Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

DIRETóRIO ACADêMICO > BRITISH PRESS AWARDS

Jornais boicotam premiação jornalística

27/01/2006 na edição 365

Três das maiores editoras de jornais no Reino Unido – o Telegraph Group, a Associated Newspapers e o Express Newspapers – planejam boicotar a premiação jornalística British Press Awards deste ano, como informa Claire Cozens [The Guardian, 24/1/06]. A decisão de não cobrir o evento se deve ao que os editores descreveram como um ‘declínio na conduta e no prestígio’ dos prêmios.


No ano passado, o músico Bob Geldof teve um acesso de raiva no palco, classificando de ‘uma desgraça’ a cobertura do Daily Mail – publicado pela Associated Newspapers – sobre a ONG Comic Relief, que luta pela erradicação da pobreza e da injustiça social no Reino Unido e nos países mais pobres do mundo. Geldof ainda discutiu com Richard Wallace, editor do Daily Mirror.


Pouco crédito


Os prêmios são oferecidos pela publicação Press Gazette, cujo editor, Ian Reeves, tem se esforçado para convencer editores dos principais jornais de circulação nacional a participarem da cerimônia, depois que dez deles retiraram seu apoio ao evento. Em uma declaração em conjunto no ano passado, os editores do Guardian, Observer, Daily Telegraph, Sunday Telegraph, Independent, Independent on Sunday, Daily Express, Sunday Express, Daily Mail e Mail on Sunday afirmaram que a organização da premiação ‘oferece pouco crédito à indústria dos jornais ou aos jornais que são premiados’.


A Press Gazette, agora de propriedade do ex-editor do Mirror Piers Morgan e do relações públicas Matthew Freud, conversou com editores e concordou em mudar o modo como o evento vem sendo organizado. No entanto, a apenas dois meses da cerimônia, a revista não conseguiu reaver o apoio dos grandes jornais.


O prazo para inscrições terminou na semana passada e nenhum dos títulos do grupo Associated – Daily Mail, Mail on Sunday, London Evening Standard e Metro – participará do evento, que ocorre no dia 20/3. O The Daily, Sunday Telegraph, Sunday Express e Star também irão boicotar a cerimônia, que ocorre há mais de 30 anos no Reino Unido e era, até recentemente, uma das mais prestigiadas premiações do país. Os premiados são escolhidos por um júri formado por jornalistas e empresários da mídia.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem