Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

CURADORIA DE NOTíCIAS > Jornalismo ecológico

Dicas para melhores reportagens ambientais

Por Carlos Castilho em 21/08/2015 na edição 864

O caso da morte do leão Cecil , no Zimbábue, há pouco mais de um mês, gerou uma onda quase viral de reportagens sobre caça e ambientalismo, onde os enfoques sentimentais ou militantes superaram as análises objetivas.  Não se trata de condenar ou absolver o dentista norte-americano Walter Palmer, responsável pela morte do leão símbolo daquele país africano, mas de usar o incidente para  investigar a industria do turismo de caça e as estratégias empresariais e governamentais na administração de parques naturais. A revista Columbia Journalism Review aproveitou a onda mundial em torno do caso para publicar um texto, assinado por Laura Dattaro, sugerindo cinco dicas para evitar o óbvio em matéria de reportagens sobre ecologia e proteção à fauna selvagem. As dicas são:

1) Investigar o que está por trás dos fatos publicados na imprensa;

2) Vá ao local dos fatos para ampliar a análise de contexto;

3) Evite o sentimentalismo;

4) A África não é o único lugar onde há vida selvagem;

5) Evite conclusões definitivas.

Leia o texto completo da reportagem Five ways to improve environmental reporting

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem