Dois pesos e duas medidas | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

E-NOTíCIAS > CENSURA NA WEB

Dois pesos e duas medidas

Por Vanderson Freizer em 06/05/2008 na edição 484

Liberdade aqui, censura lá.

O Google, portal de internet conhecido do grande público, faz o jogo que mais lhe convém. Tudo em nome do crescimento tecnológico.

Quando se trata da ditadura de Pequim, o Google faz censura unicamente para agradar aos governantes chineses, bloqueando as páginas que não são ‘interessantes’ para os cidadãos da China e que eles não têm necessidade de ver. Mas no Brasil prega a liberdade de expressão, escondendo em suas páginas do Orkut racistas e pedófilos.

O Ministério Público vem tentando combater a pornografia infantil, que cresce num ritmo acelerado nos álbuns fotográficos do Orkut, o site de relacionamento mais famoso e popular do Brasil. Mas o gigante Google detentor dos direitos do Orkut, não ajuda e a guerra entre as duas forças foi parar na justiça.

A CPI da pedofilia tenta quebrar a barreira imposta pelo Orkut para descobrir os pedófilos da rede de relacionamento, mas a empresa sempre alega o direito da liberdade de expressão.

Está na hora de passar a peneira não só no Orkut, mas também nas demais páginas de relacionamento da internet, separar o joio do trigo e dar nome aos pedófilos, racistas e preconceituosos que fazem campanhas contra negros, homossexuais e até Jesus Cristo – que muitos não crêem, mas tratando-se de um ser humano merece respeito como qualquer outro.

******

Jornalista precário, Santo Antonio Aracanguá, SP

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem