Domingo, 22 de Setembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1055
Menu

E-NOTíCIAS >

Roxana Saberi segue para a Áustria com os pais

15/05/2009 na edição 537

A jornalista Roxana Saberi, que ficou quatro meses presa sob acusação de espionagem para os EUA, deixou o Irã nesta sexta-feira (15/5). Roxana, que tem dupla nacionalidade americana e iraniana e morava no país há seis anos, seguiu para Viena, na Áustria. Ela pretende passar os próximos dias na cidade, na companhia dos pais e do irmão, e prometeu que, em breve, contará à imprensa sobre sua experiência na prisão iraniana e sobre sua greve de fome. ‘Ninguém sabe mais do que eu e eu vou falar sobre tudo isso daqui a alguns dias’, afirmou a repórter de 32 anos, que trabalhava como freelancer para companhias de mídia estrangeiras como a BBC e a Fox.


Roxana foi presa em janeiro, quando comprava uma garrafa de vinho – algo proibido no país. Ela foi posteriormente acusada de trabalhar com a credencial de imprensa vencida e de praticar ações de espionagem para o governo dos EUA. Em um julgamento relâmpago em abril, a jornalista foi condenada a oito anos de prisão, e logo deu início a uma greve de fome que durou duas semanas. No último domingo (10/5), a pena foi suspensa por um tribunal de apelações e ela foi libertada no dia seguinte. Segundo seu advogado, a acusação de espionagem foi feita porque Roxana havia obtido um relatório confidencial sobre a guerra do Iraque redigido por um centro de pesquisas do governo iraniano. Informações da AFP [15/5/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem