Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1055
Menu

E-NOTíCIAS >

Um clone, com comentários

08/09/2009 na edição 554

Quando o governo brasileiro anunciou que uma de suas grandes inovações tecnológicas para o ano de 2009 seria um blog da Presidência da República, muitos comemoraram o gesto – que parecia pegar carona na onda de transparência digital tão fundamental para a campanha de Obama nos Estados Unidos. No entanto, assim como aconteceu com Obama após as eleições, os leitores e eleitores também foram pegos de surpresa ao notar a ausência de uma das pedras-fundamentais de qualquer blog: o sistema de comentários.

Com o lançamento oficial do blog na segunda-feira, 31 de agosto, a maior parte das críticas se concentrou na ausência de um canal de interatividade entre população e governo. Mas a jornalista Daniela Silva e o consultor de internet Pedro Markun enxergaram na polêmica uma oportunidade de ouro. Replicaram o blog do Planalto na íntegra – aproveitando da liberação de direitos autorais via Creative Commons – em um endereço bastante próximo do original [planalto.blog.br no lugar de blog.planalto.gov.br], e copiando ainda parte do design gráfico. Um ‘clone’, praticamente, com a sutil diferença de que este, sim, aceita comentários.

Comunicação política

No ar desde a madrugada de quarta para quinta-feira (3/9), e anunciado apenas via Twitter, o Blog do Planalto ‘falso’ já possui enorme quantidade de comentários. De acordo com Daniela Silva, o blog ainda ‘catalisa muito o debate de não ter comentários no site oficial’, mas boa parte dos leitores também já trata a plataforma como se fosse a oficial. Daniela ainda afirmou que, graças ao espírito desbravador do blog, ‘a gente tem um espaço de experimentação que o governo não tem. Esse blog pode ser um laboratório de coisas que a gente pensa pra testar num site de política.’

Segundo Daniela, a intenção em fazer o clone do blog do presidente é ‘provocar as pessoas para participação política com as ferramentas que temos hoje em dia’. Ela também acredita que a discussão gerada nos comentários ajuda a ‘gerar conhecimento sobre esses temas’.

Daniela e Pedro são sócios na recém-criada empresa Esfera, que tem foco em comunicação política através de novas tecnologias e transparência pública. Entre os próximos projetos da dupla está o evento Transparência HackDay, que reunirá na Casa de Cultura Digital nos próximos dias 3 e 4 de outubro uma série de desenvolvedores e ativistas da rede com o intuito de pensar em aplicativos que trabalhem com dados públicos para um melhor e mais aprofundado conhecimento da política brasileira.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem