Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Você sabia que…

Por Luiz Weis em 18/04/2009 | comentários

Exceto pelo despropositado título dado pelo Globo deste sábado, 18, à foto do aperto de mãos entre os presidentes Barack Obama e Hugo Chávez em Port of Spain, que está na primeira página dos jornais de meio mundo – “Beijando a mão do império” –, nada de errado com a cobertura da imprensa brasileira da abertura da Cúpula das Américas em Trinidad e Tobago, dominada pela questão do embargo dos Estados Unidos a Cuba.


Mas, no apanhado da vertiginosa série de gestos de reaproximação entre os dois países dos últimos dias, o jornal eletrônico americano Huffington Post foi mais longe do que os diários brasileiros, ao informar, ou lembrar, que…


… a última tentativa séria de diálogo entre Washington e Havana foram as negociações secretas entre um assessor do então secretário de Estado Henry Kissinger e um emissário do Partido Comunista Cubano, numa lotada cafeteria no Aeroporto de La Guardia, em Nova York, em 11 de janeiro de 1976. Os negociadores se encontraram em hotéis novaiorquinos e em residências durante vários meses, mas a iniciativa morreu quando Castro enviou tropas para Angola…


… Obama foi criticado durante a sua campanha por ter dito que se encontraria com Raúl Castro sem precondições, e Castro disse durante uma entrevista, em novembro, com o ator-diretor Sean Penn que aceitaria se encontrar com Obama, sugerindo como local a base naval americana em Guantánamo…


… os Estados Unidos poderiam recusar a oferta de Raúl Castro de liberar cerca de 200 prisioneiros políticos mantidos na ilha, junto com os seus parentes, em troca de cinco cubanos que cumprem longas penas a que foram condenados sob a acusação de espionagem. Na lista estão várias pessoas condenadas por atos violentos, incluíndo dois salvadorenhos sentenciados à morte por atentados a bomba em um hotel de Havana que mataram um turista italiano. A pena de morte em Cuba está suspensa…


… o número de presos políticos na ilha caiu em um terço desde que Raúl Castro substituiu o seu enfermo irmão mais velho em julho de 2006. A Comissão Cubana de Direitos Humanos e Reconciliação Nacional então contabilizava 316 prisioneiros, mas em 30 de janeiro listou 205 detentos, incluíndo 12 que desde então receberam liberdade condicional por razões de saúde…


…outro obstáculo para a normalização EUA-Cuba é a Lei Helms-Burton, de 1996, que veda o restabelecimento de relações diplomáticas plenas com Cuba enquanto Fidel ou Raúl Castro estiverem no poder.


Saber nunca é demais.

Todos os comentários

  1. Comentou em 18/04/2009 Ivan Moraes

    ‘outro obstáculo para a normalização EUA-Cuba é a Lei Helms-Burton’: bom saber quem foram antes de perder tempo querendo saber. 1–http://en.wikipedia.org/wiki/Dan_Burton_(U.S._Congressman) e 2–http://en.wikipedia.org/wiki/Jesse_Helms … ambos radicais religiosos. Helms entao se considera a cereja do bolo da moralidade religiosa evangelica. Falando em feijoezinhos incrustrados, agora sim: http://en.wikipedia.org/wiki/Helms-Burton_Act

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem