Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

E-NOTíCIAS >

Projeto de TV de Chirac estréia em dezembro

21/11/2006 na edição 408

Na onda de lançamentos de canais de notícias, o presidente francês Jacques Chirac se prepara para a estréia de seu projeto especial. Com o objetivo de ‘disseminar os valores franceses no exterior’, Chirac aposta no canal de TV France 24, a ser transmitido em 90 países na Europa, África e Oriente Médio e – inicialmente – em Nova York e Washington.

Segundo artigo de Aude Lagorce [MarketWatch, 10/11/06], o presidente espera restaurar o orgulho francês, abalado pelos conflitos civis no país e pela rejeição da constituição européia em 2005. O projeto seria também o último grande feito do político, hoje com 73 anos. ‘[O canal] irá reforçar a influência francesa’, afirma o executivo-chefe do empreendimento, Alain de Pouzilhac. Será como ‘ver o mundo por um filtro diferente dos encontrados na CNN, BBC World e al-Jazira’, martela o press release sobre o lançamento do France 24.

A estréia está marcada para 6/12 na internet e dois dias depois na televisão a cabo e satélite, e o canal espera atingir uma audiência de 250 milhões de telespectadores. Para conquistar o público, o France 24 anuncia o debate de temas controversos, sugeridos pelo slogan ‘Tudo o que você não deveria saber’.

Idealizado por Chirac para ser uma alternativa ao que a França chama de versão anglo-saxã dominante dos eventos globais, o canal é uma joint venture entre a estatal France Télévisions e a emissora comercial TF1, do conglomerado Bouygues. Com financiamento anual de cerca de US$ 100 milhões, o France 24 também terá receita publicitária. Determinado a manter sua independência editorial – apesar da origem de seu financiamento – o canal insiste em anunciar que não sofrerá interferência política. Em uma declaração de independência, afirma: ‘Somos a voz de ninguém; não somos influenciados por nenhum governo, partido político ou lobby’.

Parlez-vous anglais?

Curiosamente, para poder competir com seus rivais anglo-saxões, o France 24 terá, além de sua língua materna, parte da programação em língua inglesa. Há também planos para uma versão em árabe em 2007. Alguns observadores, diante da notícia de que um canal com o objetivo de disseminar os ideais e cultura franceses será falado em inglês, cutucaram o projeto. ‘Não sei se a linha editorial deles está definida o suficiente’, diz Charlie Beckett, ex-produtor da BBC e diretor do Polis, um instituto de mídia na London School of Economics and Political Science. ‘Transmitir em inglês a maior parte do tempo, mas com uma inclinação francesa – para mim, isso soa meio confuso’.

Questionada sobre se o France 24 é visto como uma ameaça, uma porta-voz da CNN foi breve. ‘Não podemos comentar até que o tenhamos visto’, afirmou.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem