Sábado, 19 de Agosto de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº954

DIRETóRIO ACADêMICO > CECIP, 20 ANOS

Pelo acesso à informação qualificada

19/06/2007 na edição 438

O que une pessoas como Claudius, Eduardo Coutinho, Paulo Freire, Washington Novaes, Ana Maria Machado, Ennio Candotti, Breno Kuperman, Bernardo Galvão – designers, educadores, cineastas, médicos, físicos, economistas, antropólogos, arquitetos, professores, jornalistas?

Um grupo de amigos decidiu, há 20 anos, se juntar, criando o CECIP – Centro de Criação de Imagem Popular, uma organização não-governamental, isto é, uma associação civil de interesse público, sem fins lucrativos, que atua na área de educação e comunicação.

Era mais ou menos como se vascaínos, rubro-negros, tricolores e botafoguenses se juntassem no sofrimento, ao ver a seleção canarinho jogando mal.

É essa torcida pelo Brasil o que nos une.

Os 20 anos do CECIP serão comemorados no espaço Oi Futuro, com uma exposição e o lançamento do site Geração Digital, desenvolvido por jovens da Baixada Fluminense, com resultado do Projeto Sala de Informação, Tecnologia e Educação, que faz parte do Programa Novos Brasis 2006.

A inauguração da exposição ’20 anos CECIP’ contará a história da formação da instituição, apresentando a produção de materiais educativos e os projetos de capacitação de educadores e adolescentes, em temas voltados ao fortalecimento da cidadania e à democratização de informação.

Quem for à exposição, também vai conhecer as campanhas públicas realizadas sobre direitos da criança e do adolescente, em prol da participação das mulheres na política, contra a discriminação racial. Fazem parte dessa história, ainda, os documentários Boca de Lixo, Santo Forte e Babilônia 2000, de Eduardo Coutinho, e a comédia Bendito Fruto, de Sergio Goldenberg, produzidos pelo CECIP, que abriram caminho para as salas de cinema.

Os mais de 60 prêmios recebidos demonstram o reconhecimento do trabalho do CECIP. Dentre eles, podemos ressaltar o Prêmio Itaú-UNICEF Educação & Participação, categoria Mobilização pela Educação, para o Projeto Estatuto do Futuro e o Certificado de Tecnologia Social, da Fundação Banco do Brasil, para o Projeto Botando a Mão na Mídia.

Com esta exposição, o Oi Futuro, pela primeira vez, oferece a uma ONG parceira divulgar seu trabalho na vitrine do espaço cultural, fortalecendo os projetos sociais desenvolvidos por estas instituições.

A inauguração da exposição foi precedida pelo lançamento do site Geração Digital, apresentando os objetivos e resultados alcançados com o Projeto. Além disso, será divulgado de que forma as pessoas podem ter acesso a este novo espaço de comunicação e interação, que visa expressar opiniões juvenis sobre diversos temas da atualidade.

Haverá ainda uma apresentação de dança e música, com a participação das crianças do Centro Cultural da Criança, Projeto do CECIP, em parceria com o Ceaca Vila, realizado no Morro dos Macacos. Um coquetel será servido aos presentes.

Serviço

Exposição ’20 anos CECIP’ – Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo (Metrô Largo do Machado). A mostra estará aberta ao público de 19 de junho a 26 de agosto, de terça a domingo, das 11h às 20h. Entrada gratuita.

Mais informações sobre o CECIP

O CECIP, fundado em 1986, é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos, que visa democratizar o acesso de amplas camadas da população a informações qualificadas, buscando, deste modo, construir uma sociedade consciente, ativa e participativa.

O CECIP tem por missão contribuir para o fortalecimento da cidadania, a valorização da cultura brasileira e a definição de políticas públicas justas, em resposta a demandas da sociedade.

A ação do CECIP dirige-se a todos os cidadãos brasileiros e, mais especificamente, a atores sociais, como professores, gestores de escolas, estudantes e agentes nas áreas de saúde, de direitos e de meio ambiente.

Linhas de ação

** Capacitação – apoio a escolas e formação de agentes de mudança

O CECIP presta assessoria a Secretarias de Educação e também a escolas, incentivando-as a transformarem-se em organizações que aprendem. Promove, além disto, atividades de formação de agentes sociais, realizando oficinas com educadores, lideranças comunitárias e grupos de adolescentes.

Para isso, o CECIP formou uma Equipe de Facilitadores que apóia mudanças educacionais. Essa equipe, inspirada em idéias de Paulo Freire, incentiva que os participantes reflitam sobre suas práticas, encontrem suas próprias respostas e experimentem novos comportamentos. A metodologia utilizada estimula a construção da autonomia de comunidades educativas, a formação de grupos colaborativos, a priorização de problemas e o Planejamento para a Ação.

No desenvolvimento dessas atividades, o CECIP conta com a parceria da APS International, Centro pelo Aperfeiçoamento das Escolas, uma instituição baseada na Holanda que atua em sistemas escolares na Europa, Ásia, África e Américas.

** Mobilização social e campanhas de interesse público

As campanhas de interesse público idealizadas pelo CECIP articulam meios de comunicação de massa, uso alternativo de vídeo a exemplo da TV Maxambomba, projeto pioneiro de TV Comunitária, com atividades desenvolvidas diretamente no ambiente escolar. Na escola, considerada elemento estratégico para as mudanças necessárias à melhoria da qualidade de vida em nosso país, os temas podem ser debatidos e aprofundados. Isto contribui para gerar novas consciência e atitudes por parte de alunos e professores, que influenciarão, por sua vez, o ambiente social.

O projeto Estatuto do Futuro é um exemplo de mobilização social pelos direitos de crianças e adolescentes, através de campanha de interesse público, envolvendo diretamente mais de 50 mil pessoas em instituições de ensino. Este projeto foi desenvolvido com o apoio da União Européia, recebendo, em 1999, o Prêmio Itaú-Unicef Educação & Participação, na categoria ‘Mobilização pela Educação’, um dos mais significativos reconhecimentos nesta área em nosso país.

** Produção de Materiais Educativos

O CECIP produz materiais educativos audiovisuais e impressos, utilizando uma metodologia que parte da demanda por informações sobre temas específicos e inclui, desde a fase de concepção até a finalização dos produtos, a participação de equipes multidisciplinares de especialistas e dos futuros usuários do material. Esta maneira de fazer é a garantia de que estes responderão às reais necessidades de quem os utilizará no seu dia-a-dia.

Nesses produtos, informações baseadas em cuidadosa pesquisa e em pressupostos teóricos consistentes são traduzidas em uma linguagem acessível, valorizando o humor e a fantasia e estimulando a formação de um olhar crítico.

** Realização de Documentários e de Filmes de Ficção

O CECIP vem concebendo e realizando documentários sobre a realidade brasileira, em co-produção com parceiros nacionais, como o Canal Futura, e com televisões e produtores estrangeiros, como a BBC e o Channel 4, ingleses; o Canal+, francês; a ZDF, alemã; e a franco-teutônica ARTE, que receberam inúmeros prêmios em festivais no Brasil e no exterior.

Os documentários Santo Forte e Babilônia 2000, de Eduardo Coutinho, e o filme de ficção Bendito Fruto, com direção de Sérgio Goldenberg, foram exibidos no circuito comercial de cinema.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem