Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1067
Menu

E-NOTíCIAS >

Aprendendo a fazer dinheiro

Por Verne G. Kopytoff em 28/12/2010 na edição 622

O Skype tornou-se um dos serviços mais populares da internet. No entanto, a companhia, fundada há sete anos, ainda está na fase de desenvolvimento do ponto de vista financeiro. Vendida ao eBay, virou uma empresa fechada e agora quer completar o círculo com uma oferta pública inicial. Nesta semana, o Skype enfrentou uma grande pane.

Sob a direção do novo presidente executivo, Tony Bates, o Skype procura novas estratégias para ganhar dinheiro dos seus 124 milhões de usuários – a maioria dos quais não paga um centavo. E Bates procura particularmente novos mercados, como sistemas de telefonia corporativa e celulares, ambos extremamente competitivos.

O Skype, com sede em Luxemburgo, apresentou receita de US$ 406 milhões no primeiro semestre, alta de 25% ante o mesmo período de 2009, segundo documentos enviados à Securities and Exchange Commission (SEC, equivalente à Comissão de Valores Mobiliários). O lucro caiu 42%, para US$ 13 milhões.

Serviço integrado

O aumento da receita resulta do maior número de chamadas telefônicas pagas. Mas é um sucesso modesto, considerando que o Skype é muito difundido entre os consumidores. Só 6,5% dos usuários pagam para fazer chamadas do computador para linhas fixas e celulares. A maioria só telefona para outros usuários do Skype, gratuitamente.

Esses usuários que não pagam têm seu valor, disse Charles Golvin, analista da Forrester Research. Mas transformá-los em clientes pagantes mostrou-se um problema, fato que, segundo ele, pesará sobre uma oferta pública.

‘Acho difícil compreender por que um investidor se sentiria animado por ter aquela ação quando as perspectivas de crescimento da receita são escassas’, afirmou. ‘Talvez a receita esteja crescendo, mas não chegará a bilhões de dólares.’

O inglês Bates chegou ao Skype em outubro, vindo da Cisco, onde dirigia a divisão de negócios empresariais, comerciais e pequenas empresas. Em sua primeira entrevista como presidente executivo, se definiu como um fã da complexa infraestrutura da Skype, que no mês passado administrou simultaneamente 25 milhões de usuários, número mais alto de sua história.

Ele contou que o serviço o salvou quando ficou num refúgio no Alasca. Em vez de fazer fila para usar o único telefone da casa, conectou seu celular ao Wi-Fi do refúgio e usou o aplicativo do Skype para verificar suas mensagens.

Como o Skype apresentou os documentos para a sua oferta inicial em agosto, Bates não pode detalhar os futuros produtos e o futuro desempenho da companhia. Mas adiantou que o Skype oferecerá mais serviços de telefonia e de vídeo. Falou também da possibilidade de o Skype integrar seu serviço em outras companhias da internet para aumentar o crescimento.

Lançamentos

Em outubro, já foi introduzido um recurso que permite que os usuários consultem o feed de notícias do Facebook na janela do Skype e falem no Facebook com amigos que são usuários do Skype.

Os usuários de celular queixam-se de que o Skype demora para lançar novos produtos. Por exemplo, ainda não tornou possível conversar por vídeo nos celulares, com exceção de um único celular da Nokia. A companhia diz que está trabalhando em produtos de vídeo. O Skype também esperou até outubro para introduzir seu aplicativo de Android, muito depois que este se tornou um dos principais sistemas operacionais de smartphone.

A companhia, de outro lado, precisa ater-se à sua herança. O Skype foi fundado em 2003 pelo sueco Niklas Zennstrom e pelo dinamarquês Janus Friis, como alternativa online das tradicionais companhias telefônicas e tarifas caras. Os usuários adotaram rapidamente o serviço, tornando o Skype uma das principais companhias de comunicação da era digital.

O eBay adquiriu o Skype por US$ 2,5 bilhões, há cinco anos, para que compradores e vendedores do eBay usassem o serviço para falar entre si. Entretanto, a combinação, que deveria aumentar as vendas, fracassou porque os usuários do eBay preferiam comunicar-se entre si por e-mail.

Em 2009, a eBay vendeu cerca de 70% da Skype para um grupo investidor liderado pela Silver Lake Partners por US$ 1,9 bilhão. O Skype disse que esperava captar US$ 100 milhões na oferta pública, embora a quantia deva se modificar.

Serviço gratuito é sinônimo de Skype, mas somente para os consumidores. Bates acredita que as corporações pagarão por um serviço de internet que reduza o custo de telefonia, oferecendo ao mesmo tempo uma maneira fácil de realizar videoconferências, de enviar mensagens e de falar com os clientes.

‘Antigamente, parecia que existiam dois mundos, o mundo das empresas e o dos consumidores’, disse Bates. ‘Agora esses dois mundos estão se confundindo.’ Para atrair as companhias, o Skype se associou à Avaya, vendedora de sistemas de telefonia para empresas.

******

Do New York Times

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem