Domingo, 24 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

DIRETóRIO ACADêMICO > FIM DE SEMANA, 8 E 9/09

Blog Vi o Mundo

11/09/2007 na edição 450

MÍDIA & POLÍTICA
Luiz Carlos Azenha

Ricardo Santos contra José Sarney, 9/09/07

‘Ricardo Santos responde a deputado dizendo que Constituição proíbe relação entre políticos e concessionárias públicas

Temos um novo integrante do SIVUCA, que escreve direto de São Luís, no Maranhão.

Enfrentar a oligarquia dos Sarney no estado não deve ser moleza.

Os Sarney controlam a TV Mirante, afiliada da Globo no estado.

Mas o Ricardo Santos já fez várias denúncias:

‘1- Esposa de jornalista da [TV] Mirante (Marcos D’Eça) nomeada em emprego fantasma na Assembléia, no Gabinete do deputado estadual César Pires. Oferecemos o espaço para resposta e ele nunca respondeu. Nem aqui, nem em lugar nenhum.

2 – A ridícula atuação dos senadores maranhenses (Lobão, Sarney, Roseana e Cafeteira). O assunto repercutiu na primeira página do Jornal Pequeno.

3 – Filho de jornalista da [TV] Mirante (Roberto Fernandes) nomeado na Assembléia no Gabinete do deputado estadual César Pires. Emprego fantasma. Silêncio do denunciado.

4 – Filho de jornalista da [TV] Mirante (Geraldo Castro) nomeado na Assembléia no Gabinete do deputado estadual César Pires. Outro emprego fantasma. Mais um que ‘escondeu o verbo’ e não deu resposta a ninguém.

5 – A ínfima atuação do deputado estadual Ricardo Murad em defesa da população.

6 – A presença da polícia federal na casa de Sarney, 12 dias antes de ser deflagrada a operação Navalha. Assunto abordado por Alcinea Cavalcante (Amapá – e repercutido por nós).

7 – Carlos Filho faz política no interior tendo tirado licença médica. Um escândalo. O deputado copia da sogra Roseana a afronta a população na certeza da impunidade.

8 – Décio Sá é nomeado no Tribunal de Conta do Estado, mas não trabalha. O Tribunal de Contas continuará ser cobrado, em especial, o conselheiro Edmar Cutrim. O jornalista calou diante da denúncia.

10- Grupo Sarney desrespeita a Carta Magna do País e engorda conta bancária com TV Mirante.

11 – Família Sarney e aliados estão entre os políticos donos do maior número de [emissoras de] televisão e rádios do país.

12 – Roseana e Sarney campeões em números de tv e rádio entre os senadores.

13 – Sarney foi o presidente que mais deu concessão para funcionamento de rádio e tv. A maioria das concessões foi dada para aliados políticos.

14 – Sarney filho é citado como milionário da comunicação.

15 – Processo contra família Sarney está parado no ministério público federal.

16 – Joaquim Haickel e Ricardo Murad são proprietários de rádio de forma ilegal.

17 – A novela ‘Paraído Tropical’ na ilha de Cururu, direto do fundo do poço. A primeiro dramalhão mexicano ‘gravado’ no Maranhão e que tem realmente ‘a cor do pecado’. No elenco, uma penca de canastrões reunidos no ‘factóide’ (termo idiota) mais ridículo dos últimos tempos.’

Mais do Ricardo Santos aqui:

http://ricardosantoscontraponto.blogspot.com/

Publicado em 3 de setembro de 2007

Nome: Joaquim Haickel

Mensagem: Caro Luiz Carlos Azenha,

‘Você me parece ser um jornalista sério, no entanto repercute em seu blog, Vi o mundo, uma notícia irresponsável e falsa.

Meu nome é Joaquim Haickel, sou advogado, empresário e escritor, e estou deputado estadual no Maranhão.

Sou proprietário de 49% das ações de uma rádio FM e de uma televisão na cidade de Santa Inês no meu estado.

Fato que nunca escondi de ninguém, inclusive, consta da minha declaração de IR desde que montei tais empresas e que apresentei a justiça eleitoral como manda a lei.

Acontece que você repercutiu no seu blog a notícia inventada por um irresponsável chamado Ricardo Santos, na qual seria ilegal o fato de eu ser proprietário de referidas empresas. Pura loucura e devaneio dele, no qual você embarcou. Você deveria checar melhor suas fontes. Se você quiser falar comigo para algum esclarecimento, meus telefones são: (98) 9974-4799 ou 8121-9868.’

Meu comentário:

Vamos tirar essa história a limpo.

Vou pedir ao Ricardo Santos que responda ao deputado.

E vou entrevistar o deputado.

Acrescentado em 9 de setembro de 2007

Também registro duas outras mensagens vindas do Maranhão e do Rio Grande do Norte:

Nome: Altemar Moraes Ferreira

‘O Maranhão agoniza, diante da grande onda de manipulação de um esquema … dominado por Sarney, que é o maior proprietário de emissoras de rádio e TV no estado, concedidas por sua desastrosa passagem pela Presidência da República. […] Até a nossa esperança ainda hoje é fragilizada. O povo é confundido pela mídia local, que está sempre a serviço de seus interesses.’

Meu comentário:

Altemar, sejam quais forem os problemas, São Luís e Alcântara são lindas. E o interior do Maranhão, que pouca gente conhece, é mais bonito ainda. Quando estive aí senti a agonia política dos que são obrigados a pedir benção ao nhonhô.

Nome: Maria de Lourdes Queiroz

Mensagem: ‘Sou uma brasileira grotoense, nascida na Paraíba, residente em Mossoró, Rio Grande do Norte, sem bolsa família, sem carro… mas, leitora esporádica (quando o orçamento permite) da revista Caros Amigos e com acesso à internet. Ando meio engasgada com tudo o que vejo veiculado na chamada ‘grande imprensa’. Espero que você assim continue; por você, por suas filhas, pelos milhões de pessoas que, assim como eu, ralam diariamente para sobreviver honestamente, seja andando de avião, de ônibus ou on foot.’

Meu comentário:

Maria de Lourdes, viva Campina Grande, terra do melhor São João do universo. Não conheço Mossoró, mas no interior do Rio Grande do Norte eu rodei, comi churrasco de bode e nunca mais me esqueci. Não julgue a elite de São Paulo pelos 50% que são abestalhados. Eles nem descobriram o Brasil ainda. Torço para que eles se dediquem a conhecer o Brasil nos próximos 500 anos. O preconceito contra os nordestinos é uma praga que infesta essa elite.

Acrescentado em 9 de setembro de 2007

Nome: Ricardo Santos

Vamos á lei, pois não sou irresponsável como colocou o deputado Nagib, que inclusive é advogado.

No artigo 54, a Constituição proíbe deputados e senadores, desde a expedição do diploma, de ‘firmar ou manter contrato com pessoa jurídica de direito público, autarquia, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviço público’.

O dispositivo também veda que parlamentares sejam ‘proprietários, controladores ou diretores de empresa que goze de favor decorrente de contrato com pessoa jurídica de direito público’.

No artigo 55, a Constituição prevê a perda do mandato.

E ainda vale observar que tal informação compõe levantamento feito pela Agência Repórter Social, com base em informações extraídas do Tribunal Superior Eleitoral, 2002 e 2006, do Ministério das Comunicações e ainda de dados levantados pelo Instituto de Estudos e Pesquisas em Comunicação (Epcom), em 2005, com base na lista do Ministério das Comunicações.

Vale observar também que tal ‘propriedade’ é motivo de proceso ajuizado pelo Observatório da Imprensa no Ministério Público Federal, contra deputados federais e senadores, justamente com base nestes artigos da Constituição Federal.

E saindo da questão legal, valeria neste caso somente a questão moral e ética de político ser proprietário de veículo de comunicação. As consequências disso são bem claras quando se analisa a atuação do Sistema Mirante de Comunicação de propriedade da família Sarney.’’

******************

Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana selecionados para a seção Entre Aspas.

Folha de S. Paulo – 1

Folha de S. Paulo – 2

O Estado de S. Paulo – 1

O Estado de S. Paulo – 2

Blog Vi o Mundo

Veja

Terra Magazine

Comunique-se

Cult

Último Segundo

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem