Terça-feira, 26 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº959

E-NOTíCIAS > CONTEÚDO ONLINE

Sítio do WSJ pode seguir tendência

20/09/2007 na edição 451

Rupert Murdoch, presidente-executivo da News Corporation, anunciou esta semana que está inclinado a tornar o sítio do Wall Street Journal gratuito, mas ainda não tomou a decisão final. A compra da Dow Jones, proprietária do jornal, pelo magnata por US$ 5,6 bilhões deve estar finalizada dentro de dois meses.


Segundo Murdoch, a gratuidade do sítio não prejudicará o jornal e ainda contribuirá para aumentar o número de leitores e, conseqüentemente, de anunciantes. Já analistas acreditam que a medida pode ser arriscada, pois o sítio é um exemplo raro na rede que tem conseguido atrair assinantes. Atualmente, a assinatura anual custa US$ 99.


Atitude confiante


Em uma conferência para analistas em Nova York, Murdoch afirmou que vê possibilidade de crescimento na Dow Jones, que, como toda a indústria jornalística, vem sofrendo com o baixo crescimento publicitário. Ele ainda espera estreitar a relação do Journal com a Dow Jones Newswires, que compete com a Reuters e Bloomberg. ‘Levando em conta os dois, temos 1.600 jornalistas. Isso é uma grande quantidade. Há muito o que desenvolver’, avaliou.


Seus comentários foram feitos um dia depois que o grupo New York Times Co. anunciou que desistiu de cobrar para fornecer acesso a determinadas matérias e colunas no seu serviço premium TimesSelect, a fim de atrair mais anunciantes online. Informações de Kenneth Li [Reuters, 18/9/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem