Sábado, 16 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

E-NOTíCIAS > RÚSSIA

Um ano do assassinato de Anna Politkovskaya

05/10/2007 na edição 453

A organização Repórteres Sem Fronteiras realizou uma cerimônia nesta sexta-feira [5/1], em Paris, para lembrar o primeiro aniversário de morte da jornalista Anna Politkovskaya, do jornal russo Novaya Gazeta. Foram alinhados 18 caixões na praça parisiense dos direitos humanos, representando os 18 jornalistas que tiveram mortes ligadas ao trabalho desde que Vladimir Putin chegou à presidência da Rússia, em 2000. Também foram expostas fotos de Anna e de Putin.


‘Não pedimos que as autoridades russas identifiquem suspeitos de conveniência’, declarou a organização. ‘A investigação sofreu uma reviravolta há algumas semanas e nós esperamos que seja aberto um julgamento o mais rápido possível. Combater a impunidade para os assassinos de jornalistas na Rússia continua a ser uma prioridade’.


Em uma cerimônia marcada para sábado (6/10), a nova secretária francesa das Relações Exteriores, Rama Yade, deverá colocar uma coroa de flores na pedra com o nome de Anna Politkovskaya no Memorial dos Jornalistas em Bayeux, na Normandia. Por coincidência, a repórter foi morta a tiros em Moscou no mesmo dia em que o memorial foi inaugurado, em 7/10/06.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem