Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

DIRETóRIO ACADêMICO > TV NA INTERNET

Publicidade personalizada será principal fonte de receita

Por Fernando Paiva em 02/02/2008 na edição 470

A possibilidade de gerar receita a partir de propaganda em serviços de IPTV faz brilhar os olhos dos executivos de telecomunicações. O assunto foi um dos mais abordados nas diversas palestras realizadas durante os dois dias do evento IPTV World Forum, realizado esta semana no Rio de Janeiro. A grande expectativa gira em torno da possibilidade que a IPTV oferece com o envio de propaganda diferenciada para cada assinante.


‘Analisando o perfil de uso, dá para descobrir as preferências de cada usuário. São dados importantíssimos para a publicidade. No futuro, haverá um casamento entre IPTV e publicidade’, afirmou o gerente de desenvolvimento de negócios da operadora chilena Telefónica del Sur, Aldo Labra. Sua empresa lançou IPTV em meados de 2007, mas ainda não explora publicidade focalizada, ou personalizada.


Outro dado que chama a atenção: uma pesquisa realizada pela Accenture com 341 executivos de teles, emissoras de TV, estúdios de cinema e provedores de serviços de valor adicionado na Europa, Ásia e América do Norte, revelou que 46,5% dos entrevistados afirmaram que a publicidade personalizada será uma das principais fontes de receita com IPTV no futuro. Em segundo lugar ficou a receita com assinaturas de conteúdo Premium, apontada por 40,2% dos entrevistados.


‘As pessoas não querem mais aquele formato de 30 segundos de propaganda. Não é que elas queiram menos anúncios. Elas querem menos anúncios que não lhes interessam’, avalia Afonso Gamboa, executivo da Accenture. O vice-presidente de arquitetura de rede da ZTE, Weijun Lee, acrescenta que é importante que as operadoras somem o maior número possível de assinantes logo no lançamento do serviço, para terem rapidamente uma massa crítica que atraia anunciantes.


Ainda de acordo com a pesquisa da Accenture, 42% dos entrevistados afirmaram que um dos principais objetivos para estarem lançando IPTV é a geração de novas fontes de receita. O segundo maior objetivo, apontado por 28% dos executivos, foi a obtenção de novos clientes. ‘Ninguém espera lucro rápido’, resume Gamboa.


Obstáculos


A pesquisa da Accenture revela que nos próximos 12 meses o maior obstáculo à oferta de IPTV será a qualidade do serviço, segundo 25,4% dos entrevistados, seguido do alto preço da assinatura, de acordo com 19%. Quando considerado um prazo de três anos, 34,2% dos entrevistados responderam que o principal obstáculo será a competição com outros provedores de TV por assinatura, e 14% afirmaram que será a qualidade do serviço.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem