Segunda-feira, 19 de Novembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1013
Menu

E-NOTíCIAS >

O mundo a seus dedos

Por Fernando Schweitzer em 25/11/2008 na edição 513

Criada inicialmente com o objetivo subjetivo de integração e como facilitador para a comunicação entre pessoas, hoje a internet se tornou além de tudo uma fonte inesgotável de informação de múltiplos gêneros e funções. Segundo o Internet usage statistics – ‘The Big Picture’ (19 de março de 2007), quase 20% da população do planeta utiliza a rede mundial de computadores.

Hoje se pode ter certeza que qualquer novidade que surja no mundo foi, se não criada na internet, pelo menos a idéia foi testada na internet antes de entrar no mercado.

Se a internet é o caminho ou o canal do futuro? Bem, vários números e estudos podem dizer melhor que qualquer um. Agora, uma coisa é certa: de que, no mínimo, a internet se tornou mais uma opção, seja para a comunicação, troca de informação e/ou negócios, é impossível negar. O sistema que no momento de sua criação, em meio à guerra fria, simplesmente tinha como objetivo ser sistema de da integridade da informação caso uma das conexões da rede sofresse um ataque inimigo, pois o tráfego nela poderia ser automaticamente encaminhado para outras conexões, no futuro isso mudaria. O curioso é que raramente a rede sofreu algum ataque inimigo. Os hackers ainda não existiam na época.

Comutação de pacotes

Hoje, a informação e automação são conceitos que se misturam e se diluem. Pois você automaticamente consegue qualquer informação via internet. Apesar do trocadilho, é sabido que são termos diferentes.

A internet hoje muda idiomas de baixo para cima, enquanto reformas ortográficas vem na contramão desse novo tempo. Pela web, neologismos e novos termos pipocam a cada minuto, os que pegam e conseguem adeptos sobrevivem e os que não fluem morrem no desuso. Outra grande revolução cultural foi a criação do Orkut, pois se o e-mail substituiu o fax, o mp3 o CD Player, o Orkut veio revolucionar o conceito de amizade e de vida privada. A inter-relação por temas e por hiperlinks constituiu uma nova forma de abordar desconhecidos ‘quase conhecidos’, vigiar namorados, iniciar ou até mesmo acabar com relacionamentos. Excluir ou possuir alguém do Orkut é hoje um ato sócio-político relevante para muitas pessoas.

Mas como um país sem passado é um país sem futuro, isso também cabe a internet. Ela começou na década de 1960. Para entender o conceito de internet, a rede mundial de computadores, pensemos que tudo surgiu no período em que a guerra fria pairava no ar entre as duas maiores potências da época, os Estados Unidos e a ex-União Soviética. Os americanos queriam desenvolver um sistema para que seus computadores militares pudessem trocar informações entre si, de uma base militar para outra e que mesmo em caso de ataque nuclear os dados fossem preservados. Um sistema que permitia então a interconexão de computadores, através de um sistema conhecido como comutação de pacotes, foi criado.

Microsoft Windows e Linux

Mas além de tudo, segundo o sociólogo espanhol e estudioso da rede Manuel Castells, em seu livro A Galáxia da Internet (2003), pode-se dizer que ‘a internet é, acima de tudo, uma criação cultural’. E ao pensarmos que nenhum indivíduo decide que indivíduo ele será e que a construção social é um fator preponderante no discurso sócio-normativo, podemos concordar com Castells.

Adicionando à complexidade está a capacidade de mais de um computador utilizar a internet através de um nó de rede (um endereço IP). O que pode parecer uma ‘torre de Babel’ pós-moderna, poderia ser dada como um reflexo da hiper-população mundial e o acesso hoje um pouco mais acessível a várias camadas da população, ainda que não a maioria. O que não deixa de ter um grande reflexo, já que o fluxo de informações que trafegam pela internet, segundo a empresa Nemertes Research Group, que afirma que a rede mundial poderá sofrer um colapso em 2010 devido à escala de dados trafegados, pois a atual estrutura não iria comportar o volume de dados nos próximos anos.

No meio de tanta informação, surge sempre a questão ‘liberdade de expressão’. Ao se falar de internet, este tema sempre irá surgir. A rede possibilita a qualquer indivíduo um pouco mal-intencionado publicar informações ilusórias sobre algum assunto, prejudicando, assim, a consistência dos dados disponíveis na rede. A cada dia, portais de conteúdo utilizam-se mais e mais do apontamento de fontes para combater isso.

É necessário também compreender o fluxograma da informação no ciberespaço. Para o funcionamento da internet, existem três camadas de protocolos. Na camada mais baixa está o Protocolo de Internet (Internet Protocol), que define datagramas, ou pacotes, que carregam blocos de dados de um nó da rede para outro. A maioria da internet atual utiliza a IPv4, quarta versão do protocolo, apesar do IPv6 já estar padronizado, sendo usado em algumas redes específicas somente. Independentemente da arquitetura de computador utilizada por dois computadores comunicando entre si na internet, desde que eles compreendam o protocolo de internet eles podem se comunicar. Isso permite que diferentes tipos de máquinas e sistemas possam conectar-se à grande rede, seja um PDA conectando-se a um servidor www ou um computador pessoal executando Microsoft Windows conectando-se a um computador pessoal executando Linux.

Concorrentes se cortejam

Quando retomamos o jargão de que as restrições à internet podem também ser uma forma de ditadura, não estaremos errados, apesar de muitas vezes liberdade ser confundida com libertinagem. O perfil libertário da internet cada vez mais se consolida com o surgimento mais e mais de softwares de código livre. Idéias se tornam também dinheiro na rede. Um grande exemplo é a gigante Google, avaliada em bilhões. Existem também outros fenômenos da internet se refere a uma série de pessoas, vídeos, imagens, canções se popularizaram primordialmente na internet, tornando-se verdadeiras celebridades instantâneas e ainda chegando a outras mídias devido ao sucesso na rede.

É inevitável abordar o tema a discussão Windows x Linux sempre gera polêmica e divide opiniões, pois os dois têm fiéis defensores de suas vantagens e aplicações no mercado. Esses sistemas operacionais que facilitam o uso para leigos dos computadores eram disponibilizados geralmente pela compra de um software. Após o surgimento do Linux se deu originalmente na Finlândia, escrito por Linus Torvalds do Departamento de Ciência da Computação da Universidade de Helsinki, com a ajuda de vários programadores voluntários através da Usenet (onde usuários postam mensagens de texto em fóruns que são agrupados por assunto).

A maior prova de que a internet virou um negócios são as poderosas Google e Microsoft. Quem acompanhou os cadernos de informática e economia pôde ver que nos últimos meses a Microsoft tentou comprar a Yahoo!, a Google negou a fusão com a mesma Yahoo!. Em um momento de crise americano é meio de se assustar que concorrentes estejam se cortejando. Enquanto em meio a essa crise por incrível que pareça o Brasil se veja estável, devemos estar a par do ocorrido no império do norte.

Afunilador de linguagens

Hoje, além do maior campo de usuários no mundo virtual, os norte-americanos produzem cerca de 15% do PIB mundial. Mas em meio à crise dos países ricos, emergentes vêem uma oportunidade de negociar entre si e também romperem barreiras entre as superpotências. A falta de volatilidade nos mercados europeus e americanos traz como alternativa mercados emergentes e tecnologicamente menos avançados como alternativa de novos consumidores.

Por mais que a americanização seja a bola da vez, mesmo perante a crise americana ao contrário do que se pense, a internet e o www não são criação americana. Na Universidade de Oxford, situada na cidade de Oxford, na Inglaterra, é a mais antiga universidade do mundo anglófono. Sir Timothy John Berners-Lee, inventor do World Wide Web e diretor do World Wide Web Consortium, que supervisiona o seu desenvolvimento. Além disso, em 2004, Timothy venceu o Millennium Technology Prize, o que lhe rendeu 1,2 milhão de euros. Ele construiu – inicialmente e unicamente com página de texto, foi no CERN e foi colocada online em 7 de agosto de 1991.

A internet tornou-se um imenso atrativo para empresas, que fazem uso da natureza eficiente da publicidade com baixo custo via internet. A rede mundial é a forma mais rápida de difundir informação simultaneamente para uma grande quantidade de pessoas atualmente. A simultaneidade é o grande atrativo para quem quer vender uma idéia ou produto, e a não necessidade de um meio físico reduz os custos.

Em meio à era digital e convergência de mídias, a internet é o ponto afunilador de várias linguagens. Hoje, com os avanços, ela é TV, Rádio, telefone, biblioteca, enciclopédia, amigo, inimigo e tudo mais que você permitir.

******

Ator, diretor teatral, cantor, escritor e jornalista, Florianópolis, SC

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem