferem Alckmin, porque preferem mesmo Serra, pode acreditar. Ou não.

Todos os comentários

  1. Comentou em 28/01/2006 vladimir Nunes de Oliveira

    Se for verdadeiro o diálogo entre Lula e Dirceu, acho que estão corretíssimos. José Serra não tem a menor chance contra Lula, por uma razão muito simples: o prefeito de São Paulo assinou documento se comprometendo a cumprir os quatro anos de mandato frente à prefeitura. O povo não costuma perdoar esse tipo de enganação. Aqui no RS, em 2002, o PT cometeu esse erro absurdo. Tarso Genro deixou a prefeitura de Porto Alegre pouco mais de um ano após sua posse para se candidatar ao governo do estado. Durante a campanha eleitoral de 2000, Tarso afirmou peremptoriamente que cumpriria o mandato até o final. Antes de iniciada a campanha de 2002, Tarso estava disparado nas pesquisas. No entanto, após o início do horário gratuito, o bombardeio dos adversários foi incessante. Mentiroso foi o adjetivo mais suave imputado ao ex-prefeito. O resultado disso foi uma humilhante derrota do PT gaúcho frente a um candidato medíocre, como o atual governador Germano Rigotto. Se o PSDB cometer esse erro brutal, quebra a cara. Sendo seu candidato Alckmin, Lula corre riscos. Sendo Serra, Lula nada de braçada. Podem me cobrar em outubro.

  2. Comentou em 28/01/2006 jorge oliveira

    O Governador do Estado de SP Alckmin que até aqui não se tem um fato se quer que denigre sua imagem, homem reto de carater ético…hum! sei não, o camarada que diz uma pérola como essa provavelmente deve ter chegado do planeta Marte, agora, neste momento, a sorte do Alckmin, o ‘engavetador de CPIs’, é o fato de todos os politicos do PSDB/PFL serem protegidos pela mídia, quanto a matéria do Josias, ao meu ver, há muitas contradições, uma delas é o fato de ele dizer que o encontro entre o Lula e o Dirceu, foi sigiloso. Ora bolas, se foi sigiloso quem foi que passou o conteudo da conversa entre os dois para Josias, ou será que o Josias além de jornalista é vidente? Na minha opinião o Josias praticou com essa matéria o jornalismo apelativo de alto risco, principalmente risco dele perder a credibilidade que ele ainda tem.

  3. Comentou em 27/01/2006 henry cristofani

    Sobre a materia exposta eu reflito assim:
    O nosso presidente Lula já fez sua parte áté aqui e faltam 11 meses p/ conclusão de seu mandato e muito pouco de suas promessas de campanha foram realmente efetivadas, o que realmente o povo quer é trabalho, renda o suficiente para ter seu imovel proprio, seus estudos e um futuro horizonte melhor para os filhos, muitos tambem sabem que ‘os valeriodoutos, dudadutos, pitadutos e outros putadutos nas ultimas decadas sempre existiram neste país mesmo porque não existe justiça que dê jeito nestes casos porque as provas… bem as provas …todos aprenderam com o manganão o Babaluf e enquanto não houver cadeia perpétua para esta vergonha neste País nós eleitores ficaremos sempre votando no menos pior para a nação como brasileiro que sou só nos restam ainda uma esperança para o Brasil o Governador do Estado de SP Alckmin que até aqui não setem um fato se quer que denigre sua imagem, homem reto de carater ético pena que o resto do país não o conheça que Deus ilumine o futuro presidente desta nação e remova aqueles que não honram ou merecem adminstrar esta terra maravilhosa. Que meus irmãos brasileiros de outros estados que o de SP refitam muito bem nesta nação existe uma grande diferença entre um politico reto de uma rato.

  4. Comentou em 27/01/2006 José Carlos dos Santos

    Já postei uma vez aqui que essa briga é muito engraçada, Picolé de chuchu contra o Tio Fester(cada vez mais parecido) pois tanto faz o adversário, derrotar Lula será muito difícil.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem