Sábado, 23 de Março de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1029
Menu

E-NOTíCIAS >

A celebridade do vazio e seu drama televisionado

Por Leticia Nunes (edição), com Larriza Thurler em 23/02/2009 na edição 526

Jade Goody se tornou famosa ao participar da versão inglesa do programa de TV Big Brother, há sete anos. Seu comportamento expansivo e desbocado logo chamou a atenção do público e, ao sair da ‘casa’, ela escreveu uma autobiografia, lançou um perfume, protagonizou vídeos de ginástica e, finalmente, entrou novamente no Big Brother – desta vez na versão para celebridades. Gerou polêmica e foi acusada de racismo ao implicar com a atriz de Bollywood Shilpa Shetty. No ano passado, para corrigir a má-impressão, foi para a Índia estrelar a versão local do Big Brother. E foi lá que a vida televisionada de Jade virou do avesso. Diante das câmeras, ela soube que tinha câncer cervical.

Depois de meses de quimioterapia e uma cobertura intensa dos tablóides britânicos, Jade recebeu a má notícia: a doença espalhou-se para fígado e intestino. Agora, ela não vê razão para desligar as câmeras. Recentemente, um programa de TV mostrou a rotina de Jade semanas antes de saber que o tratamento não funcionou e que tem apenas meses de vida.

Dinheiro para os filhos

No fim de semana, seu casamento com o namorado de 21 anos, recém libertado da prisão, seria televisionado. Mãe de dois filhos, Jade, que tem 27 anos, diz esperar que a publicidade em torno de seu caso ajude as crianças e aumente a conscientização sobre o câncer cervical. A revista OK! deverá publicar as fotos do casório – acredita-se que ela vá receber, juntando revista e acordos televisivos, cerca de US$ 1,4 milhão. ‘As pessoas vão dizer que estou fazendo isso por dinheiro’, afirmou em entrevista ao tablóide Sun no início do mês. ‘E elas estão certas, mas não é para comprar carrões ou mansões. É para o futuro dos meus filhos’.

Ainda que queira compartilhar seus últimos meses com o público, o momento da morte de Jade não deve ser televisionado, como havia sido inicialmente noticiado. Certo é que a mídia seguirá firme e forte em sua cola, acompanhando o sofrimento. Mas se hoje os tablóides e programas de TV adotaram um tom compreensivo, a relação com Jade nem sempre foi tranquila. Ela costumava ser ridicularizada por ser vulgar demais, mal educada e grosseira. Filha de viciados em drogas, a jovem celebridade que cresceu em Londres não tem papas na língua e adora – como se pode perceber – compartilhar intimidades. Por este perfil, Jade provoca paixão e repulsa no público britânico.

Sem talento

‘Ela é um tipo de produto do nosso tempo’, diz seu agente, Max Clifford. ‘Eu suponho que, quando comecei a trabalhar, [a indústria] era sobre talento, mas Jade foi a pessoa que provou que, hoje, você não precisa ter talento para ser alguém no Reino Unido. Ela é famosa só por ser ela mesma’.

Até o primeiro-ministro Gordon Brown comentou o caso. ‘É muito triste e trágico que alguém tão jovem tenha esta doença letal e é muito triste que o tratamento não tenha obtido sucesso. Eu acho que cada um tem o seu jeito de lidar com estes problemas, e a determinação dela em ajudar a família é algo que temos que louvar’, declarou o premiê na semana passada.

Clifford diz que Jade pode vir a fazer outros acordos com a mídia após o casamento. ‘Estamos discutindo a possibilidade de fazer um documentário final. Ela tem vontade, se estiver bem o bastante’, ressaltou. Informações de Jennifer Quinn [Associated Press, 20/2/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem