Encontro da SBPJor na Umesp | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

DIRETóRIO ACADêMICO > ENTREVISTA / JOSÉ SALVADOR FARO

Encontro da SBPJor na Umesp

Por SBPJor Notícias em 02/09/2008 na edição 501

Conselheiro da SBPJor, José Salvador Faro é um dos responsáveis pela organização do 6º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo. Professor da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), Faro fala sobre os preparativos para o encontro de novembro.

***

O que motivou a Metodista a sediar o Congresso da SBPJor?

José Salvador Faro – O curso de pós-graduação em Comunicação da Metodista (Póscom/Umesp), que comemora 30 anos de fundação neste ano, construiu uma sólida experiência no campo da pesquisa em Jornalismo. Nesse período, são inúmeros os trabalhos de investigação que procuraram elucidar várias das questões que preocupam os estudiosos da imprensa. Por outro lado, professores e alunos do curso têm acompanhado a SBPJor desde o início de suas atividades não apenas participando dos encontros já realizados, mas também apresentando trabalhos e contribuindo para a consolidação da entidade.

Por essas razões é que tomamos a iniciativa de sediar o encontro de 2008. É uma oportunidade de oferecer aos sócios da SBPJor nossa disposição acadêmica em amadurecer a pesquisa em Jornalismo e, ao mesmo tempo, permitir que as atividades do evento possam se refletir nas nossas preocupações com o ‘estado da arte’. Os efeitos internos que um encontro dessa natureza tem sobre a dinâmica do Póscom certamente terão resultados muito positivos.

Quais são os principais desafios enfrentados pela organização até o momento?

J.S.F. – Acreditamos que os desafios para a organização do SBPJor são semelhantes àqueles enfrentados na realização de qualquer evento científico: recursos materiais, estrutura logística que garanta aos participantes a otimização de sua dedicação à programação das atividades e mobilização de professores, estudantes e pessoal administrativo da própria Metodista. Como o empenho da instituição no êxito do encontro é muito amplo e como a direção da SBPJor vem acompanhando de forma sistemática todos os passos dados até agora, certamente as dificuldades naturais que surgem em situações dessa natureza serão resolvidas.

Qual a média de público esperado? E o que este público pode esperar da organização local?

J.S.F. – O público dos encontros anteriores da SBPJor tem girado em torno de 300 participantes, mas é possível que seja maior neste ano. Primeiro, porque essa é uma atividade que acumula, ano a ano, importância e prestígio junto aos pesquisadores em Jornalismo; segundo, porque sua realização na Grande São Paulo é um elemento facilitador do acesso de professores e estudantes de outras partes do país. Além disso, a infra-estrutura que o Póscom está disponibilizando aos congressistas certamente estimulará a presença dos interessados. Acreditamos que o público pode esperar da organização local excelentes condições de acomodação e de vivência das atividades programadas para novembro.

Como coordenador da organização local, qual a sua expectativa com relação a este encontro anual?

J.S.F. – A coordenação local vem trabalhando com uma expectativa muito otimista, tanto em relação ao público externo quanto em relação à presença no encontro dos professores e dos alunos do Póscom.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem