Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

DIRETóRIO ACADêMICO >

A liturgia dos jornais

Por Monitor de Mídia em 23/05/2006 na edição 382

Devido à herança religiosa herdada dos portugueses, o Brasil é um país predominantemente católico. Mesmo assim, como consta na Constituição, os brasileiros são livres para escolher e praticar suas crenças religiosas. Levando em conta este fato, o MONITOR DE MÍDIA observou como as diferentes crenças são retratadas pelos principais jornais catarinenses. A análise se deu sobre as edições de 21 de abril a 5 de maio, período pontuado por fatos de caráter religioso.

Crenças no Santa

Com a maior incidência do catolicismo, o Jornal de Santa Catarina abordou, ao longo do período analisado, assuntos relativos às principais crenças religiosas do país. Os evangélicos tiveram destaque por conta do Encontro dos Gideões Missionários, evento que reuniu 100 mil de fiéis em Camboriú. O budismo foi retratado na visita do Dalai Lama ao Brasil. O terrorismo foi o gancho utilizado nas matérias em que o islamismo apareceu, relacionadas sempre com a figura de Osama Bin Laden. O hinduísmo apareceu associado dentro de uma matéria de lazer. Os dogmas da Igreja Católica e as ações do papa também apareceram, com praticamente o dobro de matérias comparadas às demais religiões.

Catolicismo ‘inunda’ as páginas do Santa

Na edição de 21/04, em Opinião, o Santa apresentou o artigo ‘Matriz de Gaspar’, sobre os 50 anos da construção. Não diretamente, no dia 25/04, ‘Litoral estimula a romaria dos sedentos’ teve relação com as crenças cristãs. O título fez um trocadilho ao comparar as dificuldades das pessoas para conseguir água, nos municípios de Itajaí e Navegantes, com o martírio cristão. Na Opinião de 26/04, o artigo ‘Bebidas alcoólicas em festas de Igreja?’ esclarecia uma posição tomada pela Igreja Católica, na questão da venda de bebidas alcoólicas nas festas religiosas. No mesmo dia, Fabrício Cardoso tratou das ‘Páginas pecaminosas’ em sua coluna, em que explicou seus textos ‘anti-clericais’. A chamada de capa da edição conjunta de 29-30/04, ‘Diocese faz consulta sobre bebidas alcoólicas’, apontou para desdobramento interno. Na matéria ‘Há convívio possível?’, foram mostrados os pontos de vista contra e a favor do impasse. Ainda no mesmo dia, Paulo Coelho, em sua crônica ‘A segunda chance’ no caderno ‘Viver!’, faz referência à Igreja Católica. Duas cartas no dia 1º de maio tratavam da religião católica. A primeira apoiava a proibição do álcool e a segunda discordava dos ‘novos pecados’, assuntos do dia 26/04. No mesmo dia, na seção Contracapa, ‘Para todo mundo’ contou a história da autora do livro ‘Nas mãos de Deus’. O questão católica da camisinha recebeu chamada de capa no dia 04/05. No mesmo dia, o título da matéria interna, ‘O dogma resistirá à prevenção?’, abriu as opiniões de representantes católicos e especialistas da saúde. Em 05/04, o artigo ‘Bebidas X Igreja’ voltou a debater o impasse do álcool nas festas católicas. Na mesma edição, ‘Vaticano excomunga bispos chineses’ estava presente na editoria mundo.

Palavras aos missionários

No dia 27/04, a chamada ‘Camboriú ganha 120 mil novos habitantes’ indicava matéria do encontro evangélico. Na mesma edição, em ‘Evangélicos, vinde a Camboriú’, vários assuntos, como onde seria e as atrações para os fiéis, foram pontuados sobre o Encontro dos Gideões Missionários na cidade litorânea.

Em 28/04, ‘Jovens são detidos por vandalismo contra igreja’ foi a matéria que detalho a pichação da Igreja Luterana Bom Pastor.

O encontro evangélico de Camboriú foi chamada de capa no 1º de maio. No mesmo dia, os Gideões foram destaque do caderno Lazer. Na matéria ‘Milagre da multiplicação’, foi apresentado o mercado da música gospel.

Cobertura burocrática do líder budista

A tradição oriental budista veio acompanhada da visita de seu líder ao país no Santa. A matéria ‘Dalai lama vai dormir no chão de cinco estrelas’, de 27/04, em que detalhou a movimentação e ações de Tenzin Gyatso em terras brasileiras.

No caderno ‘Viver!’, da edição conjunta de 29-30/04, o Santa apresentou ‘Nas Contas do Japamala’. A matéria detalhava o Japamala – um colar de contas, que seria como um rosário para os católicos – que auxilia budistas e hinduístas ??única referência ao hinduísmo do período?? no controle das orações.

Islamismo: reforço do preconceito

Osama Bin Laden ‘conclamou os islâmicos do mundo para combater as forças de paz da ONU do Sudão’, na nota do Informe de 24/04. ‘Ataque terrorista mata turistas em balneário egípcio’, da Editoria Mundo em 25/04, detalhou as três explosões supostamente causadas por simpatizante s de Bin Laden. O líder terrorista apareceu no dia 26/04, em ‘Zarqawi aparece e enaltece Bin Laden’, em referência ao manifesto de ‘grupos radicais islâmicos’. Como em outras tantas ocasiões, a vinculação direta dos atos terroristas aos fiéis do islamismo apenas reforça a discriminação religiosa, pouco informa e incentiva o ódio entre os crentes.

A fé para o DC

Em 15 dias de observação do Diário Catarinense, foram encontradas 20 matérias distribuídas em notas, reportagens de destaque, colunas e fotos. Fato que confirma que mesmo não sendo novidade, muito pelo contrário, a religião é sempre assunto para a mídia. Ainda que a maioria das religiões em questão não sejam discutidas, elas são citadas ou associadas a alguma ocorrência.

Agenda católica

O DC apresentou na seção Variedades do dia 21/04 a coluna ‘Bordejos ao Senhor’ de Sérgio da Costa Ramos. Já no dia 22/04 trouxe na seção Mundo a notinha ‘Cardeal admite o uso de camisinha’, discorrendo sobre Carlo Maria Martini (forte candidato a Papa no último conclave). O Donna DC de 23/04 apresentou a matéria de Sérgio da Costa Ramos ‘O Evangelho brasileiro’. ‘Documento do Vaticano tratará uso de camisinha’ foi a matéria do dia 24/04 na seção Mundo. Na editoria Geral de 25/04 o jornal trouxe a reportagem ‘Papa visitará o Brasil em maio do próximo ano’. Uma foto de José Fritsch com sua mulher foi destaque da seção Política do dia 28/04 que ilustrou a nota ‘Candidato abençoado’. Já no dia 29/04 a notinha ‘Fiéis de Santa Paulina fazem treinamento’ completou a editoria Geral. ‘Padre Leandro, um religioso dos nossos dias’ foi a reportagem de destaque do Donna DC de 30/04 que mostrou o moderno Padre que usa até orkut. Fazendo referência à novela, a seção Variedades trouxe a matéria ‘Menino entre a cruz e a estrela’ no dia 01/05. No mesmo dia, a editoria Geral apresentou a notinha ‘Romeiros em Aparecida’. ‘Papa protesta contra guerra e terrorismo’ foi a matéria da editoria Mundo do dia 02/05. No dia 05/05 o periódico trouxe a pequena matéria ‘Papa pode excomungar chineses’ narrando a excomunhão dos bispos Ma Yinglin e Jose Liu Xinhong.

Os passos de Dalai Lama

O DC trouxe a matéria ‘Líder budista Dalai Lama está em São Paulo’ na editoria Geral do dia 27/04. Um dia depois, apresentou na mesma editoria a reportagem ‘Budismo em verde e amarelo’ contando sobre os presentes brasileiros dados a Dalai Lama. No dia 02/05 o líder budista foi tema da Coluna de Luiz Carlos Prates ‘O Dalai-Maneca’.

Difícil de esquecer

Nos dias 30/04 e 01/05, o DC trouxe as matérias ‘Memórias dos tempos de horror’ (editoria Geral – Reportagem Especial) e ‘Holocausto’ (Visor), respectivamente, que tratam do sofrimento dos judeus perante os nazistas. Como já citado anteriormente, o periódico trouxe a matéria ‘Menino entre a cruz e a estrela’ na seção Variedades.

Imagem do terror

A religião foi assunto da editoria Mundo do periódico durante três dias com as matérias ‘Bin Laden defende Hamas’ dia 24/04, ‘Terror nos Resorts’ no dia 25/05 e ‘Zarqwai aparece em vídeo pela primeira vez’ no dia 26/04.

Só pra registro

O jornal trouxe apenas a matéria ‘Evangélicos movimentam Camboriú’ na editoria Geral do dia 27/04, que relatou o encontro dos Gideões Missionários no litoral.

Religiões pelo AN

A Notícia apresentou maior incidência de material relacionado ao catolicismo, com matérias que acompanhavam a agenda do papa e acontecimentos no estado. Representado pelo Gideões Missionários, o evangelismo também teve espaço nas páginas do jornal. Dalai-lama e a sua visita ao Brasil foi o representante do budismo no período. Já o islamismo foi tratado com cuidado maior pelo jornal de Joinville, mas, mesmo assim, teve sua imagem relacionada ao terrorismo.

Uma voz do Vaticano

Na edição de 21/04, o AN apresentou que ‘Papa define idiomas para missas em SP’. Bento XVI foi também tema do Editorial de 22/04, sobre o ‘Um ano de papado’. No mesmo dia, ‘O amor misericordioso’ é o artigo escrito por Dom Orlando Brandes. Em 23/04, ‘Cardeal defende camisinha’ discutiu o dogma católico. Ainda na edição domingo, ‘Museu sacro resgata a história do Sul’ apresentou o acervo de peças usadas nas missas. ‘Texto do Vaticano tratará de camisinha’ foi nota em 24/04. No dia 25/04, em ‘Missa para 13 de maio’ é divulgada visita do papa ao Brasil, para 2007. Na edição de 26/04, ‘Cartaz cria polêmica em igreja’ tratou de um cartaz do filme O Código Da Vinci colado em uma igreja romana. Dom Tito Buss assinou o artigo ‘Culpa e Perdão’, sobre o perdão católico, em 27/04. ‘Condenado por matar missionária’ foi a matéria no mesmo dia, que tratou do julgamento do caso Dorothy Stang. Na edição de sexta-feira, 28/04, ‘Comunidade de Criciúma reconstrói igreja’ mostrou a mobilização para reconstruir o templo de quase 50 anos. Em 29/04, Dom Orlando Brendes assinou o artigo ‘Florianópolis, o altar do Brasil’. No edição de 03/05 foi a vez de Dom Tito Buss assinar um artigo, intitulado ‘Evangelho segundo Judas’. No dia seguinte, uma carta em Opinião rebateu o artigo do bispo e apresentou idéias tanto de crenças como da ciência para o assunto. ‘Fiéis homenageiam padroeira de Araranguá’ detalhou os passos dos devotos na cidade, em 04/05. Na nota do dia 05/05, ‘Bispos são excomungados’. Na mesma edição, a nota ‘Religião’ de Raul Sartori tratou dos preparativos para o 15º Congresso Eucarístico Nacional.

Só pra constar

O Encontro de Gideões Missionários foi chamada em 28/04. Na nota ‘Encontro de Gideões mobiliza Camboriú’ tratou das expectativas para a reunião dos fiéis. Em 29/04, ‘Evento religioso evita movimento fraco em B. Camboriú’ mostrou a ocupação dos hotéis da cidade litorânea pelos Gideões. Também no dia 1º os Missionários apareceram na matéria ‘Reunião de Gideões leva multidão a Camboriú’.

Pela imagem de Buda

‘Dalai-lama esbanja bom humor em SP’ era a matéria de 27/04, que tratou da visita de Tenzin Gyatso ao Brasil. Na edição de domingo, 30/04, ‘Dalai-lama espera paz para este século’ acompanhou os passos e palavras do líder budista no país.

Islamismo

Em 23/04, Bin Laden foi chamada de capa. Na edição do dia, ‘Bin Laden pede guerra no Sudão’ e o NA apresenta que como o líder terrorista repete ‘a acusação de que o Ocidente promove uma ´cruzada sinistra’ contra o mundo islâmico. Os impasses muçulmanos foram mostrados no dia 26/04, em duas matérias: ‘Novo premiê inicia as negociações no Iraque’ e ‘Egito detém dez suspeitos’. A ‘Revolução Islâmica’ foi citada na matéria ‘Irã retaliará Israel se atacado pelos EUA’, no dia 03/05.

Ritos finais

No geral, os três jornais catarinenses apresentaram os mesmos assuntos e a mesma abordagem para as religiões.

Quando se fala em Islamismo (sejam os muçulmanos xiitas, sunitas ou curdos sionistas), a religião foi sempre associada a conflitos, intolerância, atentados e até a Osama Bin Laden, como se Islamismo fosse sinônimo de terrorismo. Fato que pode levar o leitor a crer que o principal motivo dos conflitos entre os povos praticantes dessa religião é a sua crença e não outros interesses.

Em se tratando de Judaísmo, a tônica também se repetiu, agora no reforço do estereótipo dos perseguidos e vitimados.

Quando o assunto é Budismo, a primeira palavra é Dalai Lama, especialmente na semana de sua visita ao Brasil. Apresentado sempre como ícone, o religioso foi assunto das matérias mesmo após deixar o Brasil.

Ainda no embalo dos concílios no país, o Evangelismo foi mostrado através do encontro dos Gideões Missionários.

Quando se fala em Catolicismo, os assuntos variaram da agenda do Papa Bento XVI, à discussão dos dogmas da Igreja e à movimentação nas paróquias do Estado. Artigos, crônicas, colunas e cartas firmaram a opinião de seus autores; tanto contra, quanto a favor dos preceitos morais da religião.

Falta de Água

O abastecimento de água voltou a ser prejudicado nas cidades de Itajaí e Navegantes devido à alta salinidade nos pontos de captação. Entretanto, depois da ‘normalização’, o caso esfriou nas páginas dos jornais. O foco se tornou as novas obras a serem realizadas para evitar o aumento do nível de salinidade e a melhoria da captação de água. No Jornal de Santa Catarina, a chamada de capa ‘Água volta a ficar salgada em Itajaí e Navegantes’, informou que o abastecimento não foi comprometido, mas a água estava imprópria para o consumo. No dia 03/05, a fotolegenda ‘Litoral ainda seco’ ocupou metade da capa. As matérias do Diário Catarinense provinham da agência RBS. No dia 28/04, o jornal trouxe dicas para evitar o desperdício de água. O jornal A Notícia trouxe no dia 04/05 a matéria ‘Projeto quer acabar com a salinidade da água’ e no dia seguinte ‘R$ 800 mil para evitar salinidade’, ambas sobre a construção do sistema de tubulação por terra – medida que garantiria o abastecimento potável.

E a dengue?

No diagnóstico anterior, o MONITOR DE MÍDIA analisou algumas edições do Diário do Litoral a respeito da falta d’água em Itajaí e Navegantes. Assim, no dia 18/04, observou-se que o Diarinho trouxe uma página inteira com matérias sobre a dengue. Os municípios de Itajaí, Penha, Balneário Camboriú e Navegantes continham diversos focos da doença. Curiosamente, nenhuma matéria foi encontrada nos demais jornais analisados. De 17/04 a 07/05, Diário Catarinense, Jornal de Santa Catarina e A Notícia não publicaram material sobre o assunto, nem mesmo o Santa que cobre a região do Vale do Itajaí.

******

Site do Monitor de Mídia

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem