Domingo, 15 de Dezembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1067
Menu

DIRETóRIO ACADêMICO >

36 trabalhos, de 26 instituições, de dez estados

27/10/2009 na edição 561

A Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor) anunciou na quarta-feira
(21/10) os vencedores do Prêmio Adelmo Genro Filho de Pesquisa em Jornalismo.
Nesta quarta edição, foram inscritos 36 trabalhos de 26
instituições em dez estados brasileiros, um recorde no evento.


Na categoria Iniciação Científica, competiram catorze artigos e a vencedora
foi Gabriela Zago, da Universidade Católica de Pelotas. Intitulado
‘Jornalismo em Microblogs: Um Estudo das Apropriações Jornalísticas do
Twitter’, o trabalho foi orientado pela professora Raquel da Cunha Recuero.
A comissão de avaliação na categoria Iniciação Científica foi presidida por
Márcia Franz Amaral (UFSM) e composta ainda por Iluska Coutinho (UFJF) e Walter
Teixeira Jr. (Faculdade Cásper Líbero).


Dezesseis dissertações concorreram na categoria Mestrado no PAGF 2009.
‘Bilac, sem poesia – crônicas de um jornalista da Belle Époque’, de
Marta Eymael Garcia Scherer (UFSC), foi o trabalho vencedor. A
dissertação foi orientada pelo professor Carlos Eduardo Capela e avaliada por
Kênia Maia (UFRN), Márcia Benetti (UFRGS) e Victor Gentilli (UFES), que presidiu
os trabalhos da comissão.


Seis teses foram inscritas na categoria Doutorado. Os professores Marcos
Palacios (UFBA), José Salvador Faro (Universidade Metodista e PUC-SP) e a
presidenta Christa Berger (Unisinos) apontaram como vencedor o trabalho
‘Sistemas de produção de conteúdos no ciberjornalismo – A composição e a
arquitetura da informação no desenvolvimento de produtos jornalísticos’, de
Carla Andrea Schwingel, da UFBA. A tese foi orientada pelo professor
Elias Machado Gonçalves.


Prêmio serão entregues em novembro


A Diretoria e o Conselho Científico da SBPJor indicaram ainda o PAGF2009
categoria Sênior para o professor José Marques de Melo (Umesp) por
sua relevante, diversificada e influente trajetória na pesquisa em jornalismo.
Marques de Melo foi o primeiro doutor em Jornalismo no país. É autor de mais de
trezentos artigos científicos, livros e capítulos de livros na área. Foi
professor visitante e pesquisador em universidades nos Estados Unidos, México,
Espanha, Argentina, Chile, Bolívia, Uruguai e Venezuela. Já formou mais de uma
centena de pesquisadores acadêmicos nas áreas da Comunicação e Jornalismo. É
presidente de honra da Intercom, sócio nº 1 da SBPJor e atualmente dirige a
Socicom, a Federação Nacional das Associações de Comunicação. O PAGF categoria
Sênior marca os cinquenta anos de carreira jornalística de Marques de Melo.


Os vencedores do PAGF 2009 receberão seus prêmios no dia 25 de novembro
durante o 7º Encontro Nacional de Pesquisadores em
Jornalismo
, que acontece em São Paulo, na Escola de Comunicações e Artes
(ECA/USP).

******

Jornalista e professor

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem