Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

E-NOTíCIAS > TELETIPO

Atrasadas, editoras chegam à rede

06/03/2007 na edição 423

As editoras Random House e HarperCollins estão ampliando suas fronteiras para o espaço digital. As duas anunciaram, na semana passada, programas que permitirão o acesso dos leitores internautas a páginas de alguns de seus títulos. A Random House, que tem entre seus autores Norman Mailer e Danielle Steel, disponibilizará mais de cinco mil livros na rede por um serviço de busca chamado Insight. A HarperCollins, que publica os livros de Michael Crichton, anunciou o lançamento de uma ferramenta que permite que páginas de livros sejam inseridas em sítios de relacionamento como o MySpace. A editora e o sítio pertencem ao conglomerado News Corp, do magnata de mídia Rupert Murdoch. A Random House também terá este serviço. As duas companhias literárias chegam tarde à tendência de digitalizar livros. A livraria virtual Amazon já disponibiliza o serviço de pesquisa em páginas desde 2003, e o Google o faz desde 2005. Informações da Reuters [27/2/07].



Briga deixa público sem TV no Reino Unido

Milhões de assinantes de TV a cabo britânicos levaram a pior em uma briga de gigantes. Enquanto se tentava decidir quanto a Virgin Media deve pagar à rival British Sky Broadcasting (BSkyB) para exibir seus programas, os pobres telespectadores viram sumir de seus aparelhos televisivos canais com seriados americanos de sucesso como 24, Lost e Simpsons. Como as negociações entre a Virgin Media, maior provedora de TV a cabo do Reino Unido, e a BSkyB, empresa de TV via satélite que pertence à família do magnata Rupert Murdoch, não chegaram a um acordo, os canais foram cortados. O presidente do Virgin Group, Richard Branson, disse sentir muito pela BSkyB ter retirado os canais do ar. Um porta-voz da empresa afirmou que foram feitos ‘vários esforços’ para que uma solução fosse encontrada, mas a Virgin Media alega que a empresa de TV por satélite não demonstrou o mínimo interesse em chegar a um acordo comercialmente viável. Informações da AFP [1/3/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem