Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

DIRETóRIO ACADêMICO > CHINA

Governo quer retratação de emissora americana

16/04/2008 na edição 481

O governo da China quer um pedido de desculpas do canal americano CNN depois que um de seus comentaristas afirmou que os chineses são ‘estúpidos’ e que os produtos do país são ‘lixo’. Os comentários foram feitos por Jack Cafferty no programa político The Situation Room, no início de abril. Cafferty afirmou que os EUA importavam ‘lixo’ feito na China e que ‘[os chineses] são basicamente o mesmo grupo de estúpidos e criminosos dos últimos 50 anos’.


No ano passado, a China sofreu escrutínio internacional depois da suspeita de exportação de produtos com substâncias tóxicas que iam desde tintas e brinquedos a comida para animais. Na ocasião, o país declarou que a grande maioria de seus produtos era segura e acusou a mídia ocidental de exagerar o problema.


Ataque maldoso


‘Nós ficamos chocados e condenamos o ataque maldoso do apresentador da CNN ao povo chinês’, declarou a porta-voz do Ministério do Interior da China, Jiang Yu. ‘Cafferty aproveitou o microfone em sua mão para difamar a China e o povo chinês, e violou gravemente a ética jornalística’. Jiang disse ainda que o governo espera uma retratação da CNN e do comentarista.


Nas últimas semanas, as relações entre Pequim e veículos de mídia internacionais, incluindo a CNN, não foram nada amistosas. O governo acusa as organizações de distorcer informações na cobertura dos distúrbios no Tibete com o objetivo de beneficiar os grupos favoráveis à independência da região e de demonizar a China. Informações de Ben Blanchard [Reuters, 15/4/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem