Quinta-feira, 24 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

E-NOTíCIAS > ORKUT, TWITTER ETC.

Redes sociais, jornalistas e jornalismo: tudo a ver

Por Luiz Valério em 10/11/2009 na edição 563

As redes sociais vêm a cada dia conquistando jornalistas que as usam como fontes de informação. Uma pesquisa realizada entre os meses de julho e setembro deste ano pela S2 Comunicação Integrada, e divulgada dia 04/11, mostra que os profissionais de jornalismo usam o Orkut (83,46%) e o Twitter (48,77%) como suas redes sociais favoritas. O Facebook vem em terceiro lugar, com 33,11% da preferência. As demais redes sociais apresentam a seguinte situação em relação ao seu uso por jornalistas: Myspace (20,09%), Flickr (18,94%) e Linkedin (15,81%). O estudo da S2 teve por finalidade diagnosticar os hábitos dos jornalistas brasileiros dentro das redes sociais e da Web 2.0. Setenta e dois por cento dos jornalistas usam as redes sociais com finalidade profissional e pessoal, segundo a pesquisa.

Do total de entrevistados nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste e especificamente em São Paulo, 712 dos 900 jornalistas que responderam ao questionário on-line afirmaram participar de pelo menos uma dessas redes sociais, apontadas na pesquisa: Orkut, Facebook, Twitter, Flickr, Linkedin, MySpace e do Youtube. No total, foram feitas 900 entrevistas, nas quais foi questionado aos jornalistas sobre seus hábitos nas redes sociais.

Estudioso do assunto, fui atrás do relatório para conferir os dados. Em São Paulo, 348 jornalistas (83,25%) disseram usar alguma rede social. Na região Sul, 100 profissionais (72,01%) da área afirmaram também manter perfil atualizado em pelo menos uma dessas redes. Na região Sudeste, excluído o estado de São Paulo, que foi pesquisado isoladamente, 136 jornalistas responderam afirmativamente sobre o uso de redes sociais. Isso representa 76,43% dos pesquisados. E nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, 128 jornalistas (ou 75,99% dos entrevistados) disseram usar as redes sociais.

Reflexão sobre a importância das tecnologias

Dado interessante é a presença do Twitter, criado em 2006 e lançado em 2007, como a segunda colocada entre as redes sociais mais usadas por jornalistas. Ele só perde para o Orkut, que surgiu em 2004. De acordo com outra pesquisa da ComScore, feita em agosto deste ano, hoje mais de 44,5 milhões de pessoas usam o Twitter em todo o mundo. 15% dos 34 milhões de brasileiros que têm acesso à internet visitaram o serviço de microblog em agosto.

Em Roraima, por exemplo, é visível o aumento significativo de colegas jornalistas que passaram a fazer uso do Twitter. Exemplos: @wirismar, @cyneida, @edgarborges, @adrianacruz, @avery, @loide, @hanagoncalves, @valerio34, @jesse etc. Situação do Orkut: em São Paulo (85%), no Sul do país (88%), no Sudeste, exceto São Paulo (81%), e nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste (80%) dos jornalistas usam essa rede de relacionamentos para fins de trabalho e pessoal. Esses números fazem do site de relacionamento o mais usado por jornalistas no Brasil.

A pesquisa da S2 Comunicação Integrada demonstra, assim, que o surgimento das redes sociais deflagrou uma mudança significativa na forma de trabalhar dos profissionais de jornalismo o que, por sua vez, acarretou numa mudança de postura das empresas. Hoje, a prática do jornalismo é feita com a ajuda das redes sociais, que servem de fonte de pesquisa e informação. O Orkut, por exemplo, foi mencionado por 40% dos entrevistados como uma grande fonte de informação, chegando a quase 60% no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O Twitter, apesar de mais recente, está no mesmo patamar. Trata-se, portanto, de uma pesquisa interessante que abre espaço para uma reflexão séria sobre a importância das novas tecnologias da informação para a renovação do fazer jornalístico.

******

Blogueiro, professor, jornalista e radialista

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem