Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

E-NOTíCIAS > FACEBOOK

Novidades do site devem beneficiar curiosos

Por Leonardo Luís em 27/09/2011 na edição 661
Reproduzido da Folha de S.Paulo, 24/9/2011; intertítulo do OI

Os novos recursos do Facebook anunciados na F8, conferência anual da rede social, devem facilitar a vida dos stalkers – pessoas que gostam de fuçar a vida dos outros pela internet. As principais mudanças estão na página inicial. A maior novidade dela é a Timeline, que monta uma cronologia condensada da vida do usuário. Por meio da Timeline, o internauta vê um resumo das atividades do amigo no Facebook navegando por uma linha do tempo que deixa em evidência o que tiver acontecido de mais relevante.

Todas as atividades públicas do usuário podem ser vistas na Timeline. Se quiser, o dono do perfil pode incluir acontecimentos importantes de sua história fora do Facebook, como a data de seu nascimento acompanhada de uma foto sua quando bebê. Assim, será possível ter um panorama da vida de um amigo em poucos minutos.

Ao longo das próximas semanas, a nova página inicial, que inclui a Timeline, vai ser disponibilizada para todos os usuários. Assim como acontece hoje, o usuário poderá determinar quem tem acesso a quais dados nas configurações do Facebook. Na nova página inicial, o item “histórias recentes” continuará existindo normalmente. O usuário também terá acesso a um recurso que está sendo chamado de top stories, com aquilo que aconteceu de mais relevante para ele recentemente – a relevância é obtida por meio do nível de interação e da quantidade de comentários. Do lado direito ficará o ticker, uma barra lateral que notificará usuários sobre as atividades mais recentes de seus amigos na rede social.

Compartilhar atividades recentes

Outra novidade é a integração com serviços de música e de vídeo. Nos EUA e em alguns países da Europa, quem tem conta no Spotify, ferramenta de streaming de música (sem necessidade de download), poderá interagir com um amigo enquanto ouve simultaneamente com ele uma faixa de música. Nos EUA, o Facebook também firmou parcerias com empresas de streaming de vídeo como Hulu e Netflix. No Brasil, ainda não foram definidos parceiros para a integração, mas ela ocorrerá.

Será possível também usar novos verbos para compartilhar atividades recentes. Mark Zuckerberg, executivo-chefe do Facebook, definiu a novidade com o seguinte exemplo: “Você não precisa `curtir´ um livro. Pode apenas `ler´ um livro.”

***

[Leonardo Luís, da Redação da Folha]

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem