Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

E-NOTíCIAS > ÉTICA JORNALÍSTICA

Conferência debate erros cometidos pela mídia

09/10/2007 na edição 454

Todos os anos, cerca de mil jornalistas se reúnem para discutir ética jornalística na conferência anual da Sociedade de Jornalistas Profissionais (SPJ, sigla em inglês). A SPJ detém o código de ética considerado modelo para a indústria jornalística, destinado a ajudar profissionais de imprensa a agir de maneira responsável. Aqueles que o seguem o fazem voluntariamente, pois acreditam que a confiança no jornalismo começa com o compromisso dos jornalistas com a ética, opina Christine Tatum [Editor & Publisher, 4/10/07].

No evento deste ano, um comitê composto por representantes de diversos meios jornalísticos revisou erros éticos ocorridos desde setembro de 2006 por veículos americanos. Pela primeira vez, estes dados foram divulgados publicamente. As categorias podem ser vistas no sítio da SPJ.

Ativismo político

Uma investigação feita pela MSNBC identificou mais de 140 jornalistas americanos que contribuem com partidos, movimentos ou candidatos políticos. O código de ética da SPJ diz que jornalistas não devem fazer parte de ‘associações ou atividades que possam comprometer a integridade ou prejudicar a credibilidade’.

Relação com fontes

Jornalistas devem manter uma distância saudável das pessoas que entrevistam, afirmam as normas de conduta da SPJ. Uma ex-âncora da Telemundo divulgou os problemas conjugais do prefeito de Los Angeles, Antonio Villaraigosa, sem revelar que era amante dele. Envolver-se demais com as fontes compromete seriamente a habilidade do jornalista de ‘agir de maneira independente’.

Plágio

Não está claro se o número de plágios está aumentando ou se a tecnologia está tornando mais fácil descobrir tais casos. Em um vídeo divulgado em seu blog, Katie Couric, apresentadora da rede de TV CBS, lê um artigo praticamente idêntico a um publicado pelo Wall Street Journal. Um produtor, encarregado de escrever o comentário em tom pessoal, assumiu o plágio.

Publicidade vs. jornalismo

A situação econômica não anda favorável para a indústria jornalística e muitas empresas estão optando por aceitar híbridos de notícias e anúncios. Um exemplo é o Philadelphia Inquirer, que publica uma coluna econômica patrocinada pelo Citizens Bank. ‘Evite conflitos de interesse, sejam eles reais ou sugestivos’, diz o código.

Justiça

No ano passado, a SPJ homenageou diversos jornalistas do Santa Barbara News-Press por sua postura ética ao se demitir em protesto à influência da co-publisher, Wendy McCaw, no conteúdo jornalístico do diário.

Manipulação fotográfica

Depois do massacre na universidade Virginia Tech, ocorrido em abril, organizações de mídia acharam que estavam tomando a atitude certa ao alterar fotos nas quais aparecia a genitália de uma estudante ferida. O código alega que as fotografias usadas com fins jornalísticos devem ser preservadas. ‘Nunca distorça o conteúdo de uma foto ou vídeo’, alerta a SPJ. O segmento ‘Para pegar um Predador’, da NBC, também passou por problemas éticos graves, usando encenações com atores para atrair pedófilos.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem