Sábado, 23 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

E-NOTíCIAS > MYDOOM

Rebelde com causa

17/02/2004 na edição 264

Alguns o chamam de MyDoom, outros, de Novarg. Seja qual for seu nome, o fato é que este novo vírus assusta, há algumas semanas, os donos de computadores que utilizam o sistema operacional Windows. Potente e mais veloz do que nunca, ele é preocupante porque parece ter um motivo por trás da infecção.

Mais do que obra de hackers adolescentes em busca de diversão, especula-se que o MyDoom tenha natureza conspiratória e política. Isso porque, além de humilhar a Microsoft, sua ação transforma os computadores infectados em armas contra uma controversa companhia chamada SCO.

A gigante Microsoft e a pequena firma SCO, baseada em Utah, têm apenas uma coisa em comum. Ambas são firmemente odiadas pelos programadores e propagadores dos softwares livres, pessoas que acreditam que os códigos dos programas de computadores deveriam ser compartilhados, e não vendidos.

Vamos aos motivos. A Microsoft é odiada simplesmente porque representa o modelo oposto. Ela é a maior empresa de software do mundo, e vende seus programas. Outra razão para tanta implicância é a rivalidade entre o sistema operacional da empresa, o Windows, e o Linux, o mais famoso dos softwares livres.

Já a SCO, ao contrário do que possa parecer, é mais odiada ainda. Ela é pequena, mas incomoda – e muito – o Linux. Segundo a empresa, o Linux funciona com códigos roubados de um antigo sistema operacional seu, chamado Unix. Por esta razão, a SCO já processou firmas que distribuem o Linux, como a IBM, e pretende, em breve, processar aquelas que utilizam o sistema.

Como resultado, alguns hackers declararam guerra à SCO. O MyDoom já é o quarto ataque que o site da empresa sofre. Darl McBride, chefe executivo da SCO, afirmou que a empresa pagará uma recompensa de US$ 250 mil para quem tiver informações que ajudem a chegar aos criminosos. Por outro lado, líderes do Linux dizem-se ultrajados com a sugestão de que alguém de sua comunidade possa estar por trás dos ataques. Seja quem for o culpado, a briguinha cresceu e virou guerra declarada. Até o FBI está cuidando do caso.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem