Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

E-NOTíCIAS > TELETIPO

Jornalista chinês recebe prêmio internacional

27/11/2007 na edição 461

O jornalista chinês Li Changqing, condenado no ano passado a três anos de prisão, recebeu o prêmio anual de liberdade de imprensa da Associação Mundial de Jornais, o Golden Pen of Freedom. Este é o segundo ano seguido em que um jornalista chinês preso recebe o prêmio. O primeiro foi Shi Tao, condenado a 10 anos de prisão após enviar e-mails contendo informações sobre propaganda do governo para um fórum de direitos humanos nos EUA. Changqing é acusado de ‘disseminar informações falsas e alarmistas’. Ele foi preso em 2005, condenado por subversão, após a divulgação de uma denúncia de corrupção contra Huang Jingao, membro do Partido Comunista Chinês. O jornalista chegou a ser solto, mas depois foi condenado pelo vazamento de informações, para um sítio estrangeiro, sobre um surto de dengue. Na China, informações sobre surtos de doenças são consideradas segredo de Estado. O prêmio será entregue no Congresso Mundial de Jornais e no Fórum Mundial de Editores na Suécia, em junho de 2008. A China é hoje uma das maiores prisões do mundo para jornalistas: hoje, são 42 profissionais atrás das grades, muitos acusados de violar leis de segurança ou de subversão. Informações da AP [21/11/07].

Publicidade de jornais americanos apresenta queda

Os lucros com anúncios publicitários dos jornais americanos – combinados nos meios impresso e on-line – caíram 7,4% no terceiro trimestre de 2007, divulgou a Associação de Jornais da América. Em relação aos lucros com publicidade impressa de julho a setembro deste ano, a queda registrada foi de 9%, para US$ 10,1 bilhões. Já os anúncios classificados impressos caíram 17%. Fatores econômicos contribuíram para a queda dos classificados, porém o que mais influenciou foi a concorrência dos sítios de classificados on-line. A publicidade em sítios de jornais aumentou 21%, para US$ 773 milhões, comparado ao mesmo período no ano passado. Os anúncios on-line são agora responsáveis por 7,1% do total dos lucros com publicidade da indústria jornalística. No segundo trimestre, esta porcentagem era de 7% e, no terceiro trimestre de 2006, de 5,4%. Mais informações disponíveis no sítio da Associação de Jornais da América. Informações da AP [20/11/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem