Domingo, 24 de Fevereiro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1025
Menu

DIRETóRIO ACADêMICO >

Carta de Goiânia

Por FNPJ em 29/05/2007 na edição 435

Os professores reunidos na Universidade Federal de Goiás, no 10º Encontro do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo, no período de 27 a 30 de abril de 2007, em Goiânia (GO), para debater e refletir sobre os 60 anos de ensino de jornalismo no Brasil e suas implicações sociais, profissionais e institucionais, reafirmaram a importância da defesa da qualidade do ensino superior no Brasil, e da liberdade e do direito à de informação como componente essencial da sociedade democrática, manifestando as seguintes posições:

1. Resgatada a relevante trajetória em ensino de jornalismo, bem como os avanços e consolidação da pesquisa e do corpus teórico nesta área, reiteraram a importância da valorização permanente de seus agentes – professores, pesquisadores e profissionais – como forma de construir novas e ainda melhores perspectivas.

2. Diante das dificuldades enfrentadas pelas escolas, que se confrontam de um lado com a proibição do estágio em jornalismo e, de outro, com a demanda estudantil por vivência prática profissional, indicaram a necessidade de defender e apoiar, no diálogo com as diversas entidades – FENAJ, SBPJor, ENECOS – e demais segmentos envolvidos, a ‘Proposta para um Programa Nacional de Estágio Acadêmico em Jornalismo’, em cujo documento prevalecem os objetivos pedagógicos.

3. Considerando a inevitabilidade de processos avaliativos, nos moldes já estabelecidos, representados pelo SINAES, manifestaram a premente necessidade de implementação de mecanismos que o aperfeiçoem, como: revisão dos instrumentos previstos; capacitação dos avaliadores; participação das entidades do campo do ensino em jornalismo na definição de procedimentos; estabelecimento de padrões rigorosos de avaliação, de forma a garantir a melhoria da qualidade do ensino e pesquisa em jornalismo.

4. Frente à tendência generalizante do atual sistema de avaliação do ensino superior, reafirmaram a urgência da construção de parâmetros para o ensino de jornalismo, que o definam, a partir de diretrizes curriculares próprias capazes de contemplar sua complexidade e especificidade.

5. Dadas as recentes e sucessivas ações governamentais voltadas ao ensino superior, ensejando transformações de sua estrutura e regulamentação, propuseram a deflagração de amplo debate em torno da proposta de Reforma Universitária, com a transparência de seus meios e objetivos, e ampla participação da sociedade. [10º Encontro do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo – Goiânia, Goiás, 30 de abril de 2007]

******

www.fnpj.org.br/

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem