Quinta-feira, 29 de Junho de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº947

DIRETóRIO ACADêMICO > LADO BOM

Continente africano ganha canal de notícias

19/06/2007 na edição 438

Foi lançado em Joanesburgo, em 1/6, o CNBC África, primeiro canal de notícias econômicas 24 horas do continente africano. A primeira transmissão foi de uma entrevista ao vivo com o presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, seguida de debates e uma propaganda sobre o ‘renascimento’ da África.

Transmitido em 14 países africanos, o canal recebeu US$ 22,5 milhões de um consórcio de investidores de Dubai, que já tem outras franquias da CNBC, e da Corporação de Desenvolvimento Industrial da África do Sul, órgão do governo que detém 30% da CNBC África. Segundo Trevor Ormerod, chefe de operações do canal, dentro de cinco anos os investimentos devem estar recuperados.

Menos foco em desastres

Cerca de 180 mil pessoas – em sua maioria na África do Sul – já assistiam a um segmento semanal sobre o continente na CNBC Europa. O novo canal planeja atrair mais que o dobro deste número com as 10 horas de programação local que irão ao ar diariamente. O objetivo é divulgar uma imagem mais positiva da África, em vez da sucessão de desastres e doenças mostrada pelos canais de TV ocidentais.

O CNBC África tem equipes em Abuja, na Nigéria; na Cidade do Cabo, África do Sul; e em Nairóbi, no Quênia. No futuro, serão instaladas sucursais também no Congo, Tanzânia e Angola. Informações da Economist [7/6/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem