Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1055
Menu

DIRETóRIO ACADêMICO >

Jornalismo vs. corporativismo

Por Jean Marcel Tanzerino em 23/06/2009 na edição 543

Após a decisão do Supremo Tribunal Federal que declarou inconstitucional a obrigatoriedade do diploma de curso de Jornalismo para a prática da profissão de jornalista, a mídia tornou-se ambiente de muita discussão. O que se constatou foi uma sucessão de severas críticas da ‘classe jornalística’, nas quais pouco se viam argumentos jurídicos e técnicos embasados e coerentes e muito corporativismo.

É realmente necessário cursar uma faculdade ou universidade para ler e analisar os fatos que acontecem ao seu redor e transmitir tal leitura ao mundo de forma respeitosa, digna e ética?

Há muita gente chorando, pois tem medo de perder seu lugar ao sol ($$$) e poucos jornalistas e similares que conseguem analisar tal vitória da democracia de forma fria, calma e ‘feliz’.

Curso superior é sinônimo de conhecimento, capacidade e ética?

******

Professor, Guarulhos, SP

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem